Hora da Coruja: Análise e contratos

E aí, galera ligada na House Of Wrestling! Sejam bem-vindos ao Hora Da Coruja. Neste quadro iremos falar sobre os shows da GFW, notícias que merecem atenção e algumas curiosidades sobre o passado da empresa, tudo isso com a opinião do maior amante da famigerada coruja e famoso comentarista do site, Manuel Victor Victor.

Nesta edição eu falarei sobre os live events, a resposta de Rosemary sobre os contratos da GFW e é claro, a analise do último episódio do Impact, que aconteceu no dia 03/08/2017.

Live Events:

Após 2 anos, a GFW volta a fazer live events na área de Nova York. Será interessante ver o público desses dois eventos e descobrir se o roster atual tem apelo com a torcida, espero que esses eventos sejam um sucesso para que assim, a GFW volte a Nova York mais vezes, ou até mesmo, vá até outro país.

Resposta de Rosemary sobre os contratos que a GFW faz:
Nesta semana um usuário do Reddit (famoso site onde é debatido diversos assuntos) comentou sobre os contratos que os wrestlers da GFW tem, criticando a forma como eles são feitos e a porcentagem de merchandising que eles recebem, a ex TNA Knockouts Champion, Rosemary rebateu dizendo que se eles assinam com a empresa, o contrato tem de ser bom para ambas as partes, ela completou dizendo que muitos superastros tem lojas próprias na PWT (Pro Wrestling Tees) por isso não se preocupam com as mercadorias que são vendidas.

No final dessa discussão Rosemary explicou o que acontece com os seus contratos, com os supostos atrasos de pagamentos e etc, aparentemente o usuário concordou com a ex campeã e tudo acabou bem. 

Para quem quiser ver as respostas, podem clicar aqui.

Em minha opinião, essa foi uma boa resposta para muitos que criticam a forma de contratos da GFW, como Rosemary disse, assina quem quer e criticar depois que sai da empresa é fácil, o difícil é dar as caras e responder essas pessoas que só criticam sem olhar os shows ou sem procurar saber mais sobre oque ocorre nos bastidores.

Análise do Impact do dia 03/08/2017:

Desmond Xavier vs Drago: Segundo melhor combate da Super X Cup até agora, perdendo apenas para Davey Richards vs Taiji Ishimori. Desmond tem a minha torcida para ganhar a final no Destination X, e para ganhar o titulo da X-Division, ele tem talento e guardado as devidas proporções, lembra o AJ Styles no inicio de carreira na TNA.

Trevor Lee vs Mumbai Cats: Combate que serviu apenas para seguir a storyline.

Seria tão bom se a GFW usasse oTrevor Lee igual a CWF.... Bem, pelo menos ele ainda tem destaque nos shows, espero que a Ladder Match no Destination X seja o main event do show, uma vitoria do Trevor Lee seria perfeito.

Eli Drake vs Eddie Edwards: Não entendi o motivo do Kongo Kong atacar o Edwards, parece que ele estava furioso por Grado estar querendo casar com Laurel Van Ness, por isso o atacou, meio sem sentido, mas ok.

Ethan Carter III conquista o titulo no típico combate do Grand Championship, sempre a mesma formula, com Prichard decidindo para EC3.

Vamos ver se ele modifica essas regras ou não obedece à mesma com o titulo.

Prichard vai ser o típico heel no controle dos shows, sempre tentando prejudicar os faces, ele é bem desprezível mesmo, fica até mais natural nesse papel.

Braxton Sutter heel está cada vez mais próximo, isso vai fazer bem para ele e para a Allie, que precisa se separar dele o quanto antes.

Família El Patron vs LAX: Combate razoável, pelo menos o atual campeão perdeu uma luta e a LAX ficou “menos fraca”, acho arriscado colocar toda semana El Patrón e LAX no Main event, tanto é que essa semana só foi melhor graças ao Low Ki.

Considerações Finais:

Vejo com bons olhos a luta pelo titulo principal entre Low Ki e Alberto El Patrón no Destination X, apesar dele não ter usando a Option C esse ano, vai ter alguém da X-Division no main event.

No geral, foi um show razoável com uma grande luta no início, espero que a GFW não cometa os mesmos erros semana após semana. Até a próxima edição, amantes da coruja!

Luiz Guilherme Justt: Administrador do site e aficionado pelo pro-wrestling japonês. Sigam-me em @YoungBucks4Life, as vezes falo o que penso por lá. -