WhatCulture #17: "10 transformações de corpo mais radicais no Wrestling"

Grande parte do pro-wrestling é construído sobre a percepção e estética. Os lutadores devem escolher personagens e depois aprender a viver com tais personagens já que é algo que será sempre associado a eles. Entretanto, os lutadores também estão associados com suas características físicas.

Isso muitas vezes significa que há pressão em estrelas devido ao seu condicionamento físico, especialmente quando o personagem depende de tal físico. Ainda assim, seria uma excusa dizer que todo mundo tenta ser grande e musculoso. Yokozuna, por exemplo, interpretava o papel de um lutador de sumo devido à sua enorme circunferência, enquanto que a baixa estatura de Rey Mysterio permitiu que ele fosse visto como um “lutador raçudo” quando ele lutava na categoria de pesos pesados.

Apesar de tudo isso, não há nenhuma regra que diz que os lutadores têm que terminar da mesma maneira que eles começaram. Ao longo dos anos, toneladas de estrelas ganharam ou perderam peso, muitas vezes isso chegou a afetar o que podiam fazer no ringue. Atualmente, essas mudanças aconteceram em ritmo alucinante com lutadores se tornando pessoas diferentes devido a grande perca de peso. Os resultados mudaram muitas vezes as trajetórias de suas carreiras.

Você conhece as “10 transformações mais radicais de corpo no Wrestling”? Não? É por essa razão que o WhatCulture fez questão de preparar uma lista especial para você. Confira abaixo essa lista

10. Mick Foley

Mick Foley
Mesmo durante seus dias como um lutador ativo, Mick Foley nunca foi famoso por seu físico ou seu atletismo. Durante sua passagem pela WCW, Mick disse uma vez: “Eu não posso pular alto, então eu salto de lugares altos”. Apesar de toda a sua habilidade, seu corpo provavelmente o impediu de se juntar à WWE mais cedo, e quando ele finalmente se tornou campeão mundial da WWE, foi apenas por causa de uma onda de apoio de fãs.

Ainda assim, toda a punição que Mick Foley recebeu durante sua carreira ainda o prejudicava já que depois de se aposentar, ele envelheceu e engordou. Em 2015, o membro do Hall da Fama da WWE tinha atingindo 355 libras de peso e assim surgiu a determinação de fazer uma mudança radical em sua vida.

Usando um personal trainer, DDP Yoga (programa de Yoga de Diamond Dallas Page), e principais alterações dietéticas, Foley começou a perder peso rapidamente e até sua aparição especial na WrestleMania, ele tinha perdido mais de 50 quilos. Ainda assim, ele não estava satisfeito. Durante sua passagem como General Manager do RAW, vimos Foley cada vez mais magro a cada semana. Em dezembro, ele anunciou que tinha atingido 235 libras, perdendo um total de 100 quilos.

Apesar de Foley passar por uma cirurgia de quadril, ele está, sem dúvidas, muito mais saudável do que ele era antes da perda de peso.

9. Chyna

Chyna
Quando Chyna estreou pela primeira vez na WWE em 1997, ela foi a primeira em enfrentar um homem e interpretar uma guarda-costas mulher, que intimidava os homens devido ao seu físico incrível. Enquanto que Triple H e Shawn Michaels se garantiam com um grande arsenal, Chyna não ficava de fora e garantia o respeito de seus adversários com músculos enormes.

Como Chyna se tornou em uma babyface muito popular, houve uma pressão sobre ela para a mesma aderir mais ao padrão de beleza das Divas da WWE. Ela realizou diversas cirurgias plásticas (incluindo implantes mamários e operações na mandíbula), tudo para fazer ela parecer mais “feminina”. É importante destacar que ela também perdeu muita massa muscular durante o processo de transformação.

É possível que parte da pesa de peso tenha ocorrido por razões de atletismo já que naquela época Chyna começou a competir regularmente em combates, e as exigências do pro-wrestling e musculação são bem diferentes. Em seu ensaio fotográfico para a revista Playboy em 2000, é visível que grande parte da mudança aconteceu em sua aparência.

8. Cody Rhodes

Cody Rhodes
Cody Rhodes tinha apenas 22 anos quando estreou pela primeira vez na WWE, e não é exagero dizer que ele não estava pronto para o push que ele recebeu. Depois de iniciar uma rivalidade com Randy Orton, ele logo formou uma dupla com o veterano Hardcore Holly. Eles conquistaram o título mundial de duplas, mas Rhodes traiu Holly e se juntou a stable de Randy Orton, a Legacy.

Ao longo desses primeiros anos, Rhodes foi muito bem no ringue levando em consideração a falta de experiência que ele tinha na época. Entretanto, o jovem de Rhodes tinha muito pouca massa muscular em comparação com quase todos os lutadores do plantel principal da WWE. Ele usava uma proteção no cotovelo para “disfarçar” o cotovelo magro.

Vamos andar por mais alguns anos e vemos um Cody Rhodes totalmente diferente. Cody tinha conseguido entrar em uma forma muito mais fotogênica e adquiriu uma boa porcentagem de massa muscular ao ficar magro. De acordo com o ex-campeão Intercontinental (em entrevistas concedidas depois que ele deixou a WWE), ele aprendeu mais sobre o trabalho depois de passar algum tempo no plantel principal, o que permitiu a ele melhorar o seu corpo e condicionamento físico.

7. Jinder Mahal

Jinder Mahal
Como a maioria das estrelas da WWE, Jinder Mahal estava sempre em “boa forma”. Entretanto, durante o final de sua última passagem pela companhia de Stamford (quando ele estava interpretando um dos integrantes da Stable de Heath Slater, “3MB”), ele claramente não era tão musculoso como é hoje em dia. Dificilmente ele se importava com isso devido ao destaque que recebia, e foi demitido em pouco tempo.

Com o retorno da divisão de brands no ano passado, a WWE contratou vários veteranos para ajudar nos plantéis do RAW e SmackDown, e Mahal recebeu a convocação para voltar ao RAW. Apesar de derrotar Heath Slater em um combate para recuperar o seu lugar na empresa, logo ficou claro que a WWE não tinha muito interesse em termos de planos para ele. Ele caiu para um papel inferior e os fãs se esqueceram dele novamente.

Porém, há vários meses atrás, ele retornou ao RAW em uma aliança com Rusev, ostentando um novo corpo. Ele estava enorme, musculoso e outros adjetivos que vem à mente. Naturalmente, a especulação de um possível uso de esteroides foi levantada mas até então nada foi comprovado.

6. Matt Morgan

Matt Morgan
Na segunda temporada do Tough Enough, Matt Morgan surgiu para o mundo do pro-wrestling mas logo sofreu uma lesão no joelho que forçou sua saída do reality-show. Entretanto, ele assinou um contrato com a empresa de Stamford, apesar de passar mais tempo em desenvolvimento do que no plantel principal antes de ser demitido.

Morgan continuou uma longa carreira na TNA, mas acabou deixando a empresa e o esporte em 2013. Durante sua carreira, Morgan sempre foi grande e musculoso, mas não magro e isso mudou após a sua aposentadoria. Morgan pegou pesado na musculação e perdeu muito peso. De acordo com a própria estrela, ele está cerca de 100 quilos mais leve do que era quando ele entrou naquele ringue do Tough Enough em 2002.

Morgan disse que enquanto ele estava lutando, ele sempre pensou que ter um pouco de carne extra ajudaria a protege-lo de ferimentos. Agora que ele está na melhor forma de sua vida, ele não tem nenhum desejo de voltar a sua forma antiga apesar de que o seu retorno ao Impact Wrestling (Antiga TNA) é iminente. Em suas palavras, “vamos ver o que acontece”.

5. Brian Cage

Brian Cage
No cenário atual do pro-wrestling, tamanho ainda importa, mas parece que importa menos do que o passado. Algumas das estrelas mais incríveis do esporte (nomes como Ricochet, Kenny Omega e AJ Styles), chegam a 1,82 metros de altura, e enquanto eles estão em forma, seus corpos claramente colocam uma prioridade no atletismo diante da estética.

Brian Cage, que compete para a Lucha Underground e outras promoções, é a exceção à regra, ostentando o tipo de físico que teria sido impressionante em qualquer época do esporte. O que torna a sua gordura tão estranha, porém, é fato que até 2013, ela era bastante insignificante. Como outras estrelas antes dele, Cage desenvolveu uma paixão pelo bodybuilding, o que levou a ele se tornar um gigante.

Infelizmente, Cage não conseguiu se firmar na WWE nos anos de 2008 e 2009 antes de descobrir os segredos que ele eventualmente iria conhecer já que a empresa de Stamford dispensou o quase “cruiserweight” antes mesmo de sua aparição na TV.

4. Ric Flair

Ric Flair
Poucos lutadores na história do esporte têm como memorável uma aparência física como a de Ric Flair. De seu cabelo loiro para seu nariz torto e dentes, Flair é imediatamente reconhecível. O mesmo pode ser dito de seu corpo que, durante uma era onde o tamanho era um prêmio, foi construído para ir mais longe em combates de 60 minutos.

