Jay Lethal fala sobre o seu atual momento e mais

Jay Lethal, ex-campeão mundial da Ring of Honor, recentemente concedeu uma entrevista ao programa de rádio Interactive Wrestling Radio, apresentado por James Walsh, visando promover o seu próximo combate no ROH Death Before Dishonor XV contra Silas Young. Confira abaixo os destaques da entrevista:

Sobre o seu combate contra Silas Young:

"Foi anunciado que serei eu mesmo contra Silas Young em um combate de "Último homem em pé". Esse será meu primeiro "Último homem em pé"! Estou um pouco entusiasmado, um pouco nervoso. É ao vivo em um pay-per-view. Todo mundo aumento seu jogo em um pay-per-view. É apenas uma tradição do pro-wrestling"

Sobre Silas sendo subestimado:

"100% Isso é uma sutileza. Ele é, sem dúvida, melhor pelo que ele tem de reputação. Eu não conhecia Silas até meu segundo retorno aqui (ROH). No meu segundo retorno ao ROH, como eles disseram, depois que eu deixei o Impact Wrestling e voltei para a ROH, havia rostos que eu tinha que conhecer. Silas Young era um desses caras. No ringue, eu tenho que dizer que ele é um dos cara que representa a Ring of Honor bem. No ringue, ele é literalmente um dos melhores lutadores do mundo. Ele desempenha seu papel, joga bem. Eu admiro... Até essa aparência! Ele tem uma aparência única com esse bigode. Eu amo ele. Às vezes eu acho que ele nasceu um pouco mais tarde. Ele teria sido um milionário se tivesse nascido algunas anos antes. Mesmo, acho que ele é incrível no ringue."

Sobre seu momento como campeão mundial da ROH: 

"Oh, meu deus! Adorei, amei! Há uma razão doentia por que eu adorei. Aqui está o motivo. Você tem caras no plantel como os Young Bucks, Adam Cole, Kyle O'Reilly... e são eles que deveriam estar no evento principal. Mas eles não estão. Estão nos combates, 3, 4, 5 e 6. E você tem que segui-los! Porque você é o campeão do mundo, você tem que cavar fundo e conquistar algo tão divertido ou melhor do que acabaram de ver. Isso te deixará louco porque me deixou louco em alguns shows. O fato de que ter que cavar fundo e conseguir algo... As pessoas vão dizer: "A luta pelo título mundial foi boa, mas essas outras lutas foram melhores". Eu nunca quis ouvir isso. Sempre quis que as pessoas saíssem pensando: "Uau, vá ao evento principal!". Isso realmente faz você tirar uma coisa extra que você nem sabia que existia. Sempre gostei desses momentos em que eu deixei o ringue pensando: "Uau, eu segui todas essas lutas incríveis". Essa é a parte mais difícil de estar no plantel da Ring Of Honor. Nosso vestiário está literalmente repleto dos melhores lutadores do mundo. Você que manter o ritmo se não você está fora"

Sobre falar com Randy Savage sobre seu personagem "Black Machismo": 

"Infelizmente, não perguntei a ele muito sobre isso. Trabalhei em alguns shows para um homem chamado Ed Chuman. Ed Chuman sempre me disse: "Você sabe, somos amigos, eu com 'Macho Man' e seu irmão Lanny. Gostaria que você ligasse para eles". Conhecia Ed Chuman mas na verdade não devia confiar nele. Assumi: "Claro, está tentando pegar o telefone com alguém que tenha uma boa impressão de Randy Savage como eu para que assim lhe faça um punhado de perguntas estúpidas". Então não acreditei nele. Toda vez que eu fui a seus shows, ele me dizia: "Hey, Randy Savage me disse que você não ligou para ele. Ele realmente quer conversar com você". Durante o cume do meu personagem como "Black Machismo" fui convocado para um show para a Pro Wrestling Syndicate em uma luta contra Lanny Poffo. No final do dia, lembro que ele estava falando com meus pais e deu a eles duas cópias de seu livro. Eu puxei ele para um lado e disse: "Eu tenho trabalhado para esse cara chamado Ed Chuman. Ele diz que ele conhece você e 'Macho Man'. Ele diz que quer que eu ligue para ele. Não acredito. Isso é verdade?". Ele disse: "Oh,sim, nós conhecemos Ed. Mas eu não sei se Randy disse a ele para te ligar. Quando eu chegar em casa, eu verifico". Quando me disse que conhecia Ed Chuman, pensei: "Oh, não, isso pode ser lendário". Literalmente, quando cheguei em casa, no dia seguinte Lanny estava no meu e-mail dizendo: "Sim, foi Randy. Ele quer que você ligue para ele. Aqui está o número". Liguei para ele... Imediatamente, era um fã. Um fã ligando para seu ídolo. Você poderia dizer que sempre estava interrompendo. Sempre ligo em momentos estranhos. Ele sempre dizia: "Está tudo bem?". As conversas duravam apenas 2 ou 3 minutos e ele dizia: "Eu e a minha menina vamos ir comer". Sabia ou acreditava que Ed Chuman estava contando a verdade? Liguei para ele há muito tempo. Mas Lanny disse: "Ele é um grande fã de seu personagem. Ele não assiste muito televisão, mas de alguma fora viu algo de você no YouTube e é um grande fã disso". Assim foi. Nunca falei com ele sobre seus pensamentos. Mesmo assim, Lanny me disse que ele gostava do personagem."

Sobre trabalhar com Hulk Hogan na TNA:

"Oh, cara, foi incrível! Tive uma excelente impressão de Macho Man! Quase melhor que a minha! Foi um momento surreal estar do lado dele pela primeira vez, para conhecê-lo. Fiz uma pequena coisa no meio do ringue onde ele apareceu, acho que fez o combate comigo e Ric Flair. Tudo o que eu podia pensar foi: "Quando isso sair na televisão, meus irmãos vão me ver interagindo com as mesmas pessoas que vimos quando crescemos, quando meu pai pediu esses pay-per-views de wrestling para nós". Às vezes eu me perdi nisso mais que pensando: Uau, vou conhecer Hulk Hogan, Ric Flair! Estou pensando o que acontecerá quando meus irmãos vejam isso!"

Sobre Samoa Joe afirmar que quer ele na WWE:

"Samoa Joe é uma grande escavadeira e ele só me quer no mesmo plantel que ele está para que possa levar suas maletas (risos). Joe é incrível! Eu tive conversas muito, muito, muito limitadas com alguém da WWE. Nada que leve a algo maior ou com qualquer tipo de promessa. Mais do que tudo, porque estou extremamente feliz onde estou no momento. Eu acho que todo lutador tem objetivos diferentes em termos de triunfar no pro-wrestling e isso irá fazer você buscar alternativas um pouco mais. Estou extremamente feliz com tudo o que pude fazer no pro-wrestling, coisa que me faz estar extremamente feliz onde estou agora mesmo, que é a Ring Of Honor."

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook