WWE elimina de sua história sua primeira juíza feminina

Jessika Carr, conhecida pelos fãs como Kennadi Brink na ROH e no cenário independente, foi apresentada na última segunda-feira (28) durante a transmissão do torneio Mae Young Classic, como a primeira juíza feminina na história da empresa, afirmação que não é correta já que Rita Chatterton foi a primeira mulher a juizar na WWE durante os anos 80.

Segundo o portal WrestlingNews.co, Chatterton faz parte da lista de funcionários que a empresa de Stamford decidiu "apagar" de sua história. Em seu caso, o motivo são as declarações feitas no início dos anos 90 no programa de televisão Now It Can Be Told, apresentado por Geraldo Rivera, em que assegurava que sofreu abuso sexual por parte de Vince McMahon, presidente e dono majoritário das ações da WWE. A entrevista foi ao ar no dia 3 de abril de 1992, quando a WWE estava atravessando um momento muito delicado devido a um escândalo envolvendo o uso de esteroides anabolizantes. Quando tomou conhecimento das acusações, Vince McMahon decidiu responder processando sua ex-funcionária e todos os meios de comunicação que estavam dando atenção a tal história.

A batalha judicial começou em 1993 no tribunal do estado de Connecticut e Jerry McDevitt foi o advogado responsável pela defesa da família McMahon. Entre os acusados pela família McMahon, estavam Chatterton, Geraldo Rivera, David Schultz, o Tribune Entertainment Co. e The Investigative News Group. Em defesa de Vince McMahon, McDevitt pediu uma indenização compensatória de US$ 5.000 dólares e um milhão de dólares em indenização por danos punitivos, além do pagamento dos custos legais do processo. Defendendo a outra parte, o advogado de Chatterton solicitava cinco milhões de dólares como compensação por "seu cliente ter o direito de liberdade de expressão tomado", direito este que é garantido na Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos.

Segundo afirma McDevitt, Chatterton, que foi demitida da empresa em 1986, nunca denunciou o ocorrido. Além disso, um porta-voz da WWE declarou que as acusações da ex-funcionária da empresa eram uma "tentativa de chantagem de 5 milhões de dólares"

Diego Ceratti: Também com o cargo de administrador, é responsável por boa parte do conteúdo que se encontra aqui, tanto em notícias, coberturas, além de fazer parte do pessoal que cuida do HOW Apostas, um dos principais espaços do site. - Facebook