HOW Star Ratings - WWE Fastlane 2018 - House of Wrestling - Tudo sobre Pro Wrestling

HOW Star Ratings - WWE Fastlane 2018

Olá galerinha da House of Wrestling, aqui quem escreve para vocês é Josué Elias do Canal Clube do Wrestling e hoje vou trazer mais um HOW Star Ratings dessa vez do WWE Fastlane 2018 que ocorreu no último domingo, dia 11 de Março. Então, vamos às análises dos combates desse PPV:

Single Match: Rusev vs. Shinsuke Nakamura (w) - 2.50


Storytelling: 0.50
In-Ring Execution: 0.50
Match Psychology: 0.75
Timing: 0.50
Innovation: 0.25


Resultado: Nakamura venceu de maneira plenamente satisfatória com a evidente intenção da WWE em credibilizar mais o Nakamura para a WrestleMania. Confesso que fiquei um pouco receoso com a escolha do adversário para esse papel. Rusev não era o adversário ideal pro momento pois acredito que como seu Personagem está Over, ele precise de uma sequência de vitórias, além de que, eu prefiro muito mais um Rusev dominante do que um Rusev perdedor como o atual. E segundo, que pelo fato dele estar muito Over, isso poderia repercutir negativamente a relação que o Nakamura tem com o público. Ainda bem que não, pois Nakamura foi devidamente ovacionado. Parece que é só aqui no Brasil mesmo que as opiniões sobre ele são bem divididas. E nem preciso dizer o porquê disso.

Combate: Não foi uma atuação brilhante de nenhuma das partes. O combate foi mediano em todos os sentidos, não trouxe nada de surpreendente que fizesse do combate algo especial. Foi bem monótono com poucos Moves de seus arsenais utilizados. Conseguiram vender bem os golpes e gerar emoção na luta, ainda que não tenha tido nada demais que justificasse tanta euforia do público.

United States Championship Match: Bobby Roode vs. Randy Orton (w) - 3.00


Storytelling: 0.75
In-Ring Execution: 0.50
Match Psychology: 0.50
Timing: 0.75
Innovation: 0.50


Resultado: Pelo modo como a luta se desenhou, a vitória de Randy Orton foi boa, mas dependendo obviamente do propósito dessa vitória. Se o motivo da vitória é elevar outro talento na WrestleMania, foi uma vitória totalmente válida. Se o motivo for elevar um não-talento, como Jinder Mahal, essa vitória foi simplesmente jogada no lixo e de nada serviu. Tomara que Randy Orton ceda a sua revanche pro Bobby Roode ou tenha outro adversário na WrestleMania. Não dá para dar um momento como esse na WrestleMania de vencer o título americano em cima de uma das maiores lendas da empresa para alguém que em nada acrescenta à WWE a não ser uma expansão mercadológica que já se concretizou.

Combate: A história do combate foi bem interessante, principalmente pela forma como foi estruturado. Primeiro escolheram um embate físico, com pitadas minuciosas de embate psicológico através das Taunts, e abusaram de um Chain Wrestling bem executado, preparando assim um cenário bom pro desenvolvimento da luta, sem se apressar e sem correr com a luta. Randy Orton que geralmente parece desmotivado para lutar parecia ter uma motivação especial para essa luta em específico, talvez porque o estilo de Bobby Roode é muito parecido com o dele, fazendo assim com que ele se sentisse a vontade dentro da luta. Infelizmente eles não arriscaram nada muito além do habitual, tendo um Super Plex como o melhor momento da partida, que acabou minando um pouco as possibilidades do desenvolvimento da luta levar o combate a um patamar superior e trazer uma emoção pro público. O combate acabou ficando sempre na mesma energia, ficando sonolento. Mas ainda assim, o Timing das sequências e movimentos foram bem selecionados, com cada etapa do combate funcionando bem dentro do tempo, com exceção do Clímax que foi muito repentino, já que acredito que foi desnecessário a finalização do combate ter ocorrido da maneira que ocorreu naquele período específico em que o combate estava esquentando. Um kickout de Bobby nesse RKO esquentaria a Match de um jeito que introduziria um Clímax bem interessante para a Match, mas que infelizmente não ocorreu. O pior de tudo é que esse movimento em específico não faz sentido. Quem em sã consciência se jogaria de cabeça da segunda corda em cima de Randy Orton que tem um counter perfeito para isso? Faltou mais criatividade para escolherem uma finalização um pouco mais inovadora e com um propósito e sentido melhor.

