Last 12 #9: Relembre o ano de Drew McIntyre - House of Wrestling - Tudo sobre Pro Wrestling

Last 12 #9: Relembre o ano de Drew McIntyre

Sejam de novo bem-vindos aqui ao meu quadro. Para hoje temos um lutador que bateu o recorde de votos deste espaço com 13, Drew McIntyre. Várias pessoas queriam ver ele ser abordado e, não vão ter que esperar mais. Vamos lá!

Regresso a casa

Como qualquer acompanhante de wrestling sabe, Drew McIntyre trabalhou na WWE entre 2007 e 2014. Até 2009, ele estaria no território de desenvolvimento que a empresa tinha na época, o Florida Championship Wrestling (FCW). Quando subiu ao Main Roster, seria conhecido pelo “Chosen One”, um lutador que tinha sido escolhido a dedo por Vince McMahon para representar a empresa. Durante esse tempo no plantel principal da companhia, McIntyre venceu dois títulos, o Intercontinental Championship, apenas quatro meses após realizar o debut, e o Tag Team Championship, ao lado de Cody Rhodes. Nos três últimos anos na empresa, Drew fazia parte dos Three Man Band (3MB) juntamente com Heath Slater e Jinder Mahal. A 12 de junho de 2014 a WWE anunciou que ele abandonou a empresa.

Foi há quase um ano, mais precisamente a 1 de abril de 2017, que Drew McIntyre voltou a aparecer na WWE. Já tinha sido noticiado antes que ele tinha voltado a assinar contrato com a companhia, e isso se confirmou quando Drew estava nas bancadas do Amway Center durante o NXT TakeOver: Orlando. Nesse mesmo dia, ele concedeu uma entrevista à ESPN onde revelou ter re-assinado um contrato com a WWE e começar por atuar no atual território de desenvolvimento da empresa, o NXT.

O seu primeiro combate na marca amarela foi no dia 12 de abril. Drew enfrentou e derrotou Oney Lorcan após aplicar o “Claymore Kick”. Duas semanas depois, ele venceu Andrade “Cien” Almas num combate rápido. A 10 de maio, McIntyre se lamenta por não ter nenhum combate por títulos no TakeOver, e Blake aparece na sua frente e disse que não merecia um, pois iria abandonar a empresa novamente. Ele venceu facilmente Sean Maluta na semana seguinte e provocou Blake dizendo “Quero ver quão homem ele é na próxima semana”. Eles se enfrentaram no show seguinte ao TakeOver e, como não poderia deixar de ser, Drew McIntyre conseguiu a vitória com o seu “Claymore Kick”.

Reinado como NXT Champion e lesão

Em cerca de dois meses, Drew apenas teve uma squash match, mas, no dia 19 de julho, ele lutou contra Killain Dain com o vencedor a enfrentar Bobby Roode no TakeOver Brooklyn III.  O escocês venceu a luta com um “Claymore Kick” e, depois dela, disse que a Era de Roode iria terminar. Na semana seguinte, Drew realizou uma promo na qual disse que já foi o “Escolhido”, porém, agora, ele faz por merecer todas as suas oportunidades. Também acrescentou que o NXT deixaria de pertencer a Roode para passar a ser do povo. Roderick Strong enfrentou Drew no dia 16 de agosto e, caso vencesse, teria direito a uma chance pelo título pós-TakeOver. Strong venceu essa luta após Roode aparecer e o atacar. Ele também acaba por aplicar um “Glorious DDT” em McIntyre.

No TakeOver: Brooklyn, Drew conseguiu mesmo a vitória com um “Claymore Kick”, no entanto, o seu dia não terminava aí. Adam Cole debutou e, juntamente com Bobby Fish e Kyle O’Reilly, o atacou. O campeão abriu o show seguinte dizendo que, se Adam Cole e os outros dois quisessem uma briga, lhe deviam dizer isso na cara. Strong venceu Roode nesse episódio e, quando Drew aparece na rampa, é atacado pelos Undisputed Era. A 20 de setembro, Strong pediu uma chance pelo cinturão por ter derrotado Roode, e Regal a aceitou para duas semanas depois.Nesse mesmo show, Drew tentou atacar a Undisputed Era após terem vencido Tyler Bate e Trent Seven, mas os três acabaram por fugir.  McIntyre conseguiu vencer Strong após aplicar o “Claymore”.Após a luta, ambos se cumprimentam e Strong diz que ainda não terminou. A Undisputed Era aparece na rampa e Strong se junta a eles.

No dia 5 de outubro, Andrade “Cien” Almas derrotou Roderick Strong e recebeu uma chance pelo NXT Championship no TakeOver: War Games. Três semanas depois, durante a assinatura de contrato, Almas atacou Drew por trás quando este entrava. Duas semanas depois, Drew chamou Almas ao ringue. Quando o mexicano entrava, Drew partiu para cima dele, mas foi distraído por Zelina. Almas aproveitou esse momento e atacou o joelho de McIntyre, terminando o segmento posando com o cinturão. No PPV, Almas conseguiu derrotar Drew com um “Hammerlock DDT” na terceira corda. Infelizmente, McIntyre se lesionou no bicep do braço esquerdo e teve que se afastar dos ringues por vários meses. Atualmente é esperado que ele volte a lutar muito em breve.

Considerações finais

Drew McIntyre foi um dos melhores indy guys antes de voltar à empresa, o que fez com que ele voltasse à WWE. Ele é capaz de fazer grandes performances e, por essa, razão, foi recompensado com um reinado com o NXT Championship. Ele teve um pequeno percalço, mas acredito que vai regressar mais forte que nunca. Espero que o faça no Main Roster.

Termino por aqui esta edição. Espero que tenham apreciado ler o quadro e que tenham uma boa semana. Até à próxima!

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade

online / Design por: Ericki Chites