Anthem Media estaria disposta a vender a Global Force Wrestling

Segundo informa o portal Sports illustrated, a Anthem Media estaria pronta para vender a Global Force Wrestling. O portal afirma que as razões são a perda excessiva de dinheiro que o grupo sofreu após comprar a empresa. Entretanto, uma vez que Jeff Jarrett possui a propriedade da GFW, o grupo teria que vender a TNA Impact Wrestling.

Justin Barrasso do Sports Illustrated informou que a Global Force Wrestling, sob o comando da Anthem Media foi uma espécie de "hemorragia financeira" e "fontes próximas a situação confirmaram que a Anthem está pronta para se afastar do pro-wrestling e vender a GFW". A última série de gravações que a empresa realizou contou com diversas ausências de talentos e alguns inclusive já abandonaram a empresa norte-americana, como é o caso de Tyrus. Além disso, os lutadores que assistiram e tiveram pouca participação foram liberados para voltar para suas casas, em oposição à política habitual de permanecer até o final de todas as gravações.

Desde a compra do que então era conhecido como TNA Impact Wrestling, a Anthem assumiu a responsabilidade por diversos processos judiciais que a empresa tinha, como as ações impostas por Billy Corgan e pela empresa de produção Audience Of One Productions. Ou seja, o grupo chegou a TNA quando a empresa estava em uma situação preocupante, já que os processos eram por conta de pagamentos que não foram feitos, o que acabou obrigando o grupo a fazer um grande investimento.

Além disso, há também a polêmica com os Hardy Boys pelos direitos dos personagens "Broken", a suspensão do seu então campeão mundial Alberto Del Rio e a saída de Jeff Jarrett que aconteceu ontem. É de se destacar também que Ed Nordholm, da Anthem Media, tinha tomado a decisão de demitir o mexicano após a suposta agressão contra Paige, mas Jarrett interviu na situação para que o astro mexicano permanecesse no plantel da empresa.

O portal PWInsider confirmou que houve várias reuniões na noite de ontem e hoje de madrugada para discutir o rumo que a empresa seguiria. Surpreendentemente, descobriu-se que a fusão entre o Impact Wrestling e a Global Force Wrestling nunca chegou a acontecer, por isso Jarrett segue sendo o proprietário da GFW. Desta maneira, a Anthem estaria vendendo o Impact Wrestling, sendo um de seus maiores diamantes a videoteca da empresa. No ano passado, várias pessoas quiseram comprar a empresa, tais como Billy Corgan, o grupo Sinclair, a WWE, que interessou-se pela biblioteca de vídeos da empresa.

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook