CMLL estaria tentando boicotar aparições de Dragon Lee e Rush

Segundo informações vindas do Wrestling Observer Newsletter, o Consejo Mundial de Lucha Libre (CMLL) estaria boicotando aparições de Dragon Lee e Rush em empresas independentes no México e parceiras como a Ring of Honor e New Japan Pro-Wrestling.

Para quem não está antenado no incidente entre os lutadores e companhia, devemos voltar ao final do mês de Setembro quando, segundo relatos, a CMLL exigiu que Rush e Dragon Lee não trabalhassem em alguns shows nos Estados Unidos como o Battle of Los Angeles da PWG e o Death Before Dishonor da ROH - evento cujo o "Toro Blanco" venceu o título mundial da companhia ao derrotar Matt Taven. Logo após o evento da Ring of Honor, a empresa mexicana lançou uma nota à imprensa relatando a demissão de ambos os wrestlers por "não seguirem as diretrizes impostas" e, ao que parece, a CMLL vem tentando boicotar os "bookings" futuros dos dois irmãos.

Confira: CMLL demite Rush e Dragon Lee

A CRASH, uma empresa de médio porte do México, anunciou rapidamente os dois lutadores para seus shows futuros logo após a notícia da demissão se espalhar pela comunidade, incluindo um show para o dia 05 de outubro. Entretanto, há relatos de que a CMLL exigiu que a CRASH não utilizasse Lee e Rush nos eventos caso quisesse contar com outros lutadores da empresa. O pedido não foi atendido e a CMLL retirou seus wrestlers do evento que aconteceria em Tijuana no México em uma parceria com a Major League Wrestling. No show citado, Dragon Lee competiu e foi derrotado em um combate de duplas contra Brian Pillman Jr. e Davey Boy Smith Jr. enquanto Rush ficou nos bastidores e tirou algumas fotos com o CEO da MLW, Court Bauer.

Outra empresa que estaria sofrendo pressão para não colocar, mais especificamente, Dragon Lee em seus shows é a New Japan Pro-Wrestling. No final deste mês de Outubro, a empresa nipônica dará início ao Super Jr. Tag League onde o ex-IWGP Junior Heavyweight Champion estaria agendado para participar junto à Títan - que é um wrestler da CMLL - e alguns pôsteres foram distribuídos ao redor do país com a dupla citada sendo anunciada como participante do torneio. Entretanto, a New Japan revelou no início da semana que Títan fará dupla com outro integrante do Consejo Mundial de Lucha Libre, Volador Jr.  Não se sabe qual é a relação entre Dragon Lee e New Japan, porém, levando em consideração que a empresa japonesa tem uma forte parceria com a CMLL que dura há bastante tempo é esperado que eles sigam as recomendações dos latino-americanos nessa questão.

Como era de se esperar, alguns rumores começaram a surgir rumores de que a AEW e a WWE estariam interessadas em começar a trabalhar com Dragon Lee visto que o lutador é uma das grandes promessas do professional wrestling como um todo. Aparentemente, Paul "Triple H" Levesque é um grande fã de Lee e gostaria de tê-lo em seu plantel, porém, o próprio mexicano já fez algumas declarações de que ele não tem interesse em trabalhar em empresas que impossibilitassem ele de participar de shows da NJPW por enquanto.

Confira tudo o que aconteceu no AEW Dynamite dessa semana!

A questão de Rush é ainda mais nebulosa. Tendo em vista que ele é o atual ROH World Champion e a Ring of Honor tem relações com a CMLL, é esperado que a empresa estadunidense também comece a sofrer pressões de sua parceira mexicana. Nenhuma parte se pronunciou sobre o assunto mas caso a Ring of Honor assuma a responsabilidade de agendá-los para seus shows, há uma grande chance que a relação de trabalho entre empresas chegue ao seu fim e algo respingue na New Japan Pro-Wrestling - já que a empresa foi uma grande peça no começo da parceira ROH-CMLL no ano de 2016.