Entretanto, esse não era o caso. Quando Flair entrou pela primeira vez no negócio em 1972, o lutador de 23 anos era um lutador de 300 quilos que parecia mais com Dick The Bruiser e The Crusher, estrelas da área de Minneapolis quando Flair dava seus primeiros passos na indústria.

Foi o infame acidente de avião em 1975, que quebrou as costas de Flair foi responsável pela mudança em seu condicionamento físico. Depois de se recuperar, Flair precisava portar menos peso em seu corpo e perdeu mais de 50 quilos. Ele também mudou completamente seu estilo de luta no ringue, passando de um brawler poderoso para se tornar um lutador técnico, que se tornou uma grande estrela. Os cabelos loiros logo se seguiram.

3. The Rock

The Rock
Se The Rock não tivesse um físico impressionante, ele certamente nunca teria se tornado a principal estrela da WWE durante a Attitude Era. Embora não seja um fisiculturista, o campeão da WWE ostentava um físico que era atraente e permitia seu posto em grandes performances.

Depois de “se aposentar” dos ringues, The Rock ainda queria estar em forma, mas sabia que mesmo como uma estrela de ação, ele provavelmente não precisaria do mesmo nível de massa corporal. Ele perdeu muito passando, parecendo estar na faixa das 220 libras durante o período de 2004 a 2006.

Entretanto, esse período representou uma situação difícil na carreira de The Rock. Como ele mais tarde descreveria, ele estava muito infeliz com os tipos de papéis que ele restava recebendo em Hollywood e entrou para o mundo da musculação de vez, onde começou a ganhar monstruosamente massa corporal. Pouco depois disso, ele conseguiria um papel na franquia “Velozes e Furiosos” que pavimentaria o caminho para ele se tornar uma das maiores estrelas de Hollywood. Quando The Rock voltou à WWE para lutar em 2012 e 2013, ele conseguiu mostrar o seu grande físico.

2. The Big Show

The Big Show
O Big Show, que chegou à WWE em 1999, era um espetáculo a ser visto. Apesar da estrela de mais de 2 metros de altura não ser exatamente magro, ele tinha um físico impressionante, com um peito muito maior que sua cintura e seus músculos eram visíveis. Estar nessa forma permitiu Big Show a fazer coisas muito impressionantes para um homem de seu tamanho, como soltar sobre a corda superior ou até mesmo acertar missile dropkicks.

Entretanto, não demorou muito para que seu peso começasse a subir. Quando Big Show chegou aos 30 anos em meados de 2002, ele já havia superado mais de cem libras. Agora inclinando a balança em quase um quarto de uma tonelada, Show perdeu a sua definição e seu atletismo, tornando-se um dos membros menos impressionantes do plantel da empresa naquele momento. Durante a próxima década, ele surpreenderia os fãs ao perder uma grande quantidade de peso e voltaria a desempenhar momentos incríveis.

No ano passado, com sua carreira chegando ao fim, Big Show ficou fora de eventos da WWE e aproveitou o tempo na academia, onde conseguiu sair da faixa dos 300 pounds. Foi uma conquista impressionante do gigante, e agora que ele está de volta no ringue, ele pode manter o seu peso.

1. Scott Steiner

Scott Steiner
Era uma vez um jovem lutador de divisão de duplas chamado Scott Steiner, que era considerado uma estrela promissora do futuro. Com o seu bom físico e atletismo incrível, ele poderia realizar façanhas no ringue que poucos tinham visto antes (façanhas de força e habilidade como controlar adversários no ringue). Ele popularizou o hurricanrana nos Estados Unidos, chamando o golpe de “Frankensteiner”.

Com o passar do tempo, Steiner ficou cada vez maior, seus músculos atingiam proporções fantásticas. Ele abraçou a ideia em 1998, virando-se para o irmão, cortando o seu cabelo e tingindo-o de loiro, batizando-se de “Big Poppa Pump”. Agora, uma vida de Heel na veia de Billy Graham, Steiner afirmou que sua aptidão física era apenas superada pelo sucesso com as senhoras, ou como ele gosta de chama-las, suas “peaks” e “freaks”.

Steiner sempre negou que ele usou atalhos ou substâncias ilegais para atingir seu físico e nunca houve nenhuma evidência para sair e provar que ele estava mentindo. Ainda, em um esporte onde o excesso é a norma, o físico de Steiner está picos acima do resto.

Este artigo foi inicialmente postado em 9 de Março, 2017, por Scott Fried em WhatCulture.com
Traduzido e editado por Diego Ceratti no dia 04 de Maio, 2017

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook