Edge: "Agora é possível buscar o seu próprio lugar fora da WWE"

Edge: "Agora é possível buscar o seu próprio lugar fora da WWE"

O ex-campeão mundial e membro do Hall da Fama da WWE, Edge, recentemente concedeu uma entrevista a revista Rolling Stone visando promover o seu novo personagem na série de televisão "Vikings". Durante a entrevista, Edge falou sobre a cobertura da WWE na atualidade, entre outros assuntos. Confira logo abaixo os destaques:

Por que ele acredita que não há mais lutadores que se reinventam de forma independente, como Cody Rhodes:

"É diferente para cada um. Há algo a ser dito para destacar. A WWE é uma máquina massiva e você vai lutar em 120 países, tem figuras de ação e toalhas. Também acho que agora é possível fazer o que Cody e os Young Bucks fizeram: esculpir o seu próprio ninho fora da WWE. Isso seria divertido. Requer muito mais trabalho, porque você tem que se esforçar mais e lutar em locais não muito bons com chuveiros não muito bons. Mas no final e ainda, segue sendo o mesmo trabalho. Provavelmente poderia ser tão elegante comer em uma Waffle House às 1 da manhã e ir ver os meninos da Ring of Honor do que ir assistir WWE"

Você está surpreso ao ver a WWE expandindo a sua cobertura desde a Attitude Era?

"Há vinte anos atrás, além de ver Hulk Hogan estrelando Santa With Muscle e outras coisas semelhantes, teria sido muito difícil para alguém como eu receber um personagem para uma série de grandes dimensões. E agora está acontecendo graças a caras como Dwayne Johnson e Dave Batista, que estão ajudando a legitimar o que fazemos. E o que fazemos é muito diferente do que vivemos, e acho que agora as pessoas estão começando a apreciar isso".

Sobre sua personalidade sendo apagada com os reality shows e as redes sociais:

"Lutei contra as redes sociais gritando e chutando. Eu não posso desmistificar. Mas é um mundo diferente agora, e isso faz parte do que os humanos desenvolveram: certo, errado, certo, errado, eu não sei. Uma parte de mim sempre foi privada. Segue aí. Ocasionalmente, eu twitto que minha filha diz que sou gordo. Quando entrei no Twitter, pensei: 'Eh, sinto que estou perdendo parte do que construi'. Tenho certeza de que os Vikings não serão prejudicados por ter seis milhões de seguidores no Facebook e um milhão de seguidores no Twitter. Por que não parar de controlá-lo e informar a todos, da base de fãs da WWE, que não me esqueci de vocês? "

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites