Gedo sobre a WWE: "Eles são entretenimento esportivo. Nós somos pro-wrestling."

Gedo, atual lutador e Head Booker da New Japan Pro Wrestling (NJPW), recentemente concedeu uma entrevista ao portal Sports Illustrated. Durante a entrevista, o atual GHC Jr. Heavyweight Tag Team Champion comenta sobre diversos temas, desde a sua filosofia de trabalho na New Japan, aprendendo com Paul Heyman, trabalhando com Chris Jericho na WCW, além de explicar as diferenças atuais entre a NJPW e a WWE. Confira abaixo os destaques da entrevista:

Sobre a diferença entre WWE e NJPW:

"Nós não somos uma novela. Não somos Sports Entertainment, não atuamos e não dançamos. Nós lutamos e somos pro-wrestling, somos a New Japan Pro Wrestling. Assista um combate de Shibata e a maneira que ele chuta, isso é NJPW. Naito, Tanahashi, Ishii, todos lutam e lutam. Isso é divertido, mas não é entretenimento. É pro-wrestling."

Sobre Kazuchika Okada:

"Okada tem tudo e é o melhor lutador da história do pro-wrestling. Não da história da New Japan, estou falando do mundo todo. Ele é melhor que Antonio Inoki, melhor que Great Baba e melhor que Riki Choshu. Ele já tem dez anos de experiência no pro-wrestling porque começou aos 15 anos e ainda é jovem. É como The Rock. Tem boa aparência, pode falar e pode lutar."

Sobre a oferta da WWE para assinar um contrato em 2007 que ele acabou recusando, porque a empresa exigia que ele tivesse que interpretar um personagem japonês estereotipado:

"WWE tem personagens, mas não é a grande coisa. Você necessita de personagens que as pessoas possam entender e gostar, mas isso não é tão importante com as habilidades. Os personagens são mais diferentes nos Estados Unidos que no Japão. No japão é muito mais importante a habilidade e o espírito da luta que o personagem. Em definitivo, o mais importante para mim é meu companheiro, Jado. Eu escolhi ficar com ele."

Sobre as diferenças entre a psicologia do pro-wrestling entre países:

"O pro-wrestling é o pro-wrestling. Não há uma psicologia distinta no Japão do que tem nos Estados Unidos."

Sobre a influência do estilo americano do pro-wrestling:

"Cresci amando o pro-wrestling sulista dos anos setenta. Era genial. Me divertia com Terry Funk e Jerry Lawler. Eram difíceis, autenticos e tinham espírito de luta. Os lutadores de agora são mais agressivos e tem melhor físico, mas não sabem como capturar esse espírito. Terry Funk o tinha. Meus heróis enquanto crescia eram Terry Funk, Beautiful' Bobby Eaton (quem era um fantástico lutador e eu amava como ele caía contra o chão, eram belas quedas), Ric Flair e Harley Race."

Sobre a diferença entre New Japan e WWE:

"O mais importante no Japão é o espírito, o espírito de lutar. Estamos lutando, não dançando. New Japan é luta. Os meninos da NJPW tem esse espírito que leva eles a fazer grandes lutas. Eles (WWE) não podem aguentar o estilo da New Japan. Os lutadores da NJPW poderiam lutar na WWE, mas eles não saberiam como lidar com o nosso estilo."

Sobre Paul Heyman:

"Respeito Paul Heyman. Ele tem muitas, muitas boas ideias, as quais podem fazer dinheiro. Outros lutadores não entendiam que suas ideias os tornaria ricos, mas eu o entendia."

Sobre sua passagem pela WCW:

"Trabalhei com Último Dragon e Chris Jericho na WCW. Chris Jericho me disse que Chris Benoit estava apoiando a ideia para que me dessem um forte push. Foi uma boa experiência para mim. Havia muitos meninos alí, mas nenhum lutava como Benoit, Eddie, Dean Malenko e Rey Mysterio. Eles mostraram que deviamos focar a habilidade sobre o tamanho no main event. Foi uma boa experiência para mim, da qual eu aprendi."

Sobre Kenny Omega e as classes de peso:

"Kenny Omega tem tudo. Creio que é melhor que AJ Styles. Ele é genial e um dos melhores do mundo, além de ser incrívelmente forte. Kenny Omega já não é um junior heavyweight, ele é um dos melhores. Algumas vezes os lutadores superam as classificações de peso, mas é bom que isso aconteça. Olhe o boxe ou o UFC, as categorias são muito rigorosas. Em ocasiões os junior heavyweights chegam a poder lutar contra heavyweights no pro-wrestling, e isso é especial."

Em relação a Chris Jericho:

"Chris Jericho tem uma grande mente. Eu conheço ele há muito tempo e ele é muito distinto em relação a outros caras. Sempre estava buscando algo, tentando algo novo. Sempre pensando e tinha essa acuidade mental. É muito inteligente."

Sobre Shinsuke Nakamura deixar a New Japan para ir para a WWE:

"Fico feliz que ele esteja indo bem. Ele é meu amigo e espero que ele tenha sucesso."

Sobre o apoio dos fãs americanos:

"Agradecemos que os americanos estejam tão interessados na New Japan. Queremos dar os melhores combates e ensinar que somos melhores que o resto, que New Japan é a melhor companhia."

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook