Sting afirma que ainda conseguiria ter um bom combate contra The Undertaker - House of Wrestling - O melhor do Wrestling!

Sting afirma que ainda conseguiria ter um bom combate contra The Undertaker

Muitos fãs de wrestling jamais imaginavam assistir Sting combatendo na WWE. Em 2014, quando fez sua estreia no Survivor Series, a lenda da WCW mostrou que eles estavam errados. Em recente entrevista para lendária Lilian Garcia, o ex-lutador revelou que ainda gostaria de poder combater contra Undertaker.
Abaixo, estão os principais trechos da entrevista de Sting para o Chasing Glory with Lilian Garcia.
Encontro com Hulk Hogan sem saber sobre seu poder de estrela:
“Quando eu cresci, onde cresci no sul da Califórnia, não tivemos pro wrestling na TV. Eu não sabia o que era. Eu acabei no início da minha idade adulta co-proprietário de um Gold’s Gym em San Fernando Valley com um cara chamado Ed Connors que era o tesoureiro do Gold’s Gym. Em Venice Beach, eu gerenciei a academia e acabei sendo parceiro com ele e esse cara grande com cabelo loiro entrava e dava certo e a academia enlouquecia e diga: “Oh meu Deus, você não sabe quem é? É o cara do filme Rocky! Isso é Hulk Hogan! “Eu vou,” Ok, eu conheço o filme Rocky e conheço esse cara, mas não sei quem é Hulk Hogan! “
O que o fez não ir para a WWE no começo:
“Número um, a WCW sempre me dava o que eu pedia. Eu sabia que o compromisso que eu teria de fazer com o Vince seria muito mais, muito mais tempo na estrada, muito mais tempo fora. Com a WCW, na época, eu era capaz de fazer minha agenda para algo que eu pudesse tolerar e algo que fosse mais fácil para minha família na época. Financeiramente, eles sempre me davam o que eu queria, mas eu estava muito perto de sair Algumas ocasiões diferentes e eu estava pronto se a WCW não me desse o que eu queria, então eu estava disposto a correr esse risco e ir para a WWE Uma das outras razões pelas quais eu nunca fiz, eu sempre falei sobre isso também. Eu, na época – e eu ainda não sei se é preciso ou não, mas achei que Vince me queria como um talento para minar a WCW mais do que ele me queria como um talento trabalhando para ele.”

Sua reação quando ele finalmente veio para a WWE:
“Fiquei chocado com a forma como todos me trataram. Eu conheci todo o departamento de relações públicas lá no grande edifício em Connecticut. Eu fui lá e conheci todos e todos – não era falso, era real. O entusiasmo, quero dizer Todo mundo estava apenas bombeado para me ter lá e eu me senti bem seguro sobre isso. Eles me trataram bem e Vince tem sido nada mais que respeitoso e bom para mim todos esses anos. Na hora que eu acabei chegando lá, ele era do mesmo jeito. Quando eu fui lá pela primeira vez, ele queria que eu entrasse e cumprimentasse ele. Ele até queria produzir e direcionar muitos dos meus spots que eu fiz ”.
Se ele acabou para o wrestling ou não:
“Sim, eu estou acabado. Quero dizer, meu pescoço não me incomoda em nada. Nos primeiros meses após o combate, eu tive uma dor que descia para o lado esquerdo do meu pescoço e descia para o meu pescoço. Era como uma dor surda que estava lá o tempo todo e era difícil de dormir. Eu não tenho nenhum efeito colateral, nenhum problema, então tudo que eu sei é que o neurocirurgião disse: “Você tem tanta sorte que não havia uma catástrofe que aconteceu. Eu tenho que ser cuidadoso e é triste também, porque mesmo na minha idade eu sinto que ainda posso ir, eu ainda poderia ter um bom combate com o Undertaker, por exemplo. Nós poderíamos contar uma história incrível com a química e a mística de ambos. Eu tenho essas ideias há 20 anos, algumas das ideias que tenho na cabeça, seria algo que as pessoas falavam há muito tempo, mas estou satisfeito, estou feliz com o caminho. As coisas acabaram. Eu tive minha passagem na WWE, foi curta, mas eu tive uma. Eu fiz WrestleMania, lutei contra Seth Rollins, lutei pelo WWE World Title, então não posso reclamar.” 

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites