HOW Fantasy: Chapter 5 - Desafiante definido! - House of Wrestling - Tudo sobre WWE e Wrestling em geral

HOW Fantasy: Chapter 5 - Desafiante definido!

Na noite desta sexta-feira, a House of Wrestling realiza mais um dos seus shows semanais diretamente do Geraldão em Recife, no Brasil.


Confira os tópicos apresentados pela empresa para promover o show:


- Cody iria enfrentar Kevin Owens pelo World Heavyweight Championship, porém acabou rescindindo com a empresa para assinar com a AEW. O campeão vai até ao ringue para falar sobre essa situação e sobre a sua vitória no New Beginning.

- Zack Sabre Jr, que irá lutar pelo World Heavyweight Championship no Unbreakable, vai colocar-se à prova contra Randy Orton. Conseguirá ele manter o seu ímpeto em direção ao PPV?

- Jordan Devlin se tornou no primeiro HOW Champion da empresa depois de ter vencido Ted DiBiase Jr e Bram no New Beginning. No entanto, o mesmo acabou sendo atacado pelo estreante Chris Ridgeway. Como irá o “Import Killer” reagir a isso?

- Juice Robinson, Dante Fox, Rey Fenix e Sean O’Haire irão se enfrentar para decidir o candidato principal ao Intercontinental Championship de Aleister Black no Unbreakable. Quem irá vencer e desafiar o mestre do “Black Mass”?

- The Rock reteve o Atlas Championship no New Beginning contra Dean Ambrose e, neste show, vai discursar acerca disso.

Confira tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 20 horas, aqui na House of Wrestling.

Calendário oficial / Roster

Cobertura:


O show começa com uma breve recapitulação do que aconteceu no New Beginning há três semanas atrás, onde foram coroados vários campeões pela primeira vez na empresa e se encerraram algumas grandes rivalidades. Quando termina, “Fight” ecoa pela arena fora e Kevin Owens surge com o World Heavyweight Championship ao ombro fazendo despoletar uma chuva de vaias. Ele caminha com um sorriso irônico até ao ringue, onde irá realizar um discurso.

KO: Calem a vossa patética boca, a qual só saem besteiras. Cada um de vós torceu para que Mike Bennett me derrotasse no New Beginning, mas eu provei que todos vocês estavam errados. Mike Bennett foi apenas mais uma vítima da minha superioridade perante qualquer um naquele vestiário. Ele se chama de “Milagre”, mas o único milagre que se fez sentir naquela noite foi ele acabar saindo pelo seu próprio pé. Todas as suas aspirações para se tornar campeão caíram quando eu o quebrei com um “Pop-Up Powerbomb” e, desde aí, ele nunca mais foi visto em público. Existem até rumores que ele foi despedido depois do que aconteceu, e sabem porquê? Porque Leonardo sabe que o seu plano de me tirar do topo fracassou de tão estúpido que era. Bennett foi apenas mais um fantoche que seguia as ordens dele e, quando não não era mais preciso, foi deitado fora. Isso mostra o quão ingénuas as pessoas são, porque são manipuladas com tamanha facilidade e é por isso que eu, Kevin Owens, não sigo as ordens de ninguém. Eu sigo as regras que eu próprio dito e ninguém pode fazer nada quanto a isso.

A plateia lança vaias na direção de Owens, o fazendo parar por alguns instantes. Após isso, ele continua a falar.

KO: Podem vaiar o quanto quiserem, porém eu sei e vocês sabem que eu tenho razão nas minhas palavras. Mas vocês são demasiado fracos para seguirem os meus passos e é por essa razão que vocês vivem através de sonhos. Quando chegam a casa todas as noites depois de um dia de trabalho, vocês se encostam a um canto a chorar porque queriam ser como Kevin Owens. No fundo sabem que não se conseguem libertar desse vosso mundo e acabam demonstrando sinais de pura incompetência, não fazendo nada para mudar essas vossas patéticas vidas. Mas não precisam de desesperar porque até os vossos heróis demonstram essa fragilidade. Zack Sabre Jr, o homem que vocês tanto admiram e que acreditam que pode me roubar isto - ele levanta o seu cinturão - é igual a vocês. Ele pensa que pode combater contra uma força superior e vencer, no entanto, lá no fundo, ele sabe que será apenas mais um cair. Pode trazer todas as suas forças até ao ringue, todos os seus golpes de submissão, toda a ingenuidade dos fãs que acreditam na sua vitória, porém ainda lhe faltará algo para me derrotar. Por mais que ele tente, nunca terá a qualidade suficiente para vencer o homem que está aqui na vossa frente. E, no final do Unbreakable, ele será apenas mais um que sucumbiu perante mim. E vocês ouviram bem, “no Unbreakable”, porque, se vocês pensam que The Miz ou Daniel Bryan me vão tirar isto, lamento informar que vocês estão novamente errados. Isto é apenas o começo de uma era que durará por muito tempo e eu continuarei a ser a “cara da House of Wrestling”!

Kevin Owens levanta o seu título no alto enquanto “Fight” toca novamente. Vamos para uma curta pausa com o público soltando vaias na sua direção.

Comerciais...

No backstage, Renee Young está acompanhada por Buddy Murphy, o qual irá lhe responder a algumas questões.

Young: Murphy, você esteve muito perto de conseguir a vitória no New Beginning e, consequentemente, se tornar Intercontinental Champion. O que tem a dizer sobre isso?

Murphy: Foi por muito pouco que eu não consegui vencer Aleister Black para me tornar campeão, mas isso foi apenas a minha primeira e única derrota nesta empresa. Eu lhe garanto que, num futuro próximo, quando eu tiver uma nova oportunidade de me conquistar um cinturão, eu não irei falhar. O “Juggernaut” está preparado para qualquer desafio e…

Sem que pudesse terminar a sua fala, Wade Barrett apareceu do nada e atingiu Murphy com um “Bull Hammer”, o fazendo cair no chão inconsciente. O britânico se coloca em cima dele e o começa a socar violentamente, mas acaba sendo separado por alguns árbitros que aparecem. Eles ajudam Murphy a recuperar e vamos para a zona de ringue. “Retaliation” ecoa e Dean Ambrose faz a sua entrada. Matt Riddle vem de seguida enquanto toca “Regulate”.

Singles Match: Dean Ambrose Vs Matt Riddle

(3:10) A luta ainda estava numa fase inicial quando Ambrose simplesmente enlouqueceu e começou a atacar Riddle sem parar. O árbitro tentou colocar ordem nele, mas acabou sendo empurrado, o que o fez terminar o combate por desqualificação.

Vencedor: Matt Riddle

A luta termina, porém Ambrose continua o seu furioso ataque no “King of Bros”. Ele o soca violentamente e lhe aplica um “Diry Deeds”. O “Lunatic Fringe” abandonava a arena, mas volta atrás e atira Riddle contra o poste do ringue pelo lado de fora e lhe aplica mais um “Dirty Deeds”. Ele acaba indo embora enquanto médicos socorrem rapidamente Riddle que está inanimado.

Comerciais…

“Electrifying” toca e The Rock caminha até ao ringue com bastantes aplausos da plateia.

Rock: No New Beginning, The Rock entrou em ringue contra Dean Ambrose colocando o seu Atlas Championship em disputa e Rocky fez o que prometeu. Ambrose não calou a sua bunda e, por essa razão, Rocky foi obrigado a chutar o seu traseiro. Mas Rocky não gosta de ter desafios pendentes e acredita que ainda existe uma pessoa que mereça uma chance pelo seu cinturão. Brock Lesnar lutou por ele há três semanas e acabou perdendo por culpa do lunático maluco que foi abatido. E sabem que mais? Rock está chamando Lesnar para trazer o seu traseiro até ao ringue para que possa lutar novamente com ele. 

Não é preciso esperar muito tempo até “Pain” tocar e Brock Lesnar aparecer acompanhado pelo seu manager, Paul Heyman. Eles caminham lentamente até ao ringue enquanto Heyman discursa.

Heyman: Senhoras e senhores, o meu nome é Paul Heyman e sou…

Rock: Não interessa quem você é,  sua morsa inchada. Rock chamou o seu cliente para competir, não para fazer de figurante numa ópera do Tchaikovsky, por isso cale a porra da sua boca.

Heyman e Lesnar entram no ringue neste instante.

Heyman: Rocky, perceba que, quando está frente a frente com a “Besta Incarnada”, você deixa de ter o poder em suas mãos. Quer saber uma coisa? O meu cliente estava desejoso para voltar a ter uma oportunidade pelo seu título, afinal, ele não perdeu a luta do Chapter 4 de forma legítima, mas nunca esperámos que você fosse homem o suficiente para lhe lançar diretamente um desafio. Brock Lesnar está mais que pronto para ter chance, porém a pergunta que fica no ar é: estará você preparado para ser ‘conquistado’ pela Besta? É o que vamos ficar a descobrir dentro de momentos.

Os lutadores se preparam para iniciar o combate e Heyman abandona o ringue. Um árbitro aparece para oficializar a luta.

Atlas Championship Match: The Rock (c) Vs. Brock Lesnar

(0:04) Ambos iam começar a trocar golpes, mas Will Ospreay e Sabu apareceram na ringside e subiram ao ringue. Lesnar fica olhando para eles, mas acaba sendo atingido com um “Dropkick” nas costas por Dolph Ziggler que também surgiu e causou a desqualificação. Os três homens partem para cima de Lesnar e conseguem o dominar. No entanto, The Rock, que estava no corner oposto assistindo tudo, decide tomar uma atitude e vai ajudar o seu adversário. Em poucos instantes, Lesnar e Rock limpam o ringue, mas...F5 NO CAMPEÃO!!

Vencedor: Brock Lesnar por DQ
Ainda campeão: The Rock

Lesnar fica olhando para Rock caído por alguns segundos até que decide sair da arena. “Pain” volta a tocar e o público reage com algumas vaias para o “Conqueror” e o seu representante.

Comerciais…

Devido ao sucedido anteriormente, uma 3-on-2 Handicap ficou marcada para a próxima semana entre Rock & Lesnar e o trio Ziggler, Ospreay e Sabu. Será que os rivais conseguirão coexistir e vencer apesar da desvantagem numérica?

“Flight Of The Valkyries” ecoa na arena e Daniel Bryan surge com grande apoio da plateia. Ele se dirige até ao ringue e pega em um microfone para falar.

Bryan: Há quatro semanas atrás, eu fui atacado pelas costas por Kevin Owens e, desde esse momento, eu tenho uma enorme vontade de me vingar das suas ações. A adrenalina corre nas minhas veias à espera de ser libertada para acabar com Owens e tudo aquilo que ele representa. Como todos sabem, daqui a duas semanas, eu terei direito a um combate pelo seu WHC   no Chapter 7 e eu não irei desperdiçar essa chance. Todos os dias eu treinei em busca de me tornar aquilo que qualquer um de vós ambiciona ser e, se ele pensa que vai deitar fora todas essas horas diárias de trabalho, então eu tenho a dizer que está completamente errado. E, quando isso acontecer, eu me tornarei no novo World Heavy…

O “GOAT” discursava, mas toca “The Second Coming” e Seth Rollins aparece para uma reação negativa da crowd. Ele caminha até ao ringue, onde fica encarando Bryan antes de falar.

Rollins: Bryan, Bryan, Bryan. Peço-lhe que encare a realidade e entenda de uma vez por todas que não é você que merece a chance de lutar pelo World Heavyweight Championship, e sim EU! Eu tive a minha chance negada após a distração de Zack Sabre Jr e adivinha...não recebi outra. Em vez disso, me colocaram a enfrentar esse maldito inglês para decidir o candidato principal ao cinturão. Todos que acompanharam os shows nas últimas semanas sabem que EU, Seth Rollins, sou vítima do sistema que controla esta empresa. Leonardo atua como vingança após o ter interrompido no início do Chapter 1 e ainda não assimilou que EU sou o verdadeiro merecedor do título. Mas…

Bryan: Rollins, entenda que não existe um ‘mas’ na sua história, você perdeu e devia encarar isso como realidade. Em vez de reclamar vezes sem conta, mostre que você merece essa oportunidade e vença as lutas senão será apenas mais um fracassado que tem contrato com a HOW. Teve uma chance de se tornar candidato principal e falhou então peço-lhe que vá para trás da fila e deixe os verdadeiros lutadores mostrarem a sua capacidade.

Os ânimos se exaltam e ambos começam a falar com um tom mais agressivo.

Rollins: Verdadeiros lutadores? Você acha que eu não sou digno de pisar este ringue, hein? Fique sabendo que eu sou o melhor wrestler desta maldita empresa e que o meu lugar é no topo. Eu não preciso que anões como você me julguem, afinal são apenas usados como escada para lutadores como eu. Nunca na vida você seria capaz de me vencer neste ringue.

Bryan: Isso é um desafio, hein? Se você pensa que eu recuso uma luta com você, então lhe digo que está bastante enganado. No Christmas Brawl, eu venci aquele que o derrotou no New Beginning e irei mostrar ao mundo que você não passa de um mero orador que tenta convencer as pessoas que é bom, apesar de lá no fundo saber que não passa de um lutador medíocre que nada faz para se destacar quando luta.

Rollins: Sim, foi um desafio e, na próxima semana, eu estarei aqui para combater, espero que você seja homem o suficiente para decidir aparecer. E, quando isso acontecer, você poderá se esconder num local isolado para que ninguém veja a desilusão que é. Pense nisso como algo positivo, pois eu lhe irei fazer ter todo o tempo do mundo para salvar a merda de planeta que você tanto ama.

Estas últimas palavras de Rollins não deixaram Bryan muito contente. Este solta um pequeno sorriso e acerta uma tapa em Rollins. O “Architect” fica irritado, porém nada faz e Bryan continua o discurso da forma mais agressiva possível na cara do seu adversário na próxima semana.

Bryan: Você cale a merda da sua boca, porque, se você pensa que eu vou ficar aqui ouvindo insultos seus sem fazer nada, então você é completamente ignorante. Nunca mais ouse falar assim dos meus ideais de vida, senão eu serei obrigado a acertar na sua cara com tanta força que você precisará de ‘arquitetar’ uma nova. NÃO VOLTE A PROFERIR UMA ÚNICA PALAVRA CONTRA O PLANETA NA MINHA CARA, OUVIU? E eu espero que se prepare bem para a luta porque, na próxima semana, eu lhe irei obrigar a sentir na pele toda a raiva que me está fazendo sentir. Se cuide!

Bryan abandona o ringue e Rollins fica imóvel por alguns instantes até que decide colocar o microfone à boca e falar novamente de costas para Bryan.

Rollins: Sabe, Bryan, se esse seu discurso patético foi para me meter medo, então temo que você conseguiu. - ele se vira e apoia nas cordas, encarando Bryan - Eu fiquei com medo daquilo que lhe vou fazer na próxima semana. A sua tapa na minha cara e as palavras que saíram da sua boca apenas acenderam a chama em mim que vão garantir que, na nossa luta, você e o seu querido planeta vão ficar a conhecer três simples palavras que irão causar bastantes estragos: BURN IT DOWN!

“The Second Coming” toca e ambos os lutadores se ficam encarando com um olhar de ódio enquanto o público parece animado com todo o segmento. Nós vamos para uma curta pausa com bastante tensão no ar.

Comerciais...

Toca “Slow Chemical” e Kane surge vindo do inferno para o ringue. Velveteen Dream aparece de seguida enquanto “Velveteen” ecoa na arena.

Singles Match: Kane Vs Velveteen Dream

(9:38) Kane dominava os instantes finais da luta e ia tentar aplicar um “Chokeslam”. No entanto, quando levanta Dream, este consegue escapar para as suas costas e aplica um “Superkick” depois do “Big Red Monster” se virar. Dream sobe ás cordas, onde aplica um “Purple Rainmaker” para conseguir a vitória.

Vencedor: Velveteen Dream

Dream comemora a sua vitória no ringue, porém somos rapidamente direcionados para os bastidores, onde vemos Dean Ambrose atacando novamente Matt Riddle quando este estava sendo levado do gabinete médico da arena de maca para o hospital, onde iria ser melhor examinado. O “Lunatic Fringe” o começa a socar violentamente Riddle com este preso na maca e, depois de tanto bater, ele conduz a maca para a zona de ringue, onde Dream ainda está comemorando a vitória. Ambrose pega na maca e a atira a parte inferior do stage que tinha duas mesas montadas montadas, as quebrando. O “King of Bros” está inanimado e vários médicos aparecem para o ajudar de novo. No entanto, Ambrose olha para o ringue e vê que Velveteen Dream ainda está nele. e corre na sua direção. Este fica sem saber o que fazer e acaba ficando no local, despoletando uma briga entre ambos que termina com um “Dirty Deeds” de Ambrose. O lunático pega em Dream e o posiciona em cima da mesa de comentaristas, onde lhe aplica mais uma vez o seu finalizador, a quebrando. Ambrose ajeita a sua jaqueta e abandona a arena sob bastantes vaias, mas não dá a mínima para a plateia.

Comerciais...

A arena escurece e, após “Ain't No Grave” tocar, The Undertaker surge e caminha lentamente até ao ringue com a sua arrepiante entrada.

Taker: No New Beginning, os raios de luz entraram em território desconhecido e iluminaram a escuridão. Por um só dia, minhas forças foram fúteis para conquistar aquilo que tanto almejava, o HOW Championship, mas, tudo aquilo que preciso é de uma única chance de voltar a fazer o lado negro dominar. Jordan Devlin está no topo porque, por uma só vez, conseguiu sobressair perante os seus rivais, no entanto, eu irei aniquilar qualquer réstia de esperança que lhe reste, pois o “Deadman” não voltará a falhar. Aquilo que…

“I Come from Money” ecoa na arena e interrompe Taker, Ted DiBiase Jr vai até ao ringue.

DiBiase: Undertaker, o quase idoso que se julga capaz de ainda poder combater contra os mais jovens e capacitados. Compreenda, Taker, a sua era acabou há anos atrás e o seu lugar não é mais no topo como você está dizendo. Se existe pessoa que deva receber uma nova chance, sou eu, porque fui a pessoa que esteve mais próxima de vencer Devlin no New Beginning. E eu não quero saber de você, de Devlin ou deste público, eu apenas quero colocar o HOW Championship na minha cintura porque eu, tal como o resto da minha família, nos movemos pelo dinheiro e pelo ouro. Eu, sem o título, posso já ser superior a qualquer um de vocês, pois tenho uma vida luxuosa que todos invejam. No entanto, eu quero pegar esse maldito cinturão porque estou farto de ver notícias de que eu, Ted DiBiase Jr, sou um fracassado que não conseguiu vencer Devlin. E, se for preciso, eu lhe derrotarei para conseguir isso, Taker.

Os lutadores ficam se encarando no centro do ringue, porém agora é a vez de Bram aparecer com “Antichrist”. Ele se dirige rapidamente até ao ringue, porém, em vez de dizer uma única palavra, ele apenas fica olhando nos olhos dos outros dois lutadores. Alguns instantes depois, DiBiase acaba abandonando o ringue com um ar de quem não se interessa por aqueles dois ‘fracassados’. Bram e Taker continuam se encarando por mais de um minuto, mas ficam apenas nisso. “Antichrist” volta a tocar e acabamos por ir para intervalo com mais um momento de tensão no ar.

Comerciais...

Quando a transmissão volta, vemos um vídeo que foi gravado a partir da parte da frente do Palácio de Buckingham, onde vemos Nick Aldis vestido como uma cavalheiro e fazendo gestos a condizer.

Aldis: Olá a todos os aficionados que estão vendo o show da House of Wrestling. Uma nova era está prestes a começar na empresa, pois, eu, Nick Aldis, a jóia da coroa britânica, estou chegando à mesma. No entanto, não se deixem iludir pela minha aparência cavalheiresca, quando eu entrar nesse ringue, todos vocês irão testemunhar a ascensão da estrela inglesa que eu represento. Nos veremos em breve.

Após essas breves palavras, uma mensagem aparece no telão dizendo “Nick Aldis - debuting next week”, a qual é bem recebida pelos fãs.

“Real Bone Master” é tocada e Zack Sabre Jr surge para um grande pop da plateia. De seguida, toca “I'm Shipping Up To Boston” e Randy Orton aparece.

Singles Match: Zack Sabre Jr Vs Randy Orton

(7:18) Randy Orton tentou ter alguma ofensiva no início do combate, porém ZSJ reverteria facilmente isso com a sua capacidade técnica. O combate teve o seu fim após o “Technical Wizard” obrigar o seu adversário a desistir com um “Jim Breaks Armbar”.

Vencedor: Zack Sabre Jr

Depois da luta terminar, ZSJ vai buscar um microfone e faz um breve discurso.

ZSJ: Kevin Owens, a pessoa que mais besteiras diz na empresa. Eu venci Seth Rollins no New Beginning e, com isso, recebi a chance de me tornar World Heavyweight Champion no Unbreakable. Antes disso, KO vai defender o seu título duas vezes devido às suas ações, mas, no fundo, eu quero que ele vença as duas lutas para que possa ser eu a vingar-me daquilo que me fez. E dessa vez, eu irei representar todo o mundo que lhe quer chutar a bunda e fazê-lo arrepender-se de ter assinado pela House of Wrestling!

O britânico larga o microfone e abandona a arena enquanto os fãs presentes o aplaudem.

Comerciais...

Vamos agora para o último combate da noite que decidirá o candidato principal ao título Intercontinental de Aleister Black. Toca “Moon Child” e Juice Robinson aparece no seu jeito festivo. Dante Fox aparece depois ao som de “The War Has Come”. De seguida, “Still D.R.E” ecoa na arena e Rey Fenix entra. Por fim, Sean O’Haire surge com “Come on”.

#1 Contendership to IC Title: Juice Robinson vs Dante Fox vs Rey Fenix vs Sean O'Haire

(15:38) A luta teve momentos em que os quatro lutadores poderiam ter vencido, mas sempre havia algo que impedia isso. No final da luta, Robinson tinha aplicado um “Pulp Friction” em Fox e estava fazendo o pin quando O’Haire salta em ‘Seanton Bomb’ para cima dos dois. Ele atirou Juice para fora do ringue e aplicou um “Widow Maker” em Fox para conseguir a vitória.

Vencedor: Sean O’Haire

O’Haire se levanta lentamente e se preparava para comemorar a sua vitória, no entanto, “Root of All Evil” ecoa na arena e as luzes se apagam por breves instantes. Quando voltam, O’Haire fica olhando para o stage à procura de Aleister Black, mas só alguns segundos depois percebe que o mesmo está sentado no centro do ringue olhando para o seu novo desafiante. O’Haire fica ligeiramente intimidado com a sua presença e sai do ringue, ficando encarando Black a uma distância de segurança. Vamos para intervalo com ambos se encarando.

Comerciais...

São mostrados alguns destaques para o show da próxima semana, nomeadamente Kevin Owens Vs The Miz pelo WHC, Seth Rollins Vs Daniel Bryan, o debut de Nick Aldis e The Rock & Brock Lesnar Vs Will Ospreay, Sabu & Dolph Ziggler.

“Broken Dreams” é tocada e Jordan Devlin aparece com uma reação positiva da crowd. Enquanto realiza a sua entrada, são mostrados os momentos finais do New Beginning, onde Chris Ridgeway se estreou atacando o HOW Champion.

Devlin: No New Beginning, três outros lutadores tentaram obter a conquista do ouro máximo desta companhia e, como podem ver, todos os três fracassaram. - levanta o cinturão para um pop do público - Semanas antes do evento, eu disse a todo o mundo que ninguém me iria parar até atingir o meu objetivo e só um tolo não percebeu a veracidade das minhas palavras. Bram, Ted DiBiase Jr e The Undertaker, vocês foram fadados ao insucesso e insistem em ter uma nova chance por isto. Eu não me importo em vos dar essa chance, pois eu não rejeito qualquer oportunidade de demonstrar a minha superioridade por onde passo, mas primeiro, tenho uns assuntos a tratar com uma certa pessoa.

Uma pausa se faz sentir por alguns segundos até Devlin voltar a levar o microfone à sua boca e retomar o seu discurso.

Devlin: Uma certa pessoa que decidiu me atacar depois da meu duelo com Bram e eu, semana após semana, dia após dia, hora após hora tenho pensado nesse momento. Tudo aquilo que ele me fez será retribuído em dobro. Ele se acha superior por estar em representação de Esparta, mas deveria ter pensado antes de atacar um irlandês. Nós da Irlanda não temos medo de lutar e defendemos os nossos ideais melhor que ninguém neste mundo. Ele iniciou uma guerra que não irá conseguir terminar e, no final de tudo, ele e o seu povo irão pedir por misericórdia. Será…

Devlin discursava, mas rapidamente as luzes da arena se apagaram, ficando apenas um holofote iluminando o irlandês. Ouve-se alguns passos de exército e de, repente, ouve-se a voz de Chris Ridgeway a sair das colunas situadas no topo da arena.

Ridgeway: Uma pena que você pensa que o meu exército é incapaz de destronar o seu reino. Sabe, tudo aquilo que você possui acabará sendo meu algum dia, incluindo esse cinturão que você transporta. 

Devlin solta um grito que interrompe a gravação.

Devlin: Onde você está, imbecil? Apareça de uma vez por todas na minha frente!

Ridgeway: Você não está prestando atenção aos pormenores desta história, Devlin. Olhe bem à sua direita. - um homem com máscara espartana aparece sob um holofote e Devlin se preparava para o atacar - e à sua esquerda - outro homem aparece e Devlin fica confuso - Na verdade, eu estou em todo o lado. - vários homens surgem à vez deixando Devlin cada vez mais confuso e irritado - Mas se olhar bem à sua volta, perceberá que apenas um sou eu e que estou mesmo aqui.

Ridgeway aparece no telão num local que parece um campo de batalha. Ele se ri para Devlin enquanto este percebe que tudo isto não passou de uma fantochada do seu rival e começa a atacar os vários homens que apareceram no ringue durante o segmento. Estes pouco ou nada fazem para evitar isso e são rapidamente enviados para fora do ringue. Devlin volta a pegar no seu microfone.

Devlin: Seus jogos psicológicos não fazem efeito em mim e, a única coisa que você está conseguindo é irritar cada vez mais a minha pessoa. Brinque o que quiser agora porque, num futuro próximo, eu irei aparecer na sua frente em busca de vingança!

Devlin deixa o microfone cair e pega o seu cinturão, o levantando no alto. O show de hoje termina com ambos os homens se encarando odiosamente.


Fim de show.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites