Lana fala sobre suas raízes americanas e como conheceu Rusev

A esposa e manager de Rusev Lana foi recentemente entrevista pelo Channel Guide Magazine para promover a próxima temporada do Total Divas que estréia nesta quinta-feira. Durante a entrevista, Lana falou sobre como mostra suas raízes americanas no reality e ficar fora da segunda temporada do reality show, entre outras coisas. Confira abaixo as declarações de Lana:

Sobre ficar fora da segunda temporada do Total Divas:

"Um mês depois que eles começaram, debutei junto com Rusev no Royal Rumble, e era muito cedo para aparecer com uma menina russa-americana. Tivemos um grande primeiro ano de patriotas russos, com acenos para Vladimir Putin no RAW e tal. Creio que ter que mostrar minha família americana no Total Divas teria sido algo confuso para os fãs naquele momento. Em seguida na quarta temporada voltamos a falar sobre o tema. Eu sempre quis aparecer no programa. De fato, penso que é um grande show. Creio que o Total Divas deu muitas oportunidades a mulheres dentro da empresa de algum modo fizeram nosso produto algo mais global quando mais precisávamos. Enfim, eu sempre pensei que tinha que estar no programa e estarei nele. Era questão de tempo."
Sobre suas raízes americanas:

"No Total Divas você vai poder ver meu lado mais americano por assim dizer, meu DNA americano. Eu cresci na Rússia, da alí vem a disciplina e minha forma de pensar. Aprecio muito o Estados Unidos como a terra das oportunidades. É a terra onde você verá seus sonhos serem cumpridos, se você trabalhar duro. Meus pais são americanos. Seus pais, meu avós, eram búlgaros. Então, você vai poder ver esse conflito internacional muito frequentemente. Quando tivemos nosso casamento búlgaro, estava prestes a voltar para os Estados Unidos quando aterrizamos porque houve um conflito sério de verdade. Foi algo muito duro, mas eu acho que são essa classes de desafios que temos que lidar. O que você poderá ver durante o programa."

Sobre como Dusty Rhodes a uniu com Rusev:

"Eu era conhecida no NXT por ter constantes ideias e propostas. Era a menina que poderia vir todos os dias e dar a Dusty Rhodes um dossie de dez páginas sobre um personagem novo, seu desenvolvimento e aparência. Tinha muitas ideias sempre. No meu terceiro dia ali, minha primeira aula de promos, comecei a falar em russo. Dusty virou para mim e me disse 'menina, quero que você trabalhe com Ruseoff (Rusev)'. Caí em que se refere ao búlgaro que acabava de conhecer na noite anterior na sala de treinamento. Começamos a trabalhar alí juntos e creio que isso o motivou (a Rusev). Sempre faz piadas: 'Você é o cérebro da equipe, você faz as promos e eu recibo os golpes'. Foi uma experiência muito divertida, sempre que passamos por isso foi grande. Creio que isso era o mais importante.'

Nenhum comentário:

Postar um comentário