HOW Fantasy - Chapter 6 - Primeira de três defesas! - House of Wrestling - Tudo sobre WWE e Wrestling em geral

HOW Fantasy - Chapter 6 - Primeira de três defesas!

Na noite da próxima sexta-feira, a House of Wrestling realiza mais um dos seus shows diretamente da DirecTV Arena em Buenos Aires, na Argentina.

Confira os tópicos promovidos para o show: 


- Após uma discussão na semana passada, Seth Rollins e Daniel Bryan irão se enfrentar no combate principal deste evento.

- Kevin Owens vai fazer a primeira de três defesas possíveis no espaço de um mês contra The Miz. O seu possível adversário no Unbreakable, Zack Sabre Jr, anunciou que estará atuando como comentarista nesse combate.

- Chris Ridgeway se recusou a comparecer perante Jordan Devlin na semana passada, mas enviou uma mensagem ao mesmo. Como será que a história entre os dois se irá desenrolar neste show?

- Roman Reigns irá fazer um grande anúncio, que terá ele a dizer?

- Após os acontecimentos da semana passada, hoje teremos The Rock e Brock Lesnar a enfrentar Will Ospreay, Dolph Ziggler e Sabu.

- Nick Aldis vai fazer o seu debut.

Confira tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 20 horas, aqui na House of Wrestling.

Calendário Oficial / Roster

_____________________
HOW NOTÍCIAS:

- Foi anunciado que Juice Robinson enfrentará Sami Zayn neste show.

- Foi também anunciado que Bram, Ted DiBiase Jr e The Undertaker se enfrentarão no Unbreakable. O vencedor receberá uma nova chance pelo HOW Championship no dia da final da HOW Cup.
_____________________

Cobertura:


O show começa com Nigel McGuiness e Mauro Ranallo nos dando as boas vindas e nos recordando das várias coisas que irão acontecer neste show. Depois disso, toca “The Truth Reigns” e Roman Reigns realiza a sua entrada até ao ringue, onde fará um grande anúncio.

Reigns: Eu não estou aqui para vos ocupar muito tempo, por isso vou direto ao assunto. Nos últimos tempos, eu não estive no meu melhor e falhei em quase todos os momentos. Tendo em conta as minhas glórias do passado, isso representa um grande contraste relativamente aos tempos correntes. Por essa razão, eu estou aqui para anunciar a minha retirada da empresa. 

O público está surpreendido com essa notícia e começa a apoiar Reigns, mas este rapidamente interrompe.

Reigns: Mas não considerem isto um adeus porque, um dia, eu voltarei a este ringue para chutar as bundas dos meus adversários. O “Big Dog” vai tirar um tempo para estar com a família e amigos para recuperar a sua força e, quando regressar, todos os lutadores no roster deverão ficar preocupados, pois estarei de volta aonde pertenço, ao topo. Acreditem nisso!

Reigns solta o microfone e sobe ao corner para fazer a sua pose. Após isso, o mesmo abandona a arena com o público o aplaudindo.

Quando esse momento termina, vemos um vídeo de Bram gravado em uma região nevosa do seu país.

Bram: Dia 2 de fevereiro, o HOW Unbreakable se realizará e meus dois oponentes sentirão na pele toda a frustração que tenho dentro de mim por não ter conseguido me tornar HOW Champion no passado. Esse será o momento de redenção para mim, pois eu mesmo prometi aos meus Deuses que não falharia na próxima oportunidade que tivesse e assim acontecerá. Se preparem para testemunhar a ascensão do último Viking na Terra!

O vídeo se encerra e vamos para uma curta pausa.

Comerciais...

É feita uma pequena promoção do debut de Nick Aldis e o mesmo aparece depois ao som de “The Gilded Warrior”. O público não sabe como reagir, afinal é a sua estreia na empresa e não sabe o que esperar dele. No ringue, um competidor local está pronto para o combate e se chama Mateus Lima.

Singles Match: Nick Aldis vs. Mateus Lima

(2:01) Aldis mostrou uma postura dominante no seu debut e dominou o combate todo. Ele alcançou a vitória após aplicar um “Mag Daddy Driver” e realizar o pinfall.

Vencedor: Nick Aldis

O britânico se ergue lentamente e agradece ao público pela sua presença no seu debut com alguns movimentos. Ele abandona o ringue de seguida em direção ao backstage.

Vamos até ao backstage, onde vemos Daniel Bryan se preparando para a luta desta noite. Após isso, toca “Rebel Son” e Wade Barrett entra sob vaias.

Barrett: Vocês me dão vômitos ao vaiar os melhores e aplaudindo aqueles que não merecem a vossa atenção. Devem estar se perguntando porque eu ataquei brutalmente Murphy na semana passada e a resposta é bem simples: porque ele me impediu de conquistar o Intercontinental Championship no New Beginning. Aquele fedelho estava à hora errada no local errado e, por essa razão, merece ser punido.

A crowd solta vaias ao inglês, mas este continua a falar após os interromper.

Barrett: Estejam calados, seus malcriados. Vocês não merecem a presença de alguém do meu nível, eu até me sinto enojado com tanta mediocridade aqui presente. São todos como Murphy....

Ele falava, porém “Opposite Ends of the World” ecoa na arena e Murphy aparece correndo em direção do ringue. Ele salta para cima de Barrett e o começa a socar diversas vezes. O australiano o levanta e aplica um “Snap Suplex” e, de seguida, tenta um “Murphy’s Law”, porém Barrett colocou o dedo no seu olho direito e conseguiu escapar do ringue sob vaias. Ambos se ficam encarando por algum tempo até irmos para intervalo.

Comerciais...

“Electrifying” ecoa na arena e o Atlas Champion The Rock aparece com um enorme pop dos fãs. O seu parceiro de hoje, Brock Lesnar, vem de seguida ao som de “Pain”. Por fim, toca “I Am Perfection” e Dolph Ziggler aparece acompanhado por Will Ospreay e Sabu.

3-on-2 Handicap Match: The Rock & Brock Lesnar Vs. Dolph Ziggler, Sabu & Will Ospreay

(13:03) As divergências na Rock n’ Brock Connection eram claras e, juntando isso à desvantagem numérica, lhes causou vários problemas ao longo da luta. No entanto, nos instantes finais, Rock superou a sua rivalidade com Brock e lhe passou o tag em desespero. A “Beast”, que se encontrava irritada, conseguiu a vitória cerca de 2 minutos depois com um “F-5” em Sabu.

Vencedores: Rock n’ Brock Connection

Após a luta, enquanto Lesnar olhava para os corpos caídos dos seus oponentes, Rock voltou ao ringue e aplicou um “Rock Bottom” nele. O “People’s Champion” vai buscar o seu título com um sorriso na cara, afinal conseguiu vingança do “F-5” que sofreu na semana passada.

No telão é transmitido um vídeo em um cemitério, onde The Undertaker se encontra cavando um buraco.

Taker: Uma última oportunidade de colher as almas daqueles que me impediram de conquistar o HOW Championship foi concedida. O “Deadman” não irá fracassar nessa vez e todos os outros irão temer a sua presença e sucumbir perante o seu poder. Em poucas semanas, eles irão descansar...em...paz!

Ele continua cavando e vamos para intervalo.

Comerciais...

Vemos alguns replays dos ataques que Dean Ambrose causou na semana passada. Após isso, o mesmo entra ao som de “Retaliation”, despoletando vaias do público.

Ambrose: Eh, não quero saber da vossa reação estúpida para nada, tal como não me importo com a saúde desses fracassados a que chamam lutadores. Eu apenas me importo comigo mesmo e quero chegar ao topo, não importa como. Se para isso tiver que quebrar os ossos de metade do roster, então que seja. Se for preciso quebrar a cara de Leonardo, então faço-o. Eu sou Dean Ambrose e não ligo a regras idiotas que escrevem para aí nos livros. Eu faço as minhas próprias regras e sabem? Elas dizem que não devo desperdiçar tempo demais dando explicações a pessoas tão fúteis como vocês, então toquem a minha música, pois não vou ficar aqui nem mais um minuto.

Este curto discurso de Ambrose resultou em uma chuva de vaias dos fãs presentes na arena. A sua theme song volta a tocar e ele abandona a arena com o seu ar agressivo e não dando a mínima para as pessoas que o rodeiam.

Nos bastidores, vemos Seth Rollins fazendo um aquecimento de CrossFit para se preparar para a luta de mais tarde.

Comerciais…

Toca “Root of All Evil” e Aleister Black realiza a sua entrada até ao ringue até que...Sean O’Haire surge por trás e o atinge com um objeto na nuca. O candidato ao título pega no cinturão e, perto da cara de Black, diz:

O’Haire: Black, olhe bem para esse título, pois apenas o terá na sua posse por mais três semanas!

Porém Black imediatamente reage e o joga em algumas latas de lixo que estavam por perto. Uma grande Brawl entre os dois que se estende até o ringue. O'Haire que levou a melhor pega uma mesa embaixo do ringue e a leva para cima. Dá para ver um pouco de sangue no rosto de O'Haire mas isso não é nada comparado ao passado dele. O'Haire arma a mesa mas de repente Aleister o acerta com um Kendo Stick e O'Haire fica se contorcendo de dor, Aleister vai pegar mais alguma coisa  debaixo do ringue, e ele tira um jerrican de gasolina e um isqueiro. O'Haire se levanta corre para as cordas e Suicide Dive! A crowd começa a entoar cânticos de “This Is Awesome” enquanto os dois estão exaustos fora do ringue, o locutor lembra que isso é só uma prévia do que teremos no Unbreakable e se isso já é insano o que teremos no PPV será "EXTREME!!!". Enquanto isso os dois wrestlers continuam se batendo fora do ringue, ambos já demonstram cansaço e ambos estão à sangrar. O'Haire põe Black no ringue e aplica um Superkick no mesmo e, após isso, coloca gasolina na mesa e a coloca em chamas com ajuda do isqueiro. O'Haire levanta Black e se prepara para o Powerbomb porém.... Black reverte e aplica um Black Mass em O'Haire, a crowd fica surpresa com o'que está vendo ali. Black pega uma cadeira e acerta na cabeça de O'Haire duas vezes, O'Haire fica de joelhos e mostra os dois dedos do meio para Black e diz “Fuck You”. Black se irrita e aplica dois Black Mass em O'Haire que já estava desacordado, Black caminha e saí do ringue porém de repente decide voltar, ele entra no ringue e ergue O'Haire para aplicar um “Powerbomb” na mesa em chamas. O'Haire se contorce de dor e alguns paramédicos vem com uma maca para levar o mesmo ao hospital, Black ri e pega um microfone

Black: Viram o que acontece com quem me desafia? Isso não é nada comparado com aquilo que eu vou fazer com ele no Unbreakable. Isso se ele se conseguir levantar até lá!

Aleister Black pega o seu título e o ergue no alto enquanto a crowd responde de forma positiva.

Comerciais…

Vemos um curto vídeo de Ted DiBiase Jr. sentado no seu escritório e mexendo em dinheiro.

DiBiase: Digam o que os meus oponentes disserem, eles nunca terão tanto poder quanto eu tenho. Vocês podem dizer que apenas tenho dinheiro, mas o meu pai já provou anteriormente que dinheiro é poder. E, no Unbreakable, o dinheiro me levará até ao HOW Championship.

Voltamos à arena para testemunhar o in-ring debut de Chris Ridgeway. Ele aparece quando “Sparta” toca e começam várias vaias a surgir vindas da plateia. Após a sua entrada, o espartano espera por Baron Corbin que aparece ao som de “I Bring The Darkness”.

Singles Match: Chris Ridgeway Vs. Baron Corbin

(7:34) Ridgeway se manteve focado em acabar rapidamente com o combate e, visto o seu oponente ser mais fraco, conseguiu isso com sucesso. O espartano venceu após colocar o seu oponente na posição vertical de “Suplex” e aplicar um “Olympus Victum”.

Vencedor: Chris Ridgeway

Assim que a campainha toca, Jordan Devlin aparece no stage e corre em direção do ringue. Ridgeway vê isso e rapidamente abandona o ringue em direção à plateia que o vaia. Devlin vai pegar um microfone e sobe ao topo da mesa de comentaristas para poder olhar o seu rival enquanto fala.

Devlin: Ridgey, você pode fugir o quanto quiser de mim, mas, no Unbreakable, nos estaremos enfrentando neste ringue pelo HOW Championship. E, nessa noite, eu irei garantir que você e o seu exército irão fracassar na maior guerra em que participaram!

Devlin ergue o seu título enquanto Ridgeway fica olhando a partir do público. Vamos para intervalo com os dois rivais se encaram à distância.

Comerciais...

Toca “Worlds Apart” e Sami Zayn aparece. O seu adversário, Juice Robinson, aparece de seguida bastante animado ao som de “Moon Child”.

Singles Match: Sami Zayn Vs. Juice Robinson

(9:41) Esta foi uma match virada para a comédia e que animou o público presente na arena. Robinson alcançou a sua primeira vitória na empresa após aplicar um “The Taste”.

Vencedor: Juice Robinson

Após a luta, a animação volta a tomar conta da arena, porém Juice corta o momento e vai pegar um microfone.

Robinson: Esta não a primeira vitória que desejava, pois queria que ela acontecesse na semana passada, porém iremos comemorá-la com uma grande festa em minha casa. Contudo, eu gostaria de desafiar Dante Fox para uma luta no Unbreakable por causa do desfecho da Fatal 4-Way. Hoje é bar abertoooooooooooo!

Robinson continua comemorando enquanto o público reage positivamente a ele. Nós vamos para mais uma curta pausa.

Comerciais…

Quando voltamos, e devido aos acontecimentos entre Aleister Black e Sean O’Haire, a sua luta no Unbreakable é anunciada como sendo uma Last Man Standing.

Está na hora da luta valendo o World Heavyweight Championship. Primeiro, The Miz surge ao som de “I Came to Play”. Após isso, Kevin Owens aparece com “Fight” gerando uma onda de vaias vinda da plateia. Por fim, toca “Real Bone Master” e Zack Sabre Jr entra em direção da mesa de comentaristas, onde irá acompanhar a ação de perto.

World Heavyweight Championship Match: Kevin Owens (c) Vs. The Miz

(14:28) Miz tentou perseguir o seu sonho de se tornar campeão na HOW, porém KO foi areia demais para a sua camioneta. O “Awesome One” ainda teve algumas reações, porém Owens venceu com um “Pop-Up Powerbomb”.

Vencedor e ainda campeão: Kevin Owens

Owens sai do ringue com o seu ar arrogante e coloca o seu cinturão ao ombro. Ele pega também em um microfone e começa a falar mesmo na frente do seu possível adversário no Unbreakable.

Owens: Viste o que eu fiz, Zack? Hein? É aquilo que acontecerá a você no Unbreakable quando acabar com o seu sonho de ser World Heavyweight Champion. Pouco importa se você acha o contrário, pois eu provo a cada noite que sou quem manda aqui. - Owens abre uma garrafa que estava na mesa e atira a água contra ZSJ - Olhe bem para você, não passa de mais um fracassado que acha que pode acabar com o meu reinado…

Nesse momento, Zack Sabre Jr se levanta de repente parecendo que vai atacar KO, porém apenas se levanta e vai embora. Apesar de não haver contato, Owens se assustou no momento por pensar que seria atacado e, devido a isso, o britânico solta um sorriso na sua ida para o backstage. Vamos para intervalo com Owens ligeiramente irritado ao lado do ringue.

Comerciais...

Vamos agora para o combate principal da noite que ficou marcado após um grande confronto no ringue na semana passada. Vemos a repetição desse momento no telão e, logo de seguida, toca “The Second Coming”. Seth Rollins aparece desencadeando uma reação negativa da crowd e se dirigindo até ao ringue. Após isso, ouvimos “Flight Of The Valkyries” que toca e faz os fãs vibrarem com a entrada do seu herói, Daniel Bryan. O “GOAT” faz a sua entrada focado em se vingar das palavras ditas por Rollins na semana passada.

Singles Match: Seth Rollins Vs. Daniel Bryan

(0:00) A luta começa e ambos começam aos círculos dentro do ringue estudando uma forma de atacar sem correr grandes riscos. Segundos depois, ambos se aproximam do centro e fazem um pequeno teste de força com os braços que é ganho por Rollins. Bryan acaba caindo para trás, dando uma cambalhota e se encostando ao corner, onde fica pensando em uma força melhor de abordar o seu oponente.

(0:43) Os dois voltam a fazer círculos em redor no ringue e, em vez do teste de força, Bryan se lança às pernas do seu oponente de modo a fazê-lo cair no chão. Ele dá uma volta em cima do seu corpo para aplicar um “Headlock”. Rollins usa as suas pernas para se livrar da manobra e prende a cabeça de Bryan com elas. O “GOAT” faz rapidamente o Kip-Up e os lutadores acabam ficando de pé novamente.

(1:07) Rollins fica zoando um pouco o seu adversário por ser pequeno, fraco e não o conseguir manter no chão com as suas manobras técnicas, o que acaba irritando ligeiramente Bryan. Este volta a se aproximar de Rollins e tenta socá-lo, porém o “Architect” continua com os seus jogos mentais e coloca o seu corpo entre as cordas, o obrigando a recuar. Rollins solta um sorriso na direção de Bryan que faz a plateia soltar algumas vaias.

(3:51) A luta estava bem rápida e equilibrada até que Bryan acerta um pontapé na cabeça, o colocando de joelhos. O candidato ao WHC corre em direção às cordas para tentar um “Shining Wizard”, mas é recebido por um chute na zona abdominal que o leva ao chão por um momento. Rollins então tenta já finalizar o combate com um “Curb Stomp”, no entanto Bryan se esquiva e pega na sua perna direita para aplicar um “Regal-Plex”. Bryan continua a sua ofensiva e prende um “Sleeper Hold” no seu adversário quando este se encontra no chão. Ele fica alguns instantes nessa manobra para cansar Rollins e rapidamente o levanta para aplicar um “Bridging Dragon Suplex”. O árbitro começa a contagem, mas esta é rápida e termina no dois.

(8:10) Rollins escapou do ringue há uns segundos e se encontra recuperando de alguns golpes que sofreu e o deixaram atordoado. Bryan também sai do ringue por um dos lados adjacentes e tenta continuar o seu ataque, porém Rollins é mais esperto e o acaba atirando de costas contra o poste do ringue. Bryan fica algo queixoso e é posto novamente no ringue por Rollins que tenta a contagem, esta é somente de dois. O”Kingslayer” levanta ele e o atira contra o corner, continuando a sequência com um “Stinger Splash”. Após isso, Rollins o coloca no topo das cordas e aplica um “Superplex” seguido de “Falcon Arrow”. Ele faz o pin, mas a contagem acaba no dois.

(13:21) Neste momento, Rollins tenta aplicar um “Snap Suplex”, no entanto Bryan consegue escapar da manobra e aplica um “Reverse STO” que termina em “Koji Clutch”. O hold é mantido por alguns segundos até que Rollins conseguiu chegar com um dos seus pés nas cordas. Bryan mantém a manobra presa até à contagem de 3, o que faz o árbitro avisá-lo que não deve fazer isso enquanto Rollins se arrasta em esforço para o corner, tentando se levantar. Quando o faz, Bryan corre na sua direção e aplica os seus característicos “Corner Dropkicks”. O “The Beard” vira o seu oponente e encaixa um “German Suplex”. Após isso, ele sobe ao topo das cordas e tenta o “Flying Headbutt”, mas Rollins se desvia no último segundo.

(17:45) Estes são os últimos momentos do combate. Bryan aplicou uma sequência de chutes fortes na cabeça do seu adversário que o colocaram no chão. Ele vai lentamente para o corner, ficando abanando a cabeça diversas vezes como se tivesse maluco. O público sabe o que aí vem e, por essa razão, começa a entoar cânticos de “Yes”. O lutador começa então levantando os seus braços várias vezes entrando em total sintonia com os gritos da plateia. Rollins se levanta e “Running Knee”!! Bryan vai para o pin. 1…..2...Rollins coloca o pé na corda, porém o árbitro está num ângulo que não consegue ver…..3! Daniel Bryan consegue a vitória!

Vencedor: Daniel Bryan

O público vibra com esta vitória de Daniel Bryan que ganha ímpeto rumo à sua luta pelo World Heavyweight Championship contra Kevin Owens. Rollins recupera aos poucos e fica reclamando com o árbitro dizendo que tinha o pé na corda. Enquanto isso, Bryan sobe a rampa e fica soltando cânticos de “Yes” juntamente com o público para dar o show como terminado.

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites