O SITE ESTÁ PASSANDO POR ALGUMAS MUDANÇAS. VOLTAREMOS AO NORMAL EM BREVE!

HOW About This? #56: "O retorno da década"

Fala, galera. Tudo bem com vocês? Espero que sim. Eu sou Elyas Correa Nogueira e lhes recebo na coluna mais duradoura desse blog, o "HOW About This?". Na quinquagésima-sexta edição, vamos analisar o anúncio feito por Shane e Stephanie McMahon na última quarta-feira, onde foi revelado que após muito tempo de espera e agonia, a Brand Split retornará para a WWE TV. Sem mais nenhuma enrolação, vamos lá!

Como a maioria de vocês já deve saber, Shane e Steph McMahon anunciaram que a partir do dia 19 de Julho, o WWE SmackDown passará a ser exibido nas terças-feiras e também será transmitido ao vivo. Além disso, no dia 11 de Julho (RAW) acontecerá o primeiro Draft desde 2011 e a partir daí, poderemos saber quais serão as estrelas que dominarão cada roster. A única certeza que temos até agora é que um McMahon "governará" cada roster. Na minha opinião, Shane fica com o SD e Steph fica no RAW.

A divisão das brands abre um leque de possibilidades para storylines na companhia de Stanford. O midcard das duas brands pode ser revivido e se títulos antigos (European e Cruiserweight) estiverem de volta ao jogo, esses midcarders podem ter a valorização que tanto merecem. Falo em pessoas como Tyler Breeze e Apollo Crews, que tiveram um debut bom mas perderam-se logo após. Talvez seja muito cedo pra falar de Crews ainda mas conhecendo a WWE, já dá pra ter uma noção do que acontecerá.

Continuando no assunto dos títulos, a volta de um segundo título mundial não é somente provável, é necessária. Embora eu não seja um grande fanático pela desunificação, a divisão das brands necessita de um novo título mundial. Talvez o Big Gold Belt retorne para o SmackDown e então dependerá do GM para decidir o campeão: Se a GM do SD for Stephanie (e ela ficar como heel), o título será presenteado para o top heel (Kevin Owens, por favor). Se o GM for Shane, haverá um torneio culminando no Battleground com a possível vitória do top babyface da brand (Sami Zayn ou Cesaro. Nunca pedi nada pra você, WWE). Se o título não for desunificado, provavelmente o título mundial ficará no RAW e o Intercontinental Championship será o carro-chefe do SmackDown, uma vez que esse título está bem valorizado ultimamente.

Os títulos secundários, na minha opinião, devem ficar exclusivos para cada brand. O Tag Team Championship deveria ficar somente no SmackDown e o Women's Championship deveria ficar somente no RAW. Eles poderiam ficar como Interbrands, mas a sensação de divisão entre os dois planteis não seria tão grande caso isso acontecesse. Obviamente, para manter a quantidade de títulos, novos seriam adicionados para cada brand.

Outro assunto importante para ser discutido é a quantidade de PPVs. Durante a Brand Split original, tivemos uma média de 15 PPVs por ano, resultando em 1.25 PPVs por mês. Será que a WWE vai voltar à época de eventos exclusivos para cada brand? Duvido muito. Os custos são consideráveis e embora abra a possibilidade de desenvolver mais feuds mirando o crescimento dos midcarders, é inviável para a companhia de Stanford seguir esse modelo. O que eles podem fazer é eventos especiais do WWE Network, como foi o Roadblock, Live at MSG, Beast in the East e etceteras. Isso sim seria uma ideia inteligente. Uns dois por ano, para cada brand, não vão fazer mal a ninguém.

O anúncio da Brand Split caiu como uma bomba e foi bem recebido pela maioria dos fãs de WWE. Na minha opinião, parece promissor e acima de tudo, uma boa ideia para desafogar os talentos desvalorizados (embora não tenha salvado Rhodes, Sandow e Barrett) e acalmar os fãs que estão sedentos por mudanças no rumo da companhia. Fazendo um resumo de tudo o que eu disse, minhas brands ficariam assim:

Monday Night RAW

Títulos:
- WWE Championship
- United States Championship
- European Championship
- Women's Championship

Principais estrelas:
- Seth Rollins
- Dean Ambrose
- Roman Reigns
- AJ Styles
- Hideo Itami

Tuesday Night SmackDown

Títulos:
- World Heavyweight Championship
- Intercontinental Championship
- Cruiserweight Championship
- Tag Team Championship

Principais estrelas:
- Kevin Owens
- Cesaro
- Sami Zayn
- Fínn Balor/The Club
- Bray Wyatt

Desconsiderem que não coloquei nomes como Randy Orton e John Cena, pois esses caras "foram" a WWE pelos últimos dez anos. Estou falando sobre nomes do presente para o futuro.

"E você? Qual sua opinião sobre o retorno da Brand Split?"

Bom galera, vou ficando por aqui. Fiquem à vontade para darem suas opiniões e sugestões no comentários. Para reclamações, o choro é livre para todos os públicos. Fiquem com Deus e até semana que vem.

"Thanks for reading and have a nice day."