Review: NJPW The New Beginning in Osaka 2018 - House of Wrestling - O melhor do Wrestling!

Review: NJPW The New Beginning in Osaka 2018

Fala, galera, aqui é o Will e hoje estarei trazendo para vocês um review rápido e com um pequeno report do card do show de hoje da NJPW, diretamente da EDION Arena em Osaka, que contou com Kazuchika Okada defendendo o IWGP Heavyweight Championship contra o "Cold Skull" SANADA no evento principal.

Público: 5.481 pessoas (sold out).

Katsuya Kitamura Best of Seven Series - Match #6: Katsuya Kitamura vs. Yuji Nagata
~Nagata venceu (11:01) com um com um "Backdop Driver".
- Como eu suspeitava, este com certeza foi o melhor combate da série de trials de Kitamura. Nagata é excelente em lidar com Young Lions, o que não foi diferente aqui. [***¼]

Tag Team Match: Roppongi 3K (SHO & YOH) vs. Yoshinobu Kanemaru & El Desperado
~Kanemaru fez SHO desistir (10:22) com um "Boston Crab".
- Nada especial, mas nada ruim. Com a vitória dos membros da Suzuki-gun, já temos o próximo programa para os IWGP Junior Tag Belts. O grande "standout" da match foi ver o combate sem dezenas de interferências da Suzuki-gun, que foi o que mais machucou a importância da stable desde o seu retorno. [**¾]

Eight-Man Tag Team Match: Michael Elgin, Togi Makabe, KUSHIDA & Ryusuke Taguchi vs. Minoru Suzuki, Takashi Iizuka, Taichi & TAKA Michinoku
~Makabe deu a vitória ao seu time (11:52) com um "King Kong Knee Drop" em TAKA.
- O objetivo da match foi cumprido, que foi definir o combate entre Makabe e Suzuki pelo IWGP Intercontinental Championship. Me soa interessante, visto que, sem overbooking e com liberdade, ambos podem entregar algo sólido, e também pela excelente fase de Suzuki, que aos 49 anos, vem segue sendo um dos melhores do mundo no que faz. [**¼]

Six-Man Tag Team Match: Toa Henare, David Finlay & Juice Robinson vs. Jay White, Tomohiro Ishii & Toru Yano
~White deu a vitória a CHAOS (7:22) via referee stoppage após uma série de cotoveladas em Henare.
- Mais uma vez, algo que cumpriu seu objetivo. Ao que parece, Juice vs. White deve ser o próximo programa pelo IWGP United States Championship, o que sou totalmente a favor, principalmente se acontecer no show de Long Beach. E também obtivemos Ishii e Yano mantendo o momento, já que devem ser os próximos desafiantes pelos tag teams titles de SANADA e EVIL, e consolidando cada vez mais o personagem sorrateiro e agressivo de White, que está cada vez mais confortável e melhor dentro de seu papel. [**¾]

Rey Mysterio apareceu no telão após o combate, confirmando que estará no STRONG STYLE EVOLVED, próximo evento da NJPW nos Estados Unidos, que será realizado no próximo dia 25 de março. Mysterio desafiou Liger para um combate no show e teve seu pedido aceito pela lenda, que estava na mesa de comentários japonesa. Excelente.

Singles Match: Gedo vs. BUSHI
~BUSHI venceu (10:07) com um "MX".
- Boa comedy match, com ambos tentando se trapacear a todo custo para conseguir a vitória. É bom ver BUSHI finalmente descolando uma pequena vitória em um grande show, que ele realmente estava precisando. [***]

Singles Match: Tetsuya Naito vs. YOSHI-HASHI
~Naito venceu (16:46) com um "Destino".
- Excelente match e a melhor de HASHI desde seus esforços no G1 do ano passado. O público de Osaka realmente contribuiu com tudo que se passou, apoiando HASHI, que sempre é excelente dentro do papel de underdog. Layout inteligente, com Naito trabalhando sobre o pescoço de HASHI cimentando para o Destino e HASHI com seus incessantes comebacks, junto de uma boa história, na qual Naito nunca levou HASHI a sério como um desafiante. [***¾]

Após o combate, Taichi atacou Naito, deixando claro seu deslocamento para a Heavyweight Division.

IWGP Junior Heavyweight Championship Match: Will Ospreay (c) vs. Hiromu Takahashi
~Ospreay venceu (20:05) com um "OsCutter".
~Primeira defesa com sucesso de Ospreay.
- Excelente, como esperado, e a melhor coisa do show até o momento. Ambos possuem uma grande química e fizeram um excelente trabalho, com uma boa história de Ospreay tendo que se adaptar ao estilo agressivo e imprevisível de Takahashi para conseguir a vitória. Boa estrutura, com um Hiromu trabalhando por cima durante boa parte, tendo foco sobre o pescoço. Bom selling, moves agressivos e e esteticamente bonitos, não entrando em uma zona de overkill e não soando como uma spotfest. A melhor match pelo título desde Takahashi vs. KUSHIDA no Dominion do ano passado. [****½]

NEVER Openweight Championship Match: Hirooki Goto (c) vs. EVIL
~Goto venceu (20:19) com um "GTR".
~Primeira defesa com sucesso de Goto.
- Eu possuía boas expectativas sobre isso, mas acabou por ir por ralo abaixo, com uma atuação decepcionante de ambos. A match não teve um build forte, o que é um ponto negativo, e contou com mais uma chance de transformar EVIL em uma estrela jogada por água abaixo. Após um excelente G1 no ano passado, que lhe rendeu o main event do King of Pro-Wrestling, EVIL se consagrou como a "segunda força" da LIJ atrás de Naito, porém, mais uma vez decepcionou em uma grande oportunidade, provando que realmente não está preparado para o seu atual lugar no upper-midcard e precisa de mais tempo. [***]

IWGP Heavyweight Championship Match: Kazuchika Okada (c) vs. SANADA
~Okada venceu (32:12) após um "Rainmaker".
~Décima defesa com sucesso de Okada.
- Por fim, a grande oportunidade de SANADA. Talvez a match com o melhor build na New Japan desde Okada vs. Shibata no ano passado, com uma boa história desenvolvida, pois, como devem saber, Okada é bem-sucedido em vencer seus adversários através de suas fraquezas, sabendo seus pontos fortes e fracos, utilizando de sua resiliência e inteligência para sobreviver no topo da montanha como o Ace. Mas, o que ele sabe sobre SANADA? O desafiante que não se expressa, sempre está tranquilo e que raramente fala? Nada. O que acabou resultando em Okada perdendo sua compostura confiante diversas vezes rumo ao evento e ocasionando em sua defesa mais imprevisível até então. Apesar de ter um recorde de 3-0 sobre SANADA, Okada nunca obteve seus pontos fracos, que acabou sendo o foco de toda a rivalidade então. Com uma forte história, ambos não deixaram a desejar na primeira oportunidade de SANADA pelo título. A match seguiu a fórmula "Okada", com um começo lento, trabalhando com o tempo e logo após, começaram a trabalhar o layout, com ambos se apoiando em seu típico trabalho sobre o pescoço, e por fim, vimos um SANADA mais agressivo. Após um "primeiro tempo" mais controlado, tivemos uma segunda parte repleta de drama, emoção e excelente ação, onde o público comprou a vitória de SANADA diversas vezes, assim como eu, criando realmente uma atmosfera especial, que no geral, é o que se espera de um combate pelo título mais prestigiado do mundo atualmente, com um excelente build, boa psicologia, excelente wrestling e acima de tudo, drama, o que não é fácil de se obter em um combate contra um campeão dominante com seus 600 dias de reinado. Mais um clássico adicionado ao lendário reinado de Okada, assim como uma "breakout" performance de SANADA, provando seu potencial e mostrando que merece por fim, ser considerado como a força a ser parada atrás de Naito nos Ingobernables, apesar de suas chances limitadas. [****¾]

Após o combate, Okada anunciou que enfrentará Will Ospreay em um combate especial no show de aniversário da empresa, já que os heavyweights estarão ocupados com a New Japan Cup até o fim de março.


Considerações finais: Sólido show, que viveu para minhas expectativas. Duas excelentes title matches e no geral, resultados satisfatórios, que contribuíram para os programas futuros da empresa, além, do grande anuncio de Mysterio trabalhando junto a companhia pela primeira vez em sua carreira, o que é um atrativo extra para o show em Long Beach. Agora, resta aguardar para vermos o desenrolar das histórias desenvolvidas no show de hoje.
COMENTÁRIOS

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites