Tammy "Sunny" Sytch revela que tentou ajudar Chyna antes de sua morte

A WWE Hall of Famer Tammy "Sunny" Sytch falou nesta semana para as câmaras do TMZ e revelou que está se sentindo infeliz por não conseguir ajudar a evitar a morte de Joanie "Chyna" Laurer. Segundo Sytch, ela convidou Chyna para entrar em um programa de reabilitação há vários meses atrás. Ao que parece, Sytch negociou um contrato para que a recuperação fosse gravada, a fim de transmitir ela em um formato de reality show, para poder pagar o tratamento. Chyna recusou a oferta porque se sentia segura e o consumo de drogas era pura diversão.

Apesar de se sentir assim pela situação, Sytch lembrou que não pode forçar a uma pessoa a fazer algo que ela não quer fazer, especialmente quando se trata de uma reabilitação. O momento ideal para ajudar a uma pessoa com este tipo de problemas é quando o afetado recorre a ajuda.

Tammy Sytch foi declarada culpada das acusações na audiência judicial que ela teve que se apresentar na semana passada, acusada de conduzir um veículo sem registro, conduzir sem seguro, conduzir com documentos falsos, conduzir um veículo que não passou pelas inspeções necessárias e dirigir sem a Licença de uma Inspeção de Emissões. As acusações de receber bens roubados e de uso fraudulento ou retirada da matrícula foram retirados devido a um acordo a qual chegaram, o qual estabelecia que Sunny deveria se declarar culpada. O julgamento que em princípio foi programado para o dia 27 de fevereiro foi cancelado. Ainda não há novas informações sobre a pena que Tammy recebeu.