Novas informações sobre o caso deverão surgir com o passar dos dias e você pode conferir tudo isso aqui na House of Wrestling.
Segundo informações vindas do Wrestling Observer Newsletter, o Consejo Mundial de Lucha Libre (CMLL) estaria boicotando aparições de Dragon Lee e Rush em empresas independentes no México e parceiras como a Ring of Honor e New Japan Pro-Wrestling.

Para quem não está antenado no incidente entre os lutadores e companhia, devemos voltar ao final do mês de Setembro quando, segundo relatos, a CMLL exigiu que Rush e Dragon Lee não trabalhassem em alguns shows nos Estados Unidos como o Battle of Los Angeles da PWG e o Death Before Dishonor da ROH - evento cujo o "Toro Blanco" venceu o título mundial da companhia ao derrotar Matt Taven. Logo após o evento da Ring of Honor, a empresa mexicana lançou uma nota à imprensa relatando a demissão de ambos os wrestlers por "não seguirem as diretrizes impostas" e, ao que parece, a CMLL vem tentando boicotar os "bookings" futuros dos dois irmãos.

Confira: CMLL demite Rush e Dragon Lee

A CRASH, uma empresa de médio porte do México, anunciou rapidamente os dois lutadores para seus shows futuros logo após a notícia da demissão se espalhar pela comunidade, incluindo um show para o dia 05 de outubro. Entretanto, há relatos de que a CMLL exigiu que a CRASH não utilizasse Lee e Rush nos eventos caso quisesse contar com outros lutadores da empresa. O pedido não foi atendido e a CMLL retirou seus wrestlers do evento que aconteceria em Tijuana no México em uma parceria com a Major League Wrestling. No show citado, Dragon Lee competiu e foi derrotado em um combate de duplas contra Brian Pillman Jr. e Davey Boy Smith Jr. enquanto Rush ficou nos bastidores e tirou algumas fotos com o CEO da MLW, Court Bauer.

Outra empresa que estaria sofrendo pressão para não colocar, mais especificamente, Dragon Lee em seus shows é a New Japan Pro-Wrestling. No final deste mês de Outubro, a empresa nipônica dará início ao Super Jr. Tag League onde o ex-IWGP Junior Heavyweight Champion estaria agendado para participar junto à Títan - que é um wrestler da CMLL - e alguns pôsteres foram distribuídos ao redor do país com a dupla citada sendo anunciada como participante do torneio. Entretanto, a New Japan revelou no início da semana que Títan fará dupla com outro integrante do Consejo Mundial de Lucha Libre, Volador Jr.  Não se sabe qual é a relação entre Dragon Lee e New Japan, porém, levando em consideração que a empresa japonesa tem uma forte parceria com a CMLL que dura há bastante tempo é esperado que eles sigam as recomendações dos latino-americanos nessa questão.

Como era de se esperar, alguns rumores começaram a surgir rumores de que a AEW e a WWE estariam interessadas em começar a trabalhar com Dragon Lee visto que o lutador é uma das grandes promessas do professional wrestling como um todo. Aparentemente, Paul "Triple H" Levesque é um grande fã de Lee e gostaria de tê-lo em seu plantel, porém, o próprio mexicano já fez algumas declarações de que ele não tem interesse em trabalhar em empresas que impossibilitassem ele de participar de shows da NJPW por enquanto.

Confira tudo o que aconteceu no AEW Dynamite dessa semana!

A questão de Rush é ainda mais nebulosa. Tendo em vista que ele é o atual ROH World Champion e a Ring of Honor tem relações com a CMLL, é esperado que a empresa estadunidense também comece a sofrer pressões de sua parceira mexicana. Nenhuma parte se pronunciou sobre o assunto mas caso a Ring of Honor assuma a responsabilidade de agendá-los para seus shows, há uma grande chance que a relação de trabalho entre empresas chegue ao seu fim e algo respingue na New Japan Pro-Wrestling - já que a empresa foi uma grande peça no começo da parceira ROH-CMLL no ano de 2016.

Novas informações sobre o caso deverão surgir com o passar dos dias e você pode conferir tudo isso aqui na House of Wrestling.

Sobre / Contato / Anuncie/Advertise / Disclaimer / Política de Privacidade / Press Release

online / Design por: Ericki Chites