HOW Fantasy: Chapter 2 - Início do torneio!

Na noite desta sexta-feira, dia 13 de setembro, a House of Wrestling realiza o seu segundo show diretamente do Ginásio do Ibirapuera em São Paulo, no Brasil.

Estes são os tópicos usados para promover o show:


O torneio valendo o HOW Championship irá começar esta semana com as seguintes lutas:
- Matthew Justice vs Andrade “Cien” Almas
- CM Punk vs Sami Zayn

Vão ocorrer as últimas duas lutas de qualificação para a Ladder Match valendo o Intercontinental Title:
- Minoru Suzuki vs Brock Lesnar
- Seth Rollins vs Chris Hero

Após uma pequena troca de palavras no Twitter, Adam Cole vai defender o Openweight Title frente a Orange Cassidy.

Dois dos lutadores inseridos na Gauntlet pelo Atlas Title, PAC e Rey Mysterio, irão combater neste show.

Pode conferir tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 18 horas, aqui na House of Wrestling.

Pode verificar todo o roster clicando aqui.

Nota: Todos os participantes que tiverem luta no show deverão promar até ás 17h de sexta.

Cobertura:


O show começa com um curto vídeo que mostra os melhores momentos da semana passada e os destaques que vão acontecer hoje. De seguida, é mostrado um vídeo sobre o que aconteceu minutos antes do show começar. Nele podemos ver The Rock caído perto do seu Locker Room e sendo ajudado por vários membros do staff, o autor dos atos não foi divulgado.

Os comentaristas nos davam as boas-vindas e falavam um pouco sobre o sucedido, porém toca “Love the Way You Hate Me” e MJF entra em direção do ringue de forma a interrompê-los. Os fãs presentes vaiam ele de forma intensa, e as vaias persistem mesmo depois dele começar a falar.

MJF: Eu não preciso da vossa reação para nada, pois, se eu quisesse saber dela, teria ido trabalhar para um circo. Se bem que isto não é muito diferente, afinal estou rodeado de palhaços e animais imundos. Eu sou um lutador, ao contrário daquilo que grande parte das pessoas ali atrás fingem ser. Eu não sou The Rock, um ator de Hollywood mediano que se lembra de voltar da reforma por querer encher os bolsos e iludir vocês todos com falsas esperanças. Tanto ele como vocês são idiotas.

As vaias intensificam-se e ele é obrigado a realizar uma pequena paragem em seu discurso.

MJF: No fundo, The Rock vai ser apenas uma das minhas primeiras vítimas até atingir o topo da empresa, que é onde deveria ter sido colocado no começo se os dirigentes da empresa não fossem burros. Olhem bem para mim, tão novo e tão talentoso. O presidente da House of Wrestling deveria saber que a margem de progressão pode levar esta empresa a níveis estratosféricos, porém é um incompetente. Mas isso agora não interessa, porque, marks, eu vim apenas vos avisar para não criarem falsas esperanças, pois o vosso “ídolo” - a palavra é proferida de forma irônica - irá ser derrotado por mim na próxima semana, e sabem porquê? Porque ele, no seu melhor momento de forma, nunca será tão bom quanto…

“Electrifying” ecoa na arena e The Rock corre em direção de MJF mostrando ainda alguns sinais de dor referentes ao ataque. Assim que adentra no ringue, ele aplica uma sequência de socos, sem dar chances a MJF de reagir, e o atira para fora do ringue. Rocky então pega no microfone, que estava caído no ringue, para dizer rápidas palavras.

Rock: Eu sei que foi você quem me atacou no backstage e, na próxima semana, Rock vai chutar o seu traseiro de volta para o colo da sua mamãe, junior. If you smeeeeeeeeell what the rock is cooking?

O veterano atira o micro e vai para o corner fazer a sua comemoração enquanto encara MJF. Este encontra-se com a mão envolta no queixo que foi atingido e abandona a arena sempre olhando para o seu adversário da próxima semana.


Comerciais...

Está na hora de assistirmos à primeira luta da noite que irá opor dois lutadores que estarão na Gauntlet Match pelo Atlas Title. Em primeiro lugar, Rey Mysterio aparece ao mesmo tempo que “Booyaka 619” ecoa. Depois, PAC realiza a sua entrada ao som de “R.E.D”. O árbitro se preparava para começar a luta, porém toca “Wake Up” e Zack Ryder aparece com apoio do público, se dirigindo à mesa de comentaristas para acompanhar a ação de perto.

Singles Match: Rey Mysterio vs PAC

(11:44) Estes dois lutadores conseguiram animar bastante a plateia no primeiro combate da noite com maravilhosos golpes aéreos. No final, PAC acertou um “Penalty Kick” no mascarado, porém, em vez de ir para o pin, ele subiu ao topo das cordas para aplicar um “Black Arrow”, mal sabia ele que isso seria um erro fatal… Rey conseguiu levantar as pernas a tempo de evitar a manobra, fazendo com que PAC ficasse de joelhos se queixando de dores na zona abdominal. Isso deu uma brecha a Rey de aplicar um “Dropkick” nas suas costas, o colocando em posição adequada para o atingir com um “619” e terminar com o combate.

Vencedor: Rey Mysterio

Na mesa de comentaristas, Zack Ryder aplaude a vitória do seu parceiro da semana passada, porém AJ Styles aparece vindo da crowd e o ataca com um “Phenomenal Forearm” a partir da barreira de proteção. Styles pega então num microfone e diz algumas coisas.

Styles: A derrota que tive na semana passada foi culpa de uma só pessoa, e esse alguém é você, PAC. - este fica ouvindo com atenção, apesar de estar recuperando ainda - Você manchou aquele que eu queria que fosse um trajeto imaculado até à glória, mas sabe, isso não me preocupa, pois AJ Styles é o cara que vai chegar ao título que todos vocês desejam alcançar e que o vai tornar fenomenal, porque a House of Wrestling é a casa que AJ Styles irá erguer.

AJ, Rey Mysterio e PAC se ficam encarando enquanto Zack Ryder ainda está se recuperando do “Phenomenal Forearm” que sofreu há instantes.

Comerciais…

Vamos diretos até ao estacionamento da arena, onde vemos uma limousine parando. A câmera foca a porta até que The Miz sai do seu interior vestindo um terno vermelho e com uns óculos escuros colocados. Ao ver que está a ser gravado, Miz diz algumas palavras rápidas.

Miz: Eu estou chegando a esta arena para, mais tarde, fazer uma edição muito especial da MizTV. Não podem perder, pois vai ter glamour, classe e é obrigatório para qualquer fã desta modalidade. O convidado? Terão que esperar para ver.

O motorista do veículo lhe entrega a sua mala após tirar da bagageira e Miz segue o caminho até ao seu Locker Room.

Voltamos à arena, onde Minoru Suzuki realiza a sua entrada ao som de “Kaze ni Nare”. “Nightmare” toca de seguida e Paul Heyman surge primeiro, fazendo a normal apresentação de Lesnar, e a “Besta” aparece poucos instantes depois com um olhar sedento.

Intercontinental Title Match - Qualificação: Minoru Suzuki vs Brock Lesnar

(00:14) O gongo soa. A crowd está agitada diante enquanto Lesnar inicia sua movimentação com sua guarda posta - Suzuki, por sua vez, não se move e somente encara a Besta Incarnada com um sorriso desdenhoso em seu rosto. Lesnar circunda o King of Pro Wreslting e tenta o prender em um German Suplex - Minoru mostra toda sua técnica expecional e circunda Lesnar facilmente e o afasta com um tapa na cabeça! Suzuki ri descaradamente enquanto Lesnar se afasta possesso. Minoru prende em Lesnar em um Headlock e o pressiona cada vez mais - a Besta Incarnada consegue se esgueirar, ainda preso, ao corner. O referee ordena que Suzuki se afaste - Suzuki solta o hold e ameaça disparar um soco no referee - a crowd é pega de surpresa - Lesnar arremessa Suzuki contra o corner com um Overhead Belly to Belly Suplex!

(03:21) Lesnar punia Minoru Suzuki com seu estilo agressivo de curta distância, se aproveitando das contagens até o último segundo para punir o King com joelhadas violentas ao rosto. A Besta conseguia controlar seu adversário no tatame e o tentava punir com ground and pounds - Suzuki mostrou toda sua técnica ao prender Lesnar em um Triangle Choke de surpresa! Lesnar se desespera, mas ergue o King em um Powerbomb ainda ainda na posição - Suzuki não solta o hold e continua a pressionar o pescoço de Lesnar! A Besta Incarnada arrasta Suzuki para as cordas, fazendo o referee obrigar Suzuki a soltar. Lesnar tenta se aproveitar da desvantagem de Suzuki e o prende em um Overhead Belly to Belly no apron - Suzuki consegue escapar e prende a Besta em um Rope Hung Triangle Armbar!

(06:32) Suzuki dita o ritmo do combate com sua técnica única, punindo cada membro de Lesnar. Lesnar tentava responder com socos, mas Suzuki foi capaz de acertar um potente chute contra o braço direito de Lesnar seguido por um violento Fujiwara Armbar. Heyman faz seu trabalho ao apron e tenta distrair o King of Catch Wrestling que ria enquanto pisoteava as pernas de Lesnar e se afasta como se aguardasse sua presa se erguer - subitamente, Suzuki avança contra Lesnar - a Besta tenta responder com um Clothesline - Suzuki evade por baixo do braço de Lesnar e desliza por baixo da corda inferior e agarra Heyman pelo que lhe resta de cabelo! Suzuki armou um poderoso soco e disparou na direção do rosto de Heyman - Lesnar acerta as costas de Suzuki com um joelhada na coluna que salva seu manager! Lesnar pisoteia Suzuki contra a escada de ferro, externando toda sua fúria, antes de erguer Suzuki e o arremessar com um German Suplex no chão de concreto!

(08:28) Suzuki foi capaz de reverter a tentativa de Lesnar efetuar um F5 contra o ring post que reverteu arremessando sua perna direita contra o ring post, a Besta desabou no ringside com imensa dor em sua perna enquanto o King retornou ao ringue, ordenando que o referee acelerasse a contagem. Lesnar retornou ao ringue com dificuldades no 8 - Suzuki não abriu espaço e o prendeu em um Ankle Lock com Lesnar somente com sua perna direita dentro do ringue! O referee ordenava que Suzuki soltasse, quando alcançava o 4 em sua contagem, Suzuki aplicou um Leg Snap na Besta.

(12:07) Lesnar conseguiu contornar a violência de Suzuki com sua agressividade com potentes joelhadas ao rosto do King com ele preso ao corner - Lesnar com dificuldades disparou contra o corner oposto e se rebateu com impulso - SUZUKI SURPREENDE COM UM PODEROSO DROPKICK! A crowd responde em euforia com o ataque surpresa de Minoru!

(14:02) O King se impulsiona contra as cordas opostas, porém, Lesnar responde com um poderoso Clothesline - Suzuki absorve completamente o ataque em seu peito para surpresa da crowd e responde agarrando a Besta pela nuca enquanto pede silêncio para a crowd - o som da violenta cotovelada de Suzuki encontrando o queixo de Lesnar leva a crowd ao delírio! Lesnar no meio das cordas! Minoru chama Brock para o confronto com seu sorriso irônico enquanto Brock se recupera com a fúria em seus olhos - A Besta vai de encontro ao King no centro do ringue e responde com jabs e diretos que encurralam o King contra o corner!

(15:40) Lesnar é impiedoso e arremessa o referee para longe quando este tenta separá-los - nesta pequena abertura Minoru é capaz de prender Brock em seu icônico Sleeper Hold! Suzuki rapidamente transiciona a cabeça de Lesnar para entre suas pernas - a crowd em euforia esperando seu movimento único - no momento em que o King prende Lesnar no Gotch-Style, ele fita Heyman de pé sobre o apron o encarando. Ele expõe sua língua para o representante do seu adversário - LESNAR RESPONDE COM UM RÁPIDO E VIOLENTO GERMAN SUPLEX CONTRA O CORNER! Lesnar arremessa o King violentamente com mais um German Suplex antes de o erguer para o derradeiro F- Minoru consegue mostrar resistência e se agarra às costas de Lesnar com o Manji Gatame! A perna direita de Lesnar cede e a Besta socombe perante a técnica de Suzuki! O referee checa o braço de Lesnar e...

1!

Novamente o referee checa o braço de Lesnar e...

2!

O referee ergue pela última vez o braço de Lesnar e o solta - Lesnar é capaz de manter seu braço firme para a surpresa de Suzuki! Lesnar se põe de pé com suas pernas trêmulas mas é capaz de erguer Minoru em um F5! Lesnar se ergue com o auxílio das cordas e finaliza Suzuki com mais um F5! A Besta cobre o King com todo seu corpo e 1! 2! 3!

Vencedor: Brock Lesnar

Paul Heyman adentra rapidamente o ringue para erguer a mão do seu cliente. Eles abandonam o ringue com bastante confiança após a performance de hoje.

Comerciais...

Nós vemos uma sala pouco iluminada e mostrando sinais de abandono, e eis que Luke Harper surge nela vestindo o que parece ser uma túnica preta com um capuz em sua cabeça. Ele começa a falar com algumas pausas frequentes no seu discurso.

Harper: Eu vos avisei, não sou mais o capacho de ninguém e estou aqui trilhando o caminho por mim mesmo. O que viram na semana passada foi apenas uma amostra daquilo que eu irei trazer até à House of Wrestling. Kevin Owens e Shawn Spears foram as primeiras vítimas, porém, eu preciso de fazer muitas e muitas mais até atingir o Atlas Championship. Fui adicionado a essa luta e a única coisa que interessa é sair do New Beginning com o cinturão em minhas mãos. Se preparem, pois eu estou pronto para a aniquilação de todos os meus oponentes.

Harper caminha para fora do alcance da câmera e, então, o segmento é dado por terminado.

Logo de seguida, os comentaristas confirmam oficialmente a entrada de Luke Harper na Gauntlet valendo o Atlas Championship que se realizará no New Beginning.

Vamos testemunhar agora a primeira defesa de sempre do Openweight Championship. O candidato principal, Orange Cassidy é o primeiro a surgir com as mãos em seus bolsos e transmitindo um ar de confiança. Adam Cole, o campeão, aparece logo a seguir enquanto “Bad Reputation” é tocada.

Openweight Championship Match: Orange Cassidy vs Adam Cole (c) 

(14:02) Esta luta mostrou exatamente qual a essência do título, dois lutadores que buscam mostrar tudo o que valem na tentativa de segurar um título que eventualmente os levará a patamares superiores. E, mais importante que isso, eles foram capazes de transmitir a sua vontade de vencer aos fãs, que reagiram a cada kick-out e manobra perigosa com bastante surpresa. No entanto, quando Cassidy se preparava para aplicar um “Canadian Destroyer”, mesmo no momento que colocou a cabeça do seu oponente entre as suas pernas, as luzes da arena começam a piscar e barulhos estranhos se fazem ouvir. Chega a um momento que as luzes se apagam completamente e é aí que se ouve algo a acontecer dentro do ringue. Quando as luzes voltam, Cassidy encontra-se caído no centro do ringue com o árbitro a tentar perceber o que se passou. Cole não pensa duas vezes e o coloca semi-erguido para aplicar um “Last Shot”. O oficial, ainda meio confuso, acaba fazendo a contagem para finalizar o combate.

Vencedor: Adam Cole

O ainda campeão, sabendo que poderia estar em perigo, abandona imediatamente o ringue em direção ao backstage sem comemorar. As luzes voltam a se apagar, desta vez por meros segundos e, quando regressam, “The Fiend” estava ao lado de Orange Cassidy. Ele solta uma gargalhada antes de o erguer e aplicar um “Sister Abigail”. Wyatt gargalha mais um pouco antes das luzes se voltarem a apagar e ele desaparecer.

Comerciais…

Vemos um vídeo gravado em um cemitério, onde Undertaker se encontra cavando uma fossa. Ele diz algumas palavras enquanto termina esse trabalho.

Taker: Na semana passada, a alma de Mike Bailey ressurgiu em direção do céu, passando intacta pelas trevas. Ele evitou o seu túmulo, porém o Deadman irá se reerguer em busca de novas vítimas e quem se atravessar no seu caminho irá descansar em paz!

Undertaker se vira de frente para a câmera e faz a sua pose característica.

Vamos até ao backstage, onde Daniel Bryan se encontra irritado com algo.

Bryan: Essas pessoas que se julgam inocentes são as mais culpadas de todas. Elas aplaudem os monstros que existem nesta empresa e que se acham dignos de ser a sua cara. Esses monstros deveriam dar a sua cara em troca de algo maior, eles deviam fazer essas pessoas reconhecer o que realmente é mais importante para nós, o planeta! Elas matam, elas esfolam, elas incendeiam, elas o comem e sabem porquê? Porque nenhum destes seus “heróis” foi capaz de ser um verdadeiro exemplo para elas. Na semana passada, antes de Andrade interromper o meu discurso, eu tentei meter os ideais perfeitos na vossa cabeça, mas ela já está cheia de propaganda enganosa que precisam de uma nova visão da realidade. 

O lutador ordena ao cameraman para o seguir em direção do Locker Room mais próximo. Ao entrar lá, Bryan vasculha as roupas de alguém que não se encontra no local. Ele pega um cachecol vintage, que aparentemente pertence a MJF, e continua a falar.

Bryan: Vocês vêm isso? Isso é um cachecol fabricado com caxemira. Sabem quantas cabras foram tosquiadas para o fabricar? É claro que vocês não sabem, porque apenas compram aquilo que melhor se adequa àquilo que querem que a sociedade pense de vocês. Como vocês se sentiam em ter todo o vosso cabelo retirado por um motivo sem importância? Mas isso não é pior de tudo. 

Bryan puxa o cameraman indicando que é para o seguir novamente. Eles chegam agora à zona do buffet, mais propriamente a uma mesa que está com uma bela carne assada fatiada em cima. Ele pega em uma dessa fatias e continua o discurso.

Bryan: Era uma vez um pobre porco que não sobreviveu para contar a sua história e sabem porquê? Porque vocês o mataram com a vossa ganância por uma carne tenra e suculenta. Não foram capazes de pesquisar minimamente alternativas à carne e, por esse motivo, decidem ignorar. E muitos de vocês, quando confrontados com isso, dizem coisas como “quando chegar a casa pesquiso” ou “vou perguntar a amigos sobre isso”. Mas isso é apenas uma mentira que usam para disfarçar a vossa incompetência em salvar o mundo,e eu odeio mentirosos. - ele coloca a fatia de volta no local e fala num ainda mais sério - Vocês precisam de um salvador, tudo o que vocês precisam é que eu chegue ao topo desta empresa para espalhar as verdadeiras ideias que a sociedade deve ter. Não se preocupem, o objetivo será cumprido em breve, pois, na próxima semana, eu irei bater Shane Strickland e ficarei mais próximo de me tornar a cara desta maldita empresa. 

O lutador vira costas e abandona o local enquanto o cameraman continua a filmar durante mais alguns segundos.

Comerciais…

Vamos finalmente para a primeira luta que está a contar para o torneio pelo HOW Championship. CM Punk é o primeiro a surgir enquanto ouvimos “Stronger”. Sami Zayn aparece a seguir ao mesmo tempo que “Believer” ecoa arena fora.

HOW Title Tournament - Quartas de final: CM Punk vs Sami Zayn

(16:22) Numa luta que foi bastante antecipada pelos fãs, os dois lutadores não desiludiram e entregaram uma grande performance. Zayn mostrou o seu ar mais underdog durante a luta e foi mesmo capaz de levantar o ombro após ser atingido por um potente “Go To Sleep”. O combate viu o seu fim após CM Punk tentar a combinação “Knee+Bulldog” no corner e Zayn o ter revidado, o atirando abruptamente contra o corner oposto, seguido por um “Helluva Kick”. A contagem foi meramente académica.

Vencedor: Sami Zayn

Com esta vitória, Zayn é o primeiro lutador a atingir as semifinais e irá lutar contra o vencedor de Daniel Bryan vs Shane Strickland. Ele comemora a vitória no ringue com bastante apoio da crowd.

Comerciais…

Voltamos do intervalo e, rapidamente, vamos diretos ao backstage, onde Taichi está sendo atacado de forma brutal por Mark Haskins. Este o atira várias e várias vezes contra as paredes e algumas caixas de equipamentos no local antes de o prender num “Fujiwara Armbar”. Ele mantém a manobra presa durante bastante tempo até que finalmente aparecem alguns funcionários que o conseguem parar. O lutador diz palavras de forma rápida antes de abandonar o local e enquanto Taichi está sentindo fortes dores.

Haskins: Eu estou no seu lugar, incompetente e, no New Beginning, eu não quero saber se terei que quebrar o braço de sete ou mais pessoas, porque eu irei me tornar campeão!

Os comentaristas falam um pouco sobre o que acabou de acontecer e, de seguida, dizem que está na hora de assistirmos ao segmento intitulado de “Swerve’s House”. A imagem no telão nos leva a uma das maiores boates da cidade de São Paulo, onde vemos um enorme grupo de pessoas circundando aquilo que parece ser um homem. Instantes depois, uma música começa a tocar e essas mesmas pessoas deixam esse local, começando a dançar em outras zonas do edifício e revelando a identidade do homem, sendo este Shane Strickland. Na arena, os fãs aplaudem quando ele surge.

Strickland se encontra vestindo um elegante e brilhante terno de cor azul escuro, refletindo as cores vibrantes que são criadas por espelhos e luzes do local. Ele faz alguns pequenos passos de dança, sendo rodeado por algumas das mulheres mais bonitas que estão naquela boate. Ele nota que a câmera já se encontra filmando e, por esse motivo, ele sobe o palco lentamente, sempre mantendo o seu estilo extravagante. Já segurando um microfone, ele solta um grito que faz parar todos no local e o DJ baixar o volume da música por um bocado. Ele começa então a discursar de forma tranquila e com alguns pequenos movimentos de corpo condizentes com a baixa melodia que ainda se faz ouvir.

Strickland: Yo, Sampa. Isto é o começo de mais uma jornada da minha carreira, pois assinei com a House of Wrestling. Todo o caminho que percorremos nos levou até ao torneio para coroar o primeiro campeão principal da empresa. Lamento desiludir a quem estiver no caminho do nosso objetivo, pois eu não sou alguém que foi criado para lidar com a perda. Com atitude, eu irei trepar cada um dos degraus dessa escada até clamar o ouro que sobressairá em minha cintura. E, na próxima semana, será Daniel Bryan o primeiro a cair. Vamos tornar aquela na nossa casa, vamos tornar a House of Wrestling na - as várias pessoas que o escutavam atentamente dizem ao mesmo tempo que ele - Swerve’s House!

Shane Strickland faz sinal com a sua mão para o DJ repor o volume normal da música. O ambiente na boate volta ferver, com as pessoas dançando como loucas enquanto seguram bebidas em suas mãos. O lutador se junta a eles e, no meio de tanta confusão, deixa de ser visto, é desse modo que o segmento é dado por terminado.

Comerciais…

Na arena, toca “I Came to Play” e The Miz caminha até ao ringue pisando a longa carpete vermelha que foi estendida na rampa. Ele está vestindo o terno vermelho e usando os óculos escuros que foram mencionados anteriormente. O ringue está preparado para receber o MizTV e, quando o adentra, Miz se senta em uma das duas cadeiras que estão no local.

Miz: Finalmente The Miz assinou com a House of Wrestling. Não sei quem foi o incompetente que não fechou o meu contrato a tempo de participar no primeiro show, mas isso não interessa, pois eu estou aqui para trazer grandiosidade a esta companhia. Mas esta não é altura de falar de mim até porque está na hora do talk-show mais obrigatório de toda a televisão, está na hora do MizTV. E, como meu primeiro convidado, eu trago até vós alguém que, no New Beginning, irá conquistar o Intercontinental Championship. Sem mais demoras, eu trago até vós MIKE BAILEY!

“Hero” toca na arena, mas ninguém parece aparecer. Miz fica surpreendido com isso e volta a fazer a introdução.

Miz: Mais uma vez, eu trago até vós MIKE BAILEY!

“Hero” ecoa mais uma vez, mas ninguém volta a aparecer até que… No telão, vemos o lutador amarrado com uma corda no backstage, não se conseguindo libertar. Miz se levanta imediatamente da cadeira olhando para o lutador ali indefeso até que uma voz se faz ouvir.

???: Mizzie, Mizzie, Mizzie… Eu lhe devo dizer que escolheu o convidado errado para esta noite,  pois deveria me ter convidado a mim! Por essa razão, sem mais delongas, eu lhes apresento o verdadeiro convidado do MizTV desta noite…

Então toca “Retaliation” e Jon Moxley surpreende Miz. Ele anda de forma rápida até ao ringue e fica frente a frente com o principal responsável pelo programa. Miz depressa fala de forma irritada na cara de Mox.

Miz: Quem você pensa que é para…

Pouco interessava a Moxley o que Miz tinha para dizer, por esse motivo, ele deu uma tapa na mão que segurava o microfone, fazendo-o cair para fora do ringue. Agora é ele quem toma a palavra.

Moxley: Você ainda agora chegou e eu já estou farto de o ouvir. Blá blá blá blá, parece até um disco riscado nos anos 80. Agora este é o meu show, por isso pode se sentar ali na sua cadeira. 

Mox se senta na cadeira que era destinada ao convidado, porém Miz permanece de pé, olhando para o lado do stage com um ar irritado. Apesar disso, Moxley age como se tivesse na sua própria casa.

Moxley: Bem, sejam bem-vindos ao MoxTV, o talk show mais maluco desta indústria. Como já puderam ver, Miz é o nosso convidado esta noite, por isso vamos lá avançar com isso. Miz, primeira pergunta para você. Quão errado você se sente por anunciar que Mike Bailey será o grande vencedor da Ladder Match, sabendo que eu, Jon Moxley, estou nela?

Miz, lentamente e irritado, vira as suas atenções na direção de Moxley sem proferir uma única palavra.

Moxley: Sabe, eu também ficaria assim envergonhado se dissesse algo tão errado como isso, mas…

Toda a irritação que Miz sentia se libertou e, sem que Mox pudesse reagir, ele o ataca com socos, fazendo-o cair da cadeira. Miz recua até ao centro do ringue para despir a jaqueta do seu terno, lhe dando maior conforto para lidar com a situação. No entanto, isso dá tempo suficiente a Moxley de recuperar e ficar no domínio da ação. Ele castiga Miz com algum striking até que “Hero” toca novamente, mas desta vez Mike Bailey apareceu mesmo. O público fica algo surpreso, afinal o mesmo se encontrava amarrado no backstage. De uma forma ou de outra, assim que entra no ringue, Moxley sai dele com um sorriso irônico na sua cara. No ringue, Miz e Bailey trocam olhares rápidos antes de ficar encarando Jon Moxley à distância. É dessa forma que o segmento termina e vamos para uma curta pausa.

Comerciais…

Regressamos e vamos ao backstage, onde Kevin Owens e Shawn Spears se encontram discutindo sobre os acontecimentos da semana passada.

Owens: Você viu o que aconteceu? A sua imbecilidade nos fez cair depois da luta para Luke Harper. Espero que você esteja contente com a merda que fez.

Spears: Com a merda que eu fiz? Fui eu que tive a maior parte do trabalho para nós vencermos aquela luta, e agora você está dizendo que a culpa do ataque foi minha? Você quase não contribuiu para nós ganharmos, deveria estar fresco para lidar com o que quer que fosse. Além do mais, foi você quem ele atacou primeiro, você deveria ter sido capaz de o impedir.

Owens: Sabes que mais? Não vale a pena eu estar aqui discutindo com você, porque é uma óbvia perda de tempo. Na próxima semana, eu quero você naquele ringue para calar a sua estúpida boca. 

Ambos se ficam entreolhando durante alguns segundos antes de virarem costas e seguirem caminhos distintos.

Está na hora de irmos à quarta e última luta qualificatória para a Ladder Match valendo o Intercontinental Title no New Beginning. Toca “Hero” e Seth Rollins surge primeiro sob vaias por parte da crowd. De seguida, é a vez de Chris Hero realizar a sua entrada ao som de “Chris is Awesome”, este com uma reação positiva dos fãs.

Intercontinental Title Match - Qualificação: Seth Rollins vs Chris Hero

(0:00) Os dois lutadores se entreolham por alguns momentos, se estudando de forma cirúrgica para não cometer erros que favoreçam o seu oponente. Rollins avança até ao centro do ringue para começar a luta, porém, assim que Hero se aproxima, o “Kingslayer” rola para fora do ringue com um ar bastante provocador. Parece que Rollins está tentando fazer ‘mind games’ com o seu adversário, mas Hero já lidou com isso demasiadas vezes na sua carreira e não parece minimamente perturbado. Rollins acaba regressando ao ringue alguns instantes depois e inicia um teste de força com Hero. Este parecia estar a vencer, no entanto, Rollins recupera a posição e acerta um chute na zona abdominal, fazendo o seu oponente soltar a manobra.

(4:03) Rollins se mostrava dominante após o início da luta e, após Hero se erguer, lhe aplicou um “Falling DDT”. Ele tentou o pin, mas seria apenas uma breve contagem de dois que o fez voltar à ofensiva. Ele pisoteou o abdómen de Hero algumas vezes antes de subir ao topo das cordas para aplicar um “Phoenix Splash”, mas o seu oponente levantou os joelhos a tempo e fez uma espécie de “Small Package” imediatamente, sendo apenas uma contagem de dois.

(8:52) Hero acertou algumas fortes cotoveladas na face de Rollins que o deixam atordoado. Logo após isso, ele aplica um “Super Hero's Welcome” que faz o público pensar que o fim poderia estar próximo. Ele faz o assentamento.1…...2….Não! Rollins levantou o ombro no último instante e ganhou forças para rolar para a apron. Hero não acredita que não venceu, mas rapidamente tenta ir buscar novamente o seu adversário até que é atingido por um “Rope-assisted Enziguri”. Hero não cai, porém fica cambaleando e zonzo no centro do ringue, dando a chance de Rollins o atingir com um “Springboard Knee”. Rollins faz o pin. 1…….2….Não! Hero consegue reagir a tempo de evitar a derrota e leva o público à êxtase.

(11:41) Rollins ainda mantém um certo domínio da luta e atinge o seu adversário com algum striking no corner. O árbitro o avisa para dar espaço a Hero, pois este está tocando nas cordas, e ele assim o faz. Rollins acaba ganhando algum balanço para aplicar um “Stinger Splash”, no entanto Hero se desvia a tempo e, quando o “Architect” se vira, é atingido por um potentíssimo “Cyclone Kill”. Hero faz o pin 1…..2….Não! Rollins ergue o ombro no último instante possível.

(17:25) Rollins equilibrou um pouco as coisas e estão ambos trocando algum striking no centro do ringue, já mostrando sinais de exaustão. A certo momento, Rollins consegue esquivar-se de uma cotovelada e aplica um “Enziguri” seguido por um chute lateral na zona abdominal de Hero. Ele cai e fica na posição perfeita para um “Curb Stomp”, no entanto, assim que Rollins o tenta aplicar, Hero ganha forças e aplica um “Chop Block” frontal antes que tal aconteça. Hero ganha balanço e DEATH BY ELBOW!!! Ele faz o pin. 1….2…...3! Chris Hero avança até à Ladder Match!

Vencedor: Chris Hero

O público aplaude de pé a exibição dos dois lutadores. Hero estende a mão ao seu adversário e, apesar de bastante hesitante, Rollins acaba cedendo à pressão dos fãs e acaba o cumprimentando, mesmo que contra a sua vontade.

Comerciais…

Voltamos e os comentaristas anunciam que as restantes lutas das quartas-de-final do torneio pelo HOW Title se vão realizar na próxima semana, sendo elas The Rock vs MJF e Shane Strickland vs Daniel Bryan. É também anunciado que Mike Bailey irá enfrentar Jon Moxley para se vingar do que aconteceu mais cedo. Kevin Owens e Shawn Spears também terão uma chance de resolver os seus problemas no ringue na próxima semana. Por fim, é anunciado que Taichi ficou com o braço quebrado e será substituído por Mark Haskins.

Vamos agora para a segunda luta do torneio valendo o HOW Title e Main Event de hoje. “Bow Down” ecoa e Matthew Justice aparece sob vaias intensas da crowd. Andrade “Cien” Almas aparece de seguida ao som de “Making A Difference” e também é recebido por vaias, embora menos intensas.

HOW Title Tournament - Quartas de final: Matthew Justice vs Andrade Almas

(3:51) Justice tomou o controle no início da luta após alguns duelos de força. Ele estava aplicando um “Chin Lock” no tapete até erguer Almas para lhe tentar aplicar um “DDT”, no entanto, o mexicano foi capaz de o empurrar antes que isso acontecesse. Justice tentou correr para aplicar uma “Clothesline”, mas acabou sendo recebido por um “Low Dropkick” que o fez tombar.

(9:10) Almas havia perdido o domínio por alguns instantes, mas o recuperou após Justice falhar um running strike contra o corner e embater violentamente nessa parte do ringue. Andrade tentou o pin após isso, sendo apenas uma rápida contagem de dois. Zelina o incentivava no lado de fora a manter a ofensiva e, por isso, o mexicano se dirigiu à apron para aplicar uma “Springboard Dragonrana” com sucesso. Ele vai novamente para o pin, porém, mais uma vez, apenas vai até dois.

(14:21) A esta altura do combate, Andrade falhou o “Running Double Knee Smash” no corner e isso deu uma brecha ao seu oponente de reagir. Justice o coloca no topo do corner e lhe aplica alguns socos antes de subir para tentar um “Superplex”. Andrade tenta revidar a manobra, porém Justice consegue parar isso e aplica então a manobra, indo para o pin de seguida. O árbitro bate uma, bate duas, mas Almas levanta o ombro a tempo.

(17:13) Justice tentou aplicar o “Mental Holocaust”, porém Almas revidou para um “Back Body Drop”. O maníaco acabou ficando encostado junto ao corner e isso deu a chance de Andrade finalmente acertar os “Double Knees”. Ele ergue rapidamente o seu adversário para tentar o “La Sombra”, no entanto, Justice bloqueia o movimento e reverte para um “Wristlock” transacionado para um “Lariat”. Matthew o levanta novamente e aplica o “Mental Holocaust” com sucesso. 1…..2…...3!

Vencedor: Matthew Justice

Com esta vitória, Justice é o segundo lutador a avançar para as semifinais do torneio, aguardando o seu adversário na luta da próxima semana entre MJF e The Rock. Zelina Vega está algo irritada e ajuda Almas a recuperar enquanto Justice comemora no ringue para encerrar o show desta semana.

Fim de show.
Na noite desta sexta-feira, dia 13 de setembro, a House of Wrestling realiza o seu segundo show diretamente do Ginásio do Ibirapuera em São Paulo, no Brasil.

Estes são os tópicos usados para promover o show:


O torneio valendo o HOW Championship irá começar esta semana com as seguintes lutas:
- Matthew Justice vs Andrade “Cien” Almas
- CM Punk vs Sami Zayn

Vão ocorrer as últimas duas lutas de qualificação para a Ladder Match valendo o Intercontinental Title:
- Minoru Suzuki vs Brock Lesnar
- Seth Rollins vs Chris Hero

Após uma pequena troca de palavras no Twitter, Adam Cole vai defender o Openweight Title frente a Orange Cassidy.

Dois dos lutadores inseridos na Gauntlet pelo Atlas Title, PAC e Rey Mysterio, irão combater neste show.

Pode conferir tudo isso e muito mais, sexta-feira, a partir das 18 horas, aqui na House of Wrestling.

Pode verificar todo o roster clicando aqui.

Nota: Todos os participantes que tiverem luta no show deverão promar até ás 17h de sexta.

Cobertura:


O show começa com um curto vídeo que mostra os melhores momentos da semana passada e os destaques que vão acontecer hoje. De seguida, é mostrado um vídeo sobre o que aconteceu minutos antes do show começar. Nele podemos ver The Rock caído perto do seu Locker Room e sendo ajudado por vários membros do staff, o autor dos atos não foi divulgado.

Os comentaristas nos davam as boas-vindas e falavam um pouco sobre o sucedido, porém toca “Love the Way You Hate Me” e MJF entra em direção do ringue de forma a interrompê-los. Os fãs presentes vaiam ele de forma intensa, e as vaias persistem mesmo depois dele começar a falar.

MJF: Eu não preciso da vossa reação para nada, pois, se eu quisesse saber dela, teria ido trabalhar para um circo. Se bem que isto não é muito diferente, afinal estou rodeado de palhaços e animais imundos. Eu sou um lutador, ao contrário daquilo que grande parte das pessoas ali atrás fingem ser. Eu não sou The Rock, um ator de Hollywood mediano que se lembra de voltar da reforma por querer encher os bolsos e iludir vocês todos com falsas esperanças. Tanto ele como vocês são idiotas.

As vaias intensificam-se e ele é obrigado a realizar uma pequena paragem em seu discurso.

MJF: No fundo, The Rock vai ser apenas uma das minhas primeiras vítimas até atingir o topo da empresa, que é onde deveria ter sido colocado no começo se os dirigentes da empresa não fossem burros. Olhem bem para mim, tão novo e tão talentoso. O presidente da House of Wrestling deveria saber que a margem de progressão pode levar esta empresa a níveis estratosféricos, porém é um incompetente. Mas isso agora não interessa, porque, marks, eu vim apenas vos avisar para não criarem falsas esperanças, pois o vosso “ídolo” - a palavra é proferida de forma irônica - irá ser derrotado por mim na próxima semana, e sabem porquê? Porque ele, no seu melhor momento de forma, nunca será tão bom quanto…

“Electrifying” ecoa na arena e The Rock corre em direção de MJF mostrando ainda alguns sinais de dor referentes ao ataque. Assim que adentra no ringue, ele aplica uma sequência de socos, sem dar chances a MJF de reagir, e o atira para fora do ringue. Rocky então pega no microfone, que estava caído no ringue, para dizer rápidas palavras.

Rock: Eu sei que foi você quem me atacou no backstage e, na próxima semana, Rock vai chutar o seu traseiro de volta para o colo da sua mamãe, junior. If you smeeeeeeeeell what the rock is cooking?

O veterano atira o micro e vai para o corner fazer a sua comemoração enquanto encara MJF. Este encontra-se com a mão envolta no queixo que foi atingido e abandona a arena sempre olhando para o seu adversário da próxima semana.


Comerciais...

Está na hora de assistirmos à primeira luta da noite que irá opor dois lutadores que estarão na Gauntlet Match pelo Atlas Title. Em primeiro lugar, Rey Mysterio aparece ao mesmo tempo que “Booyaka 619” ecoa. Depois, PAC realiza a sua entrada ao som de “R.E.D”. O árbitro se preparava para começar a luta, porém toca “Wake Up” e Zack Ryder aparece com apoio do público, se dirigindo à mesa de comentaristas para acompanhar a ação de perto.

Singles Match: Rey Mysterio vs PAC

(11:44) Estes dois lutadores conseguiram animar bastante a plateia no primeiro combate da noite com maravilhosos golpes aéreos. No final, PAC acertou um “Penalty Kick” no mascarado, porém, em vez de ir para o pin, ele subiu ao topo das cordas para aplicar um “Black Arrow”, mal sabia ele que isso seria um erro fatal… Rey conseguiu levantar as pernas a tempo de evitar a manobra, fazendo com que PAC ficasse de joelhos se queixando de dores na zona abdominal. Isso deu uma brecha a Rey de aplicar um “Dropkick” nas suas costas, o colocando em posição adequada para o atingir com um “619” e terminar com o combate.

Vencedor: Rey Mysterio

Na mesa de comentaristas, Zack Ryder aplaude a vitória do seu parceiro da semana passada, porém AJ Styles aparece vindo da crowd e o ataca com um “Phenomenal Forearm” a partir da barreira de proteção. Styles pega então num microfone e diz algumas coisas.

Styles: A derrota que tive na semana passada foi culpa de uma só pessoa, e esse alguém é você, PAC. - este fica ouvindo com atenção, apesar de estar recuperando ainda - Você manchou aquele que eu queria que fosse um trajeto imaculado até à glória, mas sabe, isso não me preocupa, pois AJ Styles é o cara que vai chegar ao título que todos vocês desejam alcançar e que o vai tornar fenomenal, porque a House of Wrestling é a casa que AJ Styles irá erguer.

AJ, Rey Mysterio e PAC se ficam encarando enquanto Zack Ryder ainda está se recuperando do “Phenomenal Forearm” que sofreu há instantes.

Comerciais…

Vamos diretos até ao estacionamento da arena, onde vemos uma limousine parando. A câmera foca a porta até que The Miz sai do seu interior vestindo um terno vermelho e com uns óculos escuros colocados. Ao ver que está a ser gravado, Miz diz algumas palavras rápidas.

Miz: Eu estou chegando a esta arena para, mais tarde, fazer uma edição muito especial da MizTV. Não podem perder, pois vai ter glamour, classe e é obrigatório para qualquer fã desta modalidade. O convidado? Terão que esperar para ver.

O motorista do veículo lhe entrega a sua mala após tirar da bagageira e Miz segue o caminho até ao seu Locker Room.

Voltamos à arena, onde Minoru Suzuki realiza a sua entrada ao som de “Kaze ni Nare”. “Nightmare” toca de seguida e Paul Heyman surge primeiro, fazendo a normal apresentação de Lesnar, e a “Besta” aparece poucos instantes depois com um olhar sedento.

Intercontinental Title Match - Qualificação: Minoru Suzuki vs Brock Lesnar

(00:14) O gongo soa. A crowd está agitada diante enquanto Lesnar inicia sua movimentação com sua guarda posta - Suzuki, por sua vez, não se move e somente encara a Besta Incarnada com um sorriso desdenhoso em seu rosto. Lesnar circunda o King of Pro Wreslting e tenta o prender em um German Suplex - Minoru mostra toda sua técnica expecional e circunda Lesnar facilmente e o afasta com um tapa na cabeça! Suzuki ri descaradamente enquanto Lesnar se afasta possesso. Minoru prende em Lesnar em um Headlock e o pressiona cada vez mais - a Besta Incarnada consegue se esgueirar, ainda preso, ao corner. O referee ordena que Suzuki se afaste - Suzuki solta o hold e ameaça disparar um soco no referee - a crowd é pega de surpresa - Lesnar arremessa Suzuki contra o corner com um Overhead Belly to Belly Suplex!

(03:21) Lesnar punia Minoru Suzuki com seu estilo agressivo de curta distância, se aproveitando das contagens até o último segundo para punir o King com joelhadas violentas ao rosto. A Besta conseguia controlar seu adversário no tatame e o tentava punir com ground and pounds - Suzuki mostrou toda sua técnica ao prender Lesnar em um Triangle Choke de surpresa! Lesnar se desespera, mas ergue o King em um Powerbomb ainda ainda na posição - Suzuki não solta o hold e continua a pressionar o pescoço de Lesnar! A Besta Incarnada arrasta Suzuki para as cordas, fazendo o referee obrigar Suzuki a soltar. Lesnar tenta se aproveitar da desvantagem de Suzuki e o prende em um Overhead Belly to Belly no apron - Suzuki consegue escapar e prende a Besta em um Rope Hung Triangle Armbar!

(06:32) Suzuki dita o ritmo do combate com sua técnica única, punindo cada membro de Lesnar. Lesnar tentava responder com socos, mas Suzuki foi capaz de acertar um potente chute contra o braço direito de Lesnar seguido por um violento Fujiwara Armbar. Heyman faz seu trabalho ao apron e tenta distrair o King of Catch Wrestling que ria enquanto pisoteava as pernas de Lesnar e se afasta como se aguardasse sua presa se erguer - subitamente, Suzuki avança contra Lesnar - a Besta tenta responder com um Clothesline - Suzuki evade por baixo do braço de Lesnar e desliza por baixo da corda inferior e agarra Heyman pelo que lhe resta de cabelo! Suzuki armou um poderoso soco e disparou na direção do rosto de Heyman - Lesnar acerta as costas de Suzuki com um joelhada na coluna que salva seu manager! Lesnar pisoteia Suzuki contra a escada de ferro, externando toda sua fúria, antes de erguer Suzuki e o arremessar com um German Suplex no chão de concreto!

(08:28) Suzuki foi capaz de reverter a tentativa de Lesnar efetuar um F5 contra o ring post que reverteu arremessando sua perna direita contra o ring post, a Besta desabou no ringside com imensa dor em sua perna enquanto o King retornou ao ringue, ordenando que o referee acelerasse a contagem. Lesnar retornou ao ringue com dificuldades no 8 - Suzuki não abriu espaço e o prendeu em um Ankle Lock com Lesnar somente com sua perna direita dentro do ringue! O referee ordenava que Suzuki soltasse, quando alcançava o 4 em sua contagem, Suzuki aplicou um Leg Snap na Besta.

(12:07) Lesnar conseguiu contornar a violência de Suzuki com sua agressividade com potentes joelhadas ao rosto do King com ele preso ao corner - Lesnar com dificuldades disparou contra o corner oposto e se rebateu com impulso - SUZUKI SURPREENDE COM UM PODEROSO DROPKICK! A crowd responde em euforia com o ataque surpresa de Minoru!

(14:02) O King se impulsiona contra as cordas opostas, porém, Lesnar responde com um poderoso Clothesline - Suzuki absorve completamente o ataque em seu peito para surpresa da crowd e responde agarrando a Besta pela nuca enquanto pede silêncio para a crowd - o som da violenta cotovelada de Suzuki encontrando o queixo de Lesnar leva a crowd ao delírio! Lesnar no meio das cordas! Minoru chama Brock para o confronto com seu sorriso irônico enquanto Brock se recupera com a fúria em seus olhos - A Besta vai de encontro ao King no centro do ringue e responde com jabs e diretos que encurralam o King contra o corner!

(15:40) Lesnar é impiedoso e arremessa o referee para longe quando este tenta separá-los - nesta pequena abertura Minoru é capaz de prender Brock em seu icônico Sleeper Hold! Suzuki rapidamente transiciona a cabeça de Lesnar para entre suas pernas - a crowd em euforia esperando seu movimento único - no momento em que o King prende Lesnar no Gotch-Style, ele fita Heyman de pé sobre o apron o encarando. Ele expõe sua língua para o representante do seu adversário - LESNAR RESPONDE COM UM RÁPIDO E VIOLENTO GERMAN SUPLEX CONTRA O CORNER! Lesnar arremessa o King violentamente com mais um German Suplex antes de o erguer para o derradeiro F- Minoru consegue mostrar resistência e se agarra às costas de Lesnar com o Manji Gatame! A perna direita de Lesnar cede e a Besta socombe perante a técnica de Suzuki! O referee checa o braço de Lesnar e...

1!

Novamente o referee checa o braço de Lesnar e...

2!

O referee ergue pela última vez o braço de Lesnar e o solta - Lesnar é capaz de manter seu braço firme para a surpresa de Suzuki! Lesnar se põe de pé com suas pernas trêmulas mas é capaz de erguer Minoru em um F5! Lesnar se ergue com o auxílio das cordas e finaliza Suzuki com mais um F5! A Besta cobre o King com todo seu corpo e 1! 2! 3!

Vencedor: Brock Lesnar

Paul Heyman adentra rapidamente o ringue para erguer a mão do seu cliente. Eles abandonam o ringue com bastante confiança após a performance de hoje.

Comerciais...

Nós vemos uma sala pouco iluminada e mostrando sinais de abandono, e eis que Luke Harper surge nela vestindo o que parece ser uma túnica preta com um capuz em sua cabeça. Ele começa a falar com algumas pausas frequentes no seu discurso.

Harper: Eu vos avisei, não sou mais o capacho de ninguém e estou aqui trilhando o caminho por mim mesmo. O que viram na semana passada foi apenas uma amostra daquilo que eu irei trazer até à House of Wrestling. Kevin Owens e Shawn Spears foram as primeiras vítimas, porém, eu preciso de fazer muitas e muitas mais até atingir o Atlas Championship. Fui adicionado a essa luta e a única coisa que interessa é sair do New Beginning com o cinturão em minhas mãos. Se preparem, pois eu estou pronto para a aniquilação de todos os meus oponentes.

Harper caminha para fora do alcance da câmera e, então, o segmento é dado por terminado.

Logo de seguida, os comentaristas confirmam oficialmente a entrada de Luke Harper na Gauntlet valendo o Atlas Championship que se realizará no New Beginning.

Vamos testemunhar agora a primeira defesa de sempre do Openweight Championship. O candidato principal, Orange Cassidy é o primeiro a surgir com as mãos em seus bolsos e transmitindo um ar de confiança. Adam Cole, o campeão, aparece logo a seguir enquanto “Bad Reputation” é tocada.

Openweight Championship Match: Orange Cassidy vs Adam Cole (c) 

(14:02) Esta luta mostrou exatamente qual a essência do título, dois lutadores que buscam mostrar tudo o que valem na tentativa de segurar um título que eventualmente os levará a patamares superiores. E, mais importante que isso, eles foram capazes de transmitir a sua vontade de vencer aos fãs, que reagiram a cada kick-out e manobra perigosa com bastante surpresa. No entanto, quando Cassidy se preparava para aplicar um “Canadian Destroyer”, mesmo no momento que colocou a cabeça do seu oponente entre as suas pernas, as luzes da arena começam a piscar e barulhos estranhos se fazem ouvir. Chega a um momento que as luzes se apagam completamente e é aí que se ouve algo a acontecer dentro do ringue. Quando as luzes voltam, Cassidy encontra-se caído no centro do ringue com o árbitro a tentar perceber o que se passou. Cole não pensa duas vezes e o coloca semi-erguido para aplicar um “Last Shot”. O oficial, ainda meio confuso, acaba fazendo a contagem para finalizar o combate.

Vencedor: Adam Cole

O ainda campeão, sabendo que poderia estar em perigo, abandona imediatamente o ringue em direção ao backstage sem comemorar. As luzes voltam a se apagar, desta vez por meros segundos e, quando regressam, “The Fiend” estava ao lado de Orange Cassidy. Ele solta uma gargalhada antes de o erguer e aplicar um “Sister Abigail”. Wyatt gargalha mais um pouco antes das luzes se voltarem a apagar e ele desaparecer.

Comerciais…

Vemos um vídeo gravado em um cemitério, onde Undertaker se encontra cavando uma fossa. Ele diz algumas palavras enquanto termina esse trabalho.

Taker: Na semana passada, a alma de Mike Bailey ressurgiu em direção do céu, passando intacta pelas trevas. Ele evitou o seu túmulo, porém o Deadman irá se reerguer em busca de novas vítimas e quem se atravessar no seu caminho irá descansar em paz!

Undertaker se vira de frente para a câmera e faz a sua pose característica.

Vamos até ao backstage, onde Daniel Bryan se encontra irritado com algo.

Bryan: Essas pessoas que se julgam inocentes são as mais culpadas de todas. Elas aplaudem os monstros que existem nesta empresa e que se acham dignos de ser a sua cara. Esses monstros deveriam dar a sua cara em troca de algo maior, eles deviam fazer essas pessoas reconhecer o que realmente é mais importante para nós, o planeta! Elas matam, elas esfolam, elas incendeiam, elas o comem e sabem porquê? Porque nenhum destes seus “heróis” foi capaz de ser um verdadeiro exemplo para elas. Na semana passada, antes de Andrade interromper o meu discurso, eu tentei meter os ideais perfeitos na vossa cabeça, mas ela já está cheia de propaganda enganosa que precisam de uma nova visão da realidade. 

O lutador ordena ao cameraman para o seguir em direção do Locker Room mais próximo. Ao entrar lá, Bryan vasculha as roupas de alguém que não se encontra no local. Ele pega um cachecol vintage, que aparentemente pertence a MJF, e continua a falar.

Bryan: Vocês vêm isso? Isso é um cachecol fabricado com caxemira. Sabem quantas cabras foram tosquiadas para o fabricar? É claro que vocês não sabem, porque apenas compram aquilo que melhor se adequa àquilo que querem que a sociedade pense de vocês. Como vocês se sentiam em ter todo o vosso cabelo retirado por um motivo sem importância? Mas isso não é pior de tudo. 

Bryan puxa o cameraman indicando que é para o seguir novamente. Eles chegam agora à zona do buffet, mais propriamente a uma mesa que está com uma bela carne assada fatiada em cima. Ele pega em uma dessa fatias e continua o discurso.

Bryan: Era uma vez um pobre porco que não sobreviveu para contar a sua história e sabem porquê? Porque vocês o mataram com a vossa ganância por uma carne tenra e suculenta. Não foram capazes de pesquisar minimamente alternativas à carne e, por esse motivo, decidem ignorar. E muitos de vocês, quando confrontados com isso, dizem coisas como “quando chegar a casa pesquiso” ou “vou perguntar a amigos sobre isso”. Mas isso é apenas uma mentira que usam para disfarçar a vossa incompetência em salvar o mundo,e eu odeio mentirosos. - ele coloca a fatia de volta no local e fala num ainda mais sério - Vocês precisam de um salvador, tudo o que vocês precisam é que eu chegue ao topo desta empresa para espalhar as verdadeiras ideias que a sociedade deve ter. Não se preocupem, o objetivo será cumprido em breve, pois, na próxima semana, eu irei bater Shane Strickland e ficarei mais próximo de me tornar a cara desta maldita empresa. 

O lutador vira costas e abandona o local enquanto o cameraman continua a filmar durante mais alguns segundos.

Comerciais…

Vamos finalmente para a primeira luta que está a contar para o torneio pelo HOW Championship. CM Punk é o primeiro a surgir enquanto ouvimos “Stronger”. Sami Zayn aparece a seguir ao mesmo tempo que “Believer” ecoa arena fora.

HOW Title Tournament - Quartas de final: CM Punk vs Sami Zayn

(16:22) Numa luta que foi bastante antecipada pelos fãs, os dois lutadores não desiludiram e entregaram uma grande performance. Zayn mostrou o seu ar mais underdog durante a luta e foi mesmo capaz de levantar o ombro após ser atingido por um potente “Go To Sleep”. O combate viu o seu fim após CM Punk tentar a combinação “Knee+Bulldog” no corner e Zayn o ter revidado, o atirando abruptamente contra o corner oposto, seguido por um “Helluva Kick”. A contagem foi meramente académica.

Vencedor: Sami Zayn

Com esta vitória, Zayn é o primeiro lutador a atingir as semifinais e irá lutar contra o vencedor de Daniel Bryan vs Shane Strickland. Ele comemora a vitória no ringue com bastante apoio da crowd.

Comerciais…

Voltamos do intervalo e, rapidamente, vamos diretos ao backstage, onde Taichi está sendo atacado de forma brutal por Mark Haskins. Este o atira várias e várias vezes contra as paredes e algumas caixas de equipamentos no local antes de o prender num “Fujiwara Armbar”. Ele mantém a manobra presa durante bastante tempo até que finalmente aparecem alguns funcionários que o conseguem parar. O lutador diz palavras de forma rápida antes de abandonar o local e enquanto Taichi está sentindo fortes dores.

Haskins: Eu estou no seu lugar, incompetente e, no New Beginning, eu não quero saber se terei que quebrar o braço de sete ou mais pessoas, porque eu irei me tornar campeão!

Os comentaristas falam um pouco sobre o que acabou de acontecer e, de seguida, dizem que está na hora de assistirmos ao segmento intitulado de “Swerve’s House”. A imagem no telão nos leva a uma das maiores boates da cidade de São Paulo, onde vemos um enorme grupo de pessoas circundando aquilo que parece ser um homem. Instantes depois, uma música começa a tocar e essas mesmas pessoas deixam esse local, começando a dançar em outras zonas do edifício e revelando a identidade do homem, sendo este Shane Strickland. Na arena, os fãs aplaudem quando ele surge.

Strickland se encontra vestindo um elegante e brilhante terno de cor azul escuro, refletindo as cores vibrantes que são criadas por espelhos e luzes do local. Ele faz alguns pequenos passos de dança, sendo rodeado por algumas das mulheres mais bonitas que estão naquela boate. Ele nota que a câmera já se encontra filmando e, por esse motivo, ele sobe o palco lentamente, sempre mantendo o seu estilo extravagante. Já segurando um microfone, ele solta um grito que faz parar todos no local e o DJ baixar o volume da música por um bocado. Ele começa então a discursar de forma tranquila e com alguns pequenos movimentos de corpo condizentes com a baixa melodia que ainda se faz ouvir.

Strickland: Yo, Sampa. Isto é o começo de mais uma jornada da minha carreira, pois assinei com a House of Wrestling. Todo o caminho que percorremos nos levou até ao torneio para coroar o primeiro campeão principal da empresa. Lamento desiludir a quem estiver no caminho do nosso objetivo, pois eu não sou alguém que foi criado para lidar com a perda. Com atitude, eu irei trepar cada um dos degraus dessa escada até clamar o ouro que sobressairá em minha cintura. E, na próxima semana, será Daniel Bryan o primeiro a cair. Vamos tornar aquela na nossa casa, vamos tornar a House of Wrestling na - as várias pessoas que o escutavam atentamente dizem ao mesmo tempo que ele - Swerve’s House!

Shane Strickland faz sinal com a sua mão para o DJ repor o volume normal da música. O ambiente na boate volta ferver, com as pessoas dançando como loucas enquanto seguram bebidas em suas mãos. O lutador se junta a eles e, no meio de tanta confusão, deixa de ser visto, é desse modo que o segmento é dado por terminado.

Comerciais…

Na arena, toca “I Came to Play” e The Miz caminha até ao ringue pisando a longa carpete vermelha que foi estendida na rampa. Ele está vestindo o terno vermelho e usando os óculos escuros que foram mencionados anteriormente. O ringue está preparado para receber o MizTV e, quando o adentra, Miz se senta em uma das duas cadeiras que estão no local.

Miz: Finalmente The Miz assinou com a House of Wrestling. Não sei quem foi o incompetente que não fechou o meu contrato a tempo de participar no primeiro show, mas isso não interessa, pois eu estou aqui para trazer grandiosidade a esta companhia. Mas esta não é altura de falar de mim até porque está na hora do talk-show mais obrigatório de toda a televisão, está na hora do MizTV. E, como meu primeiro convidado, eu trago até vós alguém que, no New Beginning, irá conquistar o Intercontinental Championship. Sem mais demoras, eu trago até vós MIKE BAILEY!

“Hero” toca na arena, mas ninguém parece aparecer. Miz fica surpreendido com isso e volta a fazer a introdução.

Miz: Mais uma vez, eu trago até vós MIKE BAILEY!

“Hero” ecoa mais uma vez, mas ninguém volta a aparecer até que… No telão, vemos o lutador amarrado com uma corda no backstage, não se conseguindo libertar. Miz se levanta imediatamente da cadeira olhando para o lutador ali indefeso até que uma voz se faz ouvir.

???: Mizzie, Mizzie, Mizzie… Eu lhe devo dizer que escolheu o convidado errado para esta noite,  pois deveria me ter convidado a mim! Por essa razão, sem mais delongas, eu lhes apresento o verdadeiro convidado do MizTV desta noite…

Então toca “Retaliation” e Jon Moxley surpreende Miz. Ele anda de forma rápida até ao ringue e fica frente a frente com o principal responsável pelo programa. Miz depressa fala de forma irritada na cara de Mox.

Miz: Quem você pensa que é para…

Pouco interessava a Moxley o que Miz tinha para dizer, por esse motivo, ele deu uma tapa na mão que segurava o microfone, fazendo-o cair para fora do ringue. Agora é ele quem toma a palavra.

Moxley: Você ainda agora chegou e eu já estou farto de o ouvir. Blá blá blá blá, parece até um disco riscado nos anos 80. Agora este é o meu show, por isso pode se sentar ali na sua cadeira. 

Mox se senta na cadeira que era destinada ao convidado, porém Miz permanece de pé, olhando para o lado do stage com um ar irritado. Apesar disso, Moxley age como se tivesse na sua própria casa.

Moxley: Bem, sejam bem-vindos ao MoxTV, o talk show mais maluco desta indústria. Como já puderam ver, Miz é o nosso convidado esta noite, por isso vamos lá avançar com isso. Miz, primeira pergunta para você. Quão errado você se sente por anunciar que Mike Bailey será o grande vencedor da Ladder Match, sabendo que eu, Jon Moxley, estou nela?

Miz, lentamente e irritado, vira as suas atenções na direção de Moxley sem proferir uma única palavra.

Moxley: Sabe, eu também ficaria assim envergonhado se dissesse algo tão errado como isso, mas…

Toda a irritação que Miz sentia se libertou e, sem que Mox pudesse reagir, ele o ataca com socos, fazendo-o cair da cadeira. Miz recua até ao centro do ringue para despir a jaqueta do seu terno, lhe dando maior conforto para lidar com a situação. No entanto, isso dá tempo suficiente a Moxley de recuperar e ficar no domínio da ação. Ele castiga Miz com algum striking até que “Hero” toca novamente, mas desta vez Mike Bailey apareceu mesmo. O público fica algo surpreso, afinal o mesmo se encontrava amarrado no backstage. De uma forma ou de outra, assim que entra no ringue, Moxley sai dele com um sorriso irônico na sua cara. No ringue, Miz e Bailey trocam olhares rápidos antes de ficar encarando Jon Moxley à distância. É dessa forma que o segmento termina e vamos para uma curta pausa.

Comerciais…

Regressamos e vamos ao backstage, onde Kevin Owens e Shawn Spears se encontram discutindo sobre os acontecimentos da semana passada.

Owens: Você viu o que aconteceu? A sua imbecilidade nos fez cair depois da luta para Luke Harper. Espero que você esteja contente com a merda que fez.

Spears: Com a merda que eu fiz? Fui eu que tive a maior parte do trabalho para nós vencermos aquela luta, e agora você está dizendo que a culpa do ataque foi minha? Você quase não contribuiu para nós ganharmos, deveria estar fresco para lidar com o que quer que fosse. Além do mais, foi você quem ele atacou primeiro, você deveria ter sido capaz de o impedir.

Owens: Sabes que mais? Não vale a pena eu estar aqui discutindo com você, porque é uma óbvia perda de tempo. Na próxima semana, eu quero você naquele ringue para calar a sua estúpida boca. 

Ambos se ficam entreolhando durante alguns segundos antes de virarem costas e seguirem caminhos distintos.

Está na hora de irmos à quarta e última luta qualificatória para a Ladder Match valendo o Intercontinental Title no New Beginning. Toca “Hero” e Seth Rollins surge primeiro sob vaias por parte da crowd. De seguida, é a vez de Chris Hero realizar a sua entrada ao som de “Chris is Awesome”, este com uma reação positiva dos fãs.

Intercontinental Title Match - Qualificação: Seth Rollins vs Chris Hero

(0:00) Os dois lutadores se entreolham por alguns momentos, se estudando de forma cirúrgica para não cometer erros que favoreçam o seu oponente. Rollins avança até ao centro do ringue para começar a luta, porém, assim que Hero se aproxima, o “Kingslayer” rola para fora do ringue com um ar bastante provocador. Parece que Rollins está tentando fazer ‘mind games’ com o seu adversário, mas Hero já lidou com isso demasiadas vezes na sua carreira e não parece minimamente perturbado. Rollins acaba regressando ao ringue alguns instantes depois e inicia um teste de força com Hero. Este parecia estar a vencer, no entanto, Rollins recupera a posição e acerta um chute na zona abdominal, fazendo o seu oponente soltar a manobra.

(4:03) Rollins se mostrava dominante após o início da luta e, após Hero se erguer, lhe aplicou um “Falling DDT”. Ele tentou o pin, mas seria apenas uma breve contagem de dois que o fez voltar à ofensiva. Ele pisoteou o abdómen de Hero algumas vezes antes de subir ao topo das cordas para aplicar um “Phoenix Splash”, mas o seu oponente levantou os joelhos a tempo e fez uma espécie de “Small Package” imediatamente, sendo apenas uma contagem de dois.

(8:52) Hero acertou algumas fortes cotoveladas na face de Rollins que o deixam atordoado. Logo após isso, ele aplica um “Super Hero's Welcome” que faz o público pensar que o fim poderia estar próximo. Ele faz o assentamento.1…...2….Não! Rollins levantou o ombro no último instante e ganhou forças para rolar para a apron. Hero não acredita que não venceu, mas rapidamente tenta ir buscar novamente o seu adversário até que é atingido por um “Rope-assisted Enziguri”. Hero não cai, porém fica cambaleando e zonzo no centro do ringue, dando a chance de Rollins o atingir com um “Springboard Knee”. Rollins faz o pin. 1…….2….Não! Hero consegue reagir a tempo de evitar a derrota e leva o público à êxtase.

(11:41) Rollins ainda mantém um certo domínio da luta e atinge o seu adversário com algum striking no corner. O árbitro o avisa para dar espaço a Hero, pois este está tocando nas cordas, e ele assim o faz. Rollins acaba ganhando algum balanço para aplicar um “Stinger Splash”, no entanto Hero se desvia a tempo e, quando o “Architect” se vira, é atingido por um potentíssimo “Cyclone Kill”. Hero faz o pin 1…..2….Não! Rollins ergue o ombro no último instante possível.

(17:25) Rollins equilibrou um pouco as coisas e estão ambos trocando algum striking no centro do ringue, já mostrando sinais de exaustão. A certo momento, Rollins consegue esquivar-se de uma cotovelada e aplica um “Enziguri” seguido por um chute lateral na zona abdominal de Hero. Ele cai e fica na posição perfeita para um “Curb Stomp”, no entanto, assim que Rollins o tenta aplicar, Hero ganha forças e aplica um “Chop Block” frontal antes que tal aconteça. Hero ganha balanço e DEATH BY ELBOW!!! Ele faz o pin. 1….2…...3! Chris Hero avança até à Ladder Match!

Vencedor: Chris Hero

O público aplaude de pé a exibição dos dois lutadores. Hero estende a mão ao seu adversário e, apesar de bastante hesitante, Rollins acaba cedendo à pressão dos fãs e acaba o cumprimentando, mesmo que contra a sua vontade.

Comerciais…

Voltamos e os comentaristas anunciam que as restantes lutas das quartas-de-final do torneio pelo HOW Title se vão realizar na próxima semana, sendo elas The Rock vs MJF e Shane Strickland vs Daniel Bryan. É também anunciado que Mike Bailey irá enfrentar Jon Moxley para se vingar do que aconteceu mais cedo. Kevin Owens e Shawn Spears também terão uma chance de resolver os seus problemas no ringue na próxima semana. Por fim, é anunciado que Taichi ficou com o braço quebrado e será substituído por Mark Haskins.

Vamos agora para a segunda luta do torneio valendo o HOW Title e Main Event de hoje. “Bow Down” ecoa e Matthew Justice aparece sob vaias intensas da crowd. Andrade “Cien” Almas aparece de seguida ao som de “Making A Difference” e também é recebido por vaias, embora menos intensas.

HOW Title Tournament - Quartas de final: Matthew Justice vs Andrade Almas

(3:51) Justice tomou o controle no início da luta após alguns duelos de força. Ele estava aplicando um “Chin Lock” no tapete até erguer Almas para lhe tentar aplicar um “DDT”, no entanto, o mexicano foi capaz de o empurrar antes que isso acontecesse. Justice tentou correr para aplicar uma “Clothesline”, mas acabou sendo recebido por um “Low Dropkick” que o fez tombar.

(9:10) Almas havia perdido o domínio por alguns instantes, mas o recuperou após Justice falhar um running strike contra o corner e embater violentamente nessa parte do ringue. Andrade tentou o pin após isso, sendo apenas uma rápida contagem de dois. Zelina o incentivava no lado de fora a manter a ofensiva e, por isso, o mexicano se dirigiu à apron para aplicar uma “Springboard Dragonrana” com sucesso. Ele vai novamente para o pin, porém, mais uma vez, apenas vai até dois.

(14:21) A esta altura do combate, Andrade falhou o “Running Double Knee Smash” no corner e isso deu uma brecha ao seu oponente de reagir. Justice o coloca no topo do corner e lhe aplica alguns socos antes de subir para tentar um “Superplex”. Andrade tenta revidar a manobra, porém Justice consegue parar isso e aplica então a manobra, indo para o pin de seguida. O árbitro bate uma, bate duas, mas Almas levanta o ombro a tempo.

(17:13) Justice tentou aplicar o “Mental Holocaust”, porém Almas revidou para um “Back Body Drop”. O maníaco acabou ficando encostado junto ao corner e isso deu a chance de Andrade finalmente acertar os “Double Knees”. Ele ergue rapidamente o seu adversário para tentar o “La Sombra”, no entanto, Justice bloqueia o movimento e reverte para um “Wristlock” transacionado para um “Lariat”. Matthew o levanta novamente e aplica o “Mental Holocaust” com sucesso. 1…..2…...3!

Vencedor: Matthew Justice

Com esta vitória, Justice é o segundo lutador a avançar para as semifinais do torneio, aguardando o seu adversário na luta da próxima semana entre MJF e The Rock. Zelina Vega está algo irritada e ajuda Almas a recuperar enquanto Justice comemora no ringue para encerrar o show desta semana.

Fim de show.

Sobre / Contato / Anuncie/Advertise / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites