Last 12 #23 - A ascensão de Juice Robinson - House of Wrestling - O melhor do Wrestling!

Last 12 #23 - A ascensão de Juice Robinson

Sejam bem vindos à vigésima terceira edição do meu espaço, onde falo sobre o último ano de um certo lutador escolhido por vocês. Para hoje, eu irei abordar um wrestler que tem sido bastante falado nos últimos dias, Juice Robinson.

Rumo ao seu primeiro reinado individual na NJPW

Em inícios de julho de 2017, Robinson vez parte do torneio para decidir o primeiro IWGP United States Heavyweight Champion que ocorreu no G1 Special in USA. Infelizmente, ele acabou por cair na primeira ronda frente a Zack Sabre Jr. Alguns dias depois seguiu-se o G1 Clímax, o primeiro em que Juice participou. Ele ficou no Block B e obteve somente quatro vitórias, sendo elas contra Elgin, Kojima, Yano e, de forma surpreendente, contra Kenny Omega, que era o US Heavyweight Champion. Esta última valeu-lhe uma title shot contra o “The Cleaner” no Destruction in Kobe, mas dessa vez não seria capaz de o derrotar.

No final do ano passado, Juice formou dupla com Sami Callihan para participar na World Tag League que se chamou de “Death Juice”. Eles foram bem, tendo conseguido 4 vitórias em 7 combates, porém foi insuficiente para avançarem até à final, pois EVIL e SANADA fizeram mais dois pontos. No Wrestle Kingdom, ele fez time com Taguchi e Makabe numa 4-Way Gauntlet pelos NEVER Openweight Six Man Titles, mas seria a CHAOS a levar os títulos.

Juice participou na New Japan Cup 2018, tendo conseguido chegar às semifinais após eliminar Yujiro Takahashi e Michael Elgin, porém caiu frente a Hiroshi Tanahashi. Um mês depois, no Road to Wrestling Dontaku, ele lutou contra Hirooki Goto pelo NEVER Openweight Championship, mas acabou perdendo. Mais recentemente, durante o G1 Special in San Francisco, Juice derrotou Jay White para se tornar IWGP US Heavyweight Champion numa luta avaliada em 4,5* por Meltzer. Desde aí, ele vem a subir e conseguiu grandes performances no G1 Clímax. Ele atualmente tem 4 derrotas e apenas 1 vitória no torneio que foi frente a Toru Yano.

Robinson posando com o IWGP United States Heavyweight Championship
Considerações finais

Sem dúvidas que Juice Robinson foi um achado para a NJPW. Durante a sua passagem na WWE, ele foi utilizado como um personagem comedy e nunca teve realmente a oportunidade de mostrar o seu valor. Desde que chegou à empresa nipónica, ele tem melhorado bastante as suas capacidades, mostrando que a WWE não tem competências para aproveitar os seus “novatos” e os treinar para serem futuras estrelas. Seja como for, Juice Robinson provou que pode ser um grande lutador e isso tem sido visível especialmente no último mês. Eu apoio a sua rejeição em ir para a WWE, pois ele é um dos melhores babyfaces da indústria atualmente e, caso regressasse à empresa, com todas as minhas certezas, digo que seria mais uma vez desaproveitado e colocado a lutar com os Mojos Rawley da vida. Pelo menos, na NJPW, ele pode continuar a praticar a arte do Wrestling sem ser prejudicado pelo booking ruim que lhe é imposto e aproveitar ao máximo a sua carreira como lutador.

Assim dou por terminada mais uma edição deste espaço. Abaixo vou deixar algumas perguntas sobre o lutador de modo a criar um pequeno espaço para discussão entre os leitores. Espero que tenham gostado, e até á próxima.

Espaço de discussão

- Que estão achando do personagem de Juice Robinson e das suas mais recentes performances?

- Acham que ele teve um ano positivo?

- Faz ele bem em declarar que nunca mais voltará á WWE?

- Terá ele muito mais a mostrar?

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites