Rumble Week #3: As surpresas mais desapontantes - House of Wrestling - Tudo sobre WWE

Rumble Week #3: As surpresas mais desapontantes

Aqui estamos nós para o terceiro artigo referente ao Royal Rumble, que terá uma nova edição já no próximo domingo. Vamos continuar com um tema negativo da história do evento, desta vez sobre algumas surpresas que acabaram sendo um completo fiasco.

Mil Mascaras


Este é um caso que já falei em um dos anteriores artigos. Em 1997, a WWE sofria uma grande falta de lutadores credíveis o suficiente para participar no Royal Rumble Match e, por essa razão, decidiu incorporar alguns 'luchadores' para colmatar essa lacuna. Era esperado que Mil Mascaras, um dos grandes nomes do México, trouxesse qualidade ao combate, mas ele não era minimamente conhecido pelo público. Com isso, ele foi apenas um dos três estranhos (com Pierroth e Cibernetico) que participaram sem qualquer reação da crowd. Como se isso não bastasse, ainda acabou se auto-eliminando, com alguma polémica à mistura.

Ricardo Rodriguez


No TLC 2011, Alberto del Rio tinha falhado a reconquista do WWE Championship frente a CM Punk e The Miz e, durante essa luta, se lesionou. O tempo de paragem estimado era de seis semanas, então seria de esperar que o mesmo não participasse no Royal Rumble. A desilusão ocorreu quando "Realeza" tocou durante o combate temático, porém seria o seu manager, Ricardo Rodriguez, a aparecer. Felizmente, até teve uma boa reação e proporcionou alguns momentos cômicos, mas mesmo assim foi desapontante face a um retorno de Del Rio.

Honky Tonk Man


Quando se fala sobre o Intercontinental Championship, o nome de Honky Tonk Man é um dos que mais se destaca e, por isso, seria de esperar que fosse tratado como uma lenda quando aparecesse depois da sua retirada dos ringues. Mas, em 2001, ele entraria no Royal Rumble apenas para tocar um pouco da sua guitarra e cantar antes de ser rapidamente eliminado por Kane. Certamente uma aparição de um minuto não é o melhor tratamento a dar a um dos maiores 'heels' da sua geração...

Carlos Colon


Esta foi uma situação parecida à de Mil Mascaras. Carlos Colon, o pai de Carlito, tinha bastante reputação na sua terra natal (Porto Rico) e a WWE achou que seria boa ideia o incorporar no Royal Rumble de 1993. Contudo, a sua participação seria um fracasso por ninguém do público saber quem ele era, afinal era pouco ou nada conhecido nos Estados Unidos.

Rey Mysterio


Esta é talvez uma das entradas mais desapontantes de sempre no que toca ao Royal Rumble Match e aconteceu em 2014. Daniel Bryan estava em ascensão com o "Yes! Movement" e teve uma luta perdida no card do evento contra Bray Wyatt, a qual perdeu.  Desde essa derrota, todos os fãs pensaram que ele entraria no Rumble para ter uma boa participação, afinal seria de esperar que o melhor face da empresa na altura não saísse prejudicado no evento. 29 lutadores entraram e, o público pensando que seria Bryan a entrar, começou a entoar cantos de "Yes". No entanto, assim que Rey Mysterio entrou como número 30, uma chuva de vaias foi na sua direção.


-
Concorda com a lista apresentada? Quem acrescentaria a ela?
Aqui estamos nós para o terceiro artigo referente ao Royal Rumble, que terá uma nova edição já no próximo domingo. Vamos continuar com um tema negativo da história do evento, desta vez sobre algumas surpresas que acabaram sendo um completo fiasco.

Mil Mascaras


Este é um caso que já falei em um dos anteriores artigos. Em 1997, a WWE sofria uma grande falta de lutadores credíveis o suficiente para participar no Royal Rumble Match e, por essa razão, decidiu incorporar alguns 'luchadores' para colmatar essa lacuna. Era esperado que Mil Mascaras, um dos grandes nomes do México, trouxesse qualidade ao combate, mas ele não era minimamente conhecido pelo público. Com isso, ele foi apenas um dos três estranhos (com Pierroth e Cibernetico) que participaram sem qualquer reação da crowd. Como se isso não bastasse, ainda acabou se auto-eliminando, com alguma polémica à mistura.

Ricardo Rodriguez


No TLC 2011, Alberto del Rio tinha falhado a reconquista do WWE Championship frente a CM Punk e The Miz e, durante essa luta, se lesionou. O tempo de paragem estimado era de seis semanas, então seria de esperar que o mesmo não participasse no Royal Rumble. A desilusão ocorreu quando "Realeza" tocou durante o combate temático, porém seria o seu manager, Ricardo Rodriguez, a aparecer. Felizmente, até teve uma boa reação e proporcionou alguns momentos cômicos, mas mesmo assim foi desapontante face a um retorno de Del Rio.

Honky Tonk Man


Quando se fala sobre o Intercontinental Championship, o nome de Honky Tonk Man é um dos que mais se destaca e, por isso, seria de esperar que fosse tratado como uma lenda quando aparecesse depois da sua retirada dos ringues. Mas, em 2001, ele entraria no Royal Rumble apenas para tocar um pouco da sua guitarra e cantar antes de ser rapidamente eliminado por Kane. Certamente uma aparição de um minuto não é o melhor tratamento a dar a um dos maiores 'heels' da sua geração...

Carlos Colon


Esta foi uma situação parecida à de Mil Mascaras. Carlos Colon, o pai de Carlito, tinha bastante reputação na sua terra natal (Porto Rico) e a WWE achou que seria boa ideia o incorporar no Royal Rumble de 1993. Contudo, a sua participação seria um fracasso por ninguém do público saber quem ele era, afinal era pouco ou nada conhecido nos Estados Unidos.

Rey Mysterio


Esta é talvez uma das entradas mais desapontantes de sempre no que toca ao Royal Rumble Match e aconteceu em 2014. Daniel Bryan estava em ascensão com o "Yes! Movement" e teve uma luta perdida no card do evento contra Bray Wyatt, a qual perdeu.  Desde essa derrota, todos os fãs pensaram que ele entraria no Rumble para ter uma boa participação, afinal seria de esperar que o melhor face da empresa na altura não saísse prejudicado no evento. 29 lutadores entraram e, o público pensando que seria Bryan a entrar, começou a entoar cantos de "Yes". No entanto, assim que Rey Mysterio entrou como número 30, uma chuva de vaias foi na sua direção.


-
Concorda com a lista apresentada? Quem acrescentaria a ela?

Sobre / Contato / Anuncie/Advertise / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites