Mais informações sobre as acusações contra Sunny - House of Wrestling - O melhor do Wrestling!

Mais informações sobre as acusações contra Sunny

Tammy Sytch, também conhecida como Sunny na WWE, permanece presa em Monmouth County Correctional Institution em Freehold, Nova Jersey depois de ser presa em 27 de fevereiro por desrespeito e seis acusações de desacato ao tribunal.

O site oficial do escritório do xerife do condado de Monmouth atualmente está listando-a como uma prisioneira (sob o nome de Tamara Sytch), com uma fiança de US $ 6.000.

Segundo novas informações do PWInsider, Sytch enfrenta ainda mais problemas legais no estado da Pensilvânia. De acordo com os funcionários da Corte, na quinta-feira, medidas foram tomadas para revogar sua liberdade condicional em agosto do ano passado, devido a múltiplas violações dos termos de sua liberação.

Depois que a moção foi arquivada, o juiz Joseph Matika do Tribunal ordenou que Sytch tinha que ser presa. No entanto, as autoridades da Pensilvânia não conseguiram localizar Sytch até que ela foi presa em Nova Jersey, onde foi denunciada como fugitiva da justiça. As autoridades não conseguiram encontrá-la porque ela fugiu da Pensilvânia.

Embora tenha sido relatado anteriormente que Sytch seria extraditada para a Pensilvânia antes de enfrentar suas últimas acusações em Nova Jersey, as autoridades do Tribunal disseram que ela permanecerá em Nova Jersey até que suas questões legais no estado sejam resolvidas. Uma vez que isso ocorrer, ela será entregue às autoridades da Pensilvânia para enfrentar outras acusações perante a juiz Matika.

Sytch, que tem 45 anos, foi presa várias vezes ao longo dos anos. Em 2012, ela foi presa cinco vezes em um período de quatro semanas, por conduta ilegal, roubo de terceiro grau e três acusações de violar uma ordem protetora. Ela foi presa pela sexta vez em janeiro de 2013, também por violar uma ordem de proteção. Ela ficou 114 dias na prisão e foi liberada em maio de 2013 (isso aconteceu em Nova Jersey).

Em janeiro de 2016, Sytch se declarou culpada por dirigir enquanto estava na Pensilvânia. Em 18 de agosto de 2016, o juiz Matika a condenou a 90 dias na prisão. Em 23 de setembro de 2016, ela ficou 18 dias na prisão por violar sua liberdade condicional.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites