PJ Black fala sobre o The Nexus

O lutador da Lucha Underground PJ Black, mais conhecido pela sua passagem pela WWE como Justin Gabriel, participou de uma edição do Ask Me Anything no Reddit. Confira os destaques abaixo:

Sobre a Lucha Underground ser um show de wrestling ou serie de televisão:
"Se você pergunta a dez pessoas isso, você vai ter dez respostas diferentes. É uma combinação de ambos. Em frente ao público, é wrestling. Nos bastidores, é mais uma serie de televisão. Com a combinação de ambos, podemos criar histórias e contar elas enquanto tenha shows, podemos seguir criando mais" "
Como você vê a Lucha Underground dentro de cinco anos?
"Espero que sigamos tendo esta popularidade e ter mais gente vendo nosso produto. Creio que pode gostar a fãs de wrestling e não fãs, o que é muito legal."
Vocês lutaram pela mudança de resultado que John Cena pediu no SummerSlam 2010, onde o Nexus acabou sendo derrotado?
"Sim, lutamos pela mudança do final, pessoas como Edge e Jericho estavam ao nosso favor, sabiamos por onde devia ir a história. Mas alguém com o poder (John Cena) mudou tudo. Logo, admitiu que havia errado, mas não podia fazer mais nada era tarde demais."
Por que Corre se escreve com dois erres?
"Porque Heath (Slater) soletra como bunda. Nós fomos para o escritório para registrar, soletramos mal e ficou com esse nome."
Como foi trabalhar com John Cena?
"Foi bom. Muita gente o odeia, mas não veem o tempo e esforço que ele investe. Tem a habilidade de tirar a reação correta no momento justo, como um comediante que está fazendo um stand-up tem que soltar a bomba no momento justo. Provavelmente, ele é o melhor do mundo em mudar um combate como está acontecendo se ele ver algo que falha."
O que é mais importante, o aspecto físico ou o storytelling?
"Uma difícil. Costumava dizer que é a condição física, mas ultimamente eu estou vendo que o mais importante é o preparo mental. Necessita ter uma boa história ou as pessoas não irão se interessar. Pode fazer milhares de movimentos e será genial, mas as pessoas se interessam pela história."