Tag Team Match: Carmella & Natalya (w) vs. Becky Lynch & Naomi - 2.25


Storytelling: 0.50
In-Ring Execution: 0.50
Match Psychology: 0.25
Timing: 0.50
Innovation: 0.50


Resultado: Novamente eu fico encabulado em como a WWE simplesmente estragou a Becky Lynch. É sempre ela que sofre o pinfall, é sempre ela que perde, vitórias muito raras, apesar de ser uma das mais talentosas de todo o Roster. Vê mais futuro na Carmella do que na Becky Lynch é quase um crime hediondo dos Bookers da WWE. Becky Lynch não passa de uma jobber e precisamos lidar com isso. Não estou muito animado com essa divisão feminina do SmackDown mesmo, então nada me decepcionou. 

Combate: Tecnicamente fizeram uma boa apresentação principalmente na aplicabilidade dos movimentos. A Carmella se destacou bastante no combate, mas não teve nada de grandioso ou de definitivamente bom no combate que fizesse a gente dizer ''poxa, que combate bom''. Muito pelo contrário. O combate foi mal estruturado e não teve picos de emoção bem introduzidos. O maior pico de emoção da Match foi quando a Carmella e a Naomi trocaram tapas na cara e só. Para terminar o Show de horrores, a Carmella finaliza a Becky Lynch com um Superkick bem boring.

SmackDown Tag Team Championship Match: The Usos (c) vs. The New Day - 3.25


Storytelling: 0.75
In-Ring Execution: 0.75
Match Psychology: 0.50
Timing: 0.50
Innovation: 0.75


Resultado: Esse tipo de resultado que termina por interferência é geralmente mal visto por todos, mas acredito que depende muito do contexto do combate. Nesse contexto, uma interferência como essa era perfeitamente cabível, primeiro porque introduz finalmente Luke Harper e Erick Rowan nessa Divisão dando bastante credibilidade a eles principalmente pelo ótimo ataque que fizeram a ambas as Tags. Além disso, estavam entregando um combate de nível WM num FastLane. Um combate assim, colocado num PPV muito menor do que o combate perde geralmente terminam com interferência para deixar o gostinho de quero mais para finalmente ter a decisão na WrestleMania. O grande porém, é que Luke Harper e Erick Rowan vão ter que se meter nessa briga, fazendo assim com que um combate triplo seja a tendência. E ainda digo mais. Os vencedores nessa WrestleMania pode muito bem ser eles.

Combate: A interferência estragou a qualidade do combate? Sim, estragou, porque se não fosse a interferência o combate poderia ter ido a uma 4 Stars facilmente. O grande problema dessa interferência é que embora ela realmente devesse acontecer, ela aconteceu no momento errado, estragando o combate ao invés de agregar na qualidade. Uma maneira boa de terem feito isso é se tivessem dado mais uns 5 minutos, eles tivessem influenciado no resultado para que uma das Tags saíssem vencedoras (provavelmente The Usos) e depois eles atacavam as duas Tags ao término do combate, que aí, ao invés deles interromperem o Storytelling da Match, eles seriam um elemento a mais, contribuindo decisivamente para a qualidade do combate. E o Storytelling estava sendo um ponto interessantíssimo desse combate, já que as duas Tags se conheciam bastante pelos diversos clássicos que protagonizaram no ano de 2017, fazendo assim com que ambas utilizassem esse conhecimento para imitar os golpes da equipe adversária. Eu achei a imitação um pouco repetitiva demais, mesmo que ela tenha sido bem interessante e bem executada, perdendo um pouco o propósito lógico dentro do contexto histórico da Match, mas eles nos mostraram boas sequências de movimentos que alternavam entre os movimentos próprios deles e os movimentos imitados. Até por conta disso, a construção do combate dentro de ringue estava muito bem encaminhada, tendo uma variação consistente e uma estruturação que preparava o combate para um grande Clímax que infelizmente não ocorreu.

SmackDown Women's Championship Match: Charlotte Flair (c) (w) vs. Ruby Riot - 2.75


Storytelling: 0.50
In-Ring Execution: 0.50
Match Psychology: 0.50
Timing: 0.75
Innovation: 0.50


Resultado: Mais um resultado previsível, posto que, a Charlotte não só merece como vai levar esse título até a WrestleMania, com Asuka desafiando ela pelo título (glória ao bom Deus). Ela é a adversária ideal para Asuka, e, evidentemente irá perder na WrestleMania. A questão que fica é que Asuka irá mudar do Raw pro SmackDown fazendo com que a Alexa Bliss fique ainda sem uma desafiante credível para lhe enfrentar (talvez a Nia Jax). 

Combate: Muito fraco apesar do bom desempenho de ambas. O combate infelizmente não tinha um peso muito grande e não tinha um contexto que ajudasse tanto ele a ter uma certa credibilidade que propiciasse uma base sólida para esse combate se tornar algo grandioso. Com o resultado previsível, não fizeram com que o público acreditasse na vitória de Ruby Riot fazendo com que qualquer movimento protagonizado por ela fosse ineficaz para gerar qualquer tipo de emoção na Crowd. O desenvolvimento e desfecho foi bem comum, não se destacando tanto quanto poderia. Mas elas conseguiram fazer boas sequências e tecnicamente foram exemplares nesse combate. 

WWE World Championship Six Pack Challenge Match: AJ Styles (c) (w) vs. John Cena vs. Baron Corbin vs. Dolph Ziggler vs. Kevin Owens vs. Sami Zayn - 3.50


Storytelling: 0.50
In-Ring Execution: 0.75
Match Psychology: 0.50
Timing: 0.75
Innovation: 0.50


Resultado: Qualquer outro resultado além desse era catastrófico. Entendo quem queria John Cena como campeão, mas mesmo olhando pelo lado do Cena, seria um palco muito pequeno para ele se solar no recorde de títulos máximos na WWE. Deu a lógica: AJ Styles contra Shinsuke Nakamura na WrestleMania.

Combate: Decepcionante ao meu ver, não porque foi um combate ruim, mas porque eu esperava muito mais desse combate. Começou de uma maneira completamente sem sentido, com John Cena aplicando 4 AA seguidos em Baron Corbin, Sami Zayn, Owens e Ziggler. Alguém aí esqueceu de avisar que ninguém corre para cima de John Cena daquela maneira? O segundo a levar o AA já foi retardado. O terceiro mais ainda. O quarto provavelmente reprovou de ano na educação infantil, pois não é possível tamanha burrice. Fora essa sequência sem lógica alguma, mesmo tendo um propósito interessante de credibilizar AJ por ser o único a não ter caído no joguinho de Cena, o combate não teve tantas bizarrices. Mas certas sequências foram quase isso. Primeiro que, a atuação de John Cena no selling nesse combate foi péssima demais. Ele vendeu certos golpes como se fosse uma criança fingindo que levou um soco do irmão para tentar enganar a mãe. E o combate simplesmente tentou pular de etapas, e depois voltava a certas etapas de forma desnecessária e parecia não ter uma proposta bem definida. Alternaram muito entre as propostas pro Storytelling do combate e acabou ficando tudo confuso com uma estruturação sem tanto sentido. Aceleraram muito no início, e depois desaceleraram em momentos inapropriados quebrando alguns picos de emoção da Match. O Splot entre Owens, Zayn e Shane foi bem executado, mas a ideia foi bem simples e não muito natural, parecendo ser um pouco forçada em um momento que não pedia por aquilo. Os Spots da Match foram todos bem previsíveis e simplórios também, embora tenham acontecido no momento certo da Match, mas foram poucos e nada fora do normal que deixasse a plateia tão eufórica quanto o necessário para esse tipo de combate. Em resumo, foi um combate que poderia ter sido bem melhor e que também não teve tanto tempo para se desenvolver. A proposta Full Fast do combate falhou rotineiramente em diversas etapas, fazendo com que o ritmo não desse o andamento necessário pro combate ter alcançado outro patamar na Match Psychology, no Timing e na In-Ring Execution. Momentos interessantes houveram, principalmente nas sequências de Styles, Cena e Baron Corbin que foram bem executadas. Ziggler não teve grandes brilhos nessa Match pois não teve sequências tão longas quanto os outros, e Zayn e Owens se resumiram ao Splot entre eles e Shane McMahon.


Então galera, essa foi a Análise de PPV de hoje e se vocês concordaram ou discordaram de alguma nota, deixem aí nos comentários dessa publicação. Um abraço e até a próxima!
COMENTÁRIOS

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites