Jon Bravo não pode provar que Roman Reigns esteve envolvido no caso de esteróides - House of Wrestling - Tudo sobre Pro Wrestling

Jon Bravo não pode provar que Roman Reigns esteve envolvido no caso de esteróides

O cineasta Jon Bravo publicou na noite da última sexta-feira (16) uma parte de seu documentário sobre o caso de venda de esteróides em que supostamente estavam envolvidos diversas estrelas da WWE. O traficante Richard Rodríguez e sua empresa, Wellness Fitness Nutrition LLC (WFN), foram acusados de participar de uma cadeia de distribuição que importou produtos da China, para depois fabricar esteróides ilegais no estado de Arizona antes de distribuí-los fora da região de Miami na Flórida.

Anteriormente, Bravo afirmou ter evidências claras de que lutadores como Roman Reigns eram clientes de Rodriguez. No entanto, ele não conseguiu provar 100% que este foi o caso, já que no vídeo ele diz que ele tem um laptop com informações de 2016, mas que a justiça possui mais 3 computadores portáteis onde possivelmente aparece o telefone da super estrela da WWE. "Roman Reigns usou um apelido, mas é impossível fazer referência a seus pedidos sem ver a comunicação que Rodríguez teve com ele através de mensagens de texto", afirmou Bravo.

No documentário, aparecem outras ex-estrelas, como é o caso de Jesse "The Body" Ventura, que realmente não teve nada a ver com a Wellness Fitness Nutrition porque Jesse Burdick usou o apelido Jesse Ventura para fazer pedidos. No Instagram, Bravo publicou uma imagem de John Cena acompanhado de Jesse Burdick, mas parece que isso só foi feito para criar expectativas.

A única prova real apresentada no vídeo foi a comunicação com Daniel Puder, Rick Bassman, Jesse Burdick e Chris Cavallini, sendo este último o treinador pessoal de Jinder Mahal e Sheamus. Rodriguez especulou que Jinder e Sheamus estavam usando seus produtos, mas observou que "isso ainda não foi confirmado".

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade

online / Design por: Ericki Chites