Will's Ratings #6- WWE Elimination Chamber 2017

Fala galera, aqui é o Will e hoje irei trazer alguns ratings e opiniões sobre o WWE Elimination Chamber, evento da WWE realizado no último dia 12.


Singles Match: Mojo Rawley venceu Curt Hawkins
-Pelo o que eu esperava, essa match foi bem decente. Um pouco de brawl no começo e um final com bons moves e nearfalls. O que me chamou atenção no final foi o selling do Curt Hawkins, que fez o finisher do Mojo parecer forte e devastador. Boa atuação das duas partes.

Rating: **

Singles Match: Becky Lynch venceu Mickie James
-Bela match. Mickie se mostrou interessante quando dominante, com um bom work no braço da Becky e claro, também contou com um selling da outra parte. Bom pace, sem muitos nearfalls e alguns counters, mas o final não foi tão bom, então acabou tirando um pouco do que Mickie e Becky fizeram.

Rating: ** 3/4

Two on One Handicap Match: Apollo Crews & Kalisto venceram Dolph Ziggler
-Apesar da match não ter sido horrível, foi uma tentativa absolutamente falha de tentar deixar os babyfaces overs, assim como o Ziggler. A única coisa interessante ocorreu após a luta, onde Ziggler atacou ambos.

Rating: * 1/2

SmackDown Tag Team Titles- Turmoil Match: American Alpha (c) venceram Breezango, Heath Slater & Rhyno, The Ascension, The Usos & The Vaudevillains
-Foi uma tentativa desesperada de chamar um pouco de atenção para a divisão e acabou por não funcionar.

A match não foi horrível, contou com alguns moves em tags bem legais, mas acabou por ser muito longa e realmente expor as fraquezas de algumas tags, além claro, da falta de interesse da crowd, que também não contribuiu muito. Se não fosse pelos American Alpha e Usos, isso teria sido muito pior.

Rating: **

Singles Match:  Natalya vs Nikki Bella (Double countout)
-Fraca, sem muita intensidade, com algumas trocas de submissions inúteis e que não acrescentaram em nada. O final ruim tornou o que já não estava muito bom, pior ainda.

Rating: *

Singles Match: Randy Orton venceu Luke Harper
-Boa match. Os primeiros momentos foram bem fillers, com alguns headlocks, como é de se esperar do Orton. Fizeram alguns bons spots e só foram tomar um ritmo interessante no final com alguns moves, que foi bom, mas nada muito espetacular.

Randy Orton foi bem, mas quem brilhou dessa vez foi Luke Harper, provando mais uma vez que é um talento inutilizado, podendo tirar uma boa match de qualquer atualmente.

Rating: *** 1/2

SmackDown Women’s Title Match: Naomi venceu Alexa Bliss (c)
-Apesar do bom pace, a ofensiva que as duas apresentaram foi fraca e nem um pouco convincente em vários momentos, além do final estranho com a Naomi errando o finisher. Tirando isso, ambas foram bem em seus respectivos papéis, fazendo uma match bem divertida de se assistir.

Rating: ** 1/2

WWE Title- Elimination Chamber Match: Bray Wyatt venceu AJ Styles, Baron Corbin, Dean Ambrose, The Miz & John Cena (c)
-Excelente match que acabou por salvar o PPV.

A maneira como essa match foi construída realmente me agradou. Começando com as interações entre Cena e Styles com alguns bons moves e nearfalls, depois as entradas de Ambrose, Wyatt e Corbin aumentando o pace e limpando o ringue. As eliminações foram muito bem colocadas, mesmo a do Corbin, que saiu mais forte do que entrou e acabou por construir uma feud pelo Intercontinental Title. O trabalho que fizeram com Wyatt aqui foi excelente, eliminando os dois top-guys e o estabelecendo como uma terceira força dentro do SmackDown. Todos os envolvidos foram bem e cumpriram seu papel, com Styles sendo o MVP mais uma vez e o The Miz tendo a atuação mais apagada, fazendo aquela típica sequência de moves do Daniel Bryan que beira o ridículo.

No geral, me agradou muito e fizeram o que tinham que fazer para uma boa Chamber Match. A crowd ajudou muito dessa vez, apoiando a match inteira, que também foi devido ao bom pace e intensidade colocados. As únicas coisas que senti falta foram a intensidade e violência em alguns spots utilizando a estrutura da Chamber, porém, o mais importante foi que utilizaram e não tornaram toda estrutura inútil.

Com toda certeza essa foi a melhor Elimination Chamber Match em anos e que foi marcada por um momento que todos esperavam há muito tempo, onde Bray Wyatt finalmente conseguiu alcançar sua glória e conquistar o título máximo.


Rating: **** 1/2 

__________________________________________________________________________________________________________________________________________
Caso tenha assistido o show, deixe sua opinião e análise nos comentários, é sempre bom contar com outras análises e pontos de vista. Até a próxima!