WWE decide não punir Brock Lesnar

O combate entre Brock Lesnar e Randy Orton no WWE SummerSlam não será cancelado, segundo informa o Wrestling Observer Newsletter. Logo após Lesnar ser flagrado em exames anti-doping, a WWE tinha a possibilidade de punir Brock Lesnar. A propria comissão do estado de Nova York, cidade onde será realizado o SummerSlam, assegurou que não poderia punir Brock porque não reconhece o wrestling professional como uma disciplina esportiva e que portanto a decisão estaria nas mãos da WWE.

Os dois test médicos que apresentaram anomalias estão sendo investigados. Uma vez que os resultados sairem, conheceremos a sanção imposta pela companhia de artes marciais mistas Ultimate Fighting Championship (UFC). A substância que provocou o positivo no test anti-doping segue sendo um mistério. Um jornalista da Los Angeles Time afirma que se trata de um Clomifeno, um bloqueador de estrógeno, no entanto, o nome da substância permanecerá em segredo se o lutador, neste caso Brock Lesnar, deseja que seja assim.

O Wrestling Observer Newsletter comenta que a WWE decidiu não punir diretamente Brock Lesnar pela importância que ele tem dentro da companhia. Sua luta é uma das mais esperadas para o WWE SummerSlam e não querem que a imagem da companhia fique sujo por uma cancelação em consequência de um test anti-doping positivo. Apesar de não punir Lesnar, a WWE alterou alguns planos criativos que tinham em mente para Brock. O exemplo mais é o WWE Draft, em que Lesnar deveria ter sido o primeiro escolhido.
Tem alguma dica de notícia ou correção? Envie-nos clicando aqui!