Mania Week #5 - Grandes momentos que aconteceram

É já hoje que começa o fim de semana mais aguardado do ano e, como tenho feito nos últimos dias, irei abordar um tema sobre a WrestleMania. Hoje irei falar sobre cinco grandes momentos que aconteceram na história do evento.

Três lendas no mesmo ringue - WrestleMania XXX


Em 2014 comemorava-se algo histórico, pois o evento tinha atingido a sua trigésimo edição e era esperado que acontecessem vários momentos históricos. Logo a abrir o show, Hulk Hogan apareceu, como host, o que já tinha feito os fãs ficarem entusiasmados. Do seu discurso, eu destaco ao seu erro de chamar Silverdome à arena (era Superdome) que fez as pessoas rir. Foi aí que “Stone Cold” Steve Austin apareceu e confrontou o “Hulkster” devido à luta que deveriam ter tido no passado. Os fãs já estavam loucos com eles dois, porém The Rock surgiu do nada e, sem ninguém esperar, ficou frente a frente com Austin e Hogan. Três dos maiores nomes da história da empresa juntos no mesmo foi algo realmente inesquecível e que foi recebido de forma intensa por todos os fãs da WWE.

OH MY FREAKIN’ GOD - WrestleMania 22


Edge e Mick Foley estavam em rivalidade e tinham uma luta Hardcore agendada para a WrestleMania. Bem, com Foley e uma luta sem desqualificações só se poderia esperar uma completa loucura, porém atingiu um patamar que ninguém esperava ver naquele evento. Após a utilização de vários objetos como cadeiras ou o arame farpado que Foley gostava de usar, Lita montou uma mesa na ringside, a qual ela pegaria fogo. No final do combate, vimos Edge aplicando um Spear para fora do ringue que quebrou essa mesma mesa. Foi um momento tão extremo que, após ele, vimos Edge com tremores por todo o corpo e Foley se queixando com algumas queimaduras.

YEStleMania - WrestleMania XXX


Desde a derrota em 18 segundos que teve na WrestleMania XXVIII, Daniel Bryan começou a receber um enorme apoio do público que foi crescendo e crescendo ainda mais. O ‘GOAT’ se envolveu em uma rivalidade com a Authority, onde foi chamado de lutador de segunda categoria, o que fez Bryan lutar para provar o seu valor. O combate principal da WrestleMania XXX era Randy Orton vs Batista pelo WWE World Heavyweight Champion, mas, na semana anterior ao evento, foi decidido que o vencedor de Bryan vs Triple H seria adicionado ao combate. Esta foi a luta de abertura, que Bryan chegou mesmo a vencer antes de ser brutalmente atacado por Hunter. O seu ingresso no Main Event estava em dúvida, pois parecia que ele não estava em condições de competir, mas ele nos surpreendeu uma vez mais. Ele apareceu e, contra tudo e contra todos, venceu Orton e Batista para se tornar no campeão principal. Foi uma das melhores runs na história da WrestleMania e, no final do evento, toda a arena gritou ‘Yes’ junto a Bryan naquela que seria uma jornada simplesmente épica.

Uma despedida bastante emotiva - WrestleMania XXIV


A luta em causa era Shawn Michaels contra Ric Flair em que o ‘Nature Boy’ tinha a sua carreira em jogo. Dadas as condições, a luta foi boa e foi uma grande demonstração de respeito entre ambas as partes. No final, Flair estava caído no ringue com o HBK se preparando para aplicar um Sweet Chin Music de forma hesitante, pois ele sabia que iria colocar um fim à carreira de um dos maiores lutadores que já existiu. Flair se levantou e implorou a Michaels para atingi-lo, o que acabou acontecendo após Michales proferir as palavras “I am sorry, I love you”. A contagem foi académica, afinal Flair estava inconsciente. Logo após o árbitro bater pela terceira vez na lona, Michaels abraçou Ric Flair e saiu do ringue rapidamente triste por ter acabado com a carreira de 35 anos de um dos seus ídolos. Seguiram-se momentos bastantes emotivos com Ric Flair se despedindo dos fãs em lágrimas. Foi a melhor despedida possível que podiam ter dado ao ‘Nature Boy e com certeza ficou marcada na memória de todos os fãs.

O Slam - WrestleMania III e WrestleMania XXX


A WrestleMania III é considerada como o ‘boom’ do wrestling e foi realiza perante um público recorde de mais de 93 mil pessoas. O combate principal era Hulk Hogan vs Andre the GIant pelo WWF World Heavyweight CHampionship e era aguardado por todo o mundo. Hogan era campeão há três anos e recebeu um troféu por isso, enquanto Andre estava invicto há 15 anos e também recebeu um troféu, mas não tão vistoso como aquele que tinha sido oferecido ao ‘Hulkster’. Foi aí que toda a rivalidade começou, pois o gigante demonstrou um certo descontentamento com isso. No final da tão desejada luta, Hogan levantou o seu adversário de forma impressionante com um Slam e finalizou com um Leg Drop que lhe deu a vitória. Essa é considerada a maior demonstração de força na história da empresa, bem como um dos melhores momentos a acontecer na WrestleMania. Não é todos os dias que vemos alguém levantando um gigante que pesa cerca de 238 kg.


27 anos depois, vimos uma repetição desse momento acontecendo na WrestleMania XXX. Cesaro e Big Show eram os dois homens da inaugural Andre the Giant Memorial Battle Royal e tudo parecia estar controlado para o gigante até que… o suíço utilizar toda a sua força para levantar Big Show com um Slam e o atirar para fora do ringue, vencendo então a luta. Claramente não pode ser visto como algo tão histórico como o que aconteceu em 1987, mas é um dos melhores momentos a acontecer no evento nos últimos anos e um dos mais marcantes na carreira de Cesaro até ao momento.


Assim termino a quinta edição desta coluna, espero que tenham gostado de a ler. Hoje realiza-se o NXT TakeOver New York, então espero que todos se divirtam enquanto o vêem. 

Sobre / Contato / Publicidade / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites