WhatCulture #11: "10 coisas chocantes que poderiam acontecer no Hell in a Cell"

Em redes sociais, o atual General Manager do RAW Mick Foley foi rápido em pedir desculpas quando ele parecia deixar claro que o combate entre Sasha Banks vs. Charlotte pelo RAW Women's Champion seria o evento principal do Hell in a Cell. Em um certo retrocesso a postagem original, Foley declarou então que o combate pelo título feminino do RAW seria apenas um dos muitos eventos principais "sobre o ponto de vista de um pay-per-view".

Mesmo que a WWE parece ser séria sobre a presença de sua revolução feminina em sua melhor fase, há certamente piores caminhos para realizar um show do que dar a Sasha e Charlotte os holofotes principais do show. No entanto, tal mudança teria de ser considerada uma coisa chocante, especialmente considerando o fato de que o título Universal da WWE também estará em disputa naquela noite.

Outras surpresas podem acontecer no Hell in a Cell. É difícil imaginar a realização do show sem pelo menos um acontecimento chocante.

Pensando já no WWE Hell in a Cell, o WhatCulture fez questão de preparar um artigo intitulado"10 coisas chocantes que poderiam acontecer no Hell in a Cell".


10. Braun Strowman destrói os Cruiserwights e desafia Sami Zayn

And he heads to the back.
Neste momento, há um combate de equipes agendado para o Kickoff do WWE Hell in a Cell. Estritamente para mostrar a Cruiserweight Division, Cedric Alexander irá se juntar a Sin Cara e Lince Dorado para enfrentar a equipe de Ariya Daivari, Drew Gulak e Tony Nese.

Embora seria péssimo para a WWE não dar a estes homens alguns minutos para lutar, há uma pequena chance de um Braun Strowman brutal estar com outras coisas em mente. Tratado como uma máquina de demolição quase imparável, Strowman parece ter problemas com Sami Zayn no momento.

Um combate entre eles não está agendado para o pay-per-view, pelo menos não oficialmente. Isso significa que Strowman poderia querer este combate ao interromper a 6-Man Tag Team Match entre os homens da Cruiserweight Division, destruir todos, e desafiar Zayn. Sabemos que este é um cenário praticamente impossível, mas quem sabe.


9. TJ Perkins voluntariamente perde para Brian Kendrick

A história em andamento de TJ Perkins e Brian Kendrick é intrigante. Reconhecendo que o WWE Cruiserweight Championship é importante, o veterano Kendrick também percebe que esta poderia ser a sua última passagem na companhia como uma estrela em tempo integral. É por isso que ele perguntou a Perkins se ele o deixaria vencer no Hell in a Cell.

Embora seja improvável que o campeão fará exatamente isso, não é algo totalmente impossível. Tal ato poderia enquadrar-se na história que a WWE está tentando apresentar entre Perkins e Kendrick, a promoção acrescentou um monte de contexto e história para a relação entre os dois homens no Raw.

Um heel simpático não é algum comum no pro wrestling. Esse é o disfarce que Kendrick está tentando agora. A maioria acredita que esse ato simpático de Kendrick é apenas para atrair Perkins para uma armadilha.

E se isso acontecer? E se Kendrick ganhar o título no Hell in a Cell, ele agradecerá Perkins por manter sua carreira de pé na WWE?


8. Dana Brooke incomoda Bayley novamente

Dana Brooke tem, por várias vezes, recorrendo a táticas sujas para superar Bayley ao longo das últimas semanas. O último segmento entre as duas mulheres teve um disputa de braço de ferro, na qual Dana conseguiu enganá-la mais uma vez. Qualquer uma que não esteja ao mesmo nível, sempre vai se deparar como uma vilã ao lado de Bayley, uma babyface estereotipada ingênua.

Isso levou a um combate no Hell in a Cell. Ambas as senhoras sabem o seu papel nesse pay-per-view e elas não estão lá realmente para roubar o show. Em vez disso, este será apenas um espaço reservado para ambas antes de cada uma pasar para diferentes adversárias. Para Dana, uma rivalidade com Charlotte faz total sentido. Para Bayley, uma disputa pelo Raw Women's Champion está em seu futuro.

O resultado mais previsível é uma vitória de Bayley. Depois de não conseguir vencer Brooke recentemente, uma vitória em um pay-per-view faz muito sentido. A WWE pode tomar esse caminho. Outra alternativa é fazer Dana vencer e aumentar o seu prestígio.

Isso teria que ser considerado uma grande reviravolta. Mesmo assim, isso daria a Dana uma reivindicação legítima a uma disputa pelo título.


7. Enzo Amore e Big Cass serem derrotados

É realmente difícil não ver uma vitória de Enzo Amore e Big Cass no Hell in a Cell. Seus adversários já foram em busca do Raw Tag Team Championship, e não parece que Luke Gallows e Karl Anderson vão disputar rivalizar outra vez com o New Day.

Depois de não conseguir trabalhar bem nos personagens do The Club, a equipe criativa pode ter visto o real objetivo de Gallows e Anderson como uma equipe perfeita para valorizar as outras equipes na divisão. Esse parece ser o objetivo desse combate com Enzo e Cass, já que a equipe babyface precisar vencer muito mais do que seus rivais.

No meio disto tudo, há algo faltando. Vendo do outro lado, há uma clara falta de brilho em torno da divisão de duplas. Isso não deve impedir ser um problema se Enzo e Cass não saírem como vencedores.

Talvez a WWE pense que ambas as equipes ainda não estejam prontas para vencer o título. Uma vitória de Anderson e Gallows trapaceando permitiria que a rivalidade entre eles se prolonga-se, pelo menos por algum tempo.


6. Cesaro & Sheamus se tornarem os novo Raw Tag Team Champions

É tão improvável como a uma vitória de Luke Gallows e Karl Anderson sobre Enzo Amore e Big Cass, mas é ainda mais ambicioso para sugerir que Sheamus e Cesaro serão os novos Raw Tag Team Champions. A frente do New Day, a ideia estranha de de unir os dois é claramente uma dessas história que se podem desfrutar de algo.

Apesar do New Day serem os campeões como o mais longo reinado na memória recente, não seria o maior choque da história da WWE se eles forem derrotados no Hell in a Cell. Coisas estranhas têm acontecido com certeza, embora ainda seria uma grande surpresa. Vamos lá, ninguém espera que Sheamus e Cesaro se deem bem durante o combate, muito menos sairão dele vitoriosos.

Isso poderia ser um belo cenário, mesmo com as estrelas irlandesa e suíça nem sequer se olhando olho-no-olho. Assim como no Monday NIght Raw, eles poderiam deixar isso de lado e obter a vitória.

Coroar dois lutadores que realmente não querem ser parceiros como campeões. Talvez há uma chance de isso acontecer novamente este domingo.


5. Todos os três combates dentro da Hell in a Cell sendo realizados consecutivamente

Quando a WWE decidiu nomear um pay-per-view em 2009 em homenagem a um de seus combates mais infames da história, todo os olhos dos fãs estavam direcionados ao primeiro evento do Hell in a Cell na história. Dispondo de nada mais e nada menos do que três combates dentro da cage, o pay-per-view do ano de 2009 sofria de um exagero, mesmo quando a qualidade de combates dentro da cage fosse geralmente elevada.

Esse tem sido um problema consistente com o show anual desde então, e o Hell in a Cell perdeu um pouco de seu brilho desde que não conseguiu se encaixar em um posto altíssimo do calendário de pay-per-views da empresa. Isso vai continuar com a edição deste ano do evento; é apenas algo que a WWE não pode fugir.

Separando consecutivamente cada partida dentro da cage ao longo do card pode ajudar a resolver essa questão. Isso em mente, já que também há uma chance de que um trio de combates por títulos sejam realizados consecutivamente. Isto significa que Rusev vs. Roman Reigns, Charlotte vs. Sasha Banks, e Kevin Owens vs. Seth Rollins iria acontecer todos um após o outro.

Isso seria tecnicamente uma grande jogada por parte da equipe criativa e certamente atrairia a atenção do público.


4. Rusev de alguma forma derrotando Roman Reigns

Roman Reigns se tornou WWE United States Champion no WWE Clash Of Champions em setembro. É verdade que Roman Reigns foi movido para uma posição considerável baixa no card (pelo menos temporariamente), embora que ele ainda deve ser considerado um dos principais nomes do Monday Night RAW. O simples pensamento de ele perder o título tão rapidamente é um desafio.

Recentemente, tanto Roman Reigns e Rusev se confrontaram diversas vezes no Monday Night RAW e eventos ao vivo. A vantagem na liderança que Roman Reigns mantém com o título até à sua disputa, sugere que o Romano ainda permanecerá com o título em suas mãos após o Hell in a Cell.

Normalmente, a WWE realiza pelo menos uma mudança de título em pay-per-view. Enquanto que isso nem sempre é garantido, é uma forma consagrada de realizar certas coisas quando se trata de um formato supershow. É lógico que o WWE United States Championship é muito mais propenso a mudar de mãos do que o título Universal de Kevin Owens, por exemplo.

Se Rusev encontrar uma maneira de vencer Roman Reigns, ele será considerado um assassino completo do desenvolvimento do personagem de Roman Reigns que aliás vem sendo alvo de críticas de fãs. Muitos fãs não estariam exatamente desanimados se Roman Reigns não conseguir vencer qualquer um, de mode que o heel tem um vislumbre de esperança nessa situação.


3. Charlotte sendo coroada pela terceira vez campeã da divisão feminina do RAW

Em relação ao revezamento do WWE Women's Championship entre elas desde a WrestleMania 32, Sasha Banks e Charlotte Flair tiveram diametralmente reinados diferentes no Monday Night RAW. Totalmente diferentes uma da outra, Banks e Charlotte demonstraram isso com suas respectivas roupas brancas e pretas no mais recente episódio da série.

No Hell in a Cell, elas se tornarão as primeiras mulheres a pisarem o pé dentro da estrutura de aço em um combate. Isso é histórico, e nunca mais ninguém conseguiria tal realização. Para delinear ainda mais o quão grande é essa realização, consideram a vitória de Mickie James contra Alicia Fox em um combate descartável de cincos minutos, que aliás foram desperdiçados, no Hell in a Cell de 2009 como um acontecimento que tem de ser levado em conta.

O reinado de Sasha como campeã ainda está no seu início, ou seja, uma vitória de Charlotte seria visto com uma decisão chocante. Se Flair sair por cima, ela se tornaria a primeira a ser coroada pela terceira vez campeã da divisão feminina do RAW. Não vamos esquecer que ela também continuará com sua invencibilidade em Singles Match em pay-per-views.


2. Triple H sendo envolvido no combate entre Kevin Owens vs. Seth Rollins

Retrocedendo para a edição do dia 29 de agosto do Monday Night RAW, durante a qual Triple H interfere diretamente e ajuda Kevin Owens em sua busca pelo WWE Universal Championship. Muitos pensaram que o "The Game" entrou no combate para ajudar Seth Rollins, o que é exatamente que a WWE queria que todos pensassem. Contrariando os pensamentos dos fãs, Triple H atacou Seth Rollins com um Pedigree e deu de presente a vitória para Kevin Owens.

Após todo esse rebuliço, estava muito claro que Rollins iria enfrentar Triple H em uma grande colisão de pay-per-view no futuro. A empresa pode escolher dar o próximo passo para essa rivalidade durante o combate de Seth Rollins no Hell in a Cell.

Enfrentando Kevin Owens dentro da cage, Rollins, sem dúvidas, tem grandes chances de conquistar o título. A idéia da própria cage é manter os lutadores dentro dela. O que nem sempre acontece, já que os lutadores rotineiramente arrebentam a grade e saem da gaiola.

Se isso acontecer, há uma oportunidade gigantesca para uma interferência de Triple H acontecer. Se Hunter custear a Seth a chance dele se tornar campeão novamente, tudo parecerá apontar para um face turn do ex-campeão mundial da WWE. Nesse caso, Rollins buscaria a vingança contra o seu antigo mentor.


1. O combate entre Sasha Banks vs. Charlotte sendo o evento principal do evento

Mick Foley causou um rebuliço com uma publicação de rede social já citado neste artigo. Os sonhos de Sasha Banks e Charlotte sobre suas ambições de estrelar o evento principal de um pay-per-view não se mantiveram em sonhos. Após Mick Foley sugerir que tal vaga estrelar havia sido escolhida para o Hell in a Cell, os fãs foram a loucura.

Apesar de Foley voltar atrás e admitir que estava um pouco exaustado, Sasha Banks vs. Charlotte como o evento principal do evento ainda é algo que poderia ocorrer. Imagine a abertura do evento com Stephanie McMahon felicitando ambas por tal realização, revelando que elas estariam estrelando o evento principal que coisa sensacional seria.

Instantaneamente, os arrepios surgiriam em todos lugares do corpo e até mesmo nas espinhas. Ninguém realmente acredita que isso acontecerá, e muitos ainda estão à espera da melhor fase da revolução feminina da WWE terminar para a equipe executiva perder o apoio a tal ideia. Temos que admitir que colocar Banks vs. Charlotte como evento principal do Hell in a Cell (dentro da própria cage) já demonstra que a empresa de Vince McMahon & Cia está com a nova divisão feminina da WWE.

A WWE não precisa se preocupar com a qualidade do combate: Elas já demonstraram que podem fechar um evento e somente isso já basta.

Este artigo foi inicialmente postado em 29 de Outubro, 2016, por WhatCulture.com
Traduzido no dia 30 de Outubro, 2016

Nenhum comentário:

Postar um comentário