Gedo sobre a WWE: "Eles são entretenimento esportivo. Nós somos pro-wrestling."

Gedo, atual lutador e Head Booker da New Japan Pro Wrestling (NJPW), recentemente concedeu uma entrevista ao portal Sports Illustrated. Durante a entrevista, o atual GHC Jr. Heavyweight Tag Team Champion comenta sobre diversos temas, desde a sua filosofia de trabalho na New Japan, aprendendo com Paul Heyman, trabalhando com Chris Jericho na WCW, além de explicar as diferenças atuais entre a NJPW e a WWE. Confira abaixo os destaques da entrevista:

Sobre a diferença entre WWE e NJPW:

"Nós não somos uma novela. Não somos Sports Entertainment, não atuamos e não dançamos. Nós lutamos e somos pro-wrestling, somos a New Japan Pro Wrestling. Assista um combate de Shibata e a maneira que ele chuta, isso é NJPW. Naito, Tanahashi, Ishii, todos lutam e lutam. Isso é divertido, mas não é entretenimento. É pro-wrestling."

Sobre Kazuchika Okada:

"Okada tem tudo e é o melhor lutador da história do pro-wrestling. Não da história da New Japan, estou falando do mundo todo. Ele é melhor que Antonio Inoki, melhor que Great Baba e melhor que Riki Choshu. Ele já tem dez anos de experiência no pro-wrestling porque começou aos 15 anos e ainda é jovem. É como The Rock. Tem boa aparência, pode falar e pode lutar."

Sobre a oferta da WWE para assinar um contrato em 2007 que ele acabou recusando, porque a empresa exigia que ele tivesse que interpretar um personagem japonês estereotipado:

"WWE tem personagens, mas não é a grande coisa. Você necessita de personagens que as pessoas possam entender e gostar, mas isso não é tão importante com as habilidades. Os personagens são mais diferentes nos Estados Unidos que no Japão. No japão é muito mais importante a habilidade e o espírito da luta que o personagem. Em definitivo, o mais importante para mim é meu companheiro, Jado. Eu escolhi ficar com ele."

Sobre as diferenças entre a psicologia do pro-wrestling entre países:

"O pro-wrestling é o pro-wrestling. Não há uma psicologia distinta no Japão do que tem nos Estados Unidos."

Sobre a influência do estilo americano do pro-wrestling:

"Cresci amando o pro-wrestling sulista dos anos setenta. Era genial. Me divertia com Terry Funk e Jerry Lawler. Eram difíceis, autenticos e tinham espírito de luta. Os lutadores de agora são mais agressivos e tem melhor físico, mas não sabem como capturar esse espírito. Terry Funk o tinha. Meus heróis enquanto crescia eram Terry Funk, Beautiful' Bobby Eaton (quem era um fantástico lutador e eu amava como ele caía contra o chão, eram belas quedas), Ric Flair e Harley Race."

Sobre a diferença entre New Japan e WWE:

"O mais importante no Japão é o espírito, o espírito de lutar. Estamos lutando, não dançando. New Japan é luta. Os meninos da NJPW tem esse espírito que leva eles a fazer grandes lutas. Eles (WWE) não podem aguentar o estilo da New Japan. Os lutadores da NJPW poderiam lutar na WWE, mas eles não saberiam como lidar com o nosso estilo."

Sobre Paul Heyman:

"Respeito Paul Heyman. Ele tem muitas, muitas boas ideias, as quais podem fazer dinheiro. Outros lutadores não entendiam que suas ideias os tornaria ricos, mas eu o entendia."

Sobre sua passagem pela WCW:

"Trabalhei com Último Dragon e Chris Jericho na WCW. Chris Jericho me disse que Chris Benoit estava apoiando a ideia para que me dessem um forte push. Foi uma boa experiência para mim. Havia muitos meninos alí, mas nenhum lutava como Benoit, Eddie, Dean Malenko e Rey Mysterio. Eles mostraram que deviamos focar a habilidade sobre o tamanho no main event. Foi uma boa experiência para mim, da qual eu aprendi."

Sobre Kenny Omega e as classes de peso:

"Kenny Omega tem tudo. Creio que é melhor que AJ Styles. Ele é genial e um dos melhores do mundo, além de ser incrívelmente forte. Kenny Omega já não é um junior heavyweight, ele é um dos melhores. Algumas vezes os lutadores superam as classificações de peso, mas é bom que isso aconteça. Olhe o boxe ou o UFC, as categorias são muito rigorosas. Em ocasiões os junior heavyweights chegam a poder lutar contra heavyweights no pro-wrestling, e isso é especial."

Em relação a Chris Jericho:

"Chris Jericho tem uma grande mente. Eu conheço ele há muito tempo e ele é muito distinto em relação a outros caras. Sempre estava buscando algo, tentando algo novo. Sempre pensando e tinha essa acuidade mental. É muito inteligente."

Sobre Shinsuke Nakamura deixar a New Japan para ir para a WWE:

"Fico feliz que ele esteja indo bem. Ele é meu amigo e espero que ele tenha sucesso."

Sobre o apoio dos fãs americanos:

"Agradecemos que os americanos estejam tão interessados na New Japan. Queremos dar os melhores combates e ensinar que somos melhores que o resto, que New Japan é a melhor companhia."

Nenhum comentário:

Postar um comentário