Will's Ratings #2: "NXT TakeOver - San Antonio"

Fala galera, aqui é o Will e hoje irei trazer meus ratings e opiniões sobre o NXT TakeOver, realizado em San Antonio no dia 28 de janeiro.

Singles Match: Eric Young c/Damo & Alexander Wolfe venceu Tye Dillinger

- Fraca. 

Começo bem filler com uma brawl e com os dois saindo do ringue muitas vezes. Trocaram alguns hits interessantes no meio, mas não encaixaram uma sequência legal que merece ser ressaltada. Fizeram a clássica match old school de heel vs babyface, que contou heel work da Sanity, que como um todo foi muito bom, assim como Dillinger sempre bem no papel de babyface. O selling de ambos foi bom, porém, a match não teve nada memorável e poderia ter sido melhor em todos os aspectos.

Rating: * 3/4.

Singles Match: Roderick Strong venceu Andrade ‘’Cien’’ Almas

- Correspondeu minhas expectativas. Em questão de character work, seguiu a mesma fórmula da anterior, com nada muito especial, mas com qualidade.
A luta como um todo foi muito boa. Excelente arm-work por parte do Andrade, assim como o Strong fez um selling excelente, não se esquecendo ou ignorando em nenhum momento. Contou com intensidade, bons hits, psicologia e alguns bumps violentos, como aquele do corner. 

Um ponto negativo foi a excessividade de pinfalls desnecessários, porém, ambos mostraram boa química e colocaram algo muito bom dentro do possível.

Rating: ****.

NXT Tag Team Championship Match: Authors of Pain (Akam e Rezar) venceram #DIY (Johnny Gargano e Tommaso Ciampa) (c)
Gargano e Ciampa foram incríveis como sempre no papel de babyfaces, porém, achei a atuação de Akam e Rezar fraca. A match contou com bons hits de ambas as partes e comebacks excelentes por parte do DIY, assim como o selling da ‘’surra’’ desferida pelos AOP.

Os pontos negativos foram o selling e o work on top dos Authors of Pain, não conseguiram manter uma regularidade, com um work bem ‘’filler’’ e fraco durante boa parte da match e não se importando com o selling, tirando um pouco do brilho dos comebacks por parte da outra dupla.

Acho que ambos não estão preparados para um title, pois deixam desejar em muitos quesitos importantes ainda.

Rating: *** 1/4.

NXT Women’s Title Match: Asuka (c) venceu Peyton Royce, Billie Kay e Nikki Cross

- Não me agradou como pensei que agradaria.

A luta se resumiu em algumas brawls espalhadas e pouca ação dentro do ringue, o que já é um ponto negativo devido ao tempo que se foi dado. Com exceção do spot onde Billie e Peyton trabalharam juntas, não teve nada que mereça ser ressaltado.

A atuação das três foi bem fraca, esperava muito mais, mas fizeram o possível pelo tempo.

Rating: * 1/2.

NXT Championship Title Match: Bobby Roode venceu Shinsuke Nakamura (c)
- Boa luta, mas poderia ser melhor em alguns pontos.

Lenta, com um pouco de brawl no inicio, contou com um work on top bem fraco por parte do Bobby Roode, faltou um pouco mais de violência para fazer parecer mais crível ao meu ver. O trabalho de personagem foi muito bom, e era de se esperar, pois Bobby é heel dos bons e o Nakamura um dos melhores do mundo quando o assunto é ser um babyface.

Boa história contada dentro do ringue, o final com aquele work no joelho foi muito bom, principalmente pelo selling excepcional por parte do Nakamura, o que contribuiu muito para o drama nos minutos finais. Além de conseguirem aproveitar o momento que o Roode vem tendo para conseguir o título, conseguiram também manter o Shinsuke forte com a vitória justamente pelo work no joelho, dando ao entender que ele só perdeu pela lesão.

Os pontos negativos foram o selling do Roode em alguns momentos, a compulsão por ir para os pinfalls toda hora também por parte do Roode, quebrando inúmeras vezes o climax no meio da luta e a falta de intensidade, perdendo a crowd em alguns momentos. Ambos fizeram alguns moves apenas por fazer e no momento errado, o que é um ponto a menos na psicologia.

No contexto geral, fizeram o que era esperado, mas deixaram desejar em alguns quesitos importantes. Valeu mais pela história contada e o drama final, mas faltou um pouco mais do bom e velho wrestling.

Rating: *** 1/2.
_____________________________________________________________________
Bom, é isso, galera. Fiquei muito feliz com o feedback de vocês no primeiro quadro, o que é sempre bom.

Caso tenha assistido o show, deixe sua opinião e análise nos comentários, é sempre bom contar com outras análises e pontos de vista. Até o próximo show!
Tem alguma dica de notícia ou correção? Envie-nos clicando aqui!