Simon Gotch critica Enzo Amore e sua música

Simon Gotch critica Enzo Amore e sua música

O ex-lutador da WWE, Simon Gotch, foi recentemente entrevistado por Chris Van Vliat, colaborador da WSVN-TV. Na entrevista, Gotch falou sobre o também ex-lutador da WWE Enzo Amore (agora conhecido como Real1), especialmente sobre a sua última música.

"Na melhor das hipóteses, Enzo fez um rap sobre um viciado em drogas mentalmente instável que precisava de ajuda, tanto para o problema das drogas como para o seu transtorno bipolar ou outra doença mental que tenha. Ele precisa de ir a um psiquiatra para ter aconselhamento contra as drogas, não escrever uma música sobre elas. Um ser humano decente veria isso e diria 'Sabe uma coisa? Vou-me afastar disso, não é o que sou ou faço, nem o que me define.' Ao invés disso, a sua reação foi escrever uma música."

"Na pior das hipóteses, ele cometeu um ato de estupro. Ele teve sorte porque, infelizmente, a realidade dos processos criminais é que eles são atos financeiros. A falta de evidências geralmente significa que eles não querem gastar mais dinheiro tentando coletar elas. Isso não é incomum em casos de agressão sexual, porque raramente tem mais evidências que DNA, e tudo o que mostra é que houve um ato sexual, não se ele foi consensual ou não. Ele fez uma música de rap sobre a mulher que estuprou. Na melhor das hipóteses, ele é um ser humano terrível. No pior dos casos, é um monstro."

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites