Ex-membro da equipe criativa da WWE comenta sobre Vince McMahon

No episódio 86 do Wrestling Podcast de Sam Roberts, o ex-membro da equipe criativa da WWE Freddie Prinze Jr. comentou sobre sua percepção de Vince McMahon e sua visão de negócios. Entre outras coisas, ele destaca que McMahon é um artista que faz o quer e você sabe o que ele faz ao escolher lutadores grandes para ganhar o título mundial.
"Eu costumava a chamar ele de Robo-Vince e me perguntava porque eu chamava ele assim. Porque ele não viu nada além de wrestling. Era como você ver RoboCop? claro que não. Nem Scarface (o preço do poder) saberia que Razor Ramon era um plagio. Em uma das brincadeiras da WWE, coloquei um vídeo de Richard Pryor para dar risada e desconectar e Vince me disse 'Por que não assiste uma WrestleMania?' Eu disse que queria relaxar e dar risada e ele disse 'Temos Santino Marella'. E eu disse 'sim gosto de Santino, mas não é Richard Pryor'."
"Vince sempre irá fazer o que Vince faz. E sei que as pessoas não estão de acordo, mas ele sabe o que faz. Imagina que Jimi Hendrix está vivo e as pessoas nas redes sociais dizem a ele que tipo de música fazer. Seria como o filme Miserym onde Kathy Bates disse ao escritor, "Não, ela não morre. você vai ressuscitá -la . Não me importa que livro você escreve, vai ressuscitá-la'. Isso são as redes sociais. Picasso não odiava as baleias mas não pintava baleias, porque fazia o que ele queria, é um artista. Vince é o pintor. A caixa de jogos de Vince. É divertido que te convide a jogar alguma vez, mas é dele. Se você não quer jogar ao seu jogo, não se leva os jogos para sua casa, você levará um soco e ele seguirá jogando sobre seu cadáver. Isso é o que faz um artista. Como diria Jimi Hendrix "Eu só quero uma música pop'."
Gostaria de acreditar nos meninos que vem das indys e do NXT, mas creio que são poucos que poderão ganhar o título. Tem que ser o cara adequado. Os pequenos tem a sua história de escalar a montanha cheia de obstáculos. Não chegam ao alto, eles são Sísifo, sobem para somente voltar a cair rodando ao principio. Shawn Michaels é uma rara exceção, porque apenas se lesionou. Rey Mysterio é outra, o que prova a regra, porque se lesionou muito. A demanda da posição de campeão é esmagadora, Daniel Bryan é um exemplo de colocar seu corpo em risco 325 dias ao ano sem dormir bem, sem terapia física, sem descansos entre combates porque você tem que pegar um avião. É algo muito destrutivo, por isso Vince quer dar o título aos lutadores grandes, porque eles tem melhor saúde e historicamente, duram mais."
Quando você vai a um hotel com Vince McMahon pode dizer "Não se importa se vou a cozinha e preparo algo?' e te dizem 'para ir porque McMahon reservou 6.000 quartos para os talentos. Pode fazer o que você quiser'. MVP foi o primeiro lutador para quem eu cozinhei. Fizemos um New Mexico Cowboy Steaks. E me disse 'Tio, estamos na cozinha do hotel, sozinhos. Eu disse a ele 'é o poder de Vince'. E ele me respondeu 'Olha, sou negro, OK? Com poder de Vince ou sem ele, não deixariam eu entrar aqui sem você'."