JBL responde as acusações de assédio

Devido a acusações por parte de várias pessoas, John Bradshaw Layfield (JBL) está sendo o centro das atenções de veículos da imprensa. Segundo várias fontes, JBL no passado comportava-se como um valentão nos bastidores e agora também. Nesta situação, o comentarista fez questão de esclarecer a confusão por meio de sua conta oficial no Twitter.

Por meio de sua conta pessoal, ele deixou claro sua postura em relação as acusações que vem recebendo ultimamente. Primeiro, o assédio a Mauro Ranallo, que é especulada como a causa da depressão que afastou Ranallo da televisão. Em um tweet, JBL disse que "não [se meteu com seus companheiros] e não deveria comentar na Internet essas coisas. Faço o papel de heel. Sinceramente desejo a Mauro o melhor". Segundo informa diversas fontes, JBL começou a perseguir Mauro Ranallo ao saber que o comentarista foi eleito pelo Wrestling Observer Newsletter o melhor comentarista do ano e que ele não estava entre os 10 mais votados.

Por outro lado, ele também falou sobre um incidente de várias anos atrás. Ontem, o ex-locutor da WWE Justin Roberts disse que a equipe de JBL tirou o seu passaporte de sua mala durante uma viagem. Layfield disse que "não irei responder rumores da internet, mas eu não tirei o passaporte de Justin Roberts. Pode ter sido qualquer um, ele era odiado por todo mundo. É um idiota."

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook