Last 12 #26 - O ano do "Bruiserweight" - House of Wrestling - O melhor do Wrestling!

Last 12 #26 - O ano do "Bruiserweight"

Olá a todos, sejam bem-vindos a mais uma edição do Last 12. Hoje irei falar sobre o atual WWE United Kingdom Champion, Pete Dunne.

WWE

Recuando um pouco mais de um ano, mais precisamente a 20 de maio  de 2017, Pete Dunne receberia uma chance de se tornar WWE UK Champion durante o NXT TakeOver: Chicago frente ao seu parceiro da British Strong Style, Tyler Bate. A luta foi bastante boa, tendo inclusive vencido a categoria ‘Match of the Year’ nos NXT Year-End Awards, e também recebido uma nota de 4,75* por parte de Dave Meltzer. No final, após aplicar um Bitter End, Dunne se tornou campeão pela primeira vez na WWE.

A sua primeira defesa seria uma Fatal 4-Way realizada no primeiro dia da ICW Shug's Hoose Party 4 contra BT Gunn, Trent Seven e Wolfgang, onde reteve com sucesso. Dias depois do TakeOver: Brooklyn III, Wolfgang teria uma nova oportunidade, mas falharia por mais uma vez. Para surpresa dos fãs, o “Bruiserweight” apareceu no Raw no dia 6 de novembro, que seria realizado no Reino Unido. Nessa noite, ele enfrentou e derrotou o Cruiserweight Champion Enzo Amore. Até ao final do ano, Dunne conseguiria ainda reter o seu cinturão por mais três vezes. Duas delas seriam em episódios do NXT, onde venceu Johnny Gargano e, numa revanche da sua luta em Chicago, Tyler Bate. A outra defesa foi no Chapter 60 da PROGRESS contra Jack Gallagher. No Chapter 61, já em 2018, Dunne reteu frente a Joseph Conners.

A 14 de fevereiro, Dunne enfrentou Roderick Strong pelo título e obteve mais uma defesa com sucesso, porém a história entre ambos não ficaria por aí, pois os dois formaram uma dupla para competir no Dusty Rhodes Tag Team Classic. Na primeira ronda, venceram Oney Lorcan e Danny Burch e, nas semifinais, foi a vez dos SAnitY cairem a seus pés. Na final, eles lutaram com os Authors of Pain, mas a luta terminou sem vencedor após a Undisputed Era atacar as duas duplas. Com isso, William Regal decidiu marcar uma Triple Threat Match para o TakeOver: New Orleans, onde estaria em jogo não só os NXT Tag Team Titles, como também o troféu do torneio. Quando parecia que Strong & Dunne iriam vencer, Strong decide atacar o seu parceiro e dar a vitória à UE, se revelando como novo membro da stable.

Na primeira noite do UK Tournament Championship, Dunne se juntou a Seven e Bate para enfrentar a Undisputed Era numa Six-Man Tag Match. A match foi boa e acabou por ser vencida pela British Strong Style. Já na segunda noite do evento, Dunne se manteve campeão após derrotar Zack Gibson, que tinha ganho o torneio, após aplicar um Bitter End. Ele voltaria a enfrentar a Gibson no episódio do NXT pós-TakeOver: Brooklyn IV pelo título e, por mais uma vez, conseguiu se manter campeão. Devido à derrota de Brock Lesnar no SummerSlam para Roman Reigns, Dunne se tornou no atual campeão com maior reinado na WWE. Na semana seguinte, o britânico se uniu ao North American Champion Ricochet para enfrentar Cole e Strong, tendo perdido o combate por falta de entendimento. Isso leva a uma luta entre os dois que irá acontecer no episódio desta semana, onde os dois cinturões estarão em jogo, o que é algo inédito na história do NXT. Quem sairá com a vitória?

Indies

Na Chikara, Pete Dunne se uniu a Trent Seven e Tyler Bate para competir na edição de 2017 do King of Trios, sendo reconhecidos como House Strong Style. Na primeira ronda, derrotaram a House Whitewolf composta por A-Kid, Adam Chase e Zayas. Na fase seguinte, venceram a House Throwbacks de Dasher Hatfield, Mark Angelosetti e Simon Grimm. Nas semifinais, o combate contra a House Rot (Frightmare, Hallowicked e Kobald) seria ganho por desistência e, nas finais, eles derrotaram a House Sendai Girls, composta por Cassandra Miyagi, Dash Chisako e Meiko Satomura, para se tornarem vencedores do torneio.

Em 2017, Dunne também era conhecido por ser o atual PROGRESS World Champion, tendo vencido o título em novembro de 2016 numa 7-Way Elimination Match que contava também com Jimmy Havoc, Matt Riddle, Sebastian, TK Cooper, Travis Banks e Trent Seven. Seguiram-se onze defesas com sucesso, até perder o cinturão para Travis Banks a 10 de setembro de 2017. Em maio deste ano, o “Bruiserweight” participou no Super Strong Style ‘16, tendo vencido Doug Williams na primeira ronda. No entanto, ele perderia para Zack Gibson na fase seguinte por desqualificação após o atingir com uma cadeira. Nesse mesmo fim de semana, Christian Michael Jakobi, o CEO da Westside Xtreme Wrestling lançou um desafio a Dunne para que este enfrentasse o ‘melhor lutador independente da Europa’ (palavras de Jakobi), Ilja Dragunov. Dunne acabou aceitando o desafio no Chapter 69 e, por isso, no maior show britânico realizado nos últimos trinta anos, o Chapter 76: Hello Wembley, teremos Pete Dunne contra Ilja Dragunov diretamente da SSE Arena.

Considerações finais

Não existem dúvidas que Pete Dunne é atualmente um dos melhores jovens talentos em atividade. Com apenas 24 anos, ele demonstra uma grande qualidade em ringue, o que já lhe valeu grandes conquistas em várias empresas. Apesar de ser já um dos maiores nomes das indies, acredito que ele ainda possa dar muito que falar, especialmente porque vem recebendo destaque na programação do NXT e também porque o NXT UK está quase a começar.

Assim termino esta edição, espero que tenham gostado de a ler. Como sempre, podem deixar o vosso voto nos comentários, pois é com base nele que decido quem figura a próxima edição. Tenham um bom domingo e até à próxima.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites