WWE NXT UK TakeOver "Blackpool" - Previsões e análises

Olá, gente, daqui Fábio Pontes que vos vai trazer as previsões e análises do primeiro Pay-Per-View da história do WWE NXT UK que se celebrará em Blackpool. E para me acompanhar, trago Brenno, que é um participante habitual das coberturas do site e fã de UK Wrestling.

Singles Match:
Travis Banks vs. Jordan Devlin

Fábio: Esta é a match que eu acredito que deve ser a opener do show. Além de não ter nenhum título em disputa ou estipulação associada, será entre dois lutadores bastantes bons que podem fazer uma das melhores lutas da noite e trabalhar a crowd para o restante do evento. A rivalidade foi baseada em Devlin tentar provar ser melhor que Banks, porém, quando desafiado para uma luta, ele sempre acabava por recuar. Ela está bem quente e ambos já se tentaram atacar por diversas vezes, nunca o conseguindo fazer com sucesso. Tudo isso me leva a pensar que Devlin irá passar uma boa parte da match a evitar enfrentar o seu oponente e que vencerá de alguma forma menos limpa. Quem sabe, esta pode ser a primeira de várias vitórias que levarão o irlandês até ao título num futuro relativamente próximo.

Vencedor: Jordan Devlin

Brenno:  Um dos últimos a serem anunciados, mas o que sem dúvida alguma é o que mais me chama atenção para por sua capacidade de ser um combate diferenciado e surpresa para o evento. Não só pelo fato dos nomes envolvidos, mas ser o único que não possui um título em jogo ou sequer uma estipulação que o torna único e esse é o ponto que o torna tão indagante. Travis Banks, para os que o acompanharam principalmente na PROGRESS, onde venceu a edição de 2017 do Super Strong Style 16 e, no ano seguinte, conquistou o título principal da empresa, é um wrestler extremamente capaz dentro de ringue. E pelo que se passou nas últimas semanas, nessa rivalidade, a crowd apoia Banks. Do outro lado, Jordan Devlin, que, para mim, pode ser uma futura grande aposta da divisão. Jordan desde a sua participação no primeiro UK Tournament, desenvolveu sua própria persona que cativou não só os fãs irlandeses com o "Import Killer" mas conseguiu alçar voos maiores na cena europeia, onde provou seu valor em ringue com matchs de alta qualidade. E no NXT UK, consegue se firmar como um dos personagens que a crowd pode facilmente odiar com seu personagem arrogante. Vejo como um combate que pode ser um dos primeiros por ser o único combate "tradicional" sem título mas que dependendo do tempo dado para os dois trabalharem, podem envolver a crowd no combate e apresentar um grande combate. Eu acredito que Banks pode ser protegido neste combate por poder ser um próximo grande nome para desafiar o título principal, e uma vitória sobre o Irish Ace o colocaria na posição certa para isso. Eu espero que nesse resultado eu esteja errado e apostem mais no Devlin no futuro.

Vencedor: Travis Banks

No Disqualification Match:
Dave Mastiff vs. Eddie Dennis

Fábio: Esta rivalidade começou há cerca de um mês com uma vitória de Mastiff sobre Dennis, o que fez com que este último atacasse o “Bomber” depois. Isso acabou originando várias brigas entre ambos os lutadores que começaram a criar um ódio intenso um pelo outro e, depois da sua luta na semana passada ter acabado sem vencedor, Johnny Saint decidiu que esses dois se deveriam enfrentar em uma No Disqualification Match. Sendo sincero, esta luta não me inspira e acredito que deverá ser a pior do evento. Contudo, devido à estipulação e à brutalidade que ambos vão trazer, pode ser que a mesma se salve. Acho que Dennis deve terminar com a série invicta de Mastiff de modo a construir o seu personagem e atingir patamares mais elevados.

Vencedor: Eddie Dennis

Brenno: Uma match que pode ser elevada devido à estipulação, que poderia ser curta com cerca de 10 minutos pode se extender e ocupar espaços entre as matchs por título. Vendo como a feud se iniciou e se extendeu, é esperado uma brawl intensa. Dennis e Mastiff não são os mais qualificados do roster mas podem chamar atenção para seu combate em Blackpool com a intensidade que entregarem. Acho improvável um resultado diferente do que a vitória de Eddie Dennis, visto que está sendo preparado para ser um personagem mais importante no ano para o NXT UK do que o "Bomber".

Vencedor: Eddie Dennis

NXT UK Women’s Championship Match:
Rhea Ripley (c) vs. Toni Storm

Fábio: Não existem dúvidas que este combate demonstra um potencial imenso. De um lado, temos Toni Storm que já realizou lutas bastante boas em redor do mundo. No ano passado, inclusive, ela se tornou a vencedora da segunda edição do Mae Young Classic por mérito, afinal teve bons combates no torneio. Por outro lado, temos a campeã Rhea Ripley que tem sido umas das maiores surpresas do roster da empresa nos últimos meses devido à sua constante evolução. O seu personagem é um dos que me causa mais interesse no NXT UK e tem sido construído de forma implacável. Ela já fez vários combates, porém em nenhum deles teve a chance de mostrar todo o seu potencial e, é por essa razão, que acredito que será neste evento que o fará. Além da sua experiente oponente, ela também deverá receber o tempo suficiente para mostrar tudo o que vale. Acho que Ripley sairá de Blackpool como campeã, pois o título pode lhe dar mais espaço para crescer nos próximos tempos.

Vencedora: Rhea Ripley

Brenno: Fábio não poderia ter colocado de uma forma melhor: um combate com imenso potencial. Toni Storm teve um ano repleto de conquistas e pode começar 2019 com a possibilidade de carregar seu primeiro título na empresa. Muitos acreditam que já está pronta para esta alçada, principalmente após vencer a última edição Mae Young Classic. Do outro lado, temos Rhea Ripley; semi-finalista da última edição do torneio vencido por Storm, primeira NXT UK Women's Champion e um dos nomes mais surpreendentes do elenco do NXT UK. Para muitos que acompanharam a edição de 2017 e viram Ripley não acreditariam que se tornaria o personagem de peso para não só sua divisão mas para o NXT UK como um todo. Um combate que pode roubar o show e trazer a divisão feminina para mais próximo do holofote. Ripley apresenta grandes qualidades que a ajudam a se firmar com um nome grande para a divisão; um personagem mais vilanesco com estilo próprio e atitude, consegue se apresentar bem dentro do ringue e pode ser a força dominante da divisão. Porém, Storm possui o carisma, pode não ser a mais performática mas ainda sim é capaz de apresentar algo acima da média em ringue e seu nome está em alta. Acredito numa mudança de mãos no título, pois vejo um futuro no NXT UK em que a divisão tenha promessas que se encaixariam em defesas contra a neozelandesa.

Vencedora: Toni Storm

NXT UK Tag Team Championship Match:
Moustache Mountain (Tyler Bate & Trent Seven) vs. Grizzled Young Veterans (Zack Gibson & James Drake)

Fábio: Aí está a luta que acredito que irá roubar o show. A Moustache Mountain já mostrou que é capaz de proporcionar grande clássicos de Tag Team no NXT contra a Undisputed Era. Zack Gibson também já teve exibiu a alto nível ao enfrentar Pete Dunne pelo UK Championship, então também não deve decepcionar. James Drake é o que mais preocupa no combate, pois ele é ruim in-ring, no entanto, como se tem especializado em lutas de duplas, pode ser que surpreenda. Não tenho quaisqueres dúvidas de que a Moustache Mountain sairá vencedora, afinal os GYV não estão credíveis o suficiente para segurar o ouro.

Vencedores: Tyler Bate & Trent Seven

Brenno: Não vejo muito potencial no combate pelo inaugural NXT UK Tag Team Championship, pois vemos de um lado a dupla Moustache Mountain que já provou seu potencial no NXT e fora da empresa como sendo capazes de entregar boas tag matchs, principalmente após sua rivalidade com a Undisputed Era. Eu discordo do Fábio em relação a James Drake, não acredito que ele será uma peça duvidosa no combate, acredito que a Grizzled Young Veterans é uma tag descente, mas será colocada à prova diante da consolidada Moustache Mountain. Veremos como irão se portar em uma tag match com um peso maior nela. Acredito que será um bom combate, principalmente com a participação da crowd já que teremos Zack Gibson em ação contra a dupla talvez com mais suporte da crowd no NXT UK. Eu acredito em uma vitória gloriosa para a Moustache Mountain com grande apoio da crowd presente e dos que acompanharão em casa devido a possibilidade de continuarem a rivalidade com a Gallus.

Vencedores: Moustache Mountain


UK Championship Match:
Pete Dunne (c) vs. Joe Coffey

Fábio: Vou dizer algo que pode gerar alguma controvérsia, mas eu acredito que Pete Dunne vai sair de Blackpool sem o cinturão por três simples motivos. Primeiro, Joe Coffey pode não ser um dos melhores lutadores da brand, mas está bastante ‘over’, seria um desperdício fazer ele perder nesta altura. Segundo, Dunne já tem o maior reinado da era moderna na WWE e reter o título não traria qualquer benefício para ele atualmente. Fazer ele continuar como campeão tiraria a outros lutadores a oportunidade de mostrarem que podem merecer um lugar no topo. Por último, o TakeOver: Blackpool, como primeiro Pay-Per-View do NXT UK, precisa de algo que o torne memorável e eu simplesmente não encontro nada no alinhamento atual que cumpra esse objetivo. É por isso que acredito que Dunne perca finalmente o UK Championship, pois o fim do seu reinado histórico seria algo marcante para o evento. Já sobre o combate em si, acho que não será nenhuma maravilha, mas que poderá sair algo relativamente bom vindo desses dois lutadores.

Vencedor: Joe Coffey

Brenno: Eu já acho que o Fábio tá maluco. Vendo os últimos episódios, principalmente o último desta semana, é possível não só escutar mas ver como a crowd apoia Dunne, desde a entrada da Gallus é possível escutar "Bruiserweight" e essa é, pra mim, a imagem do NXT UK. Coffey pode ser o mais "over" para disputar contra Dunne, mas Pete Dunne continua sendo a face da marca. Acredito que será um desafio e tanto construírem um próximo desafiante tão grandioso a ponto de tirar o cinturão do “Bruiserweight” sem deixar uma sensação de que foi precoce. Eu aposto fielmente que Pete Dunne entra e sai de Blackpool com o cinturão. Pete Dunne cativa mais a crowd, é mais técnico e possui seu ritmo e intensidade em seus combates que cativa a crowd do NXT UK. Vejo em Coffey um adicional que os desafiantes de Dunne pouco trouxeram; o elemento surpresa. Coffey é um wrestler bastante físico e conhecido por sua força e sua resistência. Combinando esses atributos do "Iron King" com ritmo e a capacidade de entregar intensos combates do “Bruiserweight”, acredito que será um combate em que a energia da crowd inglesa trará um efeito maior ao combate.

Vencedor: Pete Dunne


-
Com qual dos dois você concorda mais? Dê a sua opinião nos comentários.

Olá, gente, daqui Fábio Pontes que vos vai trazer as previsões e análises do primeiro Pay-Per-View da história do WWE NXT UK que se celebrará em Blackpool. E para me acompanhar, trago Brenno, que é um participante habitual das coberturas do site e fã de UK Wrestling.

Singles Match:
Travis Banks vs. Jordan Devlin

Fábio: Esta é a match que eu acredito que deve ser a opener do show. Além de não ter nenhum título em disputa ou estipulação associada, será entre dois lutadores bastantes bons que podem fazer uma das melhores lutas da noite e trabalhar a crowd para o restante do evento. A rivalidade foi baseada em Devlin tentar provar ser melhor que Banks, porém, quando desafiado para uma luta, ele sempre acabava por recuar. Ela está bem quente e ambos já se tentaram atacar por diversas vezes, nunca o conseguindo fazer com sucesso. Tudo isso me leva a pensar que Devlin irá passar uma boa parte da match a evitar enfrentar o seu oponente e que vencerá de alguma forma menos limpa. Quem sabe, esta pode ser a primeira de várias vitórias que levarão o irlandês até ao título num futuro relativamente próximo.

Vencedor: Jordan Devlin

Brenno:  Um dos últimos a serem anunciados, mas o que sem dúvida alguma é o que mais me chama atenção para por sua capacidade de ser um combate diferenciado e surpresa para o evento. Não só pelo fato dos nomes envolvidos, mas ser o único que não possui um título em jogo ou sequer uma estipulação que o torna único e esse é o ponto que o torna tão indagante. Travis Banks, para os que o acompanharam principalmente na PROGRESS, onde venceu a edição de 2017 do Super Strong Style 16 e, no ano seguinte, conquistou o título principal da empresa, é um wrestler extremamente capaz dentro de ringue. E pelo que se passou nas últimas semanas, nessa rivalidade, a crowd apoia Banks. Do outro lado, Jordan Devlin, que, para mim, pode ser uma futura grande aposta da divisão. Jordan desde a sua participação no primeiro UK Tournament, desenvolveu sua própria persona que cativou não só os fãs irlandeses com o "Import Killer" mas conseguiu alçar voos maiores na cena europeia, onde provou seu valor em ringue com matchs de alta qualidade. E no NXT UK, consegue se firmar como um dos personagens que a crowd pode facilmente odiar com seu personagem arrogante. Vejo como um combate que pode ser um dos primeiros por ser o único combate "tradicional" sem título mas que dependendo do tempo dado para os dois trabalharem, podem envolver a crowd no combate e apresentar um grande combate. Eu acredito que Banks pode ser protegido neste combate por poder ser um próximo grande nome para desafiar o título principal, e uma vitória sobre o Irish Ace o colocaria na posição certa para isso. Eu espero que nesse resultado eu esteja errado e apostem mais no Devlin no futuro.

Vencedor: Travis Banks

No Disqualification Match:
Dave Mastiff vs. Eddie Dennis

Fábio: Esta rivalidade começou há cerca de um mês com uma vitória de Mastiff sobre Dennis, o que fez com que este último atacasse o “Bomber” depois. Isso acabou originando várias brigas entre ambos os lutadores que começaram a criar um ódio intenso um pelo outro e, depois da sua luta na semana passada ter acabado sem vencedor, Johnny Saint decidiu que esses dois se deveriam enfrentar em uma No Disqualification Match. Sendo sincero, esta luta não me inspira e acredito que deverá ser a pior do evento. Contudo, devido à estipulação e à brutalidade que ambos vão trazer, pode ser que a mesma se salve. Acho que Dennis deve terminar com a série invicta de Mastiff de modo a construir o seu personagem e atingir patamares mais elevados.

Vencedor: Eddie Dennis

Brenno: Uma match que pode ser elevada devido à estipulação, que poderia ser curta com cerca de 10 minutos pode se extender e ocupar espaços entre as matchs por título. Vendo como a feud se iniciou e se extendeu, é esperado uma brawl intensa. Dennis e Mastiff não são os mais qualificados do roster mas podem chamar atenção para seu combate em Blackpool com a intensidade que entregarem. Acho improvável um resultado diferente do que a vitória de Eddie Dennis, visto que está sendo preparado para ser um personagem mais importante no ano para o NXT UK do que o "Bomber".

Vencedor: Eddie Dennis

NXT UK Women’s Championship Match:
Rhea Ripley (c) vs. Toni Storm

Fábio: Não existem dúvidas que este combate demonstra um potencial imenso. De um lado, temos Toni Storm que já realizou lutas bastante boas em redor do mundo. No ano passado, inclusive, ela se tornou a vencedora da segunda edição do Mae Young Classic por mérito, afinal teve bons combates no torneio. Por outro lado, temos a campeã Rhea Ripley que tem sido umas das maiores surpresas do roster da empresa nos últimos meses devido à sua constante evolução. O seu personagem é um dos que me causa mais interesse no NXT UK e tem sido construído de forma implacável. Ela já fez vários combates, porém em nenhum deles teve a chance de mostrar todo o seu potencial e, é por essa razão, que acredito que será neste evento que o fará. Além da sua experiente oponente, ela também deverá receber o tempo suficiente para mostrar tudo o que vale. Acho que Ripley sairá de Blackpool como campeã, pois o título pode lhe dar mais espaço para crescer nos próximos tempos.

Vencedora: Rhea Ripley

Brenno: Fábio não poderia ter colocado de uma forma melhor: um combate com imenso potencial. Toni Storm teve um ano repleto de conquistas e pode começar 2019 com a possibilidade de carregar seu primeiro título na empresa. Muitos acreditam que já está pronta para esta alçada, principalmente após vencer a última edição Mae Young Classic. Do outro lado, temos Rhea Ripley; semi-finalista da última edição do torneio vencido por Storm, primeira NXT UK Women's Champion e um dos nomes mais surpreendentes do elenco do NXT UK. Para muitos que acompanharam a edição de 2017 e viram Ripley não acreditariam que se tornaria o personagem de peso para não só sua divisão mas para o NXT UK como um todo. Um combate que pode roubar o show e trazer a divisão feminina para mais próximo do holofote. Ripley apresenta grandes qualidades que a ajudam a se firmar com um nome grande para a divisão; um personagem mais vilanesco com estilo próprio e atitude, consegue se apresentar bem dentro do ringue e pode ser a força dominante da divisão. Porém, Storm possui o carisma, pode não ser a mais performática mas ainda sim é capaz de apresentar algo acima da média em ringue e seu nome está em alta. Acredito numa mudança de mãos no título, pois vejo um futuro no NXT UK em que a divisão tenha promessas que se encaixariam em defesas contra a neozelandesa.

Vencedora: Toni Storm

NXT UK Tag Team Championship Match:
Moustache Mountain (Tyler Bate & Trent Seven) vs. Grizzled Young Veterans (Zack Gibson & James Drake)

Fábio: Aí está a luta que acredito que irá roubar o show. A Moustache Mountain já mostrou que é capaz de proporcionar grande clássicos de Tag Team no NXT contra a Undisputed Era. Zack Gibson também já teve exibiu a alto nível ao enfrentar Pete Dunne pelo UK Championship, então também não deve decepcionar. James Drake é o que mais preocupa no combate, pois ele é ruim in-ring, no entanto, como se tem especializado em lutas de duplas, pode ser que surpreenda. Não tenho quaisqueres dúvidas de que a Moustache Mountain sairá vencedora, afinal os GYV não estão credíveis o suficiente para segurar o ouro.

Vencedores: Tyler Bate & Trent Seven

Brenno: Não vejo muito potencial no combate pelo inaugural NXT UK Tag Team Championship, pois vemos de um lado a dupla Moustache Mountain que já provou seu potencial no NXT e fora da empresa como sendo capazes de entregar boas tag matchs, principalmente após sua rivalidade com a Undisputed Era. Eu discordo do Fábio em relação a James Drake, não acredito que ele será uma peça duvidosa no combate, acredito que a Grizzled Young Veterans é uma tag descente, mas será colocada à prova diante da consolidada Moustache Mountain. Veremos como irão se portar em uma tag match com um peso maior nela. Acredito que será um bom combate, principalmente com a participação da crowd já que teremos Zack Gibson em ação contra a dupla talvez com mais suporte da crowd no NXT UK. Eu acredito em uma vitória gloriosa para a Moustache Mountain com grande apoio da crowd presente e dos que acompanharão em casa devido a possibilidade de continuarem a rivalidade com a Gallus.

Vencedores: Moustache Mountain


UK Championship Match:
Pete Dunne (c) vs. Joe Coffey

Fábio: Vou dizer algo que pode gerar alguma controvérsia, mas eu acredito que Pete Dunne vai sair de Blackpool sem o cinturão por três simples motivos. Primeiro, Joe Coffey pode não ser um dos melhores lutadores da brand, mas está bastante ‘over’, seria um desperdício fazer ele perder nesta altura. Segundo, Dunne já tem o maior reinado da era moderna na WWE e reter o título não traria qualquer benefício para ele atualmente. Fazer ele continuar como campeão tiraria a outros lutadores a oportunidade de mostrarem que podem merecer um lugar no topo. Por último, o TakeOver: Blackpool, como primeiro Pay-Per-View do NXT UK, precisa de algo que o torne memorável e eu simplesmente não encontro nada no alinhamento atual que cumpra esse objetivo. É por isso que acredito que Dunne perca finalmente o UK Championship, pois o fim do seu reinado histórico seria algo marcante para o evento. Já sobre o combate em si, acho que não será nenhuma maravilha, mas que poderá sair algo relativamente bom vindo desses dois lutadores.

Vencedor: Joe Coffey

Brenno: Eu já acho que o Fábio tá maluco. Vendo os últimos episódios, principalmente o último desta semana, é possível não só escutar mas ver como a crowd apoia Dunne, desde a entrada da Gallus é possível escutar "Bruiserweight" e essa é, pra mim, a imagem do NXT UK. Coffey pode ser o mais "over" para disputar contra Dunne, mas Pete Dunne continua sendo a face da marca. Acredito que será um desafio e tanto construírem um próximo desafiante tão grandioso a ponto de tirar o cinturão do “Bruiserweight” sem deixar uma sensação de que foi precoce. Eu aposto fielmente que Pete Dunne entra e sai de Blackpool com o cinturão. Pete Dunne cativa mais a crowd, é mais técnico e possui seu ritmo e intensidade em seus combates que cativa a crowd do NXT UK. Vejo em Coffey um adicional que os desafiantes de Dunne pouco trouxeram; o elemento surpresa. Coffey é um wrestler bastante físico e conhecido por sua força e sua resistência. Combinando esses atributos do "Iron King" com ritmo e a capacidade de entregar intensos combates do “Bruiserweight”, acredito que será um combate em que a energia da crowd inglesa trará um efeito maior ao combate.

Vencedor: Pete Dunne


-
Com qual dos dois você concorda mais? Dê a sua opinião nos comentários.

Sobre / Contato / Anuncie/Advertise / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites