Chris Hero: "O wrestling é muito mais que uma arte"

Chris Hero esteve presente na última edição do programa The Kevin Gill Show. Durante a entrevista, ele comentou sobre seu futuro e diversos temas. Confira abaixo os destaques:

Sobre o futuro do wrestling:

"O wrestling é para mim muito mais que uma arte, é uma mistura de todas as formas de arte que se possa imaginar. Está em constante crescimento, em constante mudança em diferentes direções."

Sobre seu futuro:

"Eu poderia ter dado uma turnê de despedida com o melhor de Chris Hero, fazer um pouco mais disso e aquilo. Mas não tem desafio nisso. Quero seguir inventando coisas novas, e eu ainda tenho o público na palma da minha mão."

Sobre sua passagem pela FCW e NXT:

"Foram 20 meses cheios de momentos impressionantes, que ajudaram a criar a pessoa e o lutador que hoje sou."

Sobre as mudanças no wrestling atual:

"A paisagem do wrestling mudou, e essa mudança vem da WWE. Figuras revolucionárias como Daniel Bryan e CM Punk abriram a porta da empresa com uma patada, para que meninos como Sami Zayn ou Kevin Owens pudessem entrar."

Sobre Jeff Cobb (Matanza Cueto):

"Jeff não percebe o quão bom ele é, ou quão bom ele pode ser. É apenas uma questão de trabalhar e ser ele mesmo. Ele é um cara educado e agradável, só tem que estar ciente de seu próprio talento, e vai ser incrível, incluindo melhor que agora."

Sobre sua história com CM Punk

"Em nosso primeiro combate, éramos estúpidos e não sabíamos compreender o público. Simplesmente, estávamos fazendo coisas que pareciam divertidas, e bobas, lutamos durante 50 minutos. Chegamos a ter uma boa luta de 30 minutos, uma Ladder Match de, mais ou menos, 50, um empate em uma luta com limite de 60 minutes e, finalmente, a luta lendária de 3 quedas com limite de 90 minutos."