Dana White afirma que CM Punk não deveria ter sua próxima luta no UFC

A ex-estrela da WWE Phill "CM Punk" Brooks poderá permanecer um longo tempo afastado do octógono do Ultimante Fighting Championship (UFC). Depois de seu truncado debut contra Mickey Gall, o presidente do UFC, Dana White, acredita que Punk deveria ganhar experiência no nível amador antes de dar o salto para as grandes ligas. Confira na integra as declarações do atual presidente do UFC.
"Foi um experimento, Nós nos tornamos bons amigos, é bom cara. Respeito o caminho que ele escolheu para ganhar uma chance aqui, por isso que eu dei a ele."
"Não deveria ter sua próxima luta no UFC. Como eu disse para Brock Lesnar, provar sua sorte no UFC em sua primeira luta é algo muito difícil. Nesta noite foi a prova e isso lutando contra um cara que tinha um recode de 2-0. Foi uma maneira difícil de aprender a lição."
Outra importante personalidade dentro do UFC que criticou o trabalho de CM Punk foi Joe Rogan. Comentarista oficial desde 1997, Rogan disse que se sentiu "decepcionado" com a má experiência de Punk. Respeita todo o seu trabalho, mas para se converter em um lutador de artes marciais, afirma, que é necessário percorrer um longo caminho. "Há uma razão pela qual as faixas marrons não competem com as faixas brancas nos torneios de jiu-jitsu", comentava Rogan depois do evento, "Não é justo e o que vimos nesta noite não foi justo. Mickey Gall é muito melhor que ele".

CM Punk afirmou que seguirá trabalhando para voltar a lutar no UFC algúm dia; no entanto, Joe Rogan Coincide com Dana White nesse aspecto: "Se eu tivesse quer dar um conselho para CM Punk, gostaria de pedir-lhe para continuar lutando no nível amador com as pessoas de seu nível. Que continue com isso, é um bom cara e eu gosto, mas esta não é a maneira de fazer isso."
Dana White afirma que CM Punk não deveria ter sua próxima luta no UFC Dana White afirma que CM Punk não deveria ter sua próxima luta no UFC Reviewed by Diego Ceratti on domingo, setembro 11, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.