Vários lutadores entram com forte processo contra a WWE

Um forte processo coletivo foi apresentado por um total de 53 lutadores contra a WWE em uma corte nos Estados Unidos e entre estes lutadores, três membros do WWE Hall of Famer estão envolvidos.

O jornalista Chris Dolmetsch do portal web da revista "Bloomberg" revelou a informação. De acordo com a informação publicada, na manhã desta segunda-feira um advogado entrou com um forte processo na corte federal de New Have, Connecticut, onde 22 lutadores ativos e inativos processam a empresa. Confira abaixo a lista de nomes que estão processando a companhia de Stamford.

- Bryan Emmett Clark Jr.

– Adam Bomb.

- Anthony Norris

– Ahmed Johnson.

- Dave Hebner.

- Earl Hebner.

- Ken Pantera.

- John Nord.

- The Bezerker.

- Jonathan Hugger

– Johnny The Bull.

- James Brunzell – Jumpin’ Jim.

- Susan Green – Sue Green.

- Angelo Mosca – King Kong Mosca.

- James Manley – Jim Powers.

- Michael “Mike” Enos.

- Bruce “Butch” Reed – The Natural.

- Carlene Moore-Begnaud – Jazz.

- Sylvain Grenier.

- Omar Mijares – Omar Atlas.

- Don Leo Heaton – Don Leo Jonathan.

- Mark Canterbury – Henry Godwin.

- Victoria Otis – Princess Victoria.

- Judy Hardee – Judy Martin.

- Mark Jindrak – Marco Corleone.

- Bernard Knighton em representação de Brian Knighton (Axl Rotten) e seus herdeiros.
- Jon Heidenreich.

- Terry Szopinski – The Warlord.

- Sione Havea Vailahi – The Barbarian.

- Larry Oliver – The Crippler.

- Bobbi Billiard.

- Timothy Smith – Rex King.

- Tracy Smothers – Freddie Joe Floyd.

- Michael Halac – Mantaur.

- Rick Jones – Black Bart.

- Ferrin Jesse Barr – JJ Funk.

- Lou Maarconi.

- Rod Price.

- Donald Driggers.

- Rodney Begnaud – Rodney Mack.

- Ronald Scott Heard – Outlaw Ron Bass.

- Boris Zhukov.

- George Gray – One Man Gang.

- Ken Johnson – Slick.

- Chris Pallies – King Kong Bundy.

- Barry Darsow – Smash.

- Bill Eadie – Ax.

- Marty Jannetty.

- Marc Copani – Muhammad Hassaan.

- Toy Martin – Shane Douglas.

- Paul Orndorff – Mr. Wonderful.

- James Harris – Kamala.

- Salvador Guerrero IV – Chavo Guerrero Jr.

- Chavo Guerrero Sr. – Chavo Classic.

- Terry Michael Brunk – Sabu.

- Joseph M. Laurinaitis – Road Warrior Animal

- Carole Snuka em representação de Jimmy “Superfly” Snuka.

Segundo o Bloomberg, o processo afirma que "a WWE ocultou os efeitos a longo prazo das lesões neurológicas depois de anos de golpes dentro e fora do ringue". Além de "não cuidar os lutadores com suas repetitivas lesões na cabeça de uma maneira medicamente competente ou significativa", além de "distorcer e ocultar" informações. Confira abaixo a razão pela qual este processo está sendo movido.
WWE coloca seus ganhos como uma corporação sobre a saúde dos lutadores, sua segurança e sua segurança financeira, escolhendo deixar os autores gravemente lesionados e sem recursos para o tratamento dos danos ao corpo e a mente. Esses lutadores não tem benefícios médicos, são artistas independentes.

A WWE em uma nota de imprensa enviada aos principais meios de comunicações respondeu as acusações. Confira abaixo.
Essa é outra tentativa ridícula realizada pelo mesmo advogado que apresentou processos similares contra a WWE, ambos processos ignorados. Um juíz federal soube que este advogado tem feito alegações falsas contra a WWE e isto é mais do que em si. Estamos confiantes de que esse processo vai sofrer o mesmo destino que as anteriores."