Possível substância química que ocasionou a suspensão de Roman Reigns (Atualizado)

No dia 21 de junho, Roman Reigns foi suspenso por violar a política de bem-estar da companhia de Stamford. O Universo WWE ficou chocado porque raramente um babyface é pego violando a política de bem-estar da empresa.

Novas informações sobre a suspensão de Roman Reigns foram reveladas, incluindo que Vince McMahon queria varrer toda a questão para debaixo do tapete e mais. No entanto, foi finalmente conhecido porque Roman Reigns foi suspenso e qual substância proibida que o mesmo teria utilizado.

De acordo com o RingSideNews, o que causou a suspensão de Roman Reigns foi uma anfetamina detectada em seu sistema que ele admitiu ter usado na sua declaração após a sua suspensão se tornar pública.

Na política de bem-estar da WWE, a anfetamina é considerada uma substância proibida pela empresa. Confira logo abaixo o trecho da política de bem-estar da WWE.

"B. Estimulantes 

O uso não médico de anfetamina, metanfetamina, Ecstasy {MDMA}, Eve (MDEA), MDA, PMA, fentermina e outros derivados de anfetaminas e compostos relacionados é proibido."

Conforme conhecimento de todos, Seth Rollins em uma promo realizada no WWE RAW abordou especificamente a suspensão de Roman Reings. Roman Reigns continua sendo anunciado como um dos integrantes da Triple Threat Match pelo WWE Championship no WWE Battleground.

Atualização:

Segundo Richard Gray do WrestlingNewsWorld,  Roman Reigns também foi pego no anti-doping por maconha, mas essa não foi a causa de sua suspensão, no entanto neste caso é apenas aplicado uma multa economica em Roman Reings.
Tem alguma dica de notícia ou correção? Envie-nos clicando aqui!

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook