HOW Fantasy - HOW Next Gen - Chapter 04 (05/07/2018) - Son vs Son - House of Wrestling - O melhor do Wrestling!

HOW Fantasy - HOW Next Gen - Chapter 04 (05/07/2018) - Son vs Son

Nesta quinta-feira, a House of Wrestling realiza mais um episódio inédito da Next Generation diretamente de Urakawa Town Workers Sports Center em Hokaido, no Japão.

No show passado tivemos uma batalha brutal entre o "Animal" Batista e o "Eater of Worlds" Bray Wyatt, Batista levou a melhor e conseguiu derrotar seu adversário para avançar para a próxima fase. Seu adversário? Será decidido hoje em uma luta entre Cody vs Curtis Axel

Durante o HOW 1 Year Special, vimos os Guerrillas of Destiny derrotarem os Usos para avançarem até a final do torneio de duplas, com isso, temos a primeira luta confirmada para o primeiro Pay-Per-View do Next Gen, o PRIDE 1!

Também tivemos a Battle Royal decisiva pelo último lugar no minitorneio pelo Iron-Man Championship, quem a venceu foi NEVILLE após eliminar Mustafa Ali por último, com isso, ele está garantido no minitorneio e enfrentará Buddy Murphy na primeira fase.

Tudo isso e muito mais, quinta-feira, às 18 horas, aqui na House of Wrestling!

Cobertura


Mais um show toma inicio, no telão é mostrado vários replays dos três últimos shows ao som de “Everywhere I Go”; a música acaba e “Break Orbit” começa a tocar, NEVILLE faz a sua entrada até o ringue com um microfone em mãos.

Neville: Sim, eu venci a Battle Royal, na minha segunda luta no Next Gen eu mostrei o porquê vim para essa empresa eliminando Brock Lesnar e Mustafa Ali e conquistando a vaga para o torneio pelo New Gen Iron Man Champion.

Toca “Opposite Ends of the World” e Buddy Murphy faz a sua entrada, interrompendo NEVILLE.

Neville: Mas que porra? Quem você pensa que é para vir aqui e me interrom-.

Neste momento, Buddy Murphy arrancou o microfone da mão de NEVILLE.

Murphy: Calado, pedaço de merda, o primeiro Iron-Man Champion tem umas palavras a dizer, primeiro, o Iron-Man Championsh-.

Dessa vez, a música de Kyle O’Reilly começa a tocar e ele interrompe Buddy Murphy, ele vai até o ringue com um microfone e uma banana em mãos.

Kyle O’Reilly: --- Ele leva a banana até a região do peito e começa a falar --- Vocês! Vocês não... --- O público gargalha até que Kyle troca pelo microfone --- CALADOS! Eu sou o cara que deixa vocês sentarem suas bundas gordas nessas cadeiras, vocês me devem respeito! ---- Kyle encara os outros que estavam no ringue junto a ele ---- Bom... Vejo que temos uma reunião de incrédulos neste lugar, vocês não tem o direito de vir até aqui e pegar um microfone, sabem por quê? Porque vocês não tem capacidade para usa-lo, sim, vocês acreditam que pegar um microfone, ou uma banana já é o bastante para proferir que estão no topo da cadeia alimentar? Não passam de refugos no qual foram presos em uma bolha e seguem com essas frases clichê anos dois mil.

Toca a música de Jay Lethal, porém, Kyle O’Reilly começa a falar por cima.

Kyle O’Reilly: Não! Não! Não! Eu estou falando nesse momento, então, querido Jeferson Fetal, volte para os bastidores e deixe o rei terminar de falar. --- Jay Lethal correu até o ringue e começou a atacar Kyle O’Reilly, NEVILLE então começou a atacar Buddy Murphy. A brawl continua até que Buddy Murphy aplica um Murphy’s Law em NEVILLE! Jay Lethal acertou um Lethal Injection em Kyle O’Reilly e junto a NEVILE, eles ficaram fora do ringue, Jay Lethal e Buddy Murphy começaram a se encarar no meio do ringue, até que ambos correram para a mesma corda e aplicaram um Tope Con Hilo em conjunto em NEVILLE e Kyle O’Reilly! Toca “Dawn” e Ric Flair aparece na rampa, ele tem seu microfone customizado em mãos.

Ric: Crianças, eu ia parar a briga boba de vocês antes mesmo dela começar, mas, eu queria ver até aonde vocês iriam, confesso que estou surpreso com a habilidade de vocês, então, eu vou montar uma Tag Team Match! Kyle O’Reilly e NEVILLE contra Jay Lethal e Buddy Murphy, e aproveitando que vocês 4 já estão próximos ao ringue, essa luta será agora! E quanto ao minitorneio, as duas lutas acontecerão durante o Pandora, infelizmente --- Nesse momento, Ric suspira aparentemente decepcionado --- Mas relaxem garotas, a final será durante o primeiro grande PPV da Next Generation, o PRIDE 1! Então, eu espero que vocês deem seu melhor para provarem que somos melhores que os babacas do Main Roster, Woo! --- Ric Flair vai embora fazendo sua famosa caminhada.

Tag Team Match: NEVILLE & Kyle O’Reilly vs Jay Lethal & Buddy Murphy

(07:18) Em uma luta mediana Jay Lethal e Buddy Murphy venceram após um Roll Up de Buddy Murphy em Kyle O’Reilly. O destaque da luta vai para NEVILLE que aplicou um Shooting Star Press em Jay Lethal e Buddy Murphy enquanto ambos estavam do lado de fora do ringue atacando Kyle O'Reilly.

Após o término da luta, NEVILLE e Kyle O’Reilly atacaram seus adversários, Kyle O’Reilly aplicou um Brainbuster em Jay Lethal e em seguida, o prendeu em um ARMageddon, já NEVILLE, aplicou um Bridging Tiger Suplex em Buddy Murphy, ele subiu na terceira corda e acertou-o com um Red Arrow, como se não fosse o bastante, ele ainda prendeu-o em um Rings of Saturn.

Ambos terminam de castigar seus adversários e vão embora sob várias vaias do público presente.

Voltamos à transmissão em um momento em que Austin Aries e Seth Rollins estão debatendo no ringue. Tudo não passava de encaradas e taunts, disputando a atenção da crowd, até o momento em que Aries empurrou Seth Rollins, provocando a mesma reação contrária. Neste momento, os Guerrillas of Destiny aparecem, em defesa de Seth Rollins, intimidando Aries para fora do ringue. Quando os três achavam que haviam tido domínio, apoiaram-se sob as cordas, aguardando a saída de Aries, que, ao envés disso, voltou ao ringue. Rollins, Tama Tonga e Tanga Loa o cercavam, mas Austin apenas sorria. Quando os três iam se aproximar, “I Hope You Suffer” tocou, anunciando a entrada de Sean O’ Haire e Jimmy Havoc, que subiram ao ringue igualando o confronto.

Nesta guerra fria, trocando maus olhares e empurrões, “Dawn” anunciou a entrada de Ric Flair pela rampa. Os seis no ringue pararam o que estavam fazendo para observar a fala do General Manager.

Ric: WOO! O que estão esperando crianças? Lutem!

Os seis iniciaram um brawl que parecia não ter fim e realmente não teve. G.O.D. e Seth Rollins, que estavam em desvantagem, foram guiados à socos por Aries, Havoc e O’Haire para os backstages.

É mostrado um segmento que revela que a brawl entre G.O.D., Seth Rollins, Austin Aries, Jimmy Havoc e Sean O’Haire continuou nos backstages. Também é mostrado vídeo sobre a Battle Royal do show passado, com cortes que mostram o início da feud entre Sami Zayn e Samoa Joe, preparando o terreno para a próxima luta.

Tag Team Match: Sami Zayn & Batista vs Samoa Joe & Bray Wyatt

Samoa Joe e Bray Wyatt são os primeiros a subir ao ringue. Sami Zayn vem e seguida e fica no aguardo de Batista. Enquanto os três se encaram no ringue, o referee inicia a contagem de W.O., após muita demora do The Animal. São atingidas as 20 contagens e Batista não aparece, dando a vitória à Samoa Joe e Bray Wyatt.

Vencedores: Samoa Joe & Bray Wyatt via W.O. Count-out.

Joe, enfurecido, inicia um ataque à Sami Zayn, atingindo-o com vários socos, seguidos de um Muscle Buster. Bray observava com frieza toda a cena do corner, decidindo não se envolver e deixar o ringue enquanto Samoa Joe punia Sami Zayn. Em um momento de sorte, Zayn conseguiu acertar Joe com um chute na cabeça, fazendo com que ambos iniciassem uma troca de golpes nivelada. O “WOO!” de Dawn anuncia, novamente, a entrada de Ric Flair, interrompendo o embate.

Ric: Acalmem-se, crianças! O Nature Boy tem algo empolgante a dizer. Não posso deixar toda essa bagunça acontecendo nos meus shows semanalmente. É com prazer que anuncio que Samoa Joe e Sami Zayn terão a oportunidade de resolver seus problemas no PRiDE 1, o primeiro pay per view da HOW Next Generation! WOO!

Ric deixa o ringue, recebendo ótimas reações do público após o anúncio. Joe aproveita-se da distração para aplicar outro Muscle Buster em Sami Zayn, deixando-o caído no ringue. O Destroyer deixa a arena enquanto uma equipe auxilia Zayn.

Vamos ao próximo combate!

Handicap Match: Zack Ryder & David Starr vs Glacier & Bo Dallas
(7:12) Em um combate um pouco parado, David Starr roubou a cena quando dividiu o ringue com Bo Dallas. Após uma bela sequência de movimentos que levou Dallas próximo ao corner, Starr aplicou um Product Placement para a vitória.

Vencedores: Zack Ryder & David Starr.

É mostrado o debut dos Authors of Pain no show passado, precedendo sua entrada ao som de “Pain”. Minoru Suzuki está junto à eles. Mustafa Ali e os Lucha Dragons aguardam no ringue.

Handicap Match: The Authors of Pain & MiSu vs Lucha Dragons & Mustafa Ali

(3:14) Num combate tortuoso para os Lucha Dragons, Akam e Rezar trocavam tags e aplicavam inúmeros golpes, dentro e fora do ringue aos adversários. Em um momento de velocidade, Kalisto realizou a tag para Mustafa Ali e The Authors of Pain permitiram a entrada de Minoru Suzuki, que aguardava entediado.

(4:36) Após ter um 360° Springboard Senton revertido em um poderoso chute nas costas, Ali foi completamente dominado por MiSu, que o atacava viciosamente. Ali se segurou nas cordas, na esperança de que o referee interrompesse a sequência, mas Suzuki não parou de ataca-lo. O referee ordenou que Minoru parasse, iniciando a contagem para a desclassificação, mas Suzuki o ignorou.

Vencedores: Lucha Dragons & Mustafa Ali via DQ.

Sin Cara e Kalisto subiram na terceira corda para interromper Minoru Suzuki com movimentos aéreos, mas, antes que atingissem o alvo, foram segurados por Akam e Rezar que começaram a ataca-los do lado de fora do ringue. Os AoP estavam a bater em seus adversários quando foram surpreendidos pela theme song de Glacier! Akam e Rezar deixaram a arena enquanto os Lucha Dragons agoniavam em dor do lado de fora do ringue, já Glacier correu em direção à Minoru Suzuki, acertando-o pelas costas. MiSu rapidamente deixou o ringue, encarando Glacier do lado de fora.

Glacier posicionava-se à frente de Mustafa Ali, enquanto o Minoru Suzuki e os outros saiam pela rampa. Em meio ao grupo enorme que saia dali, um homem empurrava-os, na direção contrária. Foi dali que saiu Cody, com um sorriso irônico, enquanto os outros o encaravam com desprezo. O American Nightmare subiu à apron e pisou sob a segunda corda, abaixando-a com soberba para que Glacier se retirasse. Os dois se encararam, Cody sorrindo com sarcasmo e Glacier com ar de seriedade. Ainda que desrespeitado, Glacier apoiou Mustafa em seus ombros e deixou o ringue, para o início do próximo combate.

Curtis Axel realizou sua entrada ao som de “Reborn” e subiu ao ringue, aonde Cody o esperava. O referee pediu que soassem o sino!

HOW Next*Gen Heavyweight Tournament Match: Cody vs Curtis Axel
(2:01) Num combate equilibrado, Cody e Axel trocavam golpes leves e algumas provocações. O Mr. Perfect cedeu às provocações, dando início a uma troca de socos no centro do ringue. Cody, em um golpe desleal, pisou no pé do adversário e foi rapidamente ao chão para aplicar um Uppercut. Enquanto Axel colocava as mãos sobre o rosto, queixando-se, o American Nightmare foi para as cordas, do lado de fora do ringue, para aplicar um Missile Drop Kick e ir para a contagem. Curtis escapou ainda no primeiro tapa do referee.

(3:11) Cody acertou um Drop Kick em Curtis, atirando-o por baixo da terceira corda e levando o combate para fora do ringue. Lá, Cody ergueu o oponente próximo à barricada, para aplicar um Gourdbuster, punindo o abdômen de Axel. Após receber alguns Headbutts, Curtis apoiou-se sobre a barricada enquanto Cody tomou distância para aplicar um Beautiful Disaster apoiado na apron, mas antes que este tivesse tempo, Axel correu em sua direção, aplicando um Lariat, deixando-o caído no chão.

(5:16) Agora no ringue, Axel aplicava Backbreakers em Cody deixando-o lento. Aproveitando-se do momentum criado, Curtis travou o pescoço e uma das pernas de Cody, para aplicar o Perfect Plex, mas encontrou resistência. Antes que Cody pudesse tentar qualquer contragolpe, Axel aproveitou-se da vantagem e foi para suas costas, aplicando um AxelHole e iniciando o pin. Cody escapou perto da terceira contagem, fazendo com que Curtis reclamasse com o referee e tentasse novamente. Desta vez, Cody escapou ainda no primeiro tapa.

(8:18) Axel havia se encontrado no combate, utilizando vários moves para punir Cody. Foi quando, em uma tentativa de aplicar um Rolling Neck Snap, foi atingido por um Pelé Kick mal aplicado de Cody, suficiente para apoiá-lo no corner, aonde foi alvo fácil para receber um Beautiful Disaster. Curtis caiu ao centro do ringue, enquanto Cody respirava ofegante apoiado no corner.

(8:40) Axel ao levantar-se tentou aplicar um Big Boot em Cody, que segurou seu pé esquerdo sob seu ombro e girou, fazendo com que o Curtis caísse. Utilizando de todo fôlego que lhe restava, Cody agarrou a outra perna do adversário, aplicando um Alabama Slam. Cody foi à terceira corda no corner, enquanto Axel se levantava. Cody rapidamente aplicou um Moonsault, fazendo com que Curtis caísse já com os ombros imobilizados, em posição de Pin. Axel escapou na segunda contagem, surpreendendo o American Nightmare, que ficou aflito.

(10:25) Com ambos exaustos, as tentativas de Suplex de Axel não eram eficazes, tampouco os chutes de Cody. Simultaneamente, os dois foram as cordas, para aplicar Drop Kicks um ao outro. Cody ganhou no reflexo, chutando o joelho de Axel ao envés de saltar. Percebendo a brecha, Cody agarrou as pernas de Axel para aplicar um American Nightmare no centro do ringue, forçando Curtis a realizar o tap-out.

Vencedor: Cody

Cody saiu rapidamente do ringue em direção aos backstages, muito vaiado pela crowd enquanto sorria ofegante. Axel, enfurecido, gritava no ringue, dizendo que aquilo estava longe de ser o fim.

No tão aguardado Main Event, Jinder Mahal realiza sua entrada, ao som de “Sher”. A reação da crowd é mista até determinado ponto, quando Jinder realiza sua taunt para provoca-los. Subitamente, o cenário é tomado por aplausos, fazendo com que Jinder sorria. Na verdade, a crowd reagia à aparição de BRAM na rampa principal, atrás do Modern Day Maharaja. Quando Jinder virou para trás, deparou-se com vários socos de seu adversário, sem ter tempo para reação. BRAM atacava Mahal viciosamente, escorando-o na apron e aplicando algumas cabeçadas antes de jogá-lo ao ringue, onde o referee aguardava para soar o sino.

HOW Next*Gen Heavyweight Tournament Match: BRAM vs Jinder Mahal
(03:15) BRAM detinha todo o domínio do combate, explorando as cordas para aplicar Charging Back Elbows seguidos de chutes no estômago de Mahal. Então, BRAM o apoiou em um dos corners, tomando distância para aplicar um Corner Forearm Smash. Mahal foi capaz de desviar, fazendo com que o oponente colidisse com o poste, aplicando um Suplex na top rope em seguida.

(5:02) Jinder aplicou uma sequência de joelhadas em BRAM, atirando-o para as cordas e acertando um Sidekick que o fez cair. Com o adversário no chão, Jinder viu a oportunidade de aplicar um Camel Clutch, provocando a plateia e BRAM enquanto segurava a submissão. A crowd batia palmas, em apoio a BRAM, o que o incentivou a libertar o braço esquerdo e levantar-se, com o adversário em suas costas, para aplicar um Samoan Drop. Ambos ficaram deitados no centro do ringue.

(6:30) O Modern Day Maharaja tentava acertar uma sequência de golpes em BRAM, que se defendia muito bem. O King of All Evil aproveitou-se de sua altura para punir as costas de Jinder, atordoando-o e fazendo dele um alvo fácil para o Rear Sitout Mat Slam! BRAM foi para o pin, mas Jinder conseguiu erguer-se na segunda contagem.

(9:26) Após uma sequência de Headbutts, BRAM, que havia retomado o domínio do combate, atirou Jinder sob as cordas, preparando-se para aplicar um Pop-Up Powerbomb, mas Mahal, aproveitou-se para evadir com um Baseball Slide, recebendo muitas vaias. Um fã começou a provocar Jinder, que se distraiu na discussão e não percebeu a perseguição de BRAM, que saiu do ringue e virou o adversário à força para aplicar um Powerbomb na apron! Jinder agoniava as costas enquanto BRAM retornou ao ringue, aguardando a contagem de dez. No oitavo grito do referee, BRAM desceu para o lado de fora e carregou Mahal para dentro, dando sequência ao combate.

(11:00) Após receber muitos golpes, Mahal conseguiu uma brecha para aplicar uma joelhada no estômago de BRAM, deixando-o lento por alguns segundos. Jinder tentou erguê-lo para aplicar o “The Kallas”, mas sentiu as costas, quebrando o próprio move. BRAM aproveitou e jogou Jinder sobre o próprio corpo, deixando que este caísse de costas no chão. Enquanto Jinder agoniava, tentando levantar-se BRAM foi as cordas, em velocidade, para aplicar um Spinning Heel Kick no adversário. A crowd reagiu bem a esta sequência.

(11:33) Após alguma resistência de Jinder, que se agarrava ao corner, BRAM trouxe o adversário ao centro do ringue puxando-o pelo cabelo. O gigante realizou sua taunt e aplicou o The Brighter Side of Suffering em Jinder, indo para o pin. 1,2 e 3!

Vencedor: BRAM

Após o combate, aplaudido, BRAM discursou sobre o torneio. Em sua fala, BRAM reafirmava-se como o King of All Evil e futuro HOW Next*Gen Heavyweight Champion, dizendo que não havia, em todo Roster, um adversário à sua altura. O show se encerra ao som de “HELLYEAH!”.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites