HOW Fantasy: Chapter 9 - Rumo ao Royal Rumble! - House of Wrestling - Tudo sobre WWE

HOW Fantasy: Chapter 9 - Rumo ao Royal Rumble!

Na noite desta sexta-feira, dia 8 de março, a House of Wrestling realiza mais um dos seus shows semanais diretamente do Buyant Ukhaa Sport Palace em Ulaanbaatar, na Mongólia.

Confira os tópicos usados para promover o show:


- O grande destaque do show vai para a luta entre Bram e Joe Hendry valendo o HOW Championship. Ela ficou marcada quando o Viking, após a sua conquista na final da HOW Cup, abriu um Open Challenge, sendo este aceite posteriormente pelo ‘Prestigious One’. Será que teremos um novo campeão, ou Bram vai conseguir travar a maldição do HOW Champion?

- Mas essa não é a única luta por títulos que vamos ter neste show, pois Aleister Black irá defender o Intercontinental Championship frente a Dean Ambrose. Ao conseguir a vitória, Black ficará a apenas mais duas defesas de poder trocar o seu cinturão por uma disputa a um dos títulos principais da companhia. Quem sairá da Mongólia com o cinturão?

- Após os desacatos entre Daniel Bryan e The Miz na final da HOW Cup, uma luta entre ambos ficou marcada para este show. O ‘Awesome One’ recebeu a chance de lutar pelo Intercontinental Title no Royal Rumble após vencer Finn Bálor em uma Best of Five Series, no entanto, poderá ter uma maior dificuldade para se tornar campeão caso perca para Bryan. Tudo isso porque, nesse cenário, o ‘Yes!Man’ será adicionado à luta no Royal Rumble, se tornando uma Triple Threat. Poderá Daniel Bryan estragar os planos de The Miz?

- Seth Rollins prometeu que se ia tornar campeão, e a sua promessa foi cumprida. Ele conquistou o World Heavyweight Championship frente a Kevin Owens, na final da HOW Cup, o que acabou tendo consequências bastantes graves para o ex-campeão. Essa derrota fez com que KO acabasse sendo despedido por Leonardo, porém este seria atacado de forma brutal após o combate. Para hoje, foram anunciadas duas coisas: um discurso do novo campeão, e uma atualização do estado do Chairman da House of Wrestling.

- Jordan Devlin, que tinha perdido o HOW Championship no Unbreakable, estará de regresso. Como anunciado anteriormente, ele estará usando a sua cláusula de revanche no Royal Rumble, por essa razão, abrirá o show para falar sobre isso. No entanto, através das redes sociais, o irlandês prometeu revelar uma coisa que vai mudar todo o panorama da House of Wrestling. Que terá ele preparado para nós?

- Brock Lesnar, que ainda segura o Atlas Championship, se tornou no grande vencedor da HOW Cup, lhe dando a chance de enfrentar o HOW Champion ou World Heavyweight Champion no Royal Rumble. Ele prometeu que, neste show, estará revelando a sua escolha perante todos os fãs. Seja qual ela for, será que a ‘Besta’ conseguirá continuar o seu percurso imbatível na empresa?

- O ex-HOW Champion, Chris Ridgeway, vai ter a sua primeira luta após perder o título para Bram. O seu adversário será The Undertaker e, pela qualidade de ambos, parece que iremos testemunhar um grande combate. Quem conseguirá a vitória?

- Na final da HOW Cup, AJ Styles se tornou HOW NexGen Champion após bater Joe Hendry em um grande combate. Nessa mesma noite, Rey Mysterio venceu uma Gauntlet Match contra cinco outros lutadores, recebendo então a chance de enfrentar Styles no Royal Rumble. Neste show, para ganhar ainda mais ímpeto rumo a esse duelo, Rey Mysterio estará enfrentando Buddy Murphy.

- O Road to HOWnniversary terá início no próximo dia 30 de março, quando o Royal Rumble se realizar. O destaque do evento, como seria de esperar, será o 30-Man Royal Rumble Match, que dará ao vencedor uma chance de estar no Main Event do HOWnniversary enfrentando um dos campeões principais. Todos querem querem ‘momentum’ rumo a essa grande luta e, por esse motivo, teremos vários combates sendo realizados neste show, sendo eles: Curt Hawkins vs El Desperado, Sean O’Haire vs CM Punk vs Johnny Gargano e Taiji Ishimori vs Dolph Ziggler.

Confira tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 19 horas, aqui na House of Wrestling.

Deverá promar até ás 18 horas do dia de realização do show.

Pode ver o Roster completo clicando aqui.

Cobertura:


A abrir o show, é mostrado uma pequena promoção do Royal Rumble, bem como algumas imagens de eventos passados que são usadas para promover o show de hoje. Vamos até à arena, onde é feita uma grande abertura com pirotecnias, e somos recebidos com uma grande ovação vinda do público. Corey Graves, Mauro Ranallo e Nigel McGuinness, os nossos comentaristas de serviço, nos dão as boas-vindas e falam sobre o que podemos esperar neste show.

Toca “Broken Dreams”, o que origina uma enorme reação dos fãs. Jordan Devlin surge, mostrando um ar mais determinado que nunca, parecendo querer bastante recuperar o título que já foi seu. Ele caminha até ao ringue, pedindo um microfone para discursar à frente do povo mongol. Então, ele começa a falar, continuando a mostrar essa mesma  determinação em seu semblante.

Devlin: No Unbreakable, todo o trabalho que tive para prestigiar o HOW Championship caiu por terra quando um erro, UM SIMPLES ERRO aconteceu. Tudo o que construído em redor do título tinha desaparecido, esfumou-se, quando eu errei aquela ‘Clothesline’ que permitiu Chris Ridgeway vencer a luta. Mas esse erro não me define. Não é aquele título que me fará deixar de ser o expoente máximo desta empresa. O HOW Championship vai voltar para o meu ombro, e não precisarei de esperar muito tempo para isso. É já no Royal Rumble que estarei usando a minha cláusula de revanche, e pouco me interessa quem será o meu oponente, pois, dessa vez, não existirão falhas minhas que façam alguém se aproveitar.

O irlandês faz uma curta pausa no seu discurso, continuando a falar, instantes depois, com um sorriso irônico na face.

Devlin: Ridgeway… Você se aproveitou de um erro para roubar o meu título, mas onde está ele agora? Tanta promoção da sua parte para isso? “Vou trazer novas glórias para o meu povo espartano”, dizia você, porém, fracassou na sua primeira defesa. É bastante irônico, não acha? Foi oportunista o suficiente para se aproveitar, mas tudo o que se sucedeu a isso provou que você não passa de um flop. No entanto, vamos deixar de falar do passado, pois os meus olhos estão postos na pessoa que derrotou você...Bram.

O público solta alguns aplausos quando o nome de Bram é proferido, obrigando Devlin a parar de falar por alguns instantes. Algumas pessoas da plateia também aproveitaram essa pausa para fazer as Palmas do Trovão.

Devlin: O último Viking à face da terra que, com o passar do tempo, foi espalhando os seus ideais pelos fãs. É incrível como eu já o enfrentei no passado e obti uma vitória. Foi nesse mesmo confronto que eu tomei posse do HOW Championship, mas parece que tudo se inverteu, afinal, é você quem tem a faca e o queijo na mão desta vez. Não sei se você se manterá campeão até lá, já que quer colocar o seu cinturão em jogo sempre que pode, mas posso garantir que, no Royal Rumble, serei eu quem estará erguendo o HOW Championship, mostrando a todo o mundo porque eu sou chamado de ‘Irish Ace’. Você construiu o seu exército com base nestes fãs, brincando juntos ao jogo das palmas, mas quer saber uma coisa? Se você possui um exército, eu possuo um também!

Devlin rapidamente deixa o seu microfone cair e começa a caminhar em direção às cordas para sair, no entanto… começam-se a ouvir sons de tambores. “Art & Life” começa a ecoar e, no telão, aparece o nome de KENTA, levando o público ao delírio. O japonês vai em direção ao ringue, enquanto Devlin permanece olhando para ele. Quando finalmente adentra, os dois se ficam encarando por alguns segundos, até que…

“Destroyer” é tocada e Samoa Joe também surge. Os fãs gritam ‘Joe Joe Joe’ enquanto ele também vai até ao ringue. Ele entra e fica frente a frente com Devlin e KENTA, o que faz os fãs começarem a aplaudir os três homens. Enquanto se encaram, uma theme volta a ser tocada, desta vez “Break Orbit”. Para surpresa de muitos, Neville aparece e caminha rapidamente até ao ringue, se juntando aos outros três homens que nele se encontravam. A reação da plateia é bastante positiva, com os fãs a gostar de cada segundo em que os quatro lutadores se ficam encarando no centro do ringue. Após algum tempo, eles acabam saindo do ringue, sem dar nenhuma explicação sobre o que aquilo significava. De uma forma ou de outra, os fãs continuaram a reagir positivamente enquanto eles cruzavam a cortina em direção ao backstage.

É relembrado que, mais tarde, Aleister Black vai defender o Intercontinental Championship frente a Dean Ambrose.

Vamos até ao backstage, mais propriamente a um dos corredores, onde vemos Rey Mysterio se preparando para a sua luta, que será realizada após o intervalo. No entanto, AJ Styles, NexGen Champion e seu oponente no Royal Rumble, acaba aparecendo.

Styles: Rey Mysterio, a grande lenda mexicana! Com que então será você quem me desafiará no Royal Rumble. Vou ser sincero, sempre quis enfrentar você, pois sei que podemos fazer uma grande luta juntos. No entanto, não será por isso que deixarei de vencê-lo e de me manter campeão. 

Rey: Todos os lutadores que enfrentei no passado diziam a mesma coisa, mas acabariam perdendo, sabe porquê? Porque me desvalorizavam, diziam que eu era seria incapaz de os vencer, mas eu provaria o contrário. Agradeço o facto de me querer enfrentar, porém espero que aproveite as próximas três semanas com esse título, pois acabará sendo meu.

Toca “Aquí estoy” e, ouvindo isso, Rey dá dois tapinhas no título de Styles e cruza o corredor para fazer a sua entrada. O campeão fica olhando para o mexicano se indo embora do local. Rey faz a sua entrada até ao ringue com o apoio dos fãs, enquanto o faz, nós vamos para uma curta pausa.

Comerciais...

Voltamos dos compromissos comerciais e Rey está no ringue. “A Bass Renaissance” ecoa na arena e o seu adversário, Buddy Murphy, realiza a sua entrada.

Singles Match: Rey Mysterio vs Buddy Murphy

(9:26) AJ Styles apareceu durante o combate e se aproximou do ringue, onde ficou acompanhando a ação de perto na mesa de comentaristas. Nos instantes finais da luta, os dois lutadores estavam combatendo fora do ringue quando Murphy tem uma aberta e empurra Rey Mysterio contra o NexGen Champion. O mexicano e Styles começam a trocar alguns pequenos insultos e provocações após isso, o que é aproveitado por Murphy que atira Rey contra os degraus de aço antes de o voltar a colocar no ringue para finalizar com um “Murphy’s Law”.

Vencedor: Buddy Murphy

O australiano fica comemorando a sua vitória no ringue durante um tempo, antes de decidir abandonar a arena. Já Rey, olha com alguma irritação na direção de Styles antes também de sair da arena.

Vamos novamente até ao backstage, onde vemos The Miz fazendo um pequeno aquecimento antes da sua luta contra Daniel Bryan. Nick Aldis passa pelo local e fica conversando com ele.

Aldis: Oi, tudo bem com você?

Miz: Não vê que me estou preparando para a minha luta? Suma daqui.

Aldis: Se acalme, eu não estou aqui para atrapalhar você, mas sim para ajudar. - Miz interrompe o que está fazendo para ouvir - Não sei se viu na final da HOW Cup, eu enfrentei Aleister Black e, infelizmente, acabei perdendo...No entanto, eu descobri alguns dos pontos fracos dele, e aí que posso ajudar você. Nós dois podemos formar uma parceria para nos levar ao topo e podemos começar por conquistar o Intercontinental Championship. Se você aceitar, eu lhe darei vários conselhos para derrotar Black e, acredite, serão preciosos para fazê-lo. 

Miz fica intrigado com isso e puxa Aldis para dentro de uma sala que tinha perto do local onde estavam. Como fechou a porta, foi impossível de voltar a acompanhar a conversa.

Comerciais…

São exibidos os melhores momentos da luta entre Seth Rollins e Kevin Owens na final da HOW Cup, na qual o ‘Kingslayer’ se tornou World Heavyweight Champion. De seguida, toca “The Second Coming” e o mesmo surge com uma boa reação da plateia.

Rollins: Eu disse perante todo o mundo que, na final da HOW Cup, eu seria o homem que estaria erguendo o World Heavyweight Championship acima da cabeça. - ele olha para o título - Bem, parece que cumpri com as minhas palavras, pois, neste momento, eu estou perante vós como campeão! Desde o primeiro show desta empresa, eu tenho provado a tudo e todos que eu sou o melhor lutador que aqui está. Vocês podem ir no backstage que não encontrarão uma única pessoa que esteja ao meu nível. Kevin Owens descobriu da pior forma possível que era inferior a mim. Ele quis se fazer grande, mas, no momento da verdade, ele caiu! E agora? Bem, podemos dizer que sumiu, afinal acabou sendo despedido, como estava em uma das cláusulas do contrato que assinou. No entanto, não estamos aqui para falar do ridículo, e sim da minha conquista.

O público reage de forma positiva ao discurso do ‘Kingslayer’.

Rollins: Existe uma pergunta que quero fazer a todos vós. Porque ainda me apoiam? Desde o primeiro Chapter que eu tenho provado ser superior e foi preciso ‘demitir’ o KO para me começarem a aplaudir? - Rollins faz cara de deboche - Eu sabia que vocês eram ignorantes, mas não o suficiente para chegar a esse ponto. Vocês não me vêem realmente como um exemplo a seguir, e sim como um fantoche. Me usaram como forma de se livrarem de alguém que odiavam, e sabem que mais? Cada um de vocês representa um ser desprezível que não me merece ter como campeão. Aplaudam, apupem, façam o que quiserem, pois isso não mudará o facto de eu não precisar de vocês para nada. Quer queiram ou não, eu sou o vosso World Heav…

A fala de Rollins seria abruptamente interrompida quando Paul Heyman surge no stage. O representante de Brock Lesnar começa então a discursar.

Heyman: Com que então temos aqui o Mr. Rollins. Eu acho curioso você estar aí preocupado com a opinião dos fãs e oponentes que já nem na empresa estão, afinal, você é um campeão. A única coisa com que você se deveria preocupar é com quem lhe mira com o objetivo de lhe roubar isso. - ele aponta para o cinturão de Rollins - O meu cliente, Brock Lesnar, vencedor da primeira edição da HOW Cup e atual Atlas Champion, ganhou a chance de enfrentar um dos campeões principais da empresa e, sabe, eu estou aqui para lhe informar que você será a próxima vítima da “Besta”. 

Rollins: Heyman, você sabe o sacrifício que fiz para conquistar este cinturão e que não será fácil de mo tirar. Eu não quero saber se você me traz uma “Besta” ou outro tipo de criatura qualquer, pois, eu estou neste ringue para combater por aquilo que me pertence. Brock quer me enfrentar? Então diga a ele para aparecer, porque Seth Rollins está pronto para a chacina!

O ‘Kingslayer’ pousa o seu cinturão no chão, se preparando para lutar com Brock Lesnar. Paul Heyman então começa a introduzir o seu cliente.

Heyman: Senhoras e senhores, eu trago até vós o REIGNING, DEFENDING, UNDISPUTED, HOW ATLAS CHAMPION AND HOW CUP WINNER, THE BEAST INCARNATE, BROOOOOOCK LEEEESNAAAAAAAAR! 

“Pain” toca, o que leva a uma reação mista da crowd. Alguns fãs odeiam Lesnar pelas suas ações, porém, outros querem que acabe com Rollins por não concordarem com as palavras deste. No entanto, ele não aparece e a música cessa. Heyman volta então a tomar a palavra.

Heyman: Você terá Brock Lesnar, mas não hoje. - o público vaia intensamente - Você tem algo que Lesnar quer, o World Heavyweight Championship, mas ele quer garantir que você chega inteiro ao Royal Rumble. Caso ele aparecesse aqui e agora, isso seria o seu fim. O meu cliente quer que você chegue inteiro ao evento, pois, só dessa forma, ele poderá competir por esse cinturão. Então, caso você queira Brock Lesnar, eu lhe informo que apenas o terá no Royal Rumble. 

Paul Heyman vira costas e sai de cena enquanto Seth Rollins parece estar irritado no ringue. É com esse acontecimento que nós vamos para mais uma curta pausa.

Comerciais…

É mostrado um vídeo com vários lutadores falando sobre a importância da Mulher na sua vida. O vídeo faz parte da celebração do Dia Internacional da Mulher, que se celebra hoje, dia 8 de março. Parabéns a todas as mulheres que lerem isso.

Vamos agora para a segunda luta da noite. O primeiro a vir é Curt Hawkins, enquanto toca “Face The Facts”. O seu adversário, El Desperado, vem logo a seguir ao som de “Aguja de Abeja”.

Singles Match: Curt Hawkins vs El Desperado

(7:38) Os fracassos recentes da carreira de Desperado fizeram o mesmo parecer mais focado que nunca. Ele trabalhou grande parte da luta no domínio, apenas sendo alvo de pequenas tentativas de ataque por parte do seu adversário. Nos instantes finais, o japonês atirou Hawkins contra o corner e lhe acertou com um “Dropkick”, o deixando abaixado junto ao mesmo e lhe permitindo encaixar um “Cannonball”. Ele então o levantou e aplicou um “Guitarra de la Muerta” que lhe deu a tão almejada vitória.

Vencedor: El Desperado

Alcançando a vitória que tanto ambicionava, El Desperado não hesitou em comemorar freneticamente. O público foi na onda e também comemorou com ele.

Chris Ridgeway está nos bastidores, sentado em um banco arrumando suas ataduras, preparando-se para o seu combate, até que The Undertaker aparece com um sorriso irônico no rosto. Chris Ridgeway demora a virar seu rosto para o homem à sua frente, e quando o faz apenas pergunta uma coisa ao mesmo.

Ridgeway: Vai querer um autógrafo ou uma lança nos dentes?

Taker: Que grande performance você teve com o Bram não é mesmo? É engraçado como você se sucumbiu a ele no final, apertando as mãos, o que foi aquilo? Uma espécie de trégua entre lunáticos? Ou você reconheceu que ele é mais que um lunático? Não, espere! Eu já sei a resposta... é porque você viu que não é perfeito, você está começando a ter seu choque de realidade, a epifania de que o tempo não será bom com você e logo será superado por aqueles que hoje são menores que você. Apertou a mão dele em sinal de paz por ter medo de ficar sozinho no meio do motim, não é mesmo Ridgeway?

Ridgeway se levanta, coçando a cabeça e então estalando o pescoço, ele finalizou suas ataduras e então saiu lentamente da sala sem olhar para o homem a sua frente. Mas antes de sair do bastidor, ele inclinou o pescoço e falou.

Ridgeway: Apertei a mão dele em respeito, por tudo aquilo em que ele se tornou, pelo que ele representa e irá representar. Ele é grande garoto, algo que você nunca vai ser. - Com um sorriso irônico, ele fala entre os dentes. - Não é só ele quem irá se tornar grande assim, eu não estou nenhum passo atrás. Pois, caminhamos juntos.

Então ele deixa a sala, com Undertaker mostrando uma expressão apática no rosto.

Voltamos à arena, onde Dolph Ziggler já está realizando a sua entrada com “I am Perfection”. O seu oponente desta noite, Taiji Ishimori, aparece depois enquanto ecoa “Stressed Out”.

Singles Match: Dolph Ziggler vs Taiji Ishimori

(8:51) Esta foi uma luta equilibrada entre dois homens que tentaram mostrar tudo o que tinham para oferecer. Houve chances para cada um dos lados finalizar, mas seria Ziggler a chegar à vitória após aplicar um “Zig Zag”.

Vencedor: Dolph Ziggler

O ‘Show Off’ fica comemorando a sua vitória no ringue, com Ishimori caído, enquanto vamos para uma pequena pausa.

Comerciais…

É mostrada uma breve recapitulação do que aconteceu no MizTV de há duas semanas entre Daniel Bryan e The Miz. Também vemos imagens rápidas da conversa suspeita que Nick Aldis teve com Miz mais cedo.

Toca “Flight Of The Valkyries” e Daniel Bryan faz a sua entrada sob uma grande reação dos fãs. Ele parece focado em conseguir a vitória, pois ela lhe concederá uma chance de lutar pelo Intercontinental Championship no Royal Rumble. De seguida, toca “I Came to Play” e The Miz surge, calmo e confiante, parando de caminhar quando chega a meio da rampa. Então, toca “The Gilded Warrior” e Nick Aldis acaba aparecendo. O britânico cumprimenta Miz e juntos caminham até ao ringue, mostrando talvez uma nova aliança.

Singles Match: Daniel Bryan vs The Miz c/ Nick Aldis

(1:02) Toda a história que envolve os dois homens, não só na empresa, fez com que ambos mostrassem um ódio intenso logo na fase inicial da luta com eles trocando socos e chutes de forma rápida e violenta. Bryan consegue atingir uma forte cotovelada na face de Miz, que faz o mesmo cair ao chão e rolar para fora do ringue, aproveitando para recuperar. O ‘Awesome One’ então fala com Aldis de modo a tentar montar uma estratégia eficiente para abordar o seu oponente, mas Bryan não perde tempo e se atira em “Suicide Dive” para cima de Miz.

(7:41) The Miz conseguiu aproveitar uma pequena brecha dada por Bryan para o puxar de cara contra o turnbuckle. Ele pisa o abdómen de Bryan com força, o que faz ele ficar em posição sentada se agarrando ao local e, Miz, se aproveitando da situação, ganha balanço contra as cordas e acerta chute na sua cabeça. O ‘A-Lister’ o levanta e conecta um “Russian Leg Sweep” seguido do pin, porém a contagem é somente de dois.

(9:11) Miz volta a erguer o seu adversário e realiza o irish whip contra o corner, no entanto, Bryan consegue realizar o seu comeback com sucesso. O público começa a sentir a sua energia e isso faz com que se iniciem cantos de ‘Yes’. A sequência é prosseguida dos “Yes! Kicks” no peito de Miz, encerrada com um “Roundhouse Kick” na sua cabeça, porém o ‘A-Lister’ consegue se desviar e faz um “School Boy”. O árbitro realiza a contagem, mas ela é somente até dois.

(10:41) Após o sucedido anteriormente, Bryan consegue ser mais rápido que o seu adversário e aplica um “Tiger Suplex” em que Bryan aproveita o balanço para trás e prende um “Single Leg Boston Crab”. Ele usa toda a sua veterania para exercer o máximo de pressão possível na manobra e tentar obrigar Miz a desistir. Porém, Miz consegue rolar para o lado e se livrar disso com alguns chutes na cabeça de Bryan com a perna que está solta.

(14:20) Miz voltou ao domínio da luta e está aplicando neste momento um “Arm Stunner” para tentar machucar o braço de Bryan, o impedindo de executar futuros holds com eficácia máxima. Com o ‘Yes! Man’ de pé e se queixando do braço, Miz se aproveita para aplicar um “Chop Block” que é seguido de um “Figure Four Leg Lock”. No entanto, quando Miz dá a volta necessária para aplicar o golpe, Bryan usa a sua perna livre para o empurrar, o fazendo ir novamente para o exterior do ringue. Nick Aldis se aproxima dele para o tentar ajudar, porém Bryan se atira uma vez mais em “Suicide Dive” e acaba derrubando os dois. Ele atira Miz de volta no ringue e faz o pin, sendo a contagem de dois.

(19:11) Neste momento, Bryan tinha tentado aplicar o “Running Knee”, no entanto Miz conseguiria evitá-lo ao atingir ele com um “Discus Lariat”. Miz fica zombando de Bryan enquanto o começa a atingir com os “Miz Kicks”, clara provocação ao seu adversário. Ele completa a sequência de chutes com sucesso e faz o seu festejo enquanto espera que Bryan se levante. Quando isso acontece, ele tenta o “Skull Crushing Finale”, mas Bryan consegue evitar isso e aproveitar a situação para colocar Miz no chão e prender um “Heel Hook”. Miz tenta escapar da manobra com tudo o que tem, inclusive o seu amigo, Nick Aldis, está gritando para ele não desistir, porém Bryan exerce ainda mais força no golpe e obriga que o ‘A-Lister’ desista.

Vencedor: Daniel Bryan

O ‘Planet Champion” se levanta calmamente e comemora a sua vitória, enquanto o público começa a entoar cantos de ‘Yes’ junto a ele. Aldis puxa Miz para fora do ringue e o ajuda a colocar-se de pé para juntos abandonarem a arena.  Vamos para uma pausa enquanto Bryan fica no ringue ainda festejando.

Comerciais…

Vamos a mais uma luta de preparação para o Royal Rumble Match. Sean O’Haire faz a sua entrada enquanto “Come On” ecoa na arena. De seguida, toca “Cult of Personality” e é CM Punk quem aparece. Por fim, Johnny Gargano surge com “Addicted to Pain”.

Triple Threat Match: Sean O’Haire vs CM Punk vs Johnny Gargano

(2:05) O combate começou com um ritmo rápido imposto especialmente por Gargano, que conseguiu derrubar os seus dois adversários com golpes velozes e precisos. Punk acabou sendo caindo fora do ringue, deixando apenas o ‘All Heart’ e o ‘Devil’s Advocate’ em ação. Gargano ganha balanço para o atingir com um “Running Knee”, visto que o mesmo se encontra de joelhos no chão.

(5:51) Punk tinha voltado à luta e começaria a brigar com Gargano. Com os dois lutadores distraídos entre si, O’Haire conseguiu aplicar um “Double Clothesline”, os deitando ao chão. Seria a partir desse momento que ele ganharia a vantagem que mantém até agora. O ‘Devil’s Advocate’ pega em Punk e o arremessa de uma ponta à outra do ringue com um “Biel Throw”. Ele acaba fazendo o mesmo com Gargano.

(13:33) Punk e Gargano se uniram para tirar O’Haire da equação após o atirarem inúmeras vezes contra o poste do ringue e depois para o meio da crowd. O ‘BITW’ conseguiu alguma vantagem, porém falharia um “Roundhouse Kick” que deu a Gargano a chance de pegar nele e o atirar de cabeça contra o corner com um “Lawn Dart”. Ele aplica um “Last Chance” de seguida, conseguindo então vencer o combate.

Vencedor: Johnny Gargano

Gargano fica comemorando a sua vitória no ringue, enquanto os dois derrotados abandonam a arena desiludidos com o resultado. Ele acaba caminhando em direção à saída quando....

Kevin Owens aparece no público, o que faz os fãs soltarem uma reação bastante negativa. Ele desce a escadaria em direção ao ringue, pegando um microfone pelo caminho. KO o adentra bastante irritado e começa discursar nesse mesmo tom enquanto é vaiado.

KO: Esta empresa deveria ter vergonha do que fez. Ela não só foi tola o suficiente para fazer Seth Rollins o novo World Heavyweight Champion, como também o foi para demitir. Eu sou o melhor lutador que esta companhia tinha, eu dominei cada um dos meus oponentes e, acima de tudo, eu dei prestígio ao título que perdi. Tudo isso é culpa de Leonardo, que pensa que pode manipular tudo e todos para encher o seu bolso. Bem, há duas semanas, ele teve o que mereceu. Aquele ‘Powerbomb’ foi a libertação de todo o ódio que ganhei por ele, e sabem, aquilo me fez sentir muito bem. Ver aquele verme ali estendido no chão foi a melhor sensação que tive na minha carreira. Falando nisso, onde está Leonardo? Será que ainda está em uma cama de hospital? - ele ri ironicamente - Seja como for…

Vários seguranças aparecem e descem a rampa para retirar Owens do local. Eles se posicionam em redor do ringue e se preparavam para subir, mas Corey Graves começa a falar a partir da mesa de comentaristas.

Graves: Eu peço a atenção de toda a gente nesta arena. Eu tenho conversado com Leonardo ao longo da noite através de mensagens e trago algumas novidades quanto à sua situação. Devido ao ataque feito pelo Mr. Owens na final da HOW Cup, o Chairman da House of Wrestling quebrou algumas costelas e deslocou o seu ombro esquerdo. Foi lhe dito pelos médicos que ele precisaria de ficar em casa descansando por algumas semanas, até recuperar totalmente. Estando ele incapaz de realizar a sua função de General Manager nos shows, uma substituto temporário foi eleito pelo mesmo. E a pessoa que vai comandar os shows a partir de agora é…

Corey Graves olha em direção da entrada, começando a tocar “Voices” de seguida. O público começa então a entoar uma enorme reação assim que ouve a música de alguém que marcou a empresa no passado. Randy Orton aparece, calmo e confiante, vestindo um terno preto, e caminha até perto do ringue. Ele fala com os seguranças e diz que tudo está controlado, podendo eles irem embora. Orton entra no ringue após isso e fica de frente para Kevin Owens, ainda com o público aplaudindo a eleição da ‘Víbora’ como General Manager temporário.

Orton: Kevin Owens, o homem que colocou Leonardo em uma cama de hospital por não ser capaz de arcar com as consequências dos seus próprios atos. Quão corajoso você se acha por atacar assim um homem indefeso? Você é quem deveria ter vergonha na cara, pois coragem é algo que lhe falta. Eu não concordo minimamente com as ações, aliás, acho que ninguém neste arena ou lá em casa concorda - o público mostra que concorda com as palavras de Orton - e foi por isso que tive uma longa conversa com Leonardo. Nós chegamos a acordo, e posso dizer que trago boas e más notícias para você. Começando pelas boas, eu lhe informo que a sua demissão nunca foi consumada e que Leonardo pensou duas vezes antes de realmente o fazer. - ouvem-se vaias - No entanto, tudo o que é bom tem um lado negativo, e é aí que entram as notícias ruins para você. 

Randy Orton aumenta a intensidade nas suas próximas falas.

Orton: Eu conheço Leonardo há dois anos, e eu volto a repetir, HÁ DOIS ANOS e não aceito que vermes como você sejam cobardes ao ponto de o atacar daquela forma. Tudo o que tenho por ele é respeito, mas você mostrou completamente o contrário perante ele. Você deveria se sentir grato por lhe ter dado a oportunidade de estar a competir neste ringue nos últimos tempos, pois foi por causa dele que o fez. Eu não aceito o que você fez com ele, afinal ele é como se fosse um irmão para mim. E SABE O QUE RESULTOU DISSO?? Leonardo mostrou toda a confiança que tinha em mim quando me tornou o General Manager, mas eu tinha mais um pedido para lhe fazer. Tudo o que eu queria era uma simples oportunidade de me vingar de você por aquilo que fez a ele. E SABE O QUE RESULTOU DISSO?? Resultou que, no Royal Rumble, eu estarei chutando a sua cabeça!

A crowd fica reagindo da forma mais positiva que podia ao anúncio. Randy Orton atira o microfone ao chão e rapidamente se aproxima de Owens, o ficando a encarar olhos nos olhos com um ar ofegante e irritado. O ‘Prizefighter’ olha nos seus olhos mostrando algum descontentamento perante isso, mas não se atreve a recuar. É com essa imagem forte do confronto entre ambos que fazemos um novo intervalo para compromissos comerciais.

Comerciais...

Vamos até ao backstage, onde vemos Jordan Devlin caminhando juntamente com Neville, Samoa Joe e KENTA até que são interrompidos por Renee Young. 

Young: Os fãs viram o que aconteceu no início do show e estão intrigados com isso. Poderiam dar alguma explicação sobre o sucedido?

Devlin se preparava para responder á pergunta, porém Samoa Joe rouba o microfone das mãos da entrevistadora e toma a palavra de forma agressiva.

Joe: Você quer explicações? Tudo bem, eu lhe dou explicações. Nós somos aqueles que se vão elevar ao topo desta empresa, aqueles que vão derrubar cada um que se oponha a nós. Mas não somos um grupo qualquer, estamos juntos não por amizade, e sim porque todos sabemos que, juntos, podemos chegar ao topo mais rápido. ERA ESSA A EXPLICAÇÃO QUE…

Neville manda Joe se acalmar um pouco, lhe tirando também o microfone.

Neville: Renée, apenas fique atenta ao que vai ver naquele ringue nos próximos tempos. Não teremos piedade perante nossos oponentes e, podem acreditar que, se não nos derem oportunidades, nós iremos atrás delas. E já que você quer explicações, então, na próxima vez que nos tentar abordar, nos trate por Ring Guardians!

O britânico devolve abruptamente o microfone a Renée, que parece estar um pouco chocada com a forma como o grupo lhe respondeu a uma simples pergunta. Os quatro homens se vão embora do local, porém surge Tetsuya Naito, que está em cima de uma caixa de equipamentos a fazer a sua pose de “Tranquilo”. KENTA se deixa ficar para trás do grupo e vai ter com Naito. Ele finge que o vai cumprimentar, porém dá um chute na caixa que quase fez Naito perder o equilíbrio e cair. KENTA solta um sorriso irônico e abandona o local, enquanto Naito se aproxima de Renee.

Naito: Não ligue para esses caras aí, eles não merecem a nossa atenção. Não dou nem dois meses para que comecem a brigar entre si…

KENTA, que ainda ouviu as palavras de Naito, voltou atrás e o acertou com um golpe na nuca quando este estava distraído. Ele começa então a dizer algumas palavras de forma irritada.

KENTA: Tenho a sua atenção agora?

O japonês abandona o local enquanto Renée fica auxiliando Naito a se recuperar. Este, quando se levanta, fica olhando para KENTA, que já se encontra longe, com a mão no local onde sofreu o golpe.

Voltamos à arena, onde iremos ter Andrade Almas abordando a sua derrota na final da HOW Cup, entre outros assuntos. Toca “Making a Difference” e ele surge no topo da rampa, mostrando-se um pouco desiludido por esse resultado, mas tentando esconder isso de todos. Almas é bastante bem recebido pelo público, o qual ele passa um breve olhar. O mexicano começa a andar em direção do ringue quando…

Triple H aparece por trás dele e o atinge com um doloroso “Chop Block”. Almas fica se contorcendo com dores no seu joelho, porém Triple H não parece disposto a terminar o ataque só com esse golpe. O ‘Cerebral Assassin’ começa então a desferir várias pisadelas nele, intervaladas por alguns xingamentos. A crowd lança apupos na direção do veterano lutador, que não parece querer saber da reação para nada. Hunter levanta ‘El Ídolo’ e o atira contra o titantron, fazendo este começar a falhar a imagem que mostrada. Ee se abaixa e pega em Almas pelo cabelo, começando a gritar na sua cara que ele não merece estar naquele ringue e que lhe está roubando os holofotes. HHH o volta a levantar e pega nele em posição de “Pedigree”. Vários árbitros aparecem no local para tentar fazê-lo parar com o ataque. Ele levanta os braços mostrando que vai soltar Almas, mas...PEDIGREE! Triple H não se interessa pelas ordens dos árbitros e aplica o seu finisher sem qualquer tipo de piedade. Ele faz o seu festejo habitual e abandona a arena sob vaias, enquanto o mexicano está sendo atendido pelos árbitros e alguns médicos que aparecem para o examinar.

Comerciais…

Vemos um curto vídeo que promove a luta entre Aleister Black e Dean Ambrose que se celebrará de seguida. Nele é destacado o caminho de destruição do holandês, bem como a tentativa que o ‘Lunático’ tem para se redimir. Também é mostrado um curto vídeo de Ambrose chegando na arena mais cedo, se mostrando confiante na vitória.

Toca “Retaliation” e Dean Ambrose aparece sob vaias vindas da plateia, fazendo a sua típica entrada irreverente. O Intercontinental Champion, Aleister Black, aparece de seguida enquanto “Root of All Evil” ecoa. Ele é aplaudido pelos fãs, que se renderam à sua qualidade.

Intercontinental Championship Match: Dean Ambrose vs Aleister Black (c)

(4:03) Nos primeiros minutos de luta, Ambrose mostrou a sua personalidade tresloucada e se atirou com tudo para cima de Aleister Black. No entanto, seria essa sua postura que lhe causaria o erro que o fez o árbitro o tentar acalmar, sendo isso aproveitado por Black para lhe acertar um forte chute na cabeça. O holandês fez o pin, porém a contagem seria somente de dois.

(9:23) Black tentou encaixar um “Exploder Suplex” no seu adversário, mas Ambrose começou a desferir cotoveladas no seu pescoço que impediram o golpe de ser realizado. Ambrose o atira ao chão e começa a socá-lo violentamente, não o deixando recuperar das cotoveladas de há uns segundos. Mais uma vez, o árbitro pede que ele se acalme, o que dá tempo a Black para recuperar um pouco. Ambrose sobe ao topo das cordas e aplica “Lunatic Fringe Elbow Drop”. Ele faz o pin, mas é só uma contagem de dois.

(16:41) Ambrose estava preste a aplicar um “Dirty Deeds”, no entanto, o campeão consegue reverter o golpe em um “Belly-to-Belly Suplex”. Assim que o ‘Lunático’ se ergue, o holandês lhe acerta um potente “Black Mass”, mas Ambrose acaba caindo para trás e ter forças para aplicar uma “Lunatic Lariat” que faz os dois caírem ao chão. O árbitro começa a contar e, quando chega ao oito, eles conseguem se erguer se apoiando um no outro. Ambrose tenta reagir com alguns socos, lentos e pouco poderosos, que fazem pouco efeito em Black. Quando tenta acertar um mais forte, o campeão se consegue desviar e aplicar um “Cutter” seguido de um “Owari Death Clutch” que faz Ambrose desistir passado algum tempo.

Vencedor: Aleister Black

O ainda Intercontinental Champion recebe o cinturão das mãos do árbitro e comemora com ele. Ambrose fica bastante irritado encostado a uma das barreiras de proteção. Vamos para um curto intervalo com Black sentado no centro do ringue.

Comerciais…

Voltamos e, no backstage, Renee Young se encontra junto a Wade Barrett.

Young: Mr. Barrett, você teve uma dura derrota para Brock Lesnar na grande final da HOW Cup, porém essa não será a única luta que você terá com ele. Você venceu a sua luta no Unbreakable, lhe garantindo uma luta pelo Atlas Championship contra o próprio Lesnar. O que quer dizer sobre isso?

Barrett: Essa luta da HOW Cup foi apenas um acaso. Eu perdi não por minha culpa, mas sim porque Andrade Almas estava lá me atrapalhando. Em um confronto homem a homem somente com Lesnar, seria eu que prevaleceria como o vencedor do torneio e que estaria enfrentando Seth Rollins no Royal Rumble. Mas sabe, eu tenho uma nova chance de enfrentar ele, um contra um, e será aí que o rei clamará a sua coroa. E não há…

O britânico para de falar porque The Rock surge no local, fazendo a plateia soltar vários aplausos, pois não o viam há cerca de um mês. O ‘Great One’ começa então a falar.

Rock: Sabes, Barrett, seria uma pena se alguém lhe estragasse os planos. The Rock está de volta com um propósito, reconquistar o Atlas Championship que perdeu no Unbreakable. Pouco importa se você ganhou uma chance ou não, pois Rocky vai estar nessa luta usando a sua cláusula de revanche, e não há nada que possa fazer quanto a isso. Eu…

O britânico responde a ele dizendo que não se irá intrometer nos seus negócios e uma discussão começa entre ambos. Alguns instantes depois, Brock Lesnar aparece no local com uma cara de deboche e começa a falar.

Lesnar: A mim não me interessa se vêm um ou dois, porque, daqui a duas semanas (no Chapter 11), eu estarei defendendo este cinturão aqui com sucesso. E sim, daqui a duas semanas, Paul Heyman já esteve a falar com Randy Orton sobre não querer nenhum de vocês atrapalhando as minhas chances de vitória no Royal Rumble e cheguei…

Seth Rollins aparece e salta imediatamente para cima da ‘Besta’. Parece que o ‘Kingslayer’ não ficou contente com o que se passou mais cedo e está tentando buscar vingança. Ela consegue colocar Lesnar de joelhos com alguns socos e chutes rápidos, no entanto, o Atlas Champion consegue o empurrar contra The Rock e abandonar o local. Rollins fica irritado com a situação e sai do local pelo lado contrário.

Vamos até ao ringue, onde está tudo pronto para a realização de uma festa Punjabi. Uma longo e cara passadeira vermelha cobre a rampa de acesso ao ringue e, dentro deste, tem também um tapete que parece ser valioso. Toca “Sher” e Jinder Mahal surge acompanhado pelos “marajinhas”, Samir e Sunil Singh. O público vaia, pois ninguém gosta do lutador de origens indianas que se apresenta perante eles. Mahal caminha até ao ringue, confiante que tudo vai correr da forma que ele planejou e que ninguém lhe irá estragar a festa. Ele começa a discursar quando o adentra.

Mahal: O que vos trago aqui hoje é uma festa representante da maior cultura do mundo, a indiana. - o público vaia - Vocês deveriam estar comemorando, pois não é todos os dias que podem testemunhar uma festa de um povo superior ao vosso. A Índia é a maior nação do mundo, ultrapassando de forma clara todas as outras. 

As vaias começam a soar mais altas, o que obriga Mahal a interromper o seu discurso. Sunil toma então a palavra.

Sunil: Vocês deviam ter vergonha do que estão a fazer. Vocês estão a vaiar um homem que vem aqui, perante vós, mostrar toda a sua grandeza. Deveriam estar todos de pé aplaudindo Jinder Mahal por aquilo que está prestes a mostrar, que é o melhor wrestler desta empresa. Mas sabem que mais, eu sinto que está na hora de começarmos com esta festa, pois é o principal motivo para estarmos aqui. TOQUEM OS TAMBORES!!

Várias pessoas com tambores aparecem no stage e começam a tocar ao som de uma música indiana que ninguém conhece. Outras aparecem com uma espécie de bastão com uma bandeira na ponta e começam a dançar pela rampa abaixo. Mahal e os marajinhas parecem estar contentes com toda a animação que se faz sentir, já o público olha para aquilo sem perceber nada do que se está passando. No entanto…

Samoa Joe e Neville aparecem vindos do público e atacam os três lutadores no ringue sem que estes se apercebam que tinha alguém se aproximando. Joe atira brutalmente Samir de ombro contra o poste, o deixando lá pendurado durante algum tempo, imóvel, sem dar sinais de vida. Neville acerta fortes chutes nas pernas e abdómen de Mahal, o incapacitando, e é seguido por vários chops de Joe que deixam o seu peito vermelho. Sunil conseguiu escapar do ringue sem sofrer muito dano, porém Joe e Neville se apercebem disso e saem do ringue também. O marajinha está encurralado pelos dois membros da Ring Guardians e tenta voltar ao ringue para fugir, mas Joe o apanha e atira contra barreira. Neville o continua atacando enquanto Joe pega na parte inferior dos degraus de aço e a coloca no ringue. O ‘Samoan Submission Machine’ atira Sunil na direção de Neville e POP-UP CUTTER! Os dois voltam novamente as suas atenções para Mahal, que ainda está no ringue se recuperando do ataque. Joe o ergue e URANAGE NOS DEGRAUS DE AÇO!! Para terminar o ataque, Joe aplica um “Coquina Clutch” em Samir seguido de um “Rings of Saturn” de Neville, que deixa a manobra presa por alguns segundos. Os dois membros da RG vão embora após isso, deixando o completo caos no ringue.

Comerciais…

Vemos uma pequena confusão entre Joe Hendry e Bram no backstage que ocorreu durante o intervalo. Após algumas provocações do ‘Prestigious One’, Bram mandou a luta ser antecipada para este preciso momento.

Toca “Prestigious” e Joe Hendry realiza a sua entrada até ao ringue com uma reação razoável da crowd. O HOW Champion, Bram, aparece de seguida com “ÓDDIN”, mostrando alguma irritação no seu semblante. Assim que adentra o ringue, ele fica cara a cara com o adversário, porém são separados pelo árbitro do combate.

HOW Championship Match: Joe Hendry vs Bram (c)

(00:25) O gongo soa e ambos performers rodeiam o ringue buscando alguma vantagem sobre seu oponente sem se arriscar tanto. No momento em que Bram conseguiria aplicar um Waist Lock, Hendry é capaz de se esgueirar por baixo de seus braços e se impulsiona pelas cordas opostas e acerta Bram com um Shoulder Block - o campeão não se move e limpa seu ombro enquanto encara o desafiante. Hendry começa a discutir com Bram e o manda fazer o mesmo movimento, que Bram aceita e se impulsiona pelas cordas - Hendry consegue o Single Leg Takedown que surpreende a crowd mongol presente! Hendry aponta para o topo de sua cabeça, remetendo a sua genialidade antes de se impulsionar pelas cordas novamente - Bram consegue se lançar nas pernas de Hendry - O prestigioso consegue saltar por cima do viking e se impulsiona pelas cordas opostas desta vez - Bram responde com um Leapfrog que permite que Hendry passe por debaixo de suas pernas e o faz se rebater nas cordas novamente - O campeão investe contra o prestigioso e o acerta com um Shoulder Block que faz o desafiante responda rolando para o ringside com dores em seu ombro.

(5:43) O campeão conseguiu ter controle do combate pelos primeiros cinco minutos devido à sua intensidade e força diante do desafiante, o mantendo preso ao combate à curta distância e ao wrestling de chão por bastante tempo. Ao redor dos cinco minutos Bram conseguiu prender Hendry ao corner e o puniu com diversos pisões até que o referee o separou do desafiante - que respondeu desafiando o campeão à continuar o assalto. Bram respondeu com um poderoso European Uppercut - mas Hendry ignora completamente e responde com uma sequência de European Uppercuts! Ele prende o campeão no corner oposto e ainda continua com a sequência que derruba o campeão para o fundo do corner! Hendry abre seus braços enquanto a crowd o aplaude antes de se impulsionar pelo corner oposto - Clothesline de Bram - Hendry se esgueira por baixo do braço do campeão e o castiga com um DDT! Ele tenta a contagem! 1! 2! Bram consegue o kickout ainda surpreso com o avanço do desafiante.

(8:23) Hendry conseguiu punir o campeão com bastante inteligência, mantendo distância e acertando socos e chutes que reprimiam o campeão e o impossibilitavam de reagir. Bram esboçava um retorno ao combate ao conseguir reverter uma tentativa de Suplex de Hendry em um Gourdbuster, mas ao se impulsionar pelas cordas, Hendry consegue responder com um Back Elbow que derruba o campeão! O desafiante reprimiu com uma sequência de Knee Drop seguido por um Leg Drop! O prestigioso tenta a contagem mas o viking consegue o kickout no 1 facilmente.

(12:24) Hendry foi capaz de reverter a tentativa de um Clothesline nas cordas de Bram em um Back Body Drop para o lado de fora - ele encarou a crowd com animação que contagiou o público mongol presente e se impulsionou pelas cordas opostas e mergulhou em um Suicid- Bram é capaz de acertar a cabeça do prestigioso com um Big Boot! Hendry tem uma queda feia ao bater no apron e cair no ringside! O viking ergue o prestigioso em um Powerbomb e o direciona contra o ringpost - Hendry consegue saltar e escapa no último instante! Ele empurra Bram contra o ringpost e faz com que o campeão abra um corte em sua testa! Hendry aproveita da oportunidade e prende Bram em um Suplex enquanto virado para o apron - mas ele muda a direção e castiga as costas do viking com um Suplex no ringpost! Hendry arrasta o campeão e o arremessa para dentro do ringue enquanto escala a terceira corda com dificuldades!

(13:24) Hendry se preparava para um Frog Splash - o campeão surpreende a todos com sua resiliência ao escalar a terceira corda com tanta velocidade e se lança junto ao desafiante com um Superplex! Bram não solta o desafiante e se lança por cima do mesmo e o ergue novamente - JACKHAMMER! 1! 2! O prestigioso sobrevive!

(15:30) O combate se tornou mais físico e árduo para os dois performers, com constante trocas de curtos ataques. Bram conseguiu impor sua força feroz ao prender Hendry em um Bearhug no centro do ringue com bastante pressão em sua coluna - o prestigioso foi capaz de escapar após uma sequência de cotoveladas e empurrou Bram contra as cordas e o acertou novamente com um Back Elbow - o Viking absorve o impacto em seu peito mas responde com um profundo grito de guerra antes de acertar Hendry com um poderoso Spinning Wheel Kic- Hendry consegue se esgueirar pela perna de Bram e o prende em um Ankle Lock! O campeão se arrasta até próximo do corner - o desafiante prevê a aproximação das cordas e tenta arrastá-lo de volta ao centro do ringue - Bram é forte o suficiente para arremessar Hendry contra o corner próximo com sua perna presa - o viking dispara contra o prestigioso - Hendry consegue se esquivar e o campeão colide de peito ao corner! Hendry ergue o campeão em um Olympic Slam! Ele tenta a contagem! 1! 2! O campeão consegue o kickout enquanto Hendry balança sua cabeça em negação!

(16:21) O prestigioso se escorou ao corner enquanto observava o viking se erguer e ergueu em um Christmas Gif- Bram consegue escorrer pelas costas de Hendry e rapidamente o prende em um Vertebr- o desafiante consegue escorregar pelas costas do campeão e o empurra contra as cordas e se lança em um Jumping Kn- POP-UP SITOUT POWERBOMB DE BRAM! 1! 2! Hendry consegue o kickout! O viking se torna impaciente e se esgueira no corner mais distante ao prestigioso e pisoteia o ringue enquanto o observa se erguer! Bram dispara em um Sp- Jumping High Knee! Os dois desabam no centro do ringue para aplausos do povo mongol!

(17:40) Hendry foi capaz de se erguer primeiro e rapidamente erguer o campeão na posição inicial do Freak of Nature e o arremessou para trás - Bram aterrissa em pé e a crowd vai ao delírio! Hendry acredita que essa ovação é para ele e se ergue rindo, ainda extremamente cansado, porém, dá de cara com o viking em sua postura intimidadora sem se mover e não acredita - ele tenta disparar contra o campeão - SPEAR! Bram enterra as costas de Hendry ao solo para explosão da crowd! O campeão ergue o desafiante e o finaliza com um Vertebreaker! Ele vai para a contagem e 1! 2! 3!

Vencedor: Bram

O Viking se ergue exausto, recebendo então o seu cinturão das mãos do árbitro. Hendry se mostra desiludido com o resultado e se encosta ao corner vendo Bram comemorando a sua vitória. O campeão acaba estendendo a mão para ele, que acaba aceitando de forma relutante antes de abandonar a arena cabisbaixo. Bram continua no ringue a comemorar enquanto vamos para o último intervalo da noite.

Comerciais...

Vamos até ao locker de Johnny Gargano, onde o mesmo estará enviando uma mensagem.

Gargano: O meu percurso até aqui tem tido altos e baixos, porém a vitória de hoje mostrou que eu estou preparado para coisas maiores do que aquelas que enfrentei nos últimos tempos. Eu estive perto de conquistar o NexGen Championship durante a HOW Cup, mas sabem, eu estou mirando algo com mais prestígio do que esse cinturão. Dia 30 de março, no Royal Rumble, eu estarei enfrentando outros 29 lutadores. Ou melhor, eu estarei derrotando outros 29 lutadores para estar no Main Event do HOWnniversary. E, nesse dia, todos eles irão entender o verdadeiro significado de GAR-GA-NO CHANCE!

Assim que ele termina de enviar essa mensagem, nós vamos até à arena para ver a última luta da noite. Toca “Sparta” e Chris Ridgeway realiza a sua entrada até ao ringue, O seu oponente de hoje, The Undertaker, aparece logo a seguir com “Ain't No Grave”.

Singles Match: Chris Ridgeway vs The Undertaker

(07:35) O combate começou com muita violência, Undertaker queria voltar a mostrar sua força, devido os fracassos que ele passou ao longo do tempo. Ele dominou esse início de combate contra Chris, ele o jogou contra o corner, correu e lhe acertou um poderoso Clothesline, fazendo Ridgeway cair de peito no chão, Taker então ergue ele rapidamente e aplica um Powerbomb no Spartan!

(14:01) Ridgeway estava passando problemas com a agressividade e o tamanho de Taker, mas ele usou sua agilidade como resposta. Quando Taker tentou aplicar um Big Boot, Ridgway desliza por baixo e fica nas costas de Taker e aproveita para lhe aplicar um Dropkick, lançando seu adversário nas cordas, ele aproveitou para aplicar um Clothesline que jogou Taker para fora do ringue, Ridgeway correu para as cordas, pegou impulso e voou sob as cordas atingindo Taker em cheio!!

(21:54) Ridgeway estava confiante de levar mais um combate, enquanto Taker estava incrédulo, ele não iria aceitar mais uma derrota. Ele aplicou um soco no queixo de Ridgeway que o fez ficar zonzo por um breve segundo, ele aproveitou para aplicar um Leaping Clothesline!! Ridgeway ainda está de pé e Taker o pega e aplica um Snake Eyes jogando-o no corner e pega velocidade para aplicar um Big Boot!! Ele vai para o Pin...1...2...

Ridgeway escapa! Incrédulo, Undertaker o segura pelo pescoço e o levanta com uma força incrível e aplica um Chokeslam! Ele vai novamente para o Pin...1...2...

Novamente Ridgeway escapa para a ira de Undertaker!! Ele ficou farto, ele levantou mais uma vez o Espartano, ele o coloca em posição para aplicar o Tombstone Piledriver! Mas não, Ridgeway joga seu peso contra o corpo e acaba invertendo a posição, ele não perde tempo e aplica um Piledriver em Undertaker!! Não acabou, ele se arrastou até o corner e está esperando Undertaker se levantar para o...SPARTA’S WRATH!! Ele vai para o pin...1...2...

ESPERE UM POUCO!! DANTE FOX ATACA RIDGEWAY COM UMA CADEIRA!  Quem aparece também é Thumbtack Jack que levanta Ridgeway para Undertaker e Fox, os dois juntos aplicam um Big Boot no espartano.

Vencedor: Chris Ridgeway por DQ

Bram aparece e ataca os três homens, ele domina-os sozinho até que é atacado por cadeiras e kendo sticks pelas costas! Agora o trio volta a ter o domínio sobre o campeão e o seu adversário. Eles estão preparando uma mesa de comentários fora do ringue, parece que vão atirar Bram nela! Os três erguem Bram, eles vão atirar ele em uma Triple Powerbomb!! Mas ESPERE! As luzes da arena se apagam, e alguns homens com turbantes aparecem na rampa de entrada, eles começam a tocar tambores, fumaça começa a vir dos arredores, uma breve melodia toma conta da arena em sua escuridão. Um homem com um manto negro aparece caminhando lentamente até a rampa. Então na arena ecoa “Fate’s Dark Hand” e as luzes voltam de forma lenta, o homem tira o manto se revelando ser MARK HASKINS!!! O mesmo encara o trio e sorri para eles, é então que os mesmos largam Bram e vão até Haskins, que não perde tempo e parte para o ataque, na tentativa de salvar Bram e Ridgeway, que estão caídos fora do ringue. Haskins mostra grande técnica e agilidade ao controlar os atacantes, mas então quando parecia que ele seria atacado pelas costas Chris Ridgeway aparece e o salva, aplicando um Sparta’s Wrath em Fox, Bram se levanta e caminha até Jack e lhe chuta o estômago e o coloca em posição de aplicar o Vertebraker no chão de concreto!! Haskins está em ringue contra Taker, ele o está dominando até que decide dar um fim a isso e aplica um Persian Pride!! Bram e Ridgeway sobem ao ringue e os três homens ficam se encarando até que Mark Haskins estica a mão para os dois que o apertam e então juntos eles erguem os braços de Haskins o apresentando a crowd, que o aplaudia com vigor. Enquanto o outro trio se recuperava da batalha do lado de fora do ringue.

Graves: Parece que estamos vendo o nascimento de algo grandioso aqui está noite. Chris Ridgeway, o Espartano. Bram, o Viking. E agora Mark Haskins... O Persa. O que estes três homens juntos planejam fazer? Ou mais importante que isso... do que estes três homens, juntos, são capazes de fazer?

O show se encerra com a comemoração do trio de guerreiros no centro do ringue.


Fim de show.

Na noite desta sexta-feira, dia 8 de março, a House of Wrestling realiza mais um dos seus shows semanais diretamente do Buyant Ukhaa Sport Palace em Ulaanbaatar, na Mongólia.

Confira os tópicos usados para promover o show:


- O grande destaque do show vai para a luta entre Bram e Joe Hendry valendo o HOW Championship. Ela ficou marcada quando o Viking, após a sua conquista na final da HOW Cup, abriu um Open Challenge, sendo este aceite posteriormente pelo ‘Prestigious One’. Será que teremos um novo campeão, ou Bram vai conseguir travar a maldição do HOW Champion?

- Mas essa não é a única luta por títulos que vamos ter neste show, pois Aleister Black irá defender o Intercontinental Championship frente a Dean Ambrose. Ao conseguir a vitória, Black ficará a apenas mais duas defesas de poder trocar o seu cinturão por uma disputa a um dos títulos principais da companhia. Quem sairá da Mongólia com o cinturão?

- Após os desacatos entre Daniel Bryan e The Miz na final da HOW Cup, uma luta entre ambos ficou marcada para este show. O ‘Awesome One’ recebeu a chance de lutar pelo Intercontinental Title no Royal Rumble após vencer Finn Bálor em uma Best of Five Series, no entanto, poderá ter uma maior dificuldade para se tornar campeão caso perca para Bryan. Tudo isso porque, nesse cenário, o ‘Yes!Man’ será adicionado à luta no Royal Rumble, se tornando uma Triple Threat. Poderá Daniel Bryan estragar os planos de The Miz?

- Seth Rollins prometeu que se ia tornar campeão, e a sua promessa foi cumprida. Ele conquistou o World Heavyweight Championship frente a Kevin Owens, na final da HOW Cup, o que acabou tendo consequências bastantes graves para o ex-campeão. Essa derrota fez com que KO acabasse sendo despedido por Leonardo, porém este seria atacado de forma brutal após o combate. Para hoje, foram anunciadas duas coisas: um discurso do novo campeão, e uma atualização do estado do Chairman da House of Wrestling.

- Jordan Devlin, que tinha perdido o HOW Championship no Unbreakable, estará de regresso. Como anunciado anteriormente, ele estará usando a sua cláusula de revanche no Royal Rumble, por essa razão, abrirá o show para falar sobre isso. No entanto, através das redes sociais, o irlandês prometeu revelar uma coisa que vai mudar todo o panorama da House of Wrestling. Que terá ele preparado para nós?

- Brock Lesnar, que ainda segura o Atlas Championship, se tornou no grande vencedor da HOW Cup, lhe dando a chance de enfrentar o HOW Champion ou World Heavyweight Champion no Royal Rumble. Ele prometeu que, neste show, estará revelando a sua escolha perante todos os fãs. Seja qual ela for, será que a ‘Besta’ conseguirá continuar o seu percurso imbatível na empresa?

- O ex-HOW Champion, Chris Ridgeway, vai ter a sua primeira luta após perder o título para Bram. O seu adversário será The Undertaker e, pela qualidade de ambos, parece que iremos testemunhar um grande combate. Quem conseguirá a vitória?

- Na final da HOW Cup, AJ Styles se tornou HOW NexGen Champion após bater Joe Hendry em um grande combate. Nessa mesma noite, Rey Mysterio venceu uma Gauntlet Match contra cinco outros lutadores, recebendo então a chance de enfrentar Styles no Royal Rumble. Neste show, para ganhar ainda mais ímpeto rumo a esse duelo, Rey Mysterio estará enfrentando Buddy Murphy.

- O Road to HOWnniversary terá início no próximo dia 30 de março, quando o Royal Rumble se realizar. O destaque do evento, como seria de esperar, será o 30-Man Royal Rumble Match, que dará ao vencedor uma chance de estar no Main Event do HOWnniversary enfrentando um dos campeões principais. Todos querem querem ‘momentum’ rumo a essa grande luta e, por esse motivo, teremos vários combates sendo realizados neste show, sendo eles: Curt Hawkins vs El Desperado, Sean O’Haire vs CM Punk vs Johnny Gargano e Taiji Ishimori vs Dolph Ziggler.

Confira tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 19 horas, aqui na House of Wrestling.

Deverá promar até ás 18 horas do dia de realização do show.

Pode ver o Roster completo clicando aqui.

Cobertura:


A abrir o show, é mostrado uma pequena promoção do Royal Rumble, bem como algumas imagens de eventos passados que são usadas para promover o show de hoje. Vamos até à arena, onde é feita uma grande abertura com pirotecnias, e somos recebidos com uma grande ovação vinda do público. Corey Graves, Mauro Ranallo e Nigel McGuinness, os nossos comentaristas de serviço, nos dão as boas-vindas e falam sobre o que podemos esperar neste show.

Toca “Broken Dreams”, o que origina uma enorme reação dos fãs. Jordan Devlin surge, mostrando um ar mais determinado que nunca, parecendo querer bastante recuperar o título que já foi seu. Ele caminha até ao ringue, pedindo um microfone para discursar à frente do povo mongol. Então, ele começa a falar, continuando a mostrar essa mesma  determinação em seu semblante.

Devlin: No Unbreakable, todo o trabalho que tive para prestigiar o HOW Championship caiu por terra quando um erro, UM SIMPLES ERRO aconteceu. Tudo o que construído em redor do título tinha desaparecido, esfumou-se, quando eu errei aquela ‘Clothesline’ que permitiu Chris Ridgeway vencer a luta. Mas esse erro não me define. Não é aquele título que me fará deixar de ser o expoente máximo desta empresa. O HOW Championship vai voltar para o meu ombro, e não precisarei de esperar muito tempo para isso. É já no Royal Rumble que estarei usando a minha cláusula de revanche, e pouco me interessa quem será o meu oponente, pois, dessa vez, não existirão falhas minhas que façam alguém se aproveitar.

O irlandês faz uma curta pausa no seu discurso, continuando a falar, instantes depois, com um sorriso irônico na face.

Devlin: Ridgeway… Você se aproveitou de um erro para roubar o meu título, mas onde está ele agora? Tanta promoção da sua parte para isso? “Vou trazer novas glórias para o meu povo espartano”, dizia você, porém, fracassou na sua primeira defesa. É bastante irônico, não acha? Foi oportunista o suficiente para se aproveitar, mas tudo o que se sucedeu a isso provou que você não passa de um flop. No entanto, vamos deixar de falar do passado, pois os meus olhos estão postos na pessoa que derrotou você...Bram.

O público solta alguns aplausos quando o nome de Bram é proferido, obrigando Devlin a parar de falar por alguns instantes. Algumas pessoas da plateia também aproveitaram essa pausa para fazer as Palmas do Trovão.

Devlin: O último Viking à face da terra que, com o passar do tempo, foi espalhando os seus ideais pelos fãs. É incrível como eu já o enfrentei no passado e obti uma vitória. Foi nesse mesmo confronto que eu tomei posse do HOW Championship, mas parece que tudo se inverteu, afinal, é você quem tem a faca e o queijo na mão desta vez. Não sei se você se manterá campeão até lá, já que quer colocar o seu cinturão em jogo sempre que pode, mas posso garantir que, no Royal Rumble, serei eu quem estará erguendo o HOW Championship, mostrando a todo o mundo porque eu sou chamado de ‘Irish Ace’. Você construiu o seu exército com base nestes fãs, brincando juntos ao jogo das palmas, mas quer saber uma coisa? Se você possui um exército, eu possuo um também!

Devlin rapidamente deixa o seu microfone cair e começa a caminhar em direção às cordas para sair, no entanto… começam-se a ouvir sons de tambores. “Art & Life” começa a ecoar e, no telão, aparece o nome de KENTA, levando o público ao delírio. O japonês vai em direção ao ringue, enquanto Devlin permanece olhando para ele. Quando finalmente adentra, os dois se ficam encarando por alguns segundos, até que…

“Destroyer” é tocada e Samoa Joe também surge. Os fãs gritam ‘Joe Joe Joe’ enquanto ele também vai até ao ringue. Ele entra e fica frente a frente com Devlin e KENTA, o que faz os fãs começarem a aplaudir os três homens. Enquanto se encaram, uma theme volta a ser tocada, desta vez “Break Orbit”. Para surpresa de muitos, Neville aparece e caminha rapidamente até ao ringue, se juntando aos outros três homens que nele se encontravam. A reação da plateia é bastante positiva, com os fãs a gostar de cada segundo em que os quatro lutadores se ficam encarando no centro do ringue. Após algum tempo, eles acabam saindo do ringue, sem dar nenhuma explicação sobre o que aquilo significava. De uma forma ou de outra, os fãs continuaram a reagir positivamente enquanto eles cruzavam a cortina em direção ao backstage.

É relembrado que, mais tarde, Aleister Black vai defender o Intercontinental Championship frente a Dean Ambrose.

Vamos até ao backstage, mais propriamente a um dos corredores, onde vemos Rey Mysterio se preparando para a sua luta, que será realizada após o intervalo. No entanto, AJ Styles, NexGen Champion e seu oponente no Royal Rumble, acaba aparecendo.

Styles: Rey Mysterio, a grande lenda mexicana! Com que então será você quem me desafiará no Royal Rumble. Vou ser sincero, sempre quis enfrentar você, pois sei que podemos fazer uma grande luta juntos. No entanto, não será por isso que deixarei de vencê-lo e de me manter campeão. 

Rey: Todos os lutadores que enfrentei no passado diziam a mesma coisa, mas acabariam perdendo, sabe porquê? Porque me desvalorizavam, diziam que eu era seria incapaz de os vencer, mas eu provaria o contrário. Agradeço o facto de me querer enfrentar, porém espero que aproveite as próximas três semanas com esse título, pois acabará sendo meu.

Toca “Aquí estoy” e, ouvindo isso, Rey dá dois tapinhas no título de Styles e cruza o corredor para fazer a sua entrada. O campeão fica olhando para o mexicano se indo embora do local. Rey faz a sua entrada até ao ringue com o apoio dos fãs, enquanto o faz, nós vamos para uma curta pausa.

Comerciais...

Voltamos dos compromissos comerciais e Rey está no ringue. “A Bass Renaissance” ecoa na arena e o seu adversário, Buddy Murphy, realiza a sua entrada.

Singles Match: Rey Mysterio vs Buddy Murphy

(9:26) AJ Styles apareceu durante o combate e se aproximou do ringue, onde ficou acompanhando a ação de perto na mesa de comentaristas. Nos instantes finais da luta, os dois lutadores estavam combatendo fora do ringue quando Murphy tem uma aberta e empurra Rey Mysterio contra o NexGen Champion. O mexicano e Styles começam a trocar alguns pequenos insultos e provocações após isso, o que é aproveitado por Murphy que atira Rey contra os degraus de aço antes de o voltar a colocar no ringue para finalizar com um “Murphy’s Law”.

Vencedor: Buddy Murphy

O australiano fica comemorando a sua vitória no ringue durante um tempo, antes de decidir abandonar a arena. Já Rey, olha com alguma irritação na direção de Styles antes também de sair da arena.

Vamos novamente até ao backstage, onde vemos The Miz fazendo um pequeno aquecimento antes da sua luta contra Daniel Bryan. Nick Aldis passa pelo local e fica conversando com ele.

Aldis: Oi, tudo bem com você?

Miz: Não vê que me estou preparando para a minha luta? Suma daqui.

Aldis: Se acalme, eu não estou aqui para atrapalhar você, mas sim para ajudar. - Miz interrompe o que está fazendo para ouvir - Não sei se viu na final da HOW Cup, eu enfrentei Aleister Black e, infelizmente, acabei perdendo...No entanto, eu descobri alguns dos pontos fracos dele, e aí que posso ajudar você. Nós dois podemos formar uma parceria para nos levar ao topo e podemos começar por conquistar o Intercontinental Championship. Se você aceitar, eu lhe darei vários conselhos para derrotar Black e, acredite, serão preciosos para fazê-lo. 

Miz fica intrigado com isso e puxa Aldis para dentro de uma sala que tinha perto do local onde estavam. Como fechou a porta, foi impossível de voltar a acompanhar a conversa.

Comerciais…

São exibidos os melhores momentos da luta entre Seth Rollins e Kevin Owens na final da HOW Cup, na qual o ‘Kingslayer’ se tornou World Heavyweight Champion. De seguida, toca “The Second Coming” e o mesmo surge com uma boa reação da plateia.

Rollins: Eu disse perante todo o mundo que, na final da HOW Cup, eu seria o homem que estaria erguendo o World Heavyweight Championship acima da cabeça. - ele olha para o título - Bem, parece que cumpri com as minhas palavras, pois, neste momento, eu estou perante vós como campeão! Desde o primeiro show desta empresa, eu tenho provado a tudo e todos que eu sou o melhor lutador que aqui está. Vocês podem ir no backstage que não encontrarão uma única pessoa que esteja ao meu nível. Kevin Owens descobriu da pior forma possível que era inferior a mim. Ele quis se fazer grande, mas, no momento da verdade, ele caiu! E agora? Bem, podemos dizer que sumiu, afinal acabou sendo despedido, como estava em uma das cláusulas do contrato que assinou. No entanto, não estamos aqui para falar do ridículo, e sim da minha conquista.

O público reage de forma positiva ao discurso do ‘Kingslayer’.

Rollins: Existe uma pergunta que quero fazer a todos vós. Porque ainda me apoiam? Desde o primeiro Chapter que eu tenho provado ser superior e foi preciso ‘demitir’ o KO para me começarem a aplaudir? - Rollins faz cara de deboche - Eu sabia que vocês eram ignorantes, mas não o suficiente para chegar a esse ponto. Vocês não me vêem realmente como um exemplo a seguir, e sim como um fantoche. Me usaram como forma de se livrarem de alguém que odiavam, e sabem que mais? Cada um de vocês representa um ser desprezível que não me merece ter como campeão. Aplaudam, apupem, façam o que quiserem, pois isso não mudará o facto de eu não precisar de vocês para nada. Quer queiram ou não, eu sou o vosso World Heav…

A fala de Rollins seria abruptamente interrompida quando Paul Heyman surge no stage. O representante de Brock Lesnar começa então a discursar.

Heyman: Com que então temos aqui o Mr. Rollins. Eu acho curioso você estar aí preocupado com a opinião dos fãs e oponentes que já nem na empresa estão, afinal, você é um campeão. A única coisa com que você se deveria preocupar é com quem lhe mira com o objetivo de lhe roubar isso. - ele aponta para o cinturão de Rollins - O meu cliente, Brock Lesnar, vencedor da primeira edição da HOW Cup e atual Atlas Champion, ganhou a chance de enfrentar um dos campeões principais da empresa e, sabe, eu estou aqui para lhe informar que você será a próxima vítima da “Besta”. 

Rollins: Heyman, você sabe o sacrifício que fiz para conquistar este cinturão e que não será fácil de mo tirar. Eu não quero saber se você me traz uma “Besta” ou outro tipo de criatura qualquer, pois, eu estou neste ringue para combater por aquilo que me pertence. Brock quer me enfrentar? Então diga a ele para aparecer, porque Seth Rollins está pronto para a chacina!

O ‘Kingslayer’ pousa o seu cinturão no chão, se preparando para lutar com Brock Lesnar. Paul Heyman então começa a introduzir o seu cliente.

Heyman: Senhoras e senhores, eu trago até vós o REIGNING, DEFENDING, UNDISPUTED, HOW ATLAS CHAMPION AND HOW CUP WINNER, THE BEAST INCARNATE, BROOOOOOCK LEEEESNAAAAAAAAR! 

“Pain” toca, o que leva a uma reação mista da crowd. Alguns fãs odeiam Lesnar pelas suas ações, porém, outros querem que acabe com Rollins por não concordarem com as palavras deste. No entanto, ele não aparece e a música cessa. Heyman volta então a tomar a palavra.

Heyman: Você terá Brock Lesnar, mas não hoje. - o público vaia intensamente - Você tem algo que Lesnar quer, o World Heavyweight Championship, mas ele quer garantir que você chega inteiro ao Royal Rumble. Caso ele aparecesse aqui e agora, isso seria o seu fim. O meu cliente quer que você chegue inteiro ao evento, pois, só dessa forma, ele poderá competir por esse cinturão. Então, caso você queira Brock Lesnar, eu lhe informo que apenas o terá no Royal Rumble. 

Paul Heyman vira costas e sai de cena enquanto Seth Rollins parece estar irritado no ringue. É com esse acontecimento que nós vamos para mais uma curta pausa.

Comerciais…

É mostrado um vídeo com vários lutadores falando sobre a importância da Mulher na sua vida. O vídeo faz parte da celebração do Dia Internacional da Mulher, que se celebra hoje, dia 8 de março. Parabéns a todas as mulheres que lerem isso.

Vamos agora para a segunda luta da noite. O primeiro a vir é Curt Hawkins, enquanto toca “Face The Facts”. O seu adversário, El Desperado, vem logo a seguir ao som de “Aguja de Abeja”.

Singles Match: Curt Hawkins vs El Desperado

(7:38) Os fracassos recentes da carreira de Desperado fizeram o mesmo parecer mais focado que nunca. Ele trabalhou grande parte da luta no domínio, apenas sendo alvo de pequenas tentativas de ataque por parte do seu adversário. Nos instantes finais, o japonês atirou Hawkins contra o corner e lhe acertou com um “Dropkick”, o deixando abaixado junto ao mesmo e lhe permitindo encaixar um “Cannonball”. Ele então o levantou e aplicou um “Guitarra de la Muerta” que lhe deu a tão almejada vitória.

Vencedor: El Desperado

Alcançando a vitória que tanto ambicionava, El Desperado não hesitou em comemorar freneticamente. O público foi na onda e também comemorou com ele.

Chris Ridgeway está nos bastidores, sentado em um banco arrumando suas ataduras, preparando-se para o seu combate, até que The Undertaker aparece com um sorriso irônico no rosto. Chris Ridgeway demora a virar seu rosto para o homem à sua frente, e quando o faz apenas pergunta uma coisa ao mesmo.

Ridgeway: Vai querer um autógrafo ou uma lança nos dentes?

Taker: Que grande performance você teve com o Bram não é mesmo? É engraçado como você se sucumbiu a ele no final, apertando as mãos, o que foi aquilo? Uma espécie de trégua entre lunáticos? Ou você reconheceu que ele é mais que um lunático? Não, espere! Eu já sei a resposta... é porque você viu que não é perfeito, você está começando a ter seu choque de realidade, a epifania de que o tempo não será bom com você e logo será superado por aqueles que hoje são menores que você. Apertou a mão dele em sinal de paz por ter medo de ficar sozinho no meio do motim, não é mesmo Ridgeway?

Ridgeway se levanta, coçando a cabeça e então estalando o pescoço, ele finalizou suas ataduras e então saiu lentamente da sala sem olhar para o homem a sua frente. Mas antes de sair do bastidor, ele inclinou o pescoço e falou.

Ridgeway: Apertei a mão dele em respeito, por tudo aquilo em que ele se tornou, pelo que ele representa e irá representar. Ele é grande garoto, algo que você nunca vai ser. - Com um sorriso irônico, ele fala entre os dentes. - Não é só ele quem irá se tornar grande assim, eu não estou nenhum passo atrás. Pois, caminhamos juntos.

Então ele deixa a sala, com Undertaker mostrando uma expressão apática no rosto.

Voltamos à arena, onde Dolph Ziggler já está realizando a sua entrada com “I am Perfection”. O seu oponente desta noite, Taiji Ishimori, aparece depois enquanto ecoa “Stressed Out”.

Singles Match: Dolph Ziggler vs Taiji Ishimori

(8:51) Esta foi uma luta equilibrada entre dois homens que tentaram mostrar tudo o que tinham para oferecer. Houve chances para cada um dos lados finalizar, mas seria Ziggler a chegar à vitória após aplicar um “Zig Zag”.

Vencedor: Dolph Ziggler

O ‘Show Off’ fica comemorando a sua vitória no ringue, com Ishimori caído, enquanto vamos para uma pequena pausa.

Comerciais…

É mostrada uma breve recapitulação do que aconteceu no MizTV de há duas semanas entre Daniel Bryan e The Miz. Também vemos imagens rápidas da conversa suspeita que Nick Aldis teve com Miz mais cedo.

Toca “Flight Of The Valkyries” e Daniel Bryan faz a sua entrada sob uma grande reação dos fãs. Ele parece focado em conseguir a vitória, pois ela lhe concederá uma chance de lutar pelo Intercontinental Championship no Royal Rumble. De seguida, toca “I Came to Play” e The Miz surge, calmo e confiante, parando de caminhar quando chega a meio da rampa. Então, toca “The Gilded Warrior” e Nick Aldis acaba aparecendo. O britânico cumprimenta Miz e juntos caminham até ao ringue, mostrando talvez uma nova aliança.

Singles Match: Daniel Bryan vs The Miz c/ Nick Aldis

(1:02) Toda a história que envolve os dois homens, não só na empresa, fez com que ambos mostrassem um ódio intenso logo na fase inicial da luta com eles trocando socos e chutes de forma rápida e violenta. Bryan consegue atingir uma forte cotovelada na face de Miz, que faz o mesmo cair ao chão e rolar para fora do ringue, aproveitando para recuperar. O ‘Awesome One’ então fala com Aldis de modo a tentar montar uma estratégia eficiente para abordar o seu oponente, mas Bryan não perde tempo e se atira em “Suicide Dive” para cima de Miz.

(7:41) The Miz conseguiu aproveitar uma pequena brecha dada por Bryan para o puxar de cara contra o turnbuckle. Ele pisa o abdómen de Bryan com força, o que faz ele ficar em posição sentada se agarrando ao local e, Miz, se aproveitando da situação, ganha balanço contra as cordas e acerta chute na sua cabeça. O ‘A-Lister’ o levanta e conecta um “Russian Leg Sweep” seguido do pin, porém a contagem é somente de dois.

(9:11) Miz volta a erguer o seu adversário e realiza o irish whip contra o corner, no entanto, Bryan consegue realizar o seu comeback com sucesso. O público começa a sentir a sua energia e isso faz com que se iniciem cantos de ‘Yes’. A sequência é prosseguida dos “Yes! Kicks” no peito de Miz, encerrada com um “Roundhouse Kick” na sua cabeça, porém o ‘A-Lister’ consegue se desviar e faz um “School Boy”. O árbitro realiza a contagem, mas ela é somente até dois.

(10:41) Após o sucedido anteriormente, Bryan consegue ser mais rápido que o seu adversário e aplica um “Tiger Suplex” em que Bryan aproveita o balanço para trás e prende um “Single Leg Boston Crab”. Ele usa toda a sua veterania para exercer o máximo de pressão possível na manobra e tentar obrigar Miz a desistir. Porém, Miz consegue rolar para o lado e se livrar disso com alguns chutes na cabeça de Bryan com a perna que está solta.

(14:20) Miz voltou ao domínio da luta e está aplicando neste momento um “Arm Stunner” para tentar machucar o braço de Bryan, o impedindo de executar futuros holds com eficácia máxima. Com o ‘Yes! Man’ de pé e se queixando do braço, Miz se aproveita para aplicar um “Chop Block” que é seguido de um “Figure Four Leg Lock”. No entanto, quando Miz dá a volta necessária para aplicar o golpe, Bryan usa a sua perna livre para o empurrar, o fazendo ir novamente para o exterior do ringue. Nick Aldis se aproxima dele para o tentar ajudar, porém Bryan se atira uma vez mais em “Suicide Dive” e acaba derrubando os dois. Ele atira Miz de volta no ringue e faz o pin, sendo a contagem de dois.

(19:11) Neste momento, Bryan tinha tentado aplicar o “Running Knee”, no entanto Miz conseguiria evitá-lo ao atingir ele com um “Discus Lariat”. Miz fica zombando de Bryan enquanto o começa a atingir com os “Miz Kicks”, clara provocação ao seu adversário. Ele completa a sequência de chutes com sucesso e faz o seu festejo enquanto espera que Bryan se levante. Quando isso acontece, ele tenta o “Skull Crushing Finale”, mas Bryan consegue evitar isso e aproveitar a situação para colocar Miz no chão e prender um “Heel Hook”. Miz tenta escapar da manobra com tudo o que tem, inclusive o seu amigo, Nick Aldis, está gritando para ele não desistir, porém Bryan exerce ainda mais força no golpe e obriga que o ‘A-Lister’ desista.

Vencedor: Daniel Bryan

O ‘Planet Champion” se levanta calmamente e comemora a sua vitória, enquanto o público começa a entoar cantos de ‘Yes’ junto a ele. Aldis puxa Miz para fora do ringue e o ajuda a colocar-se de pé para juntos abandonarem a arena.  Vamos para uma pausa enquanto Bryan fica no ringue ainda festejando.

Comerciais…

Vamos a mais uma luta de preparação para o Royal Rumble Match. Sean O’Haire faz a sua entrada enquanto “Come On” ecoa na arena. De seguida, toca “Cult of Personality” e é CM Punk quem aparece. Por fim, Johnny Gargano surge com “Addicted to Pain”.

Triple Threat Match: Sean O’Haire vs CM Punk vs Johnny Gargano

(2:05) O combate começou com um ritmo rápido imposto especialmente por Gargano, que conseguiu derrubar os seus dois adversários com golpes velozes e precisos. Punk acabou sendo caindo fora do ringue, deixando apenas o ‘All Heart’ e o ‘Devil’s Advocate’ em ação. Gargano ganha balanço para o atingir com um “Running Knee”, visto que o mesmo se encontra de joelhos no chão.

(5:51) Punk tinha voltado à luta e começaria a brigar com Gargano. Com os dois lutadores distraídos entre si, O’Haire conseguiu aplicar um “Double Clothesline”, os deitando ao chão. Seria a partir desse momento que ele ganharia a vantagem que mantém até agora. O ‘Devil’s Advocate’ pega em Punk e o arremessa de uma ponta à outra do ringue com um “Biel Throw”. Ele acaba fazendo o mesmo com Gargano.

(13:33) Punk e Gargano se uniram para tirar O’Haire da equação após o atirarem inúmeras vezes contra o poste do ringue e depois para o meio da crowd. O ‘BITW’ conseguiu alguma vantagem, porém falharia um “Roundhouse Kick” que deu a Gargano a chance de pegar nele e o atirar de cabeça contra o corner com um “Lawn Dart”. Ele aplica um “Last Chance” de seguida, conseguindo então vencer o combate.

Vencedor: Johnny Gargano

Gargano fica comemorando a sua vitória no ringue, enquanto os dois derrotados abandonam a arena desiludidos com o resultado. Ele acaba caminhando em direção à saída quando....

Kevin Owens aparece no público, o que faz os fãs soltarem uma reação bastante negativa. Ele desce a escadaria em direção ao ringue, pegando um microfone pelo caminho. KO o adentra bastante irritado e começa discursar nesse mesmo tom enquanto é vaiado.

KO: Esta empresa deveria ter vergonha do que fez. Ela não só foi tola o suficiente para fazer Seth Rollins o novo World Heavyweight Champion, como também o foi para demitir. Eu sou o melhor lutador que esta companhia tinha, eu dominei cada um dos meus oponentes e, acima de tudo, eu dei prestígio ao título que perdi. Tudo isso é culpa de Leonardo, que pensa que pode manipular tudo e todos para encher o seu bolso. Bem, há duas semanas, ele teve o que mereceu. Aquele ‘Powerbomb’ foi a libertação de todo o ódio que ganhei por ele, e sabem, aquilo me fez sentir muito bem. Ver aquele verme ali estendido no chão foi a melhor sensação que tive na minha carreira. Falando nisso, onde está Leonardo? Será que ainda está em uma cama de hospital? - ele ri ironicamente - Seja como for…

Vários seguranças aparecem e descem a rampa para retirar Owens do local. Eles se posicionam em redor do ringue e se preparavam para subir, mas Corey Graves começa a falar a partir da mesa de comentaristas.

Graves: Eu peço a atenção de toda a gente nesta arena. Eu tenho conversado com Leonardo ao longo da noite através de mensagens e trago algumas novidades quanto à sua situação. Devido ao ataque feito pelo Mr. Owens na final da HOW Cup, o Chairman da House of Wrestling quebrou algumas costelas e deslocou o seu ombro esquerdo. Foi lhe dito pelos médicos que ele precisaria de ficar em casa descansando por algumas semanas, até recuperar totalmente. Estando ele incapaz de realizar a sua função de General Manager nos shows, uma substituto temporário foi eleito pelo mesmo. E a pessoa que vai comandar os shows a partir de agora é…

Corey Graves olha em direção da entrada, começando a tocar “Voices” de seguida. O público começa então a entoar uma enorme reação assim que ouve a música de alguém que marcou a empresa no passado. Randy Orton aparece, calmo e confiante, vestindo um terno preto, e caminha até perto do ringue. Ele fala com os seguranças e diz que tudo está controlado, podendo eles irem embora. Orton entra no ringue após isso e fica de frente para Kevin Owens, ainda com o público aplaudindo a eleição da ‘Víbora’ como General Manager temporário.

Orton: Kevin Owens, o homem que colocou Leonardo em uma cama de hospital por não ser capaz de arcar com as consequências dos seus próprios atos. Quão corajoso você se acha por atacar assim um homem indefeso? Você é quem deveria ter vergonha na cara, pois coragem é algo que lhe falta. Eu não concordo minimamente com as ações, aliás, acho que ninguém neste arena ou lá em casa concorda - o público mostra que concorda com as palavras de Orton - e foi por isso que tive uma longa conversa com Leonardo. Nós chegamos a acordo, e posso dizer que trago boas e más notícias para você. Começando pelas boas, eu lhe informo que a sua demissão nunca foi consumada e que Leonardo pensou duas vezes antes de realmente o fazer. - ouvem-se vaias - No entanto, tudo o que é bom tem um lado negativo, e é aí que entram as notícias ruins para você. 

Randy Orton aumenta a intensidade nas suas próximas falas.

Orton: Eu conheço Leonardo há dois anos, e eu volto a repetir, HÁ DOIS ANOS e não aceito que vermes como você sejam cobardes ao ponto de o atacar daquela forma. Tudo o que tenho por ele é respeito, mas você mostrou completamente o contrário perante ele. Você deveria se sentir grato por lhe ter dado a oportunidade de estar a competir neste ringue nos últimos tempos, pois foi por causa dele que o fez. Eu não aceito o que você fez com ele, afinal ele é como se fosse um irmão para mim. E SABE O QUE RESULTOU DISSO?? Leonardo mostrou toda a confiança que tinha em mim quando me tornou o General Manager, mas eu tinha mais um pedido para lhe fazer. Tudo o que eu queria era uma simples oportunidade de me vingar de você por aquilo que fez a ele. E SABE O QUE RESULTOU DISSO?? Resultou que, no Royal Rumble, eu estarei chutando a sua cabeça!

A crowd fica reagindo da forma mais positiva que podia ao anúncio. Randy Orton atira o microfone ao chão e rapidamente se aproxima de Owens, o ficando a encarar olhos nos olhos com um ar ofegante e irritado. O ‘Prizefighter’ olha nos seus olhos mostrando algum descontentamento perante isso, mas não se atreve a recuar. É com essa imagem forte do confronto entre ambos que fazemos um novo intervalo para compromissos comerciais.

Comerciais...

Vamos até ao backstage, onde vemos Jordan Devlin caminhando juntamente com Neville, Samoa Joe e KENTA até que são interrompidos por Renee Young. 

Young: Os fãs viram o que aconteceu no início do show e estão intrigados com isso. Poderiam dar alguma explicação sobre o sucedido?

Devlin se preparava para responder á pergunta, porém Samoa Joe rouba o microfone das mãos da entrevistadora e toma a palavra de forma agressiva.

Joe: Você quer explicações? Tudo bem, eu lhe dou explicações. Nós somos aqueles que se vão elevar ao topo desta empresa, aqueles que vão derrubar cada um que se oponha a nós. Mas não somos um grupo qualquer, estamos juntos não por amizade, e sim porque todos sabemos que, juntos, podemos chegar ao topo mais rápido. ERA ESSA A EXPLICAÇÃO QUE…

Neville manda Joe se acalmar um pouco, lhe tirando também o microfone.

Neville: Renée, apenas fique atenta ao que vai ver naquele ringue nos próximos tempos. Não teremos piedade perante nossos oponentes e, podem acreditar que, se não nos derem oportunidades, nós iremos atrás delas. E já que você quer explicações, então, na próxima vez que nos tentar abordar, nos trate por Ring Guardians!

O britânico devolve abruptamente o microfone a Renée, que parece estar um pouco chocada com a forma como o grupo lhe respondeu a uma simples pergunta. Os quatro homens se vão embora do local, porém surge Tetsuya Naito, que está em cima de uma caixa de equipamentos a fazer a sua pose de “Tranquilo”. KENTA se deixa ficar para trás do grupo e vai ter com Naito. Ele finge que o vai cumprimentar, porém dá um chute na caixa que quase fez Naito perder o equilíbrio e cair. KENTA solta um sorriso irônico e abandona o local, enquanto Naito se aproxima de Renee.

Naito: Não ligue para esses caras aí, eles não merecem a nossa atenção. Não dou nem dois meses para que comecem a brigar entre si…

KENTA, que ainda ouviu as palavras de Naito, voltou atrás e o acertou com um golpe na nuca quando este estava distraído. Ele começa então a dizer algumas palavras de forma irritada.

KENTA: Tenho a sua atenção agora?

O japonês abandona o local enquanto Renée fica auxiliando Naito a se recuperar. Este, quando se levanta, fica olhando para KENTA, que já se encontra longe, com a mão no local onde sofreu o golpe.

Voltamos à arena, onde iremos ter Andrade Almas abordando a sua derrota na final da HOW Cup, entre outros assuntos. Toca “Making a Difference” e ele surge no topo da rampa, mostrando-se um pouco desiludido por esse resultado, mas tentando esconder isso de todos. Almas é bastante bem recebido pelo público, o qual ele passa um breve olhar. O mexicano começa a andar em direção do ringue quando…

Triple H aparece por trás dele e o atinge com um doloroso “Chop Block”. Almas fica se contorcendo com dores no seu joelho, porém Triple H não parece disposto a terminar o ataque só com esse golpe. O ‘Cerebral Assassin’ começa então a desferir várias pisadelas nele, intervaladas por alguns xingamentos. A crowd lança apupos na direção do veterano lutador, que não parece querer saber da reação para nada. Hunter levanta ‘El Ídolo’ e o atira contra o titantron, fazendo este começar a falhar a imagem que mostrada. Ee se abaixa e pega em Almas pelo cabelo, começando a gritar na sua cara que ele não merece estar naquele ringue e que lhe está roubando os holofotes. HHH o volta a levantar e pega nele em posição de “Pedigree”. Vários árbitros aparecem no local para tentar fazê-lo parar com o ataque. Ele levanta os braços mostrando que vai soltar Almas, mas...PEDIGREE! Triple H não se interessa pelas ordens dos árbitros e aplica o seu finisher sem qualquer tipo de piedade. Ele faz o seu festejo habitual e abandona a arena sob vaias, enquanto o mexicano está sendo atendido pelos árbitros e alguns médicos que aparecem para o examinar.

Comerciais…

Vemos um curto vídeo que promove a luta entre Aleister Black e Dean Ambrose que se celebrará de seguida. Nele é destacado o caminho de destruição do holandês, bem como a tentativa que o ‘Lunático’ tem para se redimir. Também é mostrado um curto vídeo de Ambrose chegando na arena mais cedo, se mostrando confiante na vitória.

Toca “Retaliation” e Dean Ambrose aparece sob vaias vindas da plateia, fazendo a sua típica entrada irreverente. O Intercontinental Champion, Aleister Black, aparece de seguida enquanto “Root of All Evil” ecoa. Ele é aplaudido pelos fãs, que se renderam à sua qualidade.

Intercontinental Championship Match: Dean Ambrose vs Aleister Black (c)

(4:03) Nos primeiros minutos de luta, Ambrose mostrou a sua personalidade tresloucada e se atirou com tudo para cima de Aleister Black. No entanto, seria essa sua postura que lhe causaria o erro que o fez o árbitro o tentar acalmar, sendo isso aproveitado por Black para lhe acertar um forte chute na cabeça. O holandês fez o pin, porém a contagem seria somente de dois.

(9:23) Black tentou encaixar um “Exploder Suplex” no seu adversário, mas Ambrose começou a desferir cotoveladas no seu pescoço que impediram o golpe de ser realizado. Ambrose o atira ao chão e começa a socá-lo violentamente, não o deixando recuperar das cotoveladas de há uns segundos. Mais uma vez, o árbitro pede que ele se acalme, o que dá tempo a Black para recuperar um pouco. Ambrose sobe ao topo das cordas e aplica “Lunatic Fringe Elbow Drop”. Ele faz o pin, mas é só uma contagem de dois.

(16:41) Ambrose estava preste a aplicar um “Dirty Deeds”, no entanto, o campeão consegue reverter o golpe em um “Belly-to-Belly Suplex”. Assim que o ‘Lunático’ se ergue, o holandês lhe acerta um potente “Black Mass”, mas Ambrose acaba caindo para trás e ter forças para aplicar uma “Lunatic Lariat” que faz os dois caírem ao chão. O árbitro começa a contar e, quando chega ao oito, eles conseguem se erguer se apoiando um no outro. Ambrose tenta reagir com alguns socos, lentos e pouco poderosos, que fazem pouco efeito em Black. Quando tenta acertar um mais forte, o campeão se consegue desviar e aplicar um “Cutter” seguido de um “Owari Death Clutch” que faz Ambrose desistir passado algum tempo.

Vencedor: Aleister Black

O ainda Intercontinental Champion recebe o cinturão das mãos do árbitro e comemora com ele. Ambrose fica bastante irritado encostado a uma das barreiras de proteção. Vamos para um curto intervalo com Black sentado no centro do ringue.

Comerciais…

Voltamos e, no backstage, Renee Young se encontra junto a Wade Barrett.

Young: Mr. Barrett, você teve uma dura derrota para Brock Lesnar na grande final da HOW Cup, porém essa não será a única luta que você terá com ele. Você venceu a sua luta no Unbreakable, lhe garantindo uma luta pelo Atlas Championship contra o próprio Lesnar. O que quer dizer sobre isso?

Barrett: Essa luta da HOW Cup foi apenas um acaso. Eu perdi não por minha culpa, mas sim porque Andrade Almas estava lá me atrapalhando. Em um confronto homem a homem somente com Lesnar, seria eu que prevaleceria como o vencedor do torneio e que estaria enfrentando Seth Rollins no Royal Rumble. Mas sabe, eu tenho uma nova chance de enfrentar ele, um contra um, e será aí que o rei clamará a sua coroa. E não há…

O britânico para de falar porque The Rock surge no local, fazendo a plateia soltar vários aplausos, pois não o viam há cerca de um mês. O ‘Great One’ começa então a falar.

Rock: Sabes, Barrett, seria uma pena se alguém lhe estragasse os planos. The Rock está de volta com um propósito, reconquistar o Atlas Championship que perdeu no Unbreakable. Pouco importa se você ganhou uma chance ou não, pois Rocky vai estar nessa luta usando a sua cláusula de revanche, e não há nada que possa fazer quanto a isso. Eu…

O britânico responde a ele dizendo que não se irá intrometer nos seus negócios e uma discussão começa entre ambos. Alguns instantes depois, Brock Lesnar aparece no local com uma cara de deboche e começa a falar.

Lesnar: A mim não me interessa se vêm um ou dois, porque, daqui a duas semanas (no Chapter 11), eu estarei defendendo este cinturão aqui com sucesso. E sim, daqui a duas semanas, Paul Heyman já esteve a falar com Randy Orton sobre não querer nenhum de vocês atrapalhando as minhas chances de vitória no Royal Rumble e cheguei…

Seth Rollins aparece e salta imediatamente para cima da ‘Besta’. Parece que o ‘Kingslayer’ não ficou contente com o que se passou mais cedo e está tentando buscar vingança. Ela consegue colocar Lesnar de joelhos com alguns socos e chutes rápidos, no entanto, o Atlas Champion consegue o empurrar contra The Rock e abandonar o local. Rollins fica irritado com a situação e sai do local pelo lado contrário.

Vamos até ao ringue, onde está tudo pronto para a realização de uma festa Punjabi. Uma longo e cara passadeira vermelha cobre a rampa de acesso ao ringue e, dentro deste, tem também um tapete que parece ser valioso. Toca “Sher” e Jinder Mahal surge acompanhado pelos “marajinhas”, Samir e Sunil Singh. O público vaia, pois ninguém gosta do lutador de origens indianas que se apresenta perante eles. Mahal caminha até ao ringue, confiante que tudo vai correr da forma que ele planejou e que ninguém lhe irá estragar a festa. Ele começa a discursar quando o adentra.

Mahal: O que vos trago aqui hoje é uma festa representante da maior cultura do mundo, a indiana. - o público vaia - Vocês deveriam estar comemorando, pois não é todos os dias que podem testemunhar uma festa de um povo superior ao vosso. A Índia é a maior nação do mundo, ultrapassando de forma clara todas as outras. 

As vaias começam a soar mais altas, o que obriga Mahal a interromper o seu discurso. Sunil toma então a palavra.

Sunil: Vocês deviam ter vergonha do que estão a fazer. Vocês estão a vaiar um homem que vem aqui, perante vós, mostrar toda a sua grandeza. Deveriam estar todos de pé aplaudindo Jinder Mahal por aquilo que está prestes a mostrar, que é o melhor wrestler desta empresa. Mas sabem que mais, eu sinto que está na hora de começarmos com esta festa, pois é o principal motivo para estarmos aqui. TOQUEM OS TAMBORES!!

Várias pessoas com tambores aparecem no stage e começam a tocar ao som de uma música indiana que ninguém conhece. Outras aparecem com uma espécie de bastão com uma bandeira na ponta e começam a dançar pela rampa abaixo. Mahal e os marajinhas parecem estar contentes com toda a animação que se faz sentir, já o público olha para aquilo sem perceber nada do que se está passando. No entanto…

Samoa Joe e Neville aparecem vindos do público e atacam os três lutadores no ringue sem que estes se apercebam que tinha alguém se aproximando. Joe atira brutalmente Samir de ombro contra o poste, o deixando lá pendurado durante algum tempo, imóvel, sem dar sinais de vida. Neville acerta fortes chutes nas pernas e abdómen de Mahal, o incapacitando, e é seguido por vários chops de Joe que deixam o seu peito vermelho. Sunil conseguiu escapar do ringue sem sofrer muito dano, porém Joe e Neville se apercebem disso e saem do ringue também. O marajinha está encurralado pelos dois membros da Ring Guardians e tenta voltar ao ringue para fugir, mas Joe o apanha e atira contra barreira. Neville o continua atacando enquanto Joe pega na parte inferior dos degraus de aço e a coloca no ringue. O ‘Samoan Submission Machine’ atira Sunil na direção de Neville e POP-UP CUTTER! Os dois voltam novamente as suas atenções para Mahal, que ainda está no ringue se recuperando do ataque. Joe o ergue e URANAGE NOS DEGRAUS DE AÇO!! Para terminar o ataque, Joe aplica um “Coquina Clutch” em Samir seguido de um “Rings of Saturn” de Neville, que deixa a manobra presa por alguns segundos. Os dois membros da RG vão embora após isso, deixando o completo caos no ringue.

Comerciais…

Vemos uma pequena confusão entre Joe Hendry e Bram no backstage que ocorreu durante o intervalo. Após algumas provocações do ‘Prestigious One’, Bram mandou a luta ser antecipada para este preciso momento.

Toca “Prestigious” e Joe Hendry realiza a sua entrada até ao ringue com uma reação razoável da crowd. O HOW Champion, Bram, aparece de seguida com “ÓDDIN”, mostrando alguma irritação no seu semblante. Assim que adentra o ringue, ele fica cara a cara com o adversário, porém são separados pelo árbitro do combate.

HOW Championship Match: Joe Hendry vs Bram (c)

(00:25) O gongo soa e ambos performers rodeiam o ringue buscando alguma vantagem sobre seu oponente sem se arriscar tanto. No momento em que Bram conseguiria aplicar um Waist Lock, Hendry é capaz de se esgueirar por baixo de seus braços e se impulsiona pelas cordas opostas e acerta Bram com um Shoulder Block - o campeão não se move e limpa seu ombro enquanto encara o desafiante. Hendry começa a discutir com Bram e o manda fazer o mesmo movimento, que Bram aceita e se impulsiona pelas cordas - Hendry consegue o Single Leg Takedown que surpreende a crowd mongol presente! Hendry aponta para o topo de sua cabeça, remetendo a sua genialidade antes de se impulsionar pelas cordas novamente - Bram consegue se lançar nas pernas de Hendry - O prestigioso consegue saltar por cima do viking e se impulsiona pelas cordas opostas desta vez - Bram responde com um Leapfrog que permite que Hendry passe por debaixo de suas pernas e o faz se rebater nas cordas novamente - O campeão investe contra o prestigioso e o acerta com um Shoulder Block que faz o desafiante responda rolando para o ringside com dores em seu ombro.

(5:43) O campeão conseguiu ter controle do combate pelos primeiros cinco minutos devido à sua intensidade e força diante do desafiante, o mantendo preso ao combate à curta distância e ao wrestling de chão por bastante tempo. Ao redor dos cinco minutos Bram conseguiu prender Hendry ao corner e o puniu com diversos pisões até que o referee o separou do desafiante - que respondeu desafiando o campeão à continuar o assalto. Bram respondeu com um poderoso European Uppercut - mas Hendry ignora completamente e responde com uma sequência de European Uppercuts! Ele prende o campeão no corner oposto e ainda continua com a sequência que derruba o campeão para o fundo do corner! Hendry abre seus braços enquanto a crowd o aplaude antes de se impulsionar pelo corner oposto - Clothesline de Bram - Hendry se esgueira por baixo do braço do campeão e o castiga com um DDT! Ele tenta a contagem! 1! 2! Bram consegue o kickout ainda surpreso com o avanço do desafiante.

(8:23) Hendry conseguiu punir o campeão com bastante inteligência, mantendo distância e acertando socos e chutes que reprimiam o campeão e o impossibilitavam de reagir. Bram esboçava um retorno ao combate ao conseguir reverter uma tentativa de Suplex de Hendry em um Gourdbuster, mas ao se impulsionar pelas cordas, Hendry consegue responder com um Back Elbow que derruba o campeão! O desafiante reprimiu com uma sequência de Knee Drop seguido por um Leg Drop! O prestigioso tenta a contagem mas o viking consegue o kickout no 1 facilmente.

(12:24) Hendry foi capaz de reverter a tentativa de um Clothesline nas cordas de Bram em um Back Body Drop para o lado de fora - ele encarou a crowd com animação que contagiou o público mongol presente e se impulsionou pelas cordas opostas e mergulhou em um Suicid- Bram é capaz de acertar a cabeça do prestigioso com um Big Boot! Hendry tem uma queda feia ao bater no apron e cair no ringside! O viking ergue o prestigioso em um Powerbomb e o direciona contra o ringpost - Hendry consegue saltar e escapa no último instante! Ele empurra Bram contra o ringpost e faz com que o campeão abra um corte em sua testa! Hendry aproveita da oportunidade e prende Bram em um Suplex enquanto virado para o apron - mas ele muda a direção e castiga as costas do viking com um Suplex no ringpost! Hendry arrasta o campeão e o arremessa para dentro do ringue enquanto escala a terceira corda com dificuldades!

(13:24) Hendry se preparava para um Frog Splash - o campeão surpreende a todos com sua resiliência ao escalar a terceira corda com tanta velocidade e se lança junto ao desafiante com um Superplex! Bram não solta o desafiante e se lança por cima do mesmo e o ergue novamente - JACKHAMMER! 1! 2! O prestigioso sobrevive!

(15:30) O combate se tornou mais físico e árduo para os dois performers, com constante trocas de curtos ataques. Bram conseguiu impor sua força feroz ao prender Hendry em um Bearhug no centro do ringue com bastante pressão em sua coluna - o prestigioso foi capaz de escapar após uma sequência de cotoveladas e empurrou Bram contra as cordas e o acertou novamente com um Back Elbow - o Viking absorve o impacto em seu peito mas responde com um profundo grito de guerra antes de acertar Hendry com um poderoso Spinning Wheel Kic- Hendry consegue se esgueirar pela perna de Bram e o prende em um Ankle Lock! O campeão se arrasta até próximo do corner - o desafiante prevê a aproximação das cordas e tenta arrastá-lo de volta ao centro do ringue - Bram é forte o suficiente para arremessar Hendry contra o corner próximo com sua perna presa - o viking dispara contra o prestigioso - Hendry consegue se esquivar e o campeão colide de peito ao corner! Hendry ergue o campeão em um Olympic Slam! Ele tenta a contagem! 1! 2! O campeão consegue o kickout enquanto Hendry balança sua cabeça em negação!

(16:21) O prestigioso se escorou ao corner enquanto observava o viking se erguer e ergueu em um Christmas Gif- Bram consegue escorrer pelas costas de Hendry e rapidamente o prende em um Vertebr- o desafiante consegue escorregar pelas costas do campeão e o empurra contra as cordas e se lança em um Jumping Kn- POP-UP SITOUT POWERBOMB DE BRAM! 1! 2! Hendry consegue o kickout! O viking se torna impaciente e se esgueira no corner mais distante ao prestigioso e pisoteia o ringue enquanto o observa se erguer! Bram dispara em um Sp- Jumping High Knee! Os dois desabam no centro do ringue para aplausos do povo mongol!

(17:40) Hendry foi capaz de se erguer primeiro e rapidamente erguer o campeão na posição inicial do Freak of Nature e o arremessou para trás - Bram aterrissa em pé e a crowd vai ao delírio! Hendry acredita que essa ovação é para ele e se ergue rindo, ainda extremamente cansado, porém, dá de cara com o viking em sua postura intimidadora sem se mover e não acredita - ele tenta disparar contra o campeão - SPEAR! Bram enterra as costas de Hendry ao solo para explosão da crowd! O campeão ergue o desafiante e o finaliza com um Vertebreaker! Ele vai para a contagem e 1! 2! 3!

Vencedor: Bram

O Viking se ergue exausto, recebendo então o seu cinturão das mãos do árbitro. Hendry se mostra desiludido com o resultado e se encosta ao corner vendo Bram comemorando a sua vitória. O campeão acaba estendendo a mão para ele, que acaba aceitando de forma relutante antes de abandonar a arena cabisbaixo. Bram continua no ringue a comemorar enquanto vamos para o último intervalo da noite.

Comerciais...

Vamos até ao locker de Johnny Gargano, onde o mesmo estará enviando uma mensagem.

Gargano: O meu percurso até aqui tem tido altos e baixos, porém a vitória de hoje mostrou que eu estou preparado para coisas maiores do que aquelas que enfrentei nos últimos tempos. Eu estive perto de conquistar o NexGen Championship durante a HOW Cup, mas sabem, eu estou mirando algo com mais prestígio do que esse cinturão. Dia 30 de março, no Royal Rumble, eu estarei enfrentando outros 29 lutadores. Ou melhor, eu estarei derrotando outros 29 lutadores para estar no Main Event do HOWnniversary. E, nesse dia, todos eles irão entender o verdadeiro significado de GAR-GA-NO CHANCE!

Assim que ele termina de enviar essa mensagem, nós vamos até à arena para ver a última luta da noite. Toca “Sparta” e Chris Ridgeway realiza a sua entrada até ao ringue, O seu oponente de hoje, The Undertaker, aparece logo a seguir com “Ain't No Grave”.

Singles Match: Chris Ridgeway vs The Undertaker

(07:35) O combate começou com muita violência, Undertaker queria voltar a mostrar sua força, devido os fracassos que ele passou ao longo do tempo. Ele dominou esse início de combate contra Chris, ele o jogou contra o corner, correu e lhe acertou um poderoso Clothesline, fazendo Ridgeway cair de peito no chão, Taker então ergue ele rapidamente e aplica um Powerbomb no Spartan!

(14:01) Ridgeway estava passando problemas com a agressividade e o tamanho de Taker, mas ele usou sua agilidade como resposta. Quando Taker tentou aplicar um Big Boot, Ridgway desliza por baixo e fica nas costas de Taker e aproveita para lhe aplicar um Dropkick, lançando seu adversário nas cordas, ele aproveitou para aplicar um Clothesline que jogou Taker para fora do ringue, Ridgeway correu para as cordas, pegou impulso e voou sob as cordas atingindo Taker em cheio!!

(21:54) Ridgeway estava confiante de levar mais um combate, enquanto Taker estava incrédulo, ele não iria aceitar mais uma derrota. Ele aplicou um soco no queixo de Ridgeway que o fez ficar zonzo por um breve segundo, ele aproveitou para aplicar um Leaping Clothesline!! Ridgeway ainda está de pé e Taker o pega e aplica um Snake Eyes jogando-o no corner e pega velocidade para aplicar um Big Boot!! Ele vai para o Pin...1...2...

Ridgeway escapa! Incrédulo, Undertaker o segura pelo pescoço e o levanta com uma força incrível e aplica um Chokeslam! Ele vai novamente para o Pin...1...2...

Novamente Ridgeway escapa para a ira de Undertaker!! Ele ficou farto, ele levantou mais uma vez o Espartano, ele o coloca em posição para aplicar o Tombstone Piledriver! Mas não, Ridgeway joga seu peso contra o corpo e acaba invertendo a posição, ele não perde tempo e aplica um Piledriver em Undertaker!! Não acabou, ele se arrastou até o corner e está esperando Undertaker se levantar para o...SPARTA’S WRATH!! Ele vai para o pin...1...2...

ESPERE UM POUCO!! DANTE FOX ATACA RIDGEWAY COM UMA CADEIRA!  Quem aparece também é Thumbtack Jack que levanta Ridgeway para Undertaker e Fox, os dois juntos aplicam um Big Boot no espartano.

Vencedor: Chris Ridgeway por DQ

Bram aparece e ataca os três homens, ele domina-os sozinho até que é atacado por cadeiras e kendo sticks pelas costas! Agora o trio volta a ter o domínio sobre o campeão e o seu adversário. Eles estão preparando uma mesa de comentários fora do ringue, parece que vão atirar Bram nela! Os três erguem Bram, eles vão atirar ele em uma Triple Powerbomb!! Mas ESPERE! As luzes da arena se apagam, e alguns homens com turbantes aparecem na rampa de entrada, eles começam a tocar tambores, fumaça começa a vir dos arredores, uma breve melodia toma conta da arena em sua escuridão. Um homem com um manto negro aparece caminhando lentamente até a rampa. Então na arena ecoa “Fate’s Dark Hand” e as luzes voltam de forma lenta, o homem tira o manto se revelando ser MARK HASKINS!!! O mesmo encara o trio e sorri para eles, é então que os mesmos largam Bram e vão até Haskins, que não perde tempo e parte para o ataque, na tentativa de salvar Bram e Ridgeway, que estão caídos fora do ringue. Haskins mostra grande técnica e agilidade ao controlar os atacantes, mas então quando parecia que ele seria atacado pelas costas Chris Ridgeway aparece e o salva, aplicando um Sparta’s Wrath em Fox, Bram se levanta e caminha até Jack e lhe chuta o estômago e o coloca em posição de aplicar o Vertebraker no chão de concreto!! Haskins está em ringue contra Taker, ele o está dominando até que decide dar um fim a isso e aplica um Persian Pride!! Bram e Ridgeway sobem ao ringue e os três homens ficam se encarando até que Mark Haskins estica a mão para os dois que o apertam e então juntos eles erguem os braços de Haskins o apresentando a crowd, que o aplaudia com vigor. Enquanto o outro trio se recuperava da batalha do lado de fora do ringue.

Graves: Parece que estamos vendo o nascimento de algo grandioso aqui está noite. Chris Ridgeway, o Espartano. Bram, o Viking. E agora Mark Haskins... O Persa. O que estes três homens juntos planejam fazer? Ou mais importante que isso... do que estes três homens, juntos, são capazes de fazer?

O show se encerra com a comemoração do trio de guerreiros no centro do ringue.


Fim de show.

Sobre / Contato / Anuncie/Advertise / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites