Questionando #5 - E se não tivesse acontecido o incidente 'Chris Benoit'?

Questionando #5 - E se não tivesse acontecido o incidente 'Chris Benoit'?

Desde o início do novo século, vários acontecimentos marcaram a história da WWE, alguns positivos e outros nem tanto. No entanto, se existe acontecimento que marca a empresa pela negativa nos últimos 18 anos, com certeza será o incidente ‘Chris Benoit’.

Nascido e criado no Canadá, Benoit aprendeu a arte do Wrestling na famosa Hart Dungeon, onde teve Stu e Bruce Hart como treinadores. Com um moveset inspirado em seu ídolo Dynamite Kid, o canadense foi ganhando cada vez mais destaque na Stampebe Wrestling que, após o fecho da empresa, o levou a ingressar na New Japan Pro-Wrestling. Na companhia nipônica, Benoit teve várias conquistas, todas elas na Junior Division. Em 1992 ele chegou aos grandes palcos norte-americanos com passagens pela WCW e ECW antes de assinar pela WWF/WWE no ano 2000. A tendência continuou a mesma dos anos anteriores com ele obtendo várias conquistas e tendo um lugar de destaque, especialmente em 2004 quando foi vencedor do Royal Rumble e se tornou World Heavyweight Champion no WrestleMania XX frente a Shawn Michaels e Triple H.

Em 2007 tudo mudaria, aquele que era considerado um dos melhores lutadores a passar pela WWE não apareceu em alguns live events, o que fez com a empresa mandasse a polícia à sua casa para ver o que aconteceu. Nessa visita, os policiais descobriram os corpos de Chris Benoit, Nancy Benoit (esposa) e Daniel Benoit (filho) estendidos no chão sem qualquer sinal de vida. Após um período de investigação concluiu-se que teria sido o próprio lutador a cometer homicídio dos seus familiares e a suicidar-se de seguida. Um dos motivos dados para explicar os seus atos foi a sua mulher ter suspeitas que estava a ser traída com uma lutadora da WWE, o que pode ter levado a que Benoit a assassiná-la e a possivelmente sentir remorsos por isso. No entanto, o motivo mais plausível está relacionado com as várias concussões que teve e que levaram a uma deterioração do seu cérebro (estudos indicavam que tinha um cérebro equivalente a um idoso de 85 anos com Alzheimer). Este último ponto fez com que a WWE passasse a ter uma maior cuidado com esse tipo de lesões cranianas em seus lutadores, um dos casos em que se pode ver isso é Daniel Bryan que levou 3 anos para voltar a ser liberado para competir nos ringues da empresa.

Esse incidente fez com que a WWE nunca mais referisse o nome de Chris Benoit, o ‘esquecendo’ por completo. Com tudo isso, chegamos à pergunta ‘E se esse incidente não tivesse acontecido?’ Será que a WWE acabaria por mudar a sua política de concussões? Será que ainda lutaria atualmente? Será que ele já estaria no Hall of Fame? Que mais teria conquistado nos últimos onze anos? Nos dê a sua opinião sobre o assunto nos comentários.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites