HOW Fantasy - Chapter 21 (24/08/2018) - "The Last Chapter"

HOW Fantasy - Chapter 21 (24/08/2018) - "The Last Chapter"

Nesta sexta-feira, dia 24 de agosto, a House of Wrestling realiza o seu último show antes do SummerSlam diretamente do São Januário, em Rio de Janeiro, no Brasil.

Através do site oficial da empresa, foi anunciado que Mike Bennett irá até ao ringue para dar uma atualização do estado de Maria Kanellis. Recordamos que, na semana passada, Pete Dunne prendeu ela num Courtesy Call enquanto o World Champion estava algemado ao ringue.

Também Tetsuya Naito disse que iria até ao ringue, onde irá responder ao desafio de CM Punk para uma luta no PPV.

Por fim, Jimmy Havoc e Glacier irão lutar na final do torneio para decidir o candidato ao Atlas Championship de Adam Cole. Quem vencerá?

Confira tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 20 horas, em exclusivo aqui na House of Wrestling.

Cobertura

Vemos uma pequena recapitulação do que aconteceu na semana passada entre Leonardo, Tommaso Ciampa e Daniel Bryan, onde Ciampa acabou sendo despedido e levando o HOW Championship de Bryan com ele. De seguida, toca “Flight of The Valkyries” e o HOW Champion, Daniel Bryan, realiza a sua entrada até ao ringue com um excelente pop da crowd. Ele pede um microfone a um dos funcionários e começa a falar.

Bryan: Na última semana, Ciampa foi condenado pelas suas ações e acabou sendo despedido. Tudo parecia estar a correr bem, porém, num golpe traiçoeiro, ele me atacou quando estava recebendo o meu título das mãos de Leonardo e fugiu com ele. Não existe ação mais cobarde que atacar alguém pelas costas, mas vindo de você, eu não esperava outra coisa. Alguém sem escrúpulos que se tenta fazer de vítima para ter algum destaque, isso é o que te define, Ciampa. Eu lutei por conquistar esse título e quero fazer de tudo para o fazer ter o prestígio que outrora teve. Você pode ficar com o cinturão se quiser, porque não é ele que define um campeão, mas sim o campeão que define o cinturão. 

O “Yes! Man” faz uma curta pausa, sendo levemente aplaudido.

Bryan: Aposto que está no seu sofá, em casa, se corroendo com as minhas palavras, pois você sabe que eu estou dizendo a verdade. No entanto, esta rivalidade já não se baseia apenas nesse cinturão que está na sua posse, Ciampa. - ele aumenta a intensidade no seu discurso - Desde a nossa luta na G1 Cup que você aparece nas minhas costas e me ataca, me ataca e me ataca. Eu estou farto disso e, por essa razão, eu vou dar-lhe uma oportunidade de mostrar alguma dignidade. Eu não quero saber se o Leonardo lhe despediu, eu não quero saber se vou sofrer sanções, eu apenas quero você, um contra um, no SummerSlam, pelo MEU cinturão. E, Ciampa, se você não aparecer, acredite que será muito pior para você, pois eu irei atrás de você, seja onde for, e recuperar aquilo que é meu por direito!

Daniel Bryan pousa o microfone no chão e, contrariamente ao que costuma fazer (gritar Yes), ele apenas vai embora sem se preocupar com mais nada, mostrando que está somente focado em se vingar de Tommaso Ciampa. Vamos para intervalo com essas imagens.

Comerciais…

Vemos EC3 e La Sombra comemorando nos bastidores as suas mais recentes vitórias. Eles falam sobre merecerem uma oportunidade pelos títulos de duplas...e os TM-61 acabam se cruzando no seu caminho. Miller zoa deles e Thorne diz que eles não têm o que é preciso para se tornarem campeões. Alguma tensão rola entre as duplas e EC3 acaba por desafiar os australianos para uma luta pelos títulos hoje. Os campeões zoam mais uma vez deles, mas acabam aceitando o desafio de forma bastante confiante.

“Psychotic Euphoric” ecoa na arena e Jimmy Havoc realiza a sua entrada até ao ringue. De seguida, toca “Player of the Refugee” e Glacier entra. Ambos estavam prontos para o combate se iniciar, no entanto, toca “Undisputed” e o Atlas Champion, Adam Cole, toma um lugar na mesa de comentaristas perto do ringue.

Atlas Title #1 Contendership Tournament - Finals: Jimmy Havoc Vs Glacier

(12:48) A luta foi equilibrada e teve bastantes nearfalls que conseguiram animar a crowd. No final da mesma, Glacier se preparava para aplicar um “Cryonic Kick”, no entanto, Cole saiu da mesa de comentaristas e atacou os dois lutadores. 

Vencedor: Ninguém

Após deixar os dois lutadores inconscientes, Cole pede um microfone.

Cole: Sabem, eu estive a pensar e cheguei á conclusão que eu não quero enfrentar um de vocês no SummerSlam. A luta seria fácil demais para a minha pessoa e eu preciso de um desafio, então considerem-se os dois como vencedores do combate de hoje!

O Atlas Champion deixa o microfone cair ao chão e rapidamente levanta o seu título. 

Vamos rapidamente até aos bastidores, onde Lars Sullivan está atacando Undertaker. Taker tenta oferecer resistência, porém acaba sendo arremessado com alguma facilidade contra vários objetos do local. Ele finaliza após aplicar um “Freaking Accident” sobre uma mesa.

Comerciais...

Voltamos aos bastidores onde Renee Young está com o Mr.MITB Tetsuya Naito. Após o apresentar, Young pergunta-lhe sobre o desafio imposto por CM Punk na semana passada. 

Naito: Bem, todos sabem que CM Punk apenas voltou a este lugar porque estava farto de ser uma sombra da empresa. Há quase dois anos, ele saiu da HOW e deixou a sua marca, mas rapidamente foi esquecido por feitos maiores. Eu conseguir esta maleta - Naito mostra ela para a câmara - foi mais uma forma de o fazer cair no esquecimento e isso afetou-o de tal forma que se sentiu obrigado a voltar para tentar roubar as luzes da ribalta. No entanto, eu não recuo perante um desafio, por isso, Punk, nos vemos no domingo. - Naito encerra um dos seus olhos e, com dois dedos, abre o outro olho - Tranquilo, ASSENA YO!

O japonês abandona o local enquanto Renee Young nos manda de volta para a zona de ringue. 

EC3 e La Sombra realizam a sua entrada em conjunto até ao ringue, onde irão enfrentar os campeões de duplas. De seguida, toca “Rock You Like a Hurricane” e os TM-61 entram.

Tag Team Title Match: EC3 e La Sombra Vs TM-61

(13:52) A dupla australiana esteve no domínio durante grande parte da luta, porém La Sombra conseguiu aplicar um Roll-Up em Miller para a contagem de 3.

Vencedores: EC3 e La Sombra

O público fica em êxtase com a improvável vitória da dupla que acaba se tornando campeã. La Sombra fica incrédulo no ringue após o árbitro bater pela terceira vez no chão e, sem muito pensar, EC3 vai pegar os belts. Ambos trocam um grande abraço enquanto se ouve Sombra a dizer “Nosotros conseguimos, hermano” para o seu parceiro. O público grita “You Deserve It”, pois sabe que a dupla se esforçou bastante para ter algum sucesso na empresa. Nós vamos para intervalo com os dois comemorando de forma eufórica no ringue.

Comerciais…

Vamos até ao ringue onde Renee Young está com dois convidados muito especiais para uma entrevista exclusiva, Ilja Dragunov e Davey Richards.

Renee: Boa noite a todos! Hoje a noite teremos uma entrevista com Davey Richards e Ilja Dragunov, dois grandes rivais que já se enfrentaram diversas vezes no passado, e desta vez eles irão fazer o primeiro combate oficial em nome da House Of Wrestling. De um lado temos aquele que é o principal nome da empresa, que ficou invicto por mais de seis meses, além de ter dominado cada um daqueles a quem ele enfrentou, Davey Richards. E do outro lado temos o ainda misterioso Ilja Dragunov, que atacou Richards durante o combate do mesmo contra Adam Cole há duas semanas, ele é considerado o último orgulho da União Soviética, tendo um currículo recheado de títulos nas Indys, tendo já derrotado Davey Richards duas vezes antes do mesmo ingressar na HOW. Davey é considerado o melhor da atualidade, enquanto Ilja Dragunov quer provar o contrário disso. E hoje, antecedente ao combate deles, começaremos a entrevista com a primeira pergunta da noite para o senhor Richards. O que a vinda de Ilja Dragunov para a HOW representa?

Davey: Ele fazer parte dessa empresa não significa nada. Ele não passa de um mero ser insignificante que ainda amarga as derrotas que teve para mim no passado.

Ilja: Muito engraçado, querendo aparentar ser o destemido e poderoso Davey Richards. Você mente para todos e mais ainda para si próprio, eu já o derrotei duas vezes no passado, uma terceira não é nada demais. Sua crença, de acreditar ser um ser superior não passa da ilusão de um garoto que não conseguiu abraçar a dura realidade que o mundo é.

Davey: Duas derrotas? O que são duas derrotas contra cinco delas, Dragunov? Não é mentira dizer que perdi em meus primeiros confrontos contra vossa pessoa, mas é exagero seu alegar que me venceu... sem determinar se fora a época do auge de minha força. Aquele garoto preocupado com o dinheiro que eu era, querendo o rápido e fácil já morreu, eu sou uma outra personalidade atualmente. O que me intriga mais é você ainda apontar em minha cara que vivo em um mundo de ilusão, já que estou olhando para o maluco que luta por uma nação extinta, Soviético de merda.

Ele mostra sua raiva se levantando da cadeira, Renee segura seu peito e o acalma.

Ilja: Isso! Era isso o que eu queria! A sua raiva, ela é linda, você se afeta fácil ao que toca no seu mundo de fantasias, me intriga suas convicções, e suas alegações fazem com que nós... estejamos no mesmo patamar.

Davey: Não me compare a você, um qualquer que veio até essa empresa apenas para lutar contra a minha persona? Isso me enoja, se ainda fosse um homem com o qual tive o prazer de dividir o ringue como Hiroshi Tanahashi ou Tommy End, eu ainda estaria adepto de me tornar mais uma vez na Besta, apenas para saciar meus desejos por uma competição de mesmo nível. Mas tudo o que eu ganhei... é isso.

Ele aponta para Dragunov em sinal de deboche. 

Ilja: Engraçado você mencionar isso, sendo que já tive duas vitórias e três empates contra você, monstrinho. Você tem cinco vitórias, ótimo, mas eu sou o único filho da puta que já fez-te se sentir ameaçado várias vezes nessa vida, e isso você não pode negar.

Davey: Tentar sabotar um combate não lhe torna em um lutador no mesmo nível que eu. Será que você já se esqueceu do seu passado sujo? Ou devo lembra-lo de como você tentava vencer cada combate? Manipulando os referee, atacando lutadores antes mesmo do combate iniciar, e até mesmo tentando comprar os combates... Admita Ilja, você nunca foi páreo para mim.

Ilja: E quem é falando ai dentro? Mercenary, Beast, Messiah? Porque eu já derrotei dois deles, mais um e a trilogia estará completa, e a sua história finalmente se fechará. Falta muito pouco para o SummerSlam meu querido Davey, e você irá perecer perante esse Soviético de merda que você tanto teme.

Com um sorriso irônico no rosto, ele se senta no ringue e começa a rir. Davey esboça um sorriso malicioso e esboça-o enquanto sai do ringue com Renee Young. Ilja Dragunov acena para o Dark Messiah enquanto ele caminha em direção ao backstage.

Comerciais...

Toca “Just Close Your Eyes” e Christian realiza a sua entrada até ao ringue sob vaias do público.

Christian: No início dos meus tempos desta empresa, eu uni forças com Tye Dillinger numa suposta dupla improvável. Juntos, apesar de algumas divergências, nos tornámos Tag Team Champions após derrotar a BIAE. Pouco tempo depois nós os perdemos porque Tye me decidiu trair para se juntar áqueles que haviam sido derrotados por nós. Eu decidi voltar a ser seu amigo, mas com um único propósito, me ajudar a ser campeão mundial, porém ele se mostrou incapaz de me ajudar a manter o cinturão. Isso me levou a terminar a nossa aliança, pois…

Tye Dillinger surge do público e rapidamente adentra no ringue para atacar o seu antigo parceiro. Uma intensa briga começa e se prolonga por algum tempo, até que alguns seguranças aparecem para os separar. Eles oferecem resistência, mas acabam sendo controlados.

Vamos novamente até aos bastidores onde Renee Young está acompanhada por Edge.

Young: Edge, no domingo você vai ter uma importante luta contra Samoa Joe que, além de ser para descobrir o último Hardcore Champion, também vai servir para decidir o candidato ao World Heavyweight Championship no Armageddon. Que tem a dizer acerca disso?

Edge: Sabes, Renee, eu estou farto de ser menosprezado por toda a indústria. Eu estou nesta empresa desde o primeiro dia e raramente recebi uma chance para brilhar. Eu estou farto de ver tanta gente que chegou depois de mim a receber oportunidades para se tornarem campeões mundiais e eu fico sempre no final da fila. Eu é que deveria estar no lugar de Daniel Bryan como a cara da empresa, eu é que deveria ser reconhecido com o maior lutador da história desta empresa. Raios! Eu deveria ser mais reconhecido que esta merda de empresa! Não interessa quem está no comando que eu sou sempre considerado apenas mais um lutadores entre muitos. Eu exijo respeito da parte de Leonardo, pois desde sempre que eu mereço uma chance. Vocês pensam que estão olhando para o mesmo Edge de sempre, que vocês pensam que conhecem, mas eu mudei. Eu não quero saber mais dos aplausos do público, eu os tive por muito tempo e de nada valeram. Eu não quero saber das regras impostas pelos gerentes desta empresa, pois o único caminho que interessa é aquele em que eu atinjo o topo. E, Joe, você não pense que terá hipóteses contra mim, porque você será apenas um figurante da minha jornada até ao World Heavyweight Championship!

Edge não mostra qualquer tipo de respeito por Renee e acaba virando costas e indo embora, nós vamos para intervalo.

Comerciais…

Vamos ter agora o combate principal da noite que vai opor The Miz a Batista. Primeiro, toca “I Walk Alone” e o “Animal” realiza a sua entrada ainda segurando o Intercontinental Championship que pertence a Ricochet. De seguida, toca “I Came To Play” e Miz entra. 

Singles Match: The Miz vs. Batista

- (12:30) Miz dominou do meio até o fim do combate, aproveitando-se de distrações. Em certo ponto, ele se posiciona no Corner e se prepara para um Spear apenas para provocar Roman Reigns, porém quando foi aplicá-lo no 'The Animal', o mesmo nem se saiu do lugar! 

Batista fica olhando para seu adversário no chão, que sente dores no ombro. Ele então o levanta e o joga no chão com um forte Spinebuster, logo após isso, Miz é levantado novamente e recebe um Batista Bomb sem muita cerimônia. 

Vencedor: Batista

Batista comemora no ringue enquanto Miz se arrasta lentamente para fora do ringue. Ele se preparava para pegar o Intercontinental Championship, mas é surpreendido por Ricochet que o acerta com uma Chair pelas costas! O campeão começa a atacá-lo e não dá espaço para o seu rival se levantar. Ricochet posiciona a Chair na cabeça de Batista e aplica um Superkick bem violento! Batista se recusa a cair e fica de joelhos, e ainda com a cadeira em sua cabeça, Ricochet o acerta com um Shining Wizard!

O público solta muitas vaias. Enquanto Batista se contorce no chão, Ricochet olha para seu cinturão e o pega, mas quando ele está deixando o ringue, ele ouve seu rival o mandando voltar e lutar como um homem. O campeão o olha da Apron e fica relutante, mas logo Batista com muita dificuldade fica de pé e o chama para lutar, Ricochet então aproveita, entra no ringue rapidamente e o acerta com o belt!

Batista continua se mexendo, então o campeão perde a paciência e vai para fora do ringue pegar um item... E para a surpresa de todos, é um kendo stick! Ele dá a volta no ringue e pede um microfone.

Ricochet: Sabe, Dave, Nunca pensei que faria isso novamente com alguém, mas como esse é o grand finale, podemos abrir uma exceção. E no fundo, sabemos que você merece tudo isso.

Ricochet rola para dentro do ringue e se posiciona com o Kendo Stick para acertar a cabeça de seu adversário, mas no último instante, Roman Reigns aparece no ringue e entra na frente de seu companheiro de stable! Os dois discutem e Reigns diz que isso não é o correto, pois eles não trabalham assim, enquanto Rico diz que eles não são nada, e que é melhor ele sair da frente. Reigns continua imóvel e uma tensão maior acontece quando Ricochet o empurra e ele empurra de volta! Eles ficam se encarando e trocando cabeçadas e ofensas... Nisso Reigns joga Ricochet para fora do ringue e leva um Big Boot de The Miz!

Reigns consegue salvar seu amigo de BIAΣ, mas acaba levando a pior. Miz o ataca brutalmente no ringue, Batista começa a se levantar com apoio do Corner, porém é abatido com um Corner Dropkick! Reigns tenta lutar, mas leva uma rasteira e logo Miz o acerta com um Big Boot no chão! Ricochet se levanta fora do ringue lentamente e vê Miz atacando seu amigo... Mas para a surpresa de todos, ele pega seu cinturão na Apron e vai embora lentamente pela rampa de entrada.

Miz termina seu ataque com um Skull Crushing Finale em Reigns e posa no ringue em cima de seu corpo. Sua theme song ecoa pela arena junto com uma chuva de vaias, mas para Ricochet que observava tudo do Stage sem esboçar reação.

Comerciais…

Vemos algumas imagens do ataque de Pete Dunne a Maria Kanellis quando Mike Bennett estava algemado à corda inferior do ringue. De seguida, toca “Suffer unto Me” e o World Heavyweight Champion realiza a sua entrada com uma cara de tristeza, e é recebido com um grande pop da crowd.

Bennett: Há uma semana, eu e Maria fomos vítimas de um brutal ataque por parte de Pete Dunne. Esse ser sem escrúpulos prendeu a minha esposa num Courtesy Call enquanto eu estava indefeso com o meu braço preso ás cordas do ringue, mostrando que Dunne é mais cobarde do que aquilo que aparenta ser. É com muito pesar que eu estou aqui defronte vós a contar que Maria se encontra a recuperar em casa com um colar cervical devido a esse ataque, e parece que vai precisar de algum tempo para ficar apta para me voltar a acompanhar até este ringue. - ouve-se alguma tristeza por parte da crowd - É triste, mas tudo o que Dunne fez a Maria irá servir para eu me concentrar mais na nossa luta e procurar vingança pelas minhas próprias mãos. 

O campeão mundial é interrompido pelo seu rival que adentra o ringue ao som de “Courtesy Call” e de vaias. 

Dunne: Não seja um ser tão idiota, Bennett. Você sabe que não me consegue vencer e isso ficou provado na final da G1 Cup, onde eu te derrotei. Você acha que consegue perdurar no topo, mas você é um homem do “quase”. Quase venceu a G1 Cup, quase se tornou relevante e, mais importante que tudo, quase enganou todos quando disse que teria um bom reinado com esse cinturão. Sejamos francos, seis dias com um título é uma grande façanha. 

Responde Bennett com um ar assertivo.

Bennett: Dunne, você não viva do passado, o que interessa é o ‘agora’. Eu posso ter sido campeão por apenas 6 dias, mas, atualmente, eu seguro o título há três semanas. Você foi um campeão dominante nos seus tempos do Unlocked, porém nestes últimos meses, você fracassou em todas as oportunidades que teve. E não preciso de dizer que você as recebeu de mão beijada, enquanto eu tive que batalhar contra tudo e contra todos para ter o mínimo de destaque nesta empresa. Talvez esta seja a única chance que realmente merece, afinal foi o vencedor de um torneio, no entanto, isso só mostra que você é apenas mais um sobrevalorizado que esta empresa tem. Espero que saiba viver na sombra de alguém, pois, no SummerSlam, você irá cair aos pés do “Milagre”!

O campeão dá dois passos em frente e levanta o título na cara de Dunne, mas este o atinge com um soco.Bennett responde também um soco e uma briga começa a rolar entre os dois. Bennett consegue alguma vantagem e coloca o britânico nos seus ombros para aplicar um “MIP”, porém Dunne consegue escapar pelas suas costas e o atinge com uma potente “Four Star Forearm” que faz o seu rival ficar meio tonto. De seguida, Dunne o prende num “Courtesy Call” durante quase dois minutos, fazendo Bennett ficar bastante maltratado no ringue. Apesar de já nem se mexer, o “Bruiserweight” ainda o levanta e aplica um “Bitter End” antes de decidir abandonar o ringue. Dunne saiu totalmente da arena e alguns funcionários aparecem para ajudar Bennett a recuperar os sentidos. Tudo parecia que o show ia terminar com essas imagens, mas…

“Stardust” ecoa na arena, levando o público ao delírio. Ele percebe que Bennett se encontra bastante debilitado e, por isso, ele caminha sem pressas até ao ringue. Um árbitro apareceu entretanto e dirigiu-se ao japonês perguntando se ele queria mesmo fazer o cash-in, Naito respondeu afirmativamente com simples movimento de cabeça. O oficial recebe a maleta e vai ter com JoJo dizendo que o combate vai acontecer, ela acaba anunciando a luta. O árbitro vai ter com Bennett, que se estava levantando bastante lentamente e concluí que está em condições para a luta começar. Os dois homens estão prontos e o árbitro manda a campainha tocar.

World Heavyweight Championship Match: Mike Bennett Vs Tetsuya Naito

(0:36) Era visível a incapacidade de Bennett para reagir perante a frescura do seu oponente. Ele ainda tentou atingir ele com um soco, porém foi de tal forma fraco que Naito se desviou e, após ganhar posição, lhe aplicou um “Destino” que encerrou a match. 

Vencedor: Tetsuya Naito

O japonês se levanta tranquilamente e recebe o seu novo cinturão. Bennett acaba caindo fora do ringue com um ar de desilusão total. O show encerra com Naito fazendo a sua habitual celebração, com o título, e sob o barulho de uma plateia bastante animada com o sucedido.

____________________________________________________

Gostaria de informar todos que este foi o meu último show como booker do Fantasy. Eu iria fazer até ao SummerSlam, porém ninguém estava motivado para promar para algo que iria terminar. Gostaria de agradecer ao Emerson, Diogo e Dôga pela parte gráfica, ao Gian por ter feito parte da Next Gen (embora tenha flopado), ao Jefso por me ter ajudado no booking recente, e a todos os outros que de alguma forma contribuíram para trazer os shows até vós. Também agradeço a todos os que participaram como lutadores, desde os campeões mundiais até aos jobbers, pois sem eles não haveria Fantasy. 

O Jefso vai assumir o Fantasy, porém irá dar um reboot em tudo para recomeçar do zero, no entanto, ele irá fazer isso num blog separado. Pode visitar esse blog clicando aqui.